-->

12 de fevereiro de 2017

MADRUGADA CHUVOSA NA CIDADE DE QUIXERÉ

No silêncio desta madrugada registramos uma forte chuva que cai sobre o Município de Quixeré e na região Jaguaribana, animando principalmente o homem do campo com a possível chegada do inverno. 

Segundo Internautas foram registrados chuvas na cidade de Jaguaruana, muita chuva também em Mossoró, no distrito de lagoinha em Quixeré, também choveu na localidade de Tomé, na sede da cidade de Quixeré, a cidade russana também registrou chuvas, na várzea alegre próximo a água fria também choveu nesta madrugada 

O dia amanheceu neblinando e bastante nublado. parece anunciar a chegada do inverno na nossa região 

Fonte Vale em festaque


Horário de verão termina próximo domingo (19)

O horário de verão acaba no próximo domingo (19), a partir da 0h, quando os relógios devem ser atrasados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. A medida, em vigor desde outubro, tem como objetivo aproveitar melhor a luz solar durante o período do verão, além de estimular o uso consciente da energia elétrica.

A mudança de horário é adotada no Brasil desde 1931, e visa proporcionar uma economia de energia para o país, com um menor consumo no horário de pico (das 18h às 21h), pelo aproveitamento maior da luminosidade natural. Com isso, o uso de energia gerada por termelétricas pode ser evitado, reduzindo o custo da geração de eletricidade.

A previsão do governo é que o Horário de Verão deste ano resulte em uma economia de R$ 147,5 milhões, por causa da redução do uso de energia de termelétricas. Na edição anterior (2015/2016), a adoção do horário de verão possibilitou uma economia de R$ 162 milhões.

Fonte DN


Mais de 20 açudes cearenses registram aporte neste domingo (12)

Angicos, Aracoiaba, Araras, Arneiroz II, Castanhão, Edson Queiroz e Jaburu I estão entre os destaques do dia

Com as chuvas crescentes que tomaram conta do Estado neste fim de semana, alguns açudes começaram a registrar aporte, ainda que de forma incipiente, considerando a necessidade.

Na resenha deste domingo (12) do Portal Hidrológico do Ceará, consta o aporte de 28 reservatórios, destacando-se os açudes:

- Angicos;
- Aracoiaba;
- Araras;
- Arneiroz II;
- Castanhão;
- Edson Queiroz;
- Jaburu I. 

O aporte permitiu, por exemplo, que o açude Martinópole deixasse o volume morto.

Nos 153 municípios monitorados pelo Secretaria de Recursos Hídricos (SRH), o volume atual é de 1,16 bilhão, de metros cúbicos, ou seja de 6,22%, de uma capacidade total de 18,64 bilhões de metros cúbicos.

Com a chuva de 107 milímetros registrada no sábado (11), o açude Pereira de Miranda, em Pentecoste já começou a pegar recarga. 

Ainda estão secos os reservatórios:

- Adauto Bezerra;
- Barra Velha;
- Barragem do Batalhão;
- Bonito;
- Canafístula;
- Carão;
- Carmina;
- Carnaubal;
- Cedro;
- Cipoada;
- Cupim;
- Desterro;
- Ema;
- Faé;
- Favelas;
- Forquilha II;
- Jerimum;
- Madeiro;
- Monte Belo;
- Nova Floresta;
- Pau Preto;
- Penedo;
- Pirabibu;
- Potiretama;
- Premuoca;
- Quixeramobim;
- Salão;
- Santa Maria de Aracatiaçu;
- Santo Antônio de Russas;
- São Domingos;
- São José I;
- São Mateus;
- Serafim Dias;
- Sousa;
- Tijuquinha;
- Trapiá II;
- Umari;

- Vieirão.

Fonte DN


Icapuí registra maior chuva do ano neste domingo (12)

Depois do registro de maior chuva do ano no Ceará neste sábado (11), as precipitações seguem intensas pelo Estado na manhã de domingo (12), alcançando novos recordes em 2017. Pelo menos 85 dos 184 municípios registram precipitações, com destaque para Icapuí, onde chove 216 mm (atualização às 10h), superando o maior volume deste sábado (11), em Caucaia (168 mm).
Município mais oriental do Estado, Icapuí tem um litoral conurbado com o Tibau, no Rio Grande do Norte. A previsão, segundo a Funceme, é de que ao longo do dia, o céu permaneça nublado e com chuva em todas as regiões. Há nuvens sobre o estado do Ceará devido a presença de um ramo da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT).
No ranking de maiores chuvas da Funceme, aparecem ainda os municípios de:
- Hidrolândia (98 mm);
- Poranga (85 mm);
- Itaiçaba (80.4 mm);
- Crateús (79 mm);
- Itaiçaba (74.5 mm);
- Várzea Alegre (68 mm);
- Iracema (67 mm);
- Pires Ferreira (62 mm);
- Morada Nova (61 mm).

Chove também em Jaguaruana:

Fonte DN

Chuvas provocam primeiras cheias do ano em rios de Tauá e Quiterianópolis

As intensas chuvas que banharam a região dos Inhamuns neste sábado (11) e neste domingo (12) provocaram cheias de riachos e rios. Um deles, o Rio Carrapateiras, um dos principais afluentes do Rio Jaguaribe, em Tauá. Neste município, a Funceme registrou 152 milímetros (sábado) e 29mm (domingo).

Os distritos de Carrapateiras e Barra Nova em Tauá foram os mais favorecidos. O Rio Carrapateiras ficou cheio na passagem da estrada que liga a BR 020 à localidade de Cipó, próximo à localidade de Caiçara. Neste ponto, o rio que estava seco ficou com água na altura de um metro.

Com precipitações acima de 120mm em várias localidades que formam a nascente do Carrapateiras, os pequenos reservatórios transbordaram e muita água está escorrendo em direção a Barragem da Vila de Santo Antônio. Se o reservatório vier a sangrar, a água segue para o Açude Várzea do Boi, que está seco há mais de três anos.

Até sexta-feira, 10, a preocupação dos criadores era enorme com a escassez de água e pastagem para o gado. Agora o cenário mudou. Os agricultores esperam começar na próxima semana o plantio de sementes para a safra de grãos de sequeiro (aquele que depende exclusivamente das chuvas).

Rio Poti em Quiterianópolis tem primeira cheia do ano. Passagem molha ficou coberta de água. Foto de Cícero Lacerda

Fonte DN

PEC que legaliza vaquejada deve ser votada na próxima terça-feira no Senado Federal

Se aprovada, a proposta reverterá decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) contra as vaquejadas, de outubro de 2016.

A proposta de emenda à Constituição (PEC) que permite a realização de vaquejadas e rodeios é o primeiro item da pauta de votações do Senado desta semana. O Plenário deve votar na terça-feira (14), em primeiro turno, a PEC que estabelece que não se consideram cruéis as manifestações culturais definidas na Constituição e registradas como bem imaterial parte do patrimônio cultural brasileiro, desde que regulamentadas em lei que assegure o bem-estar dos animais.

Os demais itens da pauta serão definidos em reunião de líderes, segundo o presidente do Senado, Eunício Oliveira.

"Minha expectativa é que aprovemos essa PEC na terça- -feira e que os líderes tragam os projetos que já estão prontos, para que a gente possa no Colégio de Líderes formatar uma pauta para quarta e quinta", explicou Eunício Oliveira.

Se aprovada, a PEC reverterá decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) contra as vaquejadas, de outubro de 2016. No julgamento de ação do Ministério Público, o relator no STF, ministro Marco Aurélio, considerou haver “crueldade intrínseca” contra os animais.

*Com Jornal do Senado.