-->

26 de janeiro de 2015

PLANTÃO DE POLICIA EM RUSSAS E NO VALE DO JAGUARIBE NAS ULTIMAS 24 HORAS


Tentativa de homicídio a bala em Aracati
Pescador é atingido com 03(três) tiros após discussão com desconhecido e está hospitalizado.
Neste domingo, dia 25, por volta das 11h40min, na Rua Duque de Caxias, centro da cidade de Aracati, litoral cearense, foi vítima de tentativa de homicídio a bala o pescador Francisco Rodrigues Neto, vulgo “Chico”, que tem 38 anos e é natural do mesmo Município.
O crime tem como suspeito um indivíduo desconhecido da vítima que efetuou 03 disparos de revólver, o atingindo de raspão no pescoço, um tiro no ombro esquerdo e outro de raspão no ombro direito.
Apos o delito a vitima foi socorrida ao hospital local onde não corre risco de morte. O autor dos disparos ainda não foi encontrado.
PRISÃO POR TRÁFICO DE DROGAS EM ARACATI
Neste domingo, dia 25, por volta das 22h, na Travessa Salgado Filho, foi preso Valdecio de Castro Torres, 28 anos, que durante uma abordagem policial foi flagrado, com uma pequena quantidade de cocaína, maconha e quatro gramas de crack. PMs conduziram o suspeito a USI de Aracati para as providências da Lei.
CRIME DE ESTUPRO EM ICAPUÍ
Neste domingo, dia 25, por volta das 22h, foi vítima de estupro, na localidade de Praia de Placa, uma mulher que voltava pra casa de uma festa, foi abordada por dois homens, os quais a violentaram sexualmente, e em seguida fugiram sem serem identificados. A polícia foi acionada após o ato criminoso e está em diligências à procura dos suspeitos ainda não localizados.
PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO EM JAGUARIBE
Neste domingo, dia 25, por volta das 09h30min, numa das vias que dá acesso ao distrito de Mapua, foi abordado um veículo Ford F-4000, de cor branca, tendo como proprietário a pessoa de Miguel Borges de França, 70 anos, aposentado, natural de Jaguaribe-CE, que foi flagrado de posse de um revólver calibre 38, com 5 cartuchos intactos, sendo o mesmo juntamente com a arma apresentados na DRPC em Jaguaribe-CE para os procedimentos cabíveis.
PRISÃO POR ROUBO A PESSOA EM JAGUARIBE
Neste domingo, dia 25, por volta das 22h30min, a pessoa de Renata Barbosa, solicitou a polícia para atender uma ocorrência de roubo, pois segundo a vitima, quando se deslocava a pé, na ponte do bairro Cruzeiro, um individuo armado de faca a abordou e subtraiu dela um aparelho celular.  De posse das informações, PMs conseguiram chegar à prisão do suspeito Leonardo Rosa Alves, 18 anos, natural de Jaguaribe-CE, o qual foi reconhecido pela vitima como sendo o autor do roubo, sendo então o suspeito conduzido a Delegacia Regional de Jaguaribe-CE, onde foi realizado o auto de prisão em flagrante delito.
RECUPERAÇÃO DE MOTO ROUBADA EM QUIXERÉ
Neste domingo, dia 25, por volta das 07h30min, na Vila Nova l, Zona Rural, foi encontrada abandonada em meio a um matagal, uma Moto Honda CG 125 Titan, de cor vermelha, de placa: HUS-0366, de propriedade de José Adilson Cunha Loureiro, “Zé de João Rafael”, agricultor, natural de Quixeré-CE, a qual havia sido roubada, no último sábado dia 24, em Quixeré. PMs foram ao local e fizeram a condução da moto ao destacamento policial para as medidas de devolução a seu verdadeiro proprietário.
fonte : 1º BPM

ROUBO À PESSOA EM RUSSAS



Neste domingo, dia 25, por volta das 14h, na Avenida Cel. Antônio Cordeiro,  um indivíduo ainda não identificado, o qual trafegava em uma bicicleta (demais dados não informados), se aproximou do jovem missionário norte-americano Cameron Peter Mcchesney, 20 anos, natural de Detroit, nos Estados Unidos, atualmente residente em Russas, e o suspeito insinuando estar armado roubou da vítima uma máquina fotográfica, e em seguida fugiu tomando rumo ignorado, e até o momento não foi localizado pela polícia.
ERIVANDO LIMA

Municípios cearenses utilizarão mais de R$ 6 milhões em festas de Carnaval


Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará (TCM) divulgou, nesta segunda-feira (26), o primeiro balanço parcial da operação realizada neste mês para fiscalizar o uso de recursos públicos em eventos carnavalescos no Estado. A investigação, ocorrida entre os dias 19 e 23 de janeiro, revelou que 16 cidades cearenses gastarão um total de R$ 6.526.651,40 na contratação de estruturas para desfiles de escolas de samba e blocos de rua no Carnaval deste ano. 
Ao todo, a ação do TCM vistoriou 47 municípios, dando destaque aos que se encontram em situação de emergência ou estado de calamidade por conta da seca. As cidades onde os festejos serão custeados pelas prefeituras são Aquiraz, Aracati, Barroquinha, Beberibe, Bela Cruz, Camocim, Cascavel, Fortim, Granja, Pacoti, Palhano, Paraipaba, Paracuru, São Benedito, São Gonçalo do Amarante e Viçosa do Ceará
Neste ano, o TCM expediu ofícios para os 184 municípios alertando para a observância de preceitos legais na promoção dos eventos, e lembrando que situações de dificuldades financeiras, seca, encargos e equilíbrio de contas públicas deveriam ser levadas em conta nas decisões relacionadas às festas carnavalescas. 
Redução de gastos
De acordo com o órgão, os gastos registrados com o Carnaval em 2015 mostram uma redução de 72% em relação aos do ano passado, quando as prefeituras utilizaram cerca de R$ 23,5 milhõesem shows e desfiles. 
Além dos 16 municípios que confirmaram as despesas, outras 24 cidades informaram que irão realizar festejos, mas que não irão usar verbas públicas. São elas: Acopiara, Aracoiaba, Barbalha, Baturité, Caucaia, Coreaú, Crato, Eusébio, Guaramiranga, Iguatu, Itarema, Jaguaribe, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte, Mauriti, Massapê, Moraújo, Mulungu, Pacajus, Palmácia, Russas, São Luis do Curu, Sobral e Ubajara. 
Já os municípios de Icapuí, Ipu, Itapipoca, Maracanaú, Pindoretama, Trairi e Várzea Alegre, até o encerramento da semana de fiscalização, ainda não haviam decidido sobre realização ou não de festividades carnavalescas. 
Órgão irá destacar possíveis irregularidades
Segundo o TCM, a documentação apresentada pelas preeituras será analisada pela Diretoria de Fiscalização, que deve formalizar relatórios retratando as situações verificadas, destacando possíveis irregularidades. 
As ocorrências podem resultar na abertura de processos de tomadas de contas especiais, e, em alguns casos, acarretar ações cautelares para prevenir riscos relacionados ao não cumprimento de princípios legais.
DIÁRIO DO NORDESTE

Mãe é presa em flagrante por maltratar os filhos no Eusébio


Uma mulher foi presa em flagrante na madrugada desta segunda-feira (26) após denúncias de maus tratos contra os filhos, um menino de 7 e uma menina de 4 anos. A ocorrência foi registrada no bairro Coaçu, no Eusébio.
Segundo o Capitão Giorgio Gonçalves, daPolícia Militar, as crianças viviam apenas com a mãe mas estavam num “estado deplorável” de fome e abandono. Ao chegar à casa onde viviam, os agentes do ronda 1166 flagraram o menino brincando com o chicote que, de acordo com o relato de testemunhas à PM, a mãe utilizava para espancar os filhos, inclusive, quando eles diziam estar com fome.
A mulher, Patrícia Magalhães dos Santos, de 24 anos, foi presa em flagrante por maus-tratos, abandono de incapaz e lesão corporal. A acusada está na delegacia de capturas. Já as crianças foram acolhidas pelos policiais, tomaram banho, comeram e foram encaminhadas ao conselho tutelar da região. 
Na manhã desta segunda-feira, o casal foi entregue aos cuidados da família. “As tias e a avó receberam as crianças e assinaram um termo se responsabilizando por elas”, disse a conselheira tutelar do Eusébio, Anastácia Vieira. De acordo com ela, o menino e a menina estavam fisicamente bem, sem hematomas, e negaram os espancamentos.
Os danos para os jovens, contudo, são psicológicos. “Eles ficavam trancados em casa enquanto a mãe ia se divertir. Agora, eles vão ser acompanhados por psicológicos do Creas (Centro de Referência Especializado da Assistência Social)”, informou a conselheira. Anastácia Vieira afirmou ainda que a família das crianças já estava empenhada em ficar com elas. “Não cuidavam poque a mãe não deixava”, finalizou.
DIÁRIO DO NORDESTE

TRAGÉDIA EM CASCAVEL TRÊS CORPOS ENCONTRADOS

Os corpos de três homens foram encontrados dentro de uma estação da Companhia Energética do Ceará (Coelce), na manhã desta segunda-feira (26), localizada no município de Cascavel, à 60 km de Fortaleza.
De acordo com informações do polícia, dois vigilantes identificados como José Gilberto Alves e Marciano Lopes Silva teriam iniciado uma discussão durante a troca de turno.
Um deles sacou uma arma e deflagrou um tiro em seu companheiro. O funcionário terceirizado da Coelce, do centro de serviços do município, identificado como Raimundo Nonato Matias, que entrava na sala foi baleado durante a ação. 
A Coelce, por meio de nota, disse lamentar a morte dos dois vigilantes da Ceará Segurança e do operador do Centro de Serviços de Cascavel. A empresa aguarda o andamento das investigações da polícia. 
A reportagem entrou em contato com a empresa de segurança, mas até a publicação dessa notícia os funcionários que poderiam se pronunciar não se encontravam na empresa. 
Equipes da polícia seguem no local realizando as investigações. 
MATÉRIA DIÁRIO DO NORDESTE 
IMAGENS ERIVANDO LIMA



Estado registra 2.400 novos casos por ano


O Ceará registra, a cada ano, uma média de 2.400 novos casos de hanseníase. Somente em 2014, de acordo com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), 1.595 pessoas adquiriram a doença. Embora ainda seja alto, este número já representa um redução de aproximadamente 40% em relação ao total de diagnósticos realizados há cerca de uma década. A enfermidade, que ainda vive tempos de preconceito e estigma, é curável, recebe tratamento por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) e o atendimento começa pelos postos de saúde da atenção básica.
O quadro da enfermidade no Ceará foi destaque na semana passada dentre as ações que marcaram o Dia Mundial de Combate à Hanseníase, ocorrido ontem. Neste ano, o Ministério da Saúde lançou a campanha "Hanseníase: quanto antes você descobrir, mais cedo vai se curar", que alerta para a necessidade do diagnóstico precoce.
No ano passado, houve notificação de casos em 164 dos 184 municípios. A taxa de detecção da doença no Estado foi de 18,5 ocorrências para cada 100 mil habitantes. De acordo com a Sesa, esse coeficiente está em queda desde 2001, quando, a cada 100 mil pessoas, 34,7 descobriam ter hanseníase.
Combate
Segundo a articuladora estadual do Programa de Hanseníase da Sesa, Gerlânia Martins, em 2014 o órgão optou por realizar uma série de ações com o intuito de divulgar formas de prevenção e informações sobre o tratamento da infecção, o qual, de acordo com o diagnóstico, pode levar de seis a 12 meses.
No último dia 21, a iniciativa promoveu uma vasta programação para marcar a mobilização, com exibição de filmes e rodas de conversas com profissionais de saúde do Centro de Referência Nacional em Dermatologia Sanitária Dona Libânia. Também neste ano, a fachada da sede da Sesa foi iluminada com as cores marrom, vermelho e bege, que, além do branco, representam os tons das manchas provocadas pela doença. "Nosso principal objetivo é informar sobre os primeiros sintomas da redução, que é a apresentação das manchas com tonalidades de acordo com a cor da pele e, principalmente, a ausência de sensibilidade, especialmente térmica, uma vez que fica comprometida a percepção entre o quente e o frio", afirmou Gerlânia.
Transmissão
A enfermidade não é hereditária, conforme já se pensou no passado, e, sim, causada pelo bacilo Mycobacterium leprae, ou bacilo de Hansen. A transmissão se dá por vias aéreas e a evolução da doença depende de características do sistema imunológico da pessoa contaminada.
Também conhecida como lepra, a hanseníase possui um longo histórico de discriminação, já tendo sido considerada uma praga. No Ceará, houve, inclusive, a formação de colônias isoladas para abrigar pacientes, que ainda existem até hoje.
A hanseníase é doença considerada endêmica em todo o Brasil, com prevalência de 1,42 casos por 10 mil habitantes. Em 2014, a taxa de detecção geral foi de 12,14 por 100 mil habitantes, correspondendo a 24.612 casos novos da doença no País.
O Ministério da Saúde estabelece como compromisso alcançar a meta de menos de um caso por 10 mil habitantes, com o aumento da detecção precoce e cura das ocorrências.
DIÁRIO DO NORDESTE


Policial baleado segue internado

O policial civil que foi baleado na manhã do último sábado (24) com um tiro no peito permanece internado em estado grave no Instituto Doutor José Frota (IJF). O inspetor de 27 anos, lotado no 34º DP (Centro), foi achado dentro do veículo dele na Avenida Eduardo Girão, bairro de Fátima, sentido Aguanambi/José Bastos, após perder o controle do automóvel e se chocar com uma árvore e com a mureta de proteção do canal.
Após ser baleado, a vítima foi levada por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para a emergência do IJF com uma perfuração a bala no peito e outros dois ferimentos, na perna e de raspão na testa. Ele foi submetido a cirurgia. Seu estado de saúde é considerado grave, mas estável, de acordo com a Polícia.
Arma
Conforme equipe da PM que atendeu a ocorrência, a arma do policial não foi encontrada, mas o coldre (estojo de couro para a arma) estava no carro. No entanto, parentes do inspetor que estiveram no local do acidente informaram que a pistola dele estava guardada em casa.
De acordo com o delegado Jairo Façanha Pequeno, diretor do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), as investigações estão em andamento e imagens de câmeras de vigilância estão sendo analisadas. "Tudo leva a crer que o policial foi vítima de uma tentativa de assalto, mas outras possibilidades não foram descartadas. Acreditamos que ele foi baleado em outro local, provavelmente na Rua Monsenhor Salazar, no bairro São João do Tauape e, mesmo baleado, conseguiu fugir e dirigir até a Avenida Eduardo Girão, onde perdeu o controle da direção e colidiu", relatou Jairo Pequeno.
Conforme o diretor do DPM, as investigações estão sendo realizadas por equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) com apoio de policiais do 34º DP e de outras delegacias distritais.
Diário do Nordeste

Após um mês, morte de italiana ainda é mistério


Já se passaram 30 dias desde que a turista italiana Gaia Barbara Molinari, 29, foi encontrada sem vida no caminho para a Pedra Furada, na Praia de Jericoacoara, em Jijoca, a 287 quilômetros de Fortaleza. Neste período, ninguém foi apontado como autor do homicídio. Para a Polícia Civil, responsável pela investigação, o caso é "extremamente complexo".
Gaia foi encontrada na tarde do último dia 25 de dezembro com sinais de espancamento em uma trilha, vestindo biquíni e com uma bolsa contendo documentos. Ela estava em Jericoacoara acompanhada de uma turista do Rio de Janeiro, a doutoranda em Farmácia, Mirian França, 31. A fluminense, no entanto, afirmou que, um dia antes do corpo de Gaia ter sido encontrado, ela teria viajado para Canoa Quebrada, no Litoral Leste.
Investigações
Segundo as investigações, as duas teriam se conhecido em Fortaleza, em um hostel onde ambas estavam hospedadas. Gaia, inclusive, trabalhava no estabelecimento em troca de acomodação. Mirian prestou depoimento no dia 26 na Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur)e, depois, em Jericoacoara, quando foram feitas diligências. Contudo, no dia 29, foi presa preventivamente. Segundo a Polícia, ela teria entrado em contradição durante os depoimentos tomados.
A prisão da mulher repercutiu e transformou-se em polêmica quando a mãe de Mirian, Valdicea França, afirmou não conseguir manter contato com a filha. Valdicea ainda acusou que a prisão deu-se baseada em preconceito, por Mirian ser negra.
Após polêmica entre a Associação dos Delegados de Polícia Civil do Ceará (Adepol) e o defensor público cearense Emerson Castelo Branco, Mirian foi posta em liberdade pelo juiz José Arnaldo dos Santos Soares no dia 13 de janeiro, com a condição de que não deixe o Ceará durante 30 dias.
As investigações estão sob o comando da Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur), presididas pela delegada adjunta Patrícia Bezerra com o apoio de policiais da Divisão Antissequestro (DAS) e da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) explicou os motivos para, após um mês, ainda não haver resolução para o crime. Segundo informações da SSPDS, ainda é necessário aguardar para que as responsabilidades sejam apuradas.
"As investigações continuam em andamento. Trata-se, no entanto, de um caso extremamente complexo, com características geográficas muito peculiares, as quais exigem um tempo maior para o desvendamento completo do crime", afirmou. Ainda conforme a Secretaria, as condições do local onde o crime aconteceu e o corpo foi encontrado também dificultam os trabalhos. A Pasta destaca que houve diversas diligências feitas na área onde Gaia foi encontrada morta.
"O fato de o corpo ter sido encontrado em local ermo, distante de testemunhas, bem como de qualquer espécie de iluminação pública - por ser em uma reserva ambiental; o fato de várias pessoas envolvidas na investigação não serem moradoras do Estado do Ceará; o fato de o corpo ter sido encontrado muitas horas após o crime, entre outros, tornam o trabalho de investigação mais delicado e complexo".
Na continuação das investigações, ainda são aguardados resultados de exames periciais. O Inquérito Policial corre em sigilo e, por isso, o que se sabe é que preliminarmente não foi encontrado vestígio de sêmen na vítima, o que poderia, em um primeiro momento, descartar crime sexual. Uma das linhas de investigação da Polícia é a de crime passional.
Outros exames
"Os exames periciais solicitados inicialmente já foram realizados. No entanto, outros foram pedidos e encontram-se em andamento. Os resultados não podem ser divulgados, pois, nos termos do que determina a Lei brasileira, o Inquérito Policial é sigiloso", afirmou a SSPDS.
O corpo da estrangeira seguiu para a Itália no dia 13 de janeiro e foi sepultado dia 17, na Província de Piancenza. Na noite de ontem, uma missa pelos 30 dias de morte da italiana foi celebrada na Igreja Redonda, no bairro Parquelândia, em Fortaleza.
Levi de Freitas
Diário do Nordeste

Cearense é uma das 15 mais belas


Miami. O sonho da cearense que representava o Brasil no Miss Universo, Melissa Gurgel, 20 anos, acabou não sendo concretizado. Ela ficou entre uma das 15 mulheres mais bonitas do mundo na 63ª edição do concurso, mas não seguiu na disputa após a etapa do desfile com traje de banho. 
O evento que ocorreu ontem em Miami, nos estados Unidos, reuniu 88 candidatas. A colombiana Paulina Vega foi a grande vencedora do concurso. As demais finalistas foram a estadunidense Nia Sanchez, a ucraniana Diana Harkusha, a holandesa Yasmin Verheijen e a jamaicana Kaci Fennell. 
O anúncio das 15 finalistas do Miss Universo ocorreu logo no início da grande final após serem exibidas imagens da competição preliminar que ocorreu na última quarta-feira (21), quando as 88 candidatas desfilaram com seus trajes típicos.
A modelo cearense disputou o título do concurso com representantes de países como Colômbia, Itália, Índia, França, Estados Unidos, Indonésia, Venezuela, Espanha, Filipinas, Argentina, Jamaica, Ucrânia, Holanda e Austrália. O título de Miss Simpatia ficou com a candidata da Nigéria o de Miss Fotogenia, com a representante de Porto Rico. 
A vencedora foi coroada pela venezuelana Gabriela Isler, que é a atual Miss Universo, e se tornará embaixadora da organização na educação e na prevenção da Aids em todo o mundo. 
Melissa Gurgel foi eleita a Miss Ceará em 2014 e, em seguida, Miss Brasil. Ela representava o município de Maracanaú. 
Estudante de Design e Moda, ela trancou a graduação para se dedicar ao concurso. Durante os eventos, a cearense chamou atenção pela altura - 1m68cm - e por revelar ainda ser virgem. Quem assinou o look de Melissa para o evento foi o estilista Alexandre Dutra. 
Nas redes sociais, brasileiros fizeram críticas ao fato de Melissa não ter ficado entre as dez finalista penos.
Diário do Nordeste