-->

14 de setembro de 2017

Prefeito de Pacajus é afastado por contratar mais de R$ 2,3 milhões sem licitação

Irregularidades foram encontradas em pelo menos nove dispensas de licitação da gestão Flanky Chaves

O prefeito de Pacajus,  Flanky Chaves (PP), acaba de ser afastado do cargo por decisão judicial. A informação foi confirmada pela 1ª Vara de Pacajus. O gestor é acusado de usar o Decreto de Estado de Emergência no município, assinado por Flanky, para realizar pelo menos nove contratações irregulares.

As contratações que levaram ao afastamento de Flanky Chaves se deram entre 5 de janeiro  – apenas 5 dias de mandato – e 8 de março e em áreas diversas: coleta de lixo, manutenção de veículos, contabilidade, material hospitalar, combustível material de limpeza e aquisição de gêneros alimentícios. No total, os contratos sem licitação representaram o gasto superior a R$ 2,3 milhões aos cofres de Pacajus.

Não foi por falta de aviso

O Ceará News 7 antecipou que o prefeito seria afastado ainda em julho, no dia 24. No dia 25 de agosto, o processo foi protocolado na 1ª Vara de Pacajus, resultando no afastamento de Flanky e, por tabela, de seu pai, Zé Wilson Chaves, prefeito de fato de Pacajus. Na época, o procurador-geral do município, João Nogueira, negou que o afastamento do prefeito estivesse próximo.

Blog Erivando Lima / Ceara News