-->

10 de setembro de 2017

Joesley Batista e Ricardo Saud se apresentam à PF em São Paulo


joesley batista

Os delatores do grupo J&F Joesley Batista e Ricardo Saud chegaram à sede da PF em São Paulo na tarde deste domingo (10). Eles foram ao prédio da Polícia Federal na zona oeste da cidade, em seus carros, por volta das 14h.

Os dois vinham negociando como se apresentariam a polícia após a ordem de prisão expedida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin, neste domingo. Ainda não há informação se eles serão levados para Brasília.

>Há indícios suficientes de que delatores omitiram informações, diz Fachin

> Marun: prisão de Joesley é consequência natural de grande farsa que foi delação

Joesley passou o fim de semana em um edifício na região dos Jardins, em São Paulo. Na casa dele, no bairro Jardim Europa, não houve movimentação pela manhã.

Três carros saíram do imóvel, o último deles, um Porsche, dirigido pela jornalista Ticiana Villas Boas, mulher de Joesley.

Red; DN


PM é assassinado em tentativa de assalto no Montese


Um policial militar da Reserva Remunerada foi assassinado em uma troca de tiros motivada por uma tentativa de assalto, em um estabelecimento na Rua Almirante Rubim, no bairro Montese, em Fortaleza, na noite deste domingo (10). Um suspeito foi encontrado morto próximo do local.

Segundo o supervisor do Comando de Policiamento da Capital (CPC), capitão Alano Timbó, dois suspeitos chegaram ao estabelecimento e anunciaram o assalto, por volta de 19h. O PM, que se encontrava no local, reagiu e foi baleado. O militar ainda não foi identificado.

Um suspeito foi detido pela Polícia Militar, no local. Na sequência das diligências policiais, um homem foi encontrado morto nas proximidades e existe a suspeita que ele seja o outro participante do crime, segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). 

O crime será investigado pela 11ª Delegacia da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, responsável por apurar crimes contra agentes de segurança.

   
Red; DN


Cearense é presa com 45 mil comprimidos de ecstasy no aeroporto de Natal


Mulher presa

Uma manicure cearense, de 24 anos de idade, foi presa pela Polícia Federal (PF), na posse de 45 mil comprimidos de ecstasy, no Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante, Região Metropolitana de Natal, no Estado do Rio Grande do Norte. A mulher desembarcou de um voo que saiu de Lisboa, em Portugal, na madrugada deste domingo (10).

De acordo com a Superintendência Regional do Rio Grande do Norte, da PF, a droga sintética foi encontrada por policiais da Delegacia de Polícia de Imigração e fiscais da Receita Federal, após duas malas serem submetidas a exames de Raio X, que apontaram a presença de produtos suspeitos.

Ao ser interrogada, a mulher se mostrou apreensiva, o que também serviu de indícios para os policiais. "Após a retirada de todos os itens, ainda assim percebeu-se um peso incomum na bagagem, pois a droga estava oculta nos fundos falsos existentes em ambas as malas e distribuídas em 6 tabletes de comprimidos prensados", relatou a PF, em nota emitida pela assessoria de comunicação.

A manicure cearense foi detida, conduzida à sede da PF em Natal e autuada por tráfico de drogas. Ainda conforme a Polícia Federal, a mulher se negou a prestar depoimento às autoridades policiais.

   Red;DN