-->

25 de abril de 2016

Nove detentos fogem da cadeia de Limoeiro do Norte; 2ª fuga em menos de 24 horas no Ceará

Uma fuga de presos foi registrada na noite da última segunda-feira, 25, na Cadeia Pública de Limoeiro do Norte, 194 km de Fortaleza. Essa foi a segunda fuga de detentos no Ceará em menos de 24 horas. Ao todo, nove internos escaparam. 

Os presos quebraram os cadeados e conseguiram fugir pelos fundos da unidade, por volta das 18 horas, conforme informações da Polícia Militar do município. A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) disse que os detentos foram identificados como: Ilderlanio Silva de Melo (Alemão), Daniel Paulo de Santos Martins, Ronildo da Costa (Muriçoca), Carlos Marcos de Mato, Francisco Fabio Nobre Balbino, Freancisco Denilson Lima da Silva, Gabriel Souza de Almeida, Jose Rogerio Moreira Colares Junior e Ítalo Alves Maciel.

Em nota, a Sejus informou que a PM realiza buscas para tentar recapturar os presos. Os crimes dos detentos não foram divulgados pela secretaria. 

Na madrugada da segunda, 30 presos fugiram do Centro de Triagem e Observação Criminológica, em Caucaia. Os detentos escaparam por túnel de aproximadamente cinco metros, e 18 ainda estão foragidos. O Centro de Triagem fica ao lado da Unidade Prisional de Caucaia, popularmente conhecida como "Carrapicho". A Sejus informou que na unidade prisional não houve fuga. 

62% dos brasileiros querem novas eleições, diz Ibope


Apenas 8% dos brasileiros acreditam que o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e substituição dela pelo vice Michel Temer (PMDB) seria a "melhor forma de superar a crise política", segundo pesquisa do Ibope.

A informação é de uma pesquisa divulgada pelo Ibope, que também chegou ao dado de que 62% dos brasileiros acham que o melhor seria a realização de novas eleições. Na faixa etária de 16 a 24 anos, o percentual atinge 70%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 14 e 18 de abril, em 142 municípios de todos os estados do País. Os dados foram divulgados neste domingo, 24, na coluna do jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

A presidente já deve ser afastada do governo temporariamente a partir do mês de maio, caso Senado, em primeira votação, aprove abertura do processo de impedimento.

Até a segunda votação na Casa, que já determina saída definitiva ou absolvição de Dilma, Temer ocupa a Presidência da República interinamente. Ele só se torna presidente em caráter definitivo após pelo menos 54 dos 81 senadores (dois terços) julgar Dilma culpada.

Só podem ser realizadas novas eleições presidenciais se houver vacância dos cargos de presidente e vice. Nessa hipótese, o presidente da Câmara dos Deputados assume para fazer as eleições, se os dois principais postos da República ficarem vagos até o final deste ano, quando acabará o primeiro biênio do mandato de Dilma Rousseff.

Diário do Nordeste

Ministro do STF nega pedido contra Cunha sobre impeachment de Temer


BRASÍLIA. ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello não identificou irregularidades na manobra do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDBRJ), para postergar a instalação da Comissão Especial do Impeachment contra o vice-presidente Michel Temer. O ministro negou um , autor da ação em que Marco Aurélio determinou o prosseguimento da denúncia contra Temer.

O advogado alegava que Cunha estava descumprindo a decisão, já que a comissão especial para analisar o pedido de impeachment contra o vice-presidente ainda não foi instalada. “Descabe acolher a alegação de descumprimento, sem prejuízo de nova análise, caso demonstrado o intuito protelatório da autoridade apontada como coatora”, diz o ministro.

Cunha só aceitou a denúncia contra Temer após determinação de Marco Aurélio. . O presidente da Câmara já adiantou que não instalará o colegiado se os parlamentares não indicarem os nomes. O documento enviado aos líderes sobre o assunto não estipula nenhum prazo para os partidos responderem ao pedido de indicação. Nos bastidores, há um acordo entre o peemedebista e membros da oposição para postergar a instalação da comissão especial enquanto o recurso do presidente da Casa é analisado no STF.

