-->

24 de maio de 2016

Presídio em construção recebe internos transferidos

Agentes penitenciários seguem nas unidades tentando controlar as rebeliões e também atendendo familiares em busca de notícias ( FOTO: NATINHO RODRIGUES )

A Casa de Privação Provisória de Liberdade (CPPL V), que ainda não estava pronta, foi ocupada por detentos retirados de outras unidades do Complexo Penitenciário de Itaitinga. A denúncia foi feita durante entrevista coletiva, pelo presidente do Sindicato dos Agentes e Servidores no Sistema Penitenciário do Ceará (Sindasp-CE), Valdemiro Barbosa. Segundo ele, o equipamento ainda não tinha condições de abrigar internos.

Um operário que trabalha na obra confirmou que a estrutura está em construção. "As paredes das celas já estão feitas, mas não têm as trancas ainda. Acho que por isso colocaram os presos nas duas quadras. Devem ter medo que eles quebrem tudo antes de inaugurar, como fizeram com as outras. Em quase nenhum lugar de lá tem energia".

O operário, que não quis ser identificado, disse que conhece pessoas que moram nas proximidades do Complexo e estão apreensivas. "Todo mundo morre de medo. Eles escutam gritaria, quebradeira, veem a fumaça dos incêndios. Não digo nada a eles, mas sei que não tem garantia nenhuma que esse povo está preso mesmo". A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) foi procurada, mas não se manifestou sobre a ocupação.

Repúdio

O presidente do Sindasp-CE disse que repudia as declarações feitas pelo secretário de Justiça, Hélio Leitão, em relação aos agentes penitenciários. "Estão querendo transferir as responsabilidades da Sejus para a categoria. A culpa não é nossa, o estopim dessa confusão não foi nossa greve, foi o anúncio dos bloqueadores de sinal de celular sem estabilizar o Sistema antes. O secretário fez uma declaração irresponsável dizendo que os agentes impediram as visitas. Isso não é verdade, quem impediu a entrada das visitas e do efetivo dos agentes que estavam lá para cumprir os 30% previsto em lei, foi o BPChoque da PM".

Valdemiro Barbosa declarou que não havia recebido notificações sobre a ilegalidade da greve decretada pela Justiça e que já tinha comunicado ao Estado do movimento. "Avisamos que apenas os serviços essenciais (água, comida, alvará de soltura e socorro imediato) seriam mantidos. Mesmo assim, de forma irresponsável, a Coordenadoria do Sistema Penitenciário (Cosipe) ligou para as visitantes dizendo que as visitas estavam garantidas no fim de semana, quando na realidade isto não é um serviço essencial e sim uma regalia", afirmou.


O presidente do Sindasp-CE disse que esteve várias vezes reunido com representantes do Governo, que garantiram melhorias à categoria e não cumpriram, por isto a greve foi deflagrada. "O Estado desprezou o Sistema Penitenciário como um todo. O tratamento que o Estado dá ao preso nessas grandes unidades é desumano. Uma cela para abrigar seis presos têm 20. Tem preso dormindo em pé. A alimentação é de baixa qualidade, falta água, o ambiente é insalubre, falta remédio, há proliferação de doenças. Tudo isto foi aumentando a instabilidade", disse.

Diário do Nordeste

Morre soldado da reserva da PM atingido por tiros enquanto jogava baralho


O soldado da Reserva Remunerada da Polícia Militar do Ceará (PM-CE) que foi atingido ontem por disparos de armas de fogo, dentro de um bar, no bairro Jardim Iracema, não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Evandro Alves Ramos estava no estabelecimento jogando baralho quando pelo menos dois suspeitos chegaram ao local em uma motocicleta. 

Eles teriam descido do veículo para matar o dono do bar onde se encontrava o soldado reformado. Ele tentou reagir à tentativa de homicídio, mas levou um tiro no tórax.  Outras duas pessoas teriam sido feridas no local.

Populares socorreram as vítimas ao Hospital Distrital Evandro Ayres de Moura, o Frotinha de Antônio Bezerra, mas o policial não resistiu. 

Diário do Nordeste

Ciro diz que demitiria agentes se fosse governador

O ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT), afirmou nesta terça-feira (24), em conversa com jornalistas no Centro de Eventos, durante o 'Seminário Prefeitos Ceará 2016', que não existe 'nenhuma chance' dele assumir o cargo de secretário de segurança do Estado. Além disso, Ciro aproveitou os questionamentos dos presentes para comentar também aspectos da crise penitenciária atualmente observada na capital e região metropolitana, especialmente dos motins ocorridos neste último final de semana.

“Eu, se fosse governador, resolveria eu mesmo, como sempre fiz. Eu simplesmente rolava cabeças, demitia todos. Eu, sendo governador, estavam todos demitidos e processados por homicídio, porque são eles os responsáveis por essas mortes que aconteceram”, afirmou, referindo-se aos agentes penitenciários grevistas e acreditando ser desnecessário convocar as Forças Nacionais para contornar a situação.

Para Ciro, em qualquer sociedade do mundo é vedada à fração armada, no caso, as polícias e os agentes penitenciários, o direito amotinar-se.

“Quando um grupo de amotinados em armas viola a Constituição e quer submeter à sociedade os seus interesses, ainda que legítimos, de forma violenta, só resta às autoridades uma alternativa, que é reprimir. Se essa repressão não ocorre no momento certo, portanto, o resultado prático é: sei lá quantas pessoas morreram, boa parte do patrimônio público foi destruído e agora nós estamos dependentes de convocar a Força Nacional pra cá”, analisou.

Apesar do posicionamento firme, Ciro Gomes assegura que não conversa com o governador Camila Santana (PT) sobre esses assuntos. “Eu não falo sobre esses assuntos com ele. O governador é autônomo. Eu não acho que minha posição seja necessariamente a única, estou dando a minha opinião”.

Diário do Nordeste

Sobe para 9 número de mortes por H1N1 no Ceará em 2016


Subiu para 9 o número de óbitos confirmados por H1N1 no Ceará em 2016. De acordo com o novo boletim da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), divulgado na segunda-feira (23), uma nova morte foi verificada, na última semana, no município de Caucaia. Segundo o órgão, o óbito ocorreu no dia 30 de abril, mas só agora foi oficializado.

A vítima era um homem de 59 anos com doenças cardiovasculares crônicas e pneumonia bacteriana.

Esta é a segunda morte confirmada em Caucaia. Também houve mortes nas cidades de Fortaleza, Jaguaretama, Pereiro, Sobral e Juazeiro do Norte. Ao todo, o Ceará já contabilizada 24 casos da doença neste ano.

Vacina

Segundo o Ministério da Saúde, o Estado atingiu 80% de cobertura vacinal contra a Influenza, meta estabelecida . A campanha nacional de imunização chegou ao fim na última sexta-feira (20), mas, no Ceará, assim como em outros estados, os esforços foram prorrogados.

Diário do Nordeste

Anvisa suspende venda e uso de lotes de medicamento para câncer de mama


Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), divulgada nessa segunda-feira,  23, no Diário Oficial da União, suspende a distribuição, o comércio e o uso, em todo o território nacional, dos lotes nº 5F201B, 5F207B, 5F223A, 5F199A e 6F237A do produto Taxotere (docetaxel tri-hidratado), solução injetável da empresa Sanofi-Aventis Farmacêutica Ltda.

Segundo o texto, o próprio fabricante enviou à Anvisa comunicação de recolhimento voluntário por conta de incorreção na rejeição de frascos-ampolas durante as operações de envase do medicamento, indicado para tratar câncer de mama.

A Anvisa determinou à empresa o cumprimento de todos os requisitos relativos ao recolhimento dos lotes do produto. A resolução entra em vigor hoje.

Agência Brasil

Polícia Federal cumpre a 30ª fase da Operação Lava Jato


A Polícia Federal (PF) cumpre, desde a madrugada desta terça-feira (24/05), a 30ª fase da Operação Lava Jato. Serão cumpridos 2 mandados de prisão preventiva, 28 de busca e apreensão e 9 de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento. A ação foi batizada de Operação Vício.

A 29ª fase foi deflagrada nesta segunda-feira (23) e prendeu o ex-tesoureiro do Partido Progressista (PP), João Claudio Genu, e o sócio dele, Lucas Amorim Alves.

Os dois são suspeitos de receber propina de valores desviados da Petrobras. Contra Genu, o juiz federal Sérgio Moro expediu um mandado de prisão preventiva, ou seja, com prazo indeterminado. Já o mandado contra Alves foi em caráter temporário, por cinco dias, podendo ser prorrogada pelo mesmo tempo ou transformada em preventiva. Quem decidirá isso será o juiz, baseado nos pedidos da Polícia Federal e do Ministério Público Federal (MPF).

A 29ª fase da Lava Jato apura o recebimento de propina e lavagem de dinheiro por parte de Genu e Alves. Também foi expedido um mandado de prisão contra o empresário Humberto do Amaral Carrilho, que está no exterior e é considerado foragido. Ele afirmou, no entanto, que vai se entregar.

Com informações do G1

Com agência fechada, população de Banabuiú está sem receber correspondências há uma semana

Agência da cidade permanece fechada e moradores estão sem receber encomendas. (Fotos: José Avelino Neto

Banabuiú. Já se passou mais de uma semana desde que uma quadrilha sitiou esta cidade do Sertão Central durante a madrugada e explodiu a agência dos Correios. Com isso, a entrega de faturas e correspondências está suspensa, e a população teme que a entrega atrasada das contas traga mais prejuízos.

A estudante de letras, Elis Larisse, esperava a entrega de um livro para o último final de semana, mas não recebeu. “Era uma encomenda de muita importância e a hipótese de não tê-las me prejudica demais”. Ela explica que leciona em uma escola particular, e que os livros a ajudariam em estudos e pesquisas. No entanto, sabe das dificuldades que vai encontrar para ter o material que comprou pela internet, e que deveria ter chegado no dia 21. “Espero receber minha encomenda, já que a comprei. Entretanto estou ciente de que terei que esperar muito mais”, conta.

O serviço de postagem em Banabuiú está suspenso por tempo indeterminado. Quem precisa enviar algo pelos Correios, precisa se deslocar por cerca de 50 Km até uma agência de cidades próximas, como Quixadá e Solonópole.

Obras sem data

Um funcionário que pediu para não ser identificado informou que as obras no local não tem prazo para começar. A reportagem apurou que os dois atendentes que trabalhavam na agência, serão realocados para cidades vizinhas.

A fonte ainda informou que não havia nenhum pacote na agência de Banabuiú para ser entregue. “Como a prioridade é a entrega de objetos com postagem registrada e através de serviços como o Sedex, cartas e faturas que aguardavam no local foram perdidas”, disse.

No dia 14 de abril, o Diário Sertão Central já havia antecipado que os reparos na estrutura do prédio iria demorar. Engenheiros e policiais federais fizeram uma perícia na agência no último dia 13 de abril. Na época, Willyan Porto, diretor-adjunto da Regional Cearense do órgão afirmou que seria aberta uma licitação para a contratação de uma empresa. “ainda não é possível dar alguma provável data de reabertura”.

Resposta


Procurada, a assessoria de imprensa da central dos Correios, em Fortaleza, informou através de nota que prevê para o decorrer desta semana “o retorno do serviço de distribuição domiciliária na cidade. A empresa realiza negociações em busca de um espaço provisório em Banabuiú ou em município vizinho para reorganizar as entregas”. Quanto ao serviço de postagem, a nota esclarece que “os serviços têm previsão de ser retomados entre o fim de junho e o início de julho em um novo prédio já alugado pela estatal na cidade”.

Ação

Cerca de 15 homens armados de fuzil chegaram atirando na cidade. Enquanto uma parte tentava abrir o cofre da agência usando dinamites, membros da quadrilha sitiaram a cidade em duas motos. Eles carregavam fuzis e atiravam para intimidar a população.

A quadrilha conseguiu abrir o cofre e levar uma quantia em dinheiro que havia no local. O valor não foi divulgado. Na fuga o grupo incendiou dois carros na localidade de Jurema.


A ação segue investigada pela Delegacia de Roubos e Furtos da Capital.

Diário Sertão Central

Homem é detido, quebra vidro de carro com cabeçadas e morde policial

Homem quebrou vidro de viatura 
em Cubatão, SP (Foto: G1)
Um homem que havia acabado de ser preso em Cubatão (SP) teve um ataque de fúria e, algemado, quebrou os vidros de uma viatura com cabeçadas para tentar fugir. A ação do suspeito foi flagrada por moradores que passavam pelo local. Um policial ficou ferido ao entrar em luta corporal para tentar imobilizar o rapaz.

O suspeito, um mecânico de 34 anos, havia sido preso no último domingo (22) por suspeita de violência doméstica e desacato. Já dentro da viatura, ele começa a dar cabeçadas contra o vidro, até que a estrutura se rompe totalmente e ele consegue pular para fora. Segundo a polícia, ele ainda entrou em luta corporal com os agentes e chegou a morder os policiais.

Ainda segundo informações da polícia, Vitor da Silva Santos foi detido após uma denúncia feita pela própria mulher. Quando  os policiais chegaram no local, o suspeito começou a xingar os oficiais até que acabou recebendo ordem de prisão. 

Durante a luta com os policiais, um dos oficiais acabou quebrando um dos dedos da mão. Já Santos teve ferimentos leves na cabeça.

Após toda confusão, o mecânico foi preso em flagrante. O suspeito e os policiais passaram por exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) e os resultados ainda não foram divulgados.

G1