-->

26 de outubro de 2016

Hospitais de Crato e Barbalha receberão R$ 10 milhões em recursos na rede de urgência e emergência

Seis municípios do Ceará foram contemplados com liberação de recursos para habilitação de serviços da Saúde. No Cariri, quatro hospitais filantrópicos, de Crato e Barbalha, serão beneficiados com a medida, que deve priorizar serviços oferecidos pela rede de urgência e emergência.

De todo Ceará, a região é a maior beneficiada com a portaria, com destinação de verba de quase R$10 milhões. Em Crato, o Hospital Maternidade São Francisco de Assis receberá R$ 2.400.000. Em Barbalha, o Hospital e Maternidade Santo Antônio receberá R$3.033.242,88; o Hospital do Coração do Cariri, R$105.478,20; e o Hospital e Maternidade São Vicente de Paulo (HMSVP), R$4.233.242,88.

Ceará News

BP Raio frustra assalto e prende indivíduo no centro de Russas

Uma tentativa de assalto foi registrada na noite desta quarta-feira, 26, nas proximidades do riacho Araibu, centro de Russas, por volta das 20h.

As informações obtidas é de que um casal teve um celular tomado de assalto por um indivíduo que fugiu a pé. Policiais do BP Raio realizavam patrulhas pela área, e seguiram em perseguição ao indivíduo que foi localizado próximo a Casa de Velório Anjo da Guarda. Houve luta corporal, foram dados disparos de arma de fogo para conter o indivíduo, a polícia conseguiu imobilizar e conduzi-lo a delegacia de Russas.

O celular da vítima não foi encontrado com o homem. Ele informou que o jogou fora ao avistar os policiais. O nome do mesmo ainda não foi divulgado. 

Aguarde informações.

Delegado de Russas concede entrevista e fala sobre a prisão do autor de um crime bárbaro ocorrido na Ingá em Russas

O delegado da regional de Russas, Dr. Flavio Rolim, concedeu entrevista ao repórter Erivando Lima, para falar a respeito do crime bárbaro ocorrido na comunidade de Ingá, zona rural do município, e da prisão do autor do crime no município de Palhano (CE).


Hospital de Russas fecha três enfermarias

A situação da saúde de Russas é muito preocupante, a nossa equipe tomou conhecimento de que na tarde desta quarta-feira, 26, três enfermarias do hospital foram fechadas em virtude das dificuldades financeiras que o órgão está passando. 

O hospital e Casa de Saúde de Russas funciona na 9ª micro regional, e é responsável por atender pacientes de 5 municípios: Russas, Jaguaruana, Morada nova, Palhano e Jaguaretama. E apesar de ser um hospital filantrópico, não recebe repasse suficiente de dinheiro por parte do Governo do Estado para manter a demanda de pacientes que são atendidos. 

Entramos em contato, mas não conseguimos falar com a direção do hospital, ainda assim foi nos informado que a situação tem deixado o comando do hospital muito preocupado.

Ação solidária

No ultimo fim de semana um grupo de amigos que é apaixonado por esportes radicais, se reuniu e elaborou um evento de motocross. A entrada franca era de 1 kg de alimento não perecível, sendo todo o material arrecadado, doado a instituição de saúde.


Jovem é preso após espancar e fazer ex-namorada de refém em Solonópole

Solonópole. Uma ocorrência policial no final da tarde da última terça-feira (25) movimentou este Município do Sertão Central. De acordo com o 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM) um jovem inconformado com o fim do relacionamento invadiu uma casa e tentou matar uma adolescente que seria sua ex-namorada. Antes, ele espancou a moça e com a chegada da Polícia fez a jovem de refém com uma tesoura em seu pescoço. A Polícia negociou e conseguiu libertar a jovem. O acusado foi preso quando tentava fugir.

De acordo com as informações da Polícia, Alan Felipe Correia, 23 anos, arrombou a janela e entrou na casa da ex-namorada, de apenas 19 anos. A jovem mora na rua Manoel Odorico Sousa, no bairro Monte Castelo. A mãe dela, de 56 anos, estava na residência e acionou a Polícia. A jovem estava sendo espancada pelo namorado que, segundo a Polícia, estava bastante alterado e agressivo.

Alan estava rendendo a jovem no quarto com uma tesoura mirada a altura de seu pescoço. Durante as negociações os policiais informaram que o acusado chegou a dizer que “preferia morrer e matar a vitima do que ser preso”. O comandante da patrulha iniciou uma negociação a fim de libertar a jovem. Como condição, Alan pediu que a Polícia se afastasse para que ele pudesse fugir. Ainda conforme a Polícia, quando se afastavam do quarto, a jovem começou a gritar. A equipe retornou ao local imediatamente. Na tentativa da fuga, Alan tropeçou em um travesseiro e foi rendido pelos policiais. A jovem ficou ferida na mão.

Os envolvidos foram levados para fazer exame de corpo de delito e em seguida conduzidos para a Delegacia Municipal de Solonópole. Alan Felipe Correia foi preso autuado em flagrante pelos crimes de tentativa de homicídio, lesão corporal, Lei Maria da Penha, danos, violação de domicílio, resistência a prisão e ameaça.

Diário do Nordeste

Corrupção no Tribunal de Justiça surpreende o Ceará

Uma das operações mais emblemáticas no combate à corrupção no Ceará foi deflagrada, em junho de 2015, pela Polícia Federal. A 'Expresso 150' apura um surpreendente esquema de venda de liminares, nos plantões do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). Os fatos foram revelados, em 2014, pelo então presidente da Corte, o desembargador Luiz Gerardo Brígido.

O desenrolar das apurações aponta que criminosos, na sua maioria traficantes, foram soltos mediante pagamento de propinas. Até o momento, cinco magistrados e 14 advogados são suspeitos de negociatas nas decisões judiciais.

Ainda de acordo com evidências colhidas pela PF, as decisões custavam até R$ 150 mil. Está sendo apurado também se os investigados adquiriram veículos de luxo e imóveis com dinheiro proveniente do esquema.

Identificados

O delegado Wellington Santiago, titular da Delegacia Regional do Combate ao Crime Organizado (DRCOR) da PF, disse que, os envolvidos com o conluio foram identificados e prestaram depoimento. Os magistrados investigados estão afastados das funções por decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Santiago declarou que há indícios de que o dinheiro utilizado para pagamento de propina aos desembargadores, em sua maioria, vinha do tráfico de drogas. Segundo ele, eventuais situações envolvendo juiz de primeiro grau não foram analisadas pela 'Operação Expresso 150'.

"As informações colhidas pela PF estarão nos relatórios e, ao final, poderão ser compartilhadas com o foro competente para que cada instância investigue, se assim entender necessário. O escopo da apuração foi os desembargadores", declarou.

O delegado afirmou que a articulação do esquema se iniciava com os advogados. "Um grupo de advogados atuou no sentido de corromper os desembargadores. O que ficou evidente é que havia uma articulação entre advogados e criminosos presos. Depois, os advogados tratavam com um intermediário, que se dirigia ao desembargador".

O delegado pontuou que, apesar do esquema ser grave, não macula a imagem do TJCE. "O Poder Judiciário é sério, tem muitos juízes bons. Em homenagem a esses juízes não podemos generalizar. A corrupção no TJCE não é uma regra é a exceção. Os desvios de conduta partem de uma diminuta parcela".


O TJCE informou, em nota, que "os acontecimentos apontados na investigação não refletem a postura da magistratura cearense e, por isso, magistrados investigados devem receber o rigoroso tratamento que as leis preveem e a ética e a moralidade pública impõem".

Diário do Nordeste

Ceará tem 1º caso de raiva humana desde 2012

O Ceará registrou um caso de raiva humana, o que não ocorria desde 2012. O paciente em questão é morador da zona rural do município de Iracema, agricultor, de 37 anos. Ele deu entrada no Hospital São José, em Fortaleza, no último dia 20, mas sofria dos sintomas compatíveis com a raiva desde o dia 15 de outubro. 

Relatório assinado por representantes do Ministério da Saúde e da Secretaria da Saúde do Ceará revela que o paciente foi agredido no pé esquerdo por um morcego hematófogo, ou seja, que se alimenta de sangue, enquanto dormia, em 16 de setembro. Ele teria, em seguida, matado e descartado o animal, e não procurou ajuda médica. 

Para certificar-se do diagnóstico da raiva, no dia 21 de outubro foram enviadas ao Instituto Pasteur, em São Paulo, amostras de soro, líquor, folículo piloso e saliva do infectado. Nesta terça-feira (25), o Instituto informou como positivo o resultado laboratorial para a amostra do folículo piloso, compatível com a linhagem do vírus que circula em morcegos hematófagos. 

A equipe médica acompanha o paciente com a administração do soro antirrábico. Em 24 de outubro, seguindo o Protocolo para Tratamento de Raiva Humana no Brasil, o Ministério da Saúde enviou ao hospital o medicamento Biopterina. De acordo com a diretora do Hospital São José, Tânia Coelho, o paciente encontra-se na Unidade de Pronto Atendimento (UTI), em estado grave, porém estável. Ela afirma que os níveis de mortalidade em relação à doença são de quase 100%, no entanto ressalta que há dois casos no Brasil em que o tratamento foi eficaz e reitera que todos os protocolos estão sendo seguidos para tentar salvar o paciente. 

A última morte por raiva humana no Ceará foi em 2012, transmitida por um soim, em Barbalha, no Cariri. A vítima foi uma criança de 9 anos, que passou duas semanas internada no Hospital São Vicente de Paulo. 

A Secretaria da Saúde enviou, no último dia 21, uma equipe de vigilância para, junto à Secretaria Municipal da Saúde de Iracema, buscar outras eventuais pessoas que possam ter sido expostas a agressão de morcegos, realizar alerta aos profissionais de saúde da região, acionar a Agência de Defesa Agropecuária quanto ao controle da espécie animal e realizar ações de bloqueio, como a vacinação de cães. 

Defasagem

O Ministério da Saúde está repassando à Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) apenas 48% da quantidade de doses de vacinas contra raiva humana solicitada de janeiro a outubro deste ano. A Coordenação Estadual de Imunizações solicitou em 2016, conforme critério de incidência de agressões por animais, 150 mil doses nos primeiros 10 meses do ano, o equivalente a 15 mil doses por mês, e recebeu 72.350 doses. A União confirma que a distribuição aos estados está em quantitativo reduzido, conforme os estoques. O MS informou que, em 2015, 102,6 mil doses foram enviadas para o Ceará. 

Em outubro, por exemplo, o repasse foi de apenas 850 doses da vacina humana, insuficientes diante da média mensal de 2,5 mil agressões de animais a humanos. A Sesa informou que o repasse vem diminuindo progressivamente, tendo recebido 14 mil vacinas em janeiro, período com maior quantidade. 

Como o esquema vacinal requer duas, três e cinco doses por paciente, quando há indicação médica, o número deveria ser maior. De acordo com a coordenadora de imunização da Sesa, Ana Vilma Leite Braga, o problema acontece desde 2013, e a justificativa do Ministério é de que os laboratórios não estão entregando o soro necessário e se adequando às práticas exigidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Nós fazemos o pedido e sempre vem um quantitativo menor. A cada ano, essa quantia é menor. Por isso, nós estamos trabalhando de forma bem criteriosa, otimizando para que não falte para quem precisa”. Conforme ela, a expectativa é que, a partir de novembro, a situação esteja regularizada. Em Fortaleza, apenas um posto de saúde, o Paulo Marcelo (na Rua 25 de março), dispõe das vacinas e só o Hospital São José utiliza o soro. Os dados da Sesa apontam que, de 2005 a 2012, foram confirmados cinco casos de raiva humana. Em apenas um deles a transmissão ocorreu através de cão. Os outros quatro foram transmitidos por soins.

Diário do Nordeste

Cinco presos fogem da cadeia pública de Aracati; um já foi recapturado

Fuga de presos é registrada da cadeia pública do município de Aracati (CE), na manhã desta terça-feira, 25.

Cinco presos conseguiram fugir durante o 'banho de sol', das 09h00, onde alguns detentos utilizando uma escada humana e uma pequena corda de lençóis, escalaram os muros do presídio, conforme foi relatado em boletim policial. A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) disse que os detentos foram identificados como:

Josemar Queiroz De Matos Júnior, de alcunha “Zé de cor”; 

John Do Nascimento Barbosa, de alcunha “Popeye”; 

Leandro Oliveira De Araújo; Rafael John Mesquita; 

Jeferson Alves Ribeiro.

Jeferson foi recapturado instantes após a fuga em um matagal as margens da BR 304. Ele foi reconduzido a cadeia. Os demais permanecem sendo procurados pela polícia.

Com Informações do 1ºBPM