Marra pedia ao STF para obrigar Cunha a cumprir em 24 horas a liminar de Marco Aurélio sob pena de multa diária de R$ 3 milhões. O advogado alegava que o peemedebista vinha manobrando para tentar frustrar ou retardar o cumprimento da decisão, e sustentava que a postura do presidente da Câmara constitui ato de improbidade administrativa.

No entanto, 20 dias depois da decisão de Marco Aurélio, dos 65 membros que devem compor a comissão, apenas 14 foram indicados até esta segunda-feira.

O tema foi destaque nas discussões do Senado, como prerrogativa para a continuidade do pedido de afastamento de Dilma.

Até o momento, PT, REDE, PCdoB, PEN, PMB, PSOL e PTdoB fizeram indicações para analisar o impeachment de Temer na Câmara restam 51 nomeações. No caso de Dilma, todas as sugestões foram feitas em menos de um dia.

Estadão Conteúdo

Norte-americano é baleado em saidinha bancária no Meireles; R$ 45 mil é levado


Registro da movimentação na avenida Abolição após o assalto
Um empresário norte-americano foi baleado durante uma saidinha bancária na avenida Abolição, próximo da rua Joaquim Nabuco, no bairro Meireles, na tarde desta segunda-feira, 25. Os assaltantes fugiram levando uma quantia de aproximadamente R$ 45 mil, segundo informações de testemunhas.

Depois de sacar o dinheiro e sair do Banco do Brasil, a vítima foi abordada por dois homens armados em uma motocicleta. Segundo o major Hideraldo Bellini, do 8º Batalhão, o estrangeiro não quis entregar a quantia, e a dupla efetuou disparos. 

Uma testemunha, que trabalha para o empresário, relatou que os suspeitos já chegaram atirando. O norte-americano também foi agredido com uma "coronhada" na cabeça. Os assaltantes tentaram fugir na motocicleta, levando o dinheiro, mas a moto não funcionou, segundo o major. Em seguida, a dupla tomou um carro de assalto e empreendeu fuga.

O estrangeiro foi atingido com um tiro na perna e socorrido ao Instituto Dr. José Frota (IJF). O norte-americano é empresário do ramo imobiliário e vive no Brasil há 15 anos. 

Conforme a testemunha ligada à vítima, o estrangeiro não costumava ir à agência bancária situada na avenida Abolição, onde aonteceu o assalto. O caso é investigado pelo 2º Distrito Policial (DP).

O POVO Online

Dezenas de presos fogem do Centro de Triagem de penitenciária em Caucaia


Uma fuga de cerca de dezenas presos foi registrada na madrugada desta segunda-feira, 25, na Unidade Penitenciária Francisco Adalberto de Barros Leal (UPFABL), antiga CPPL de Caucaia, conhecida como "Carrapicho". Os agentes penitenciários realizam a recontagem dos presos nesta manhã. Nove detentos foram recapturados e cerca de 20 ainda estão foragidos.

Segundo o agente penitenciário Rafael Magno, a fuga ocorreu por volta das 3 horas da manhã. "Há indícios de que eles escaparam por um túnel na rua C do Centro de Triagem", contou. Ao todo, o Centro de Triagem abriga cerca de 500 presos. 

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) informou que a recontagem dos presos deve se estender até a tarde e, depois, os dados serão divulgados. 


O POVO Online

STF investiga um terço de comissão de impeachment do Senado


Dos 21 parlamentares indicados para a comissão do impeachment no Senado, mais de um terço responde a inquéritos no Supremo Tribunal Federal. Dos oito senadores com processos, quatro deles integram a lista dos políticos investigados pela Operação Lava Jato. Antes de levar o caso ao plenário da Casa, o grupo será responsável por analisar a denúncia contra a presidente Dilma Rousseff acolhida na Câmara no último dia 17.

Indicados para a presidência e relatoria da comissão, os senadores Raimundo Lira (PMDB-PB) e Antonio Anastasia (PSDB-MG) ficaram de fora desta lista. Em fevereiro, o STF arquivou um inquérito que investigava a suposta participação do tucano na Lava Jato.

Já Gleisi Hoffmann (PT- PR), Lindbergh Farias (PT-RJ), Fernando Bezerra (PSB-PE) e Gladson Cameli (PP-AC) são os senadores investigados por suposto envolvimento na corrupção na Petrobras. Lindbergh é o que responde ao maior número de processos na Corte: cinco.

Gleisi, que foi ministra da Casa Civil no primeiro mandato de Dilma, é alvo de dois procedimentos. Ela também foi citada na delação do senador Delcídio Amaral (sem partido-MS). Em março, a Polícia Federal indiciou a senadora e seu marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, por suposto recebimento de R$ 1 milhão. Lindbergh teria recebido propina desviada da estatal de R$ 2 milhões para financiar a campanha ao governo do Rio em 2014. Além disso, ele é investigado em quatro procedimentos.

O senador Fernando Bezerra, que responde a quatro inquéritos, foi citado na delação do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa por ter recebido R$ 20 milhões na época em que ele era secretário do então governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Cameli é um dos parlamentares do PP relacionados à corrupção da Petrobras. Ele também responde a um processo por dirigir bêbado.

Aloysio Nunes (PSDB-SP) é alvo de um inquérito que está oculto no sistema do STF, em razão de desdobramentos da Lava Jato. Os outros parlamentares da comissão que enfrentam investigações no STF são Simone Tebet (PMDB-MS), Wellington Fagundes (PR-MT) e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).

A assessoria de Gleisi diz que não há provas contra a senadora. Lindbergh afirma "que todas as doações de campanha foram registradas na forma da lei" e que os demais casos foram arquivados. Fernando Bezerra diz "que ao final dos inquéritos tudo ficará esclarecido". A assessoria de Aloysio diz que o senador tem "total interesse no imediato esclarecimento dos fatos". Simone afirma que não é ré em nenhuma ação. Vanessa Grazziotin diz que os inquérito contra ela decorre de processos movidos por adversários políticos. A reportagem não recebeu resposta de Gladson Camelli e não conseguiu contato com Wellington Fagundes. 

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Final de semana em Russas tem registros de homicídio e tentativa de homicídio, roubos a pessoas, e um acidente com vítima fatal


No último sábado, dia 23, por volta das 11h10min, na Rua Epaminondas, 238, centro, Russas, foram vítimas de roubo duas mulheres, uma de 20 e outra de 23 anos, as quais foram surpreendidas por um indivíduo a pé, que lhes subtraíram respectivamente, UM celular LG e UM celular MOTO G, e após o roubou seguiu destino ignorado.


Ainda no sábado, por volta das 17h50min, na AV. DOM LINO, próximo à praça do estudante, centro, Russas, foi preso o acusado GEONAVIO MARCELINO DA SILVA, 24 anos, Natural de Fortaleza, o qual roubou um celular de marca SAMSUG GT-S5310B, de uma mulher de 23 anos, momento em que foi flagranteado por policiais militares praticando o ilícito e tentando se evadir, os policiais o perseguiram e o capturaram, sendo conduzido a DPC de Russas para procedimento policial.

Ainda no sábado, por volta das 18h40min, na AV. DOM LINO, próximo à praça do estudante, centro, Russas, foram roubadas por dois indivíduos, que trafegavam numa motocicleta de cor preta, (demais dados não anotados), duas mulheres de 22 e 28 anos, das quais foram subtraídas dois celulares, de marcas SAMSUNG, sem mais detalhes. Os PM realizaram diligencias no intuito de capturar os infratores

E por último no sábado, por volta das 18h45min, no Rio do Ospa, Zona rural, Russas, ocorreu uma tentativa de homicídio contra um homem de 21 anos, onde um indivíduo teria efetuado disparos de arma de fogo contra o mesmo, sendo que a vítima foi lesionada por um  projetil, que o atingiu na parte dorsal do corpo, sendo socorrida pelo SAMU e transferido para Fortaleza, para maiores cuidados. Os PM, atenderam a ocorrência e fizeram diligencias no intuito de capturar o acusado, porém sem êxito.

Domingo 24

Acidente de trânsito com vítima fatal

Irmão mata irmão a golpes de faca

Com Informações do 1ºBPM