-->

14 de janeiro de 2020

Mais uma "novinha" é morta no Ceará. Garota foi assassinada em Lavras da Mangabeira


Nayara Kelly do Nascimento Lima, 18, foi executada na presença de uma amiga 


A jovem Nayara Kelly do Nascimento Lima, de 18 anos, foi morta com três tiros, por volta de 1h30 desta terça-feira (14). O crime aconteceu em frente a um trailer no Parque do Povo, na cidade de Lavras da Mangabeira (a 434Km de Fortaleza). Os disparos foram efetuados pelo garupeiro de uma moto que passou no local em alta velocidade com dois ocupantes.

A Polícia Militar foi acionada para o local e os policiais foram informados por populares que, momentos antes do crime, Nayara tinha sido agredida pelo namorado, identificado como Wesley Davidson Pereira, de 19 anos, o “Buiú”. Ainda de acordo com as testemunhas o agressor chegou a tomar o aparelho celular dela à força.

Na casa de “Buiú”, a Polícia soube através da mãe dele que o mesmo tinha saído cedo e não havia retornado. A Polícia também descobriu que a vítima era ameaçada de morte por conta de dívidas de drogas por uma pessoa apelidada por “Robertão”, que não foi localizado nas diligências. Nayara era testemunha de crimes de roubo e lesão corporal, enquanto sua amiga Fernanda Pereira da Costa, de 23 anos, com quem ela bebia, figura em procedimentos por contravenção penal, furto, homicídio e tentativa de roubo.

FONTE DN

Presidente Jair Bolsonaro eleva salário mínimo, veja o novo valor


Presidente Jair Bolsonaro eleva salário mínimo, veja o novo valorO presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (14) que o salário mínimo de 2020 será elevado de R$ 1.039 para R$ 1.045. O reajuste do salário será feito através de uma nova Medida Provisória (MP) que precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional.


''Nós tivemos uma inflação atípica em dezembro, a gente não esperava que fosse tão alta assim, mas foi em virtude, basicamente, da carne, e tínhamos que fazer com que o valor do salário mínimo fosse mantido, então ele passa, via medida provisória de R$ 1.039 para 1.045 a partir de 1º de fevereiro'', disse o presidente.

Blog; Erivando Lima

Polícia prende avó, pai e tio por estuprar menina de 11 anos


Polícia prende avó, pai e tio por estuprar menina de 11 anosUm homem de 66 anos, e seus dois filhos, de 33 e 45, foram presos na última sexta-feira (10) suspeitos de estuprar uma menina de 11 anos, em Boa Vista. Segundo a Polícia Civil, os homens da mesma família são o avô, pai e tio da vítima.


Os mandados de prisão contra os três foi cumprido por agentes do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (NPCA), onde o caso é investigado.

De acordo com a delegada Jaira Farias, as investigações iniciaram em dezembro do ano passado, após a mãe da menina registrar o Boletim de Ocorrência. A vítima morava há um ano com o pai.

A mãe contou à polícia que a filha a procurou, relatou os abusos e disse que estava com a suspeita de estar grávida do próprio pai.

“Em seu relato, a menina disse que vinha sofrendo abuso sexual por parte do pai diariamente. A menina disse ainda que uma cunhada do pai dela, chegou a dar um remédio caseiro para que a menina abortasse devido a suspeita da gravidez”, detalhou.

Em depoimento a delegada, a vítima disse ainda que o tio a abusava passando a mão em suas partes íntimas e que o avô também tentou estuprá-la. A menina passou por exame no Instituto Médico Legal (IML), onde foi constatado o abuso sexual.

“Tanto o pai, o tio e o avô foram ouvidos durante as investigações e negaram os abusos sexuais. Contudo, os exames de conjunção carnal confirmaram que a menina não é mais virgem e apontaram lesões em suas partes íntimas”, detalhou a delegada.

Conforme a Civil, a cunhada do pai da vítima, acusada de dar o remédio a ela, também foi ouvida, mas ela não teve prisão decretada. Quanto à gravidez, a delegada disse que não foi confirmada. Não se sabe se realmente ela abortou quando tomou o remédio caseiro.

A vítima foi encaminhada para atendimento psicológico pela equipe do NPCA e a guarda está sob a responsabilidade da mãe. Todas as situações que envolvem o caso configuram o estupro, informou a polícia.

Quanto à gravidez, a delegada disse que não foi confirmada e que não se sabe se realmente ela abortou quando tomou o remédio caseiro. A garota foi encaminhada para atendimento psicológico pela equipe do NPCA e a guarda da garota está sob a responsabilidade da mãe.

Depois de presos, os três foram conduzidos ao NPCA e, posteriormente encaminhados à Cadeia Pública, aonde permanecerão à disposição da Justiça.

Noticia; O intrigante

Três homens morrem em confronto com a Polícia em Guaiúba

Um confronto entre a polícia e um grupo criminoso terminou com a morte de três homens e a prisão de outros três suspeitos em uma troca de tiros na localidade de Água Verde, na cidade de Guaiúba, na Grande Fortaleza, no início da tarde desta terça-feira (14). Segundo a polícia, o grupo é apontado como participantes de uma organização criminosa que estava dominando a localidade.

De acordo com a Polícia Civil, a quadrilha publicava imagens com fortes armamentos e a polícia estava investigando. Os mortos foram identificados como Edmilson Xavier da Silva, Antônio Marques Sales Roque Filho e Francisco Iranildo Costa da Silva.

Na tarde desta terça-feira, durante buscas pela região, a polícia encontrou o grupo criminoso na localidade e houve troca de tiros. A polícia acredita que outros integrantes do grupo criminoso tenham fugido. Os suspeitos baleados foram socorridos para o Hospital Municipal de Guaiuba.

Com a quadrilha, a polícia apreendeu maconha, crack, um revólver, duas pistolas, uma metralhadora artesanal, um fuzil, uma espingarda e munições.

Fonte; DN


PF investiga participação de policiais militares em contrabando de cigarros no RN; tenente-coronel é preso

Operação Níquel cumpriu 7 mandados de prisão e apreendeu R$ 16 milhões em bens dos investigados, nesta terça (14). Uma pessoa foi presa em flagrante.
Uma operação da Polícia Federal que visa combater contrabando de cigarros e outras mercadorias estrangeiras cumpriu sete mandados de prisão e 16 mandados de busca e apreensão no Rio Grande do Norte e mais dois estados, na manhã desta terça-feira (14). Segundo a PF, há participação de policiais militares nos crimes. A prisão de um tenente-coronel foi confirmada.

Segundo apuração da Inter TV Cabugi, o oficial preso é o tenente-coronel André Luiz Fernandes da Fonseca, conhecido como coronel Fernandes, sub-comandante do Comando de Policiamento do Interior. Um dos mandados de busca e apreensão foi cumprido na sala dele, no quartel-geral da PM em Natal. Outros policiais também foram presos.

Em nota, o Comando da Polícia Militar do Rio Grande do Norte informou que, diante das prisões, determinou a instauração imediata de processo administrativo para apurações dos fatos. "A Polícia Militar reforça que é comprometida com a legalidade e dignidade da pessoa humana", disse em nota.

Os mandados da Operação Níquel foram cumpridos em Natal, São Paulo e Abaetetuba, no Pará. De acordo com a corporação, cerca de 130 agentes foram mobilizados e a Justiça autorizou sequestro de R$ 16 milhões em bens dos investigados.

Dos sete mandados de prisão, seis foram cumpridos no Rio Grande do Norte e um no Pará. Em São Paulo, houve apenas cumprimento de mandados de busca e apreensão.

Preso em flagrante

Durante o cumprimento de um dos mandados de busca e apreensão em Natal, os policiais encontraram dezenas de caixas de cigarros com um dos alvos de mandado, que acabou preso em flagrante.

Ainda segundo a PF, durante as investigações a corporação identificou uma associação criminosa formada por mais de 4 pessoas, estruturalmente ordenada e caracterizada pela divisão de tarefas, que atua no Rio Grande do Norte, estados vizinhos e no exterior desde 2001.

Escolta de cargas

A organização criminosa usaria policiais militares para escoltar cargas ilegais de cigarros dentro do país. Após representação policial, a Justiça Federal, com parecer favorável do Ministério Público Federal , deferiu várias ordens judiciais, inclusive o sequestro de bens.

A corporação informou que o material colhido na investigação será compartilhado com as polícias Civil e Militar, bem como com o Ministério Público Estadual, para providências de competência dessas instituições, considerando a verificação de indícios de prática de outros crimes.

Os envolvidos são investigados pelos crimes de organização criminosa, contrabando e corrupção. A PF afirmou que o nome da operação faz referência ao componente cancerígeno do cigarro e, também, ao aspecto rentável da atividade ilícita.

Fonte: G1

Mais uma "novinha" é morta no Ceará. Garota foi assassinada em Lavras da Mangabeira


A jovem Nayara Kelly do Nascimento Lima, de 18 anos, foi morta com três tiros, por volta de 1h30 desta terça-feira (14). O crime aconteceu em frente a um trailer no Parque do Povo, na cidade de Lavras da Mangabeira (a 434Km de Fortaleza). Os disparos foram efetuados pelo garupeiro de uma moto que passou no local em alta velocidade com dois ocupantes.


A Polícia Militar foi acionada para o local e os policiais foram informados por populares que, momentos antes do crime, Nayara tinha sido agredida pelo namorado, identificado como Wesley Davidson Pereira, de 19 anos, o “Buiú”. Ainda de acordo com as testemunhas o agressor chegou a tomar o aparelho celular dela à força.

Na casa de “Buiú”, a Polícia soube através da mãe dele que o mesmo tinha saído cedo e não havia retornado. A Polícia também descobriu que a vítima era ameaçada de morte por conta de dívidas de drogas por uma pessoa apelidada por “Robertão”, que não foi localizado nas diligências. Nayara era testemunha de crimes de roubo e lesão corporal, enquanto sua amiga Fernanda Pereira da Costa, de 23 anos, com quem ela bebia, figura em procedimentos por contravenção penal, furto, homicídio e tentativa de roubo.

(Fernando Ribeiro)


Ainda na espera da diferença salarial de 2018, professores de Quixadá poderão ficar sem o reajuste de 2020


Os professores iniciaram o ano de 2020 com motivos para comemorar, é que o Ministério da Educação divulgou que o reajuste do piso da categoria será de 12,84%. Valor bem acima da inflação. Com a correção, o valor inicial dos salários passaria de R$ 2.557,74 para R$ 2.886,15. Esse valor corresponde aos vencimentos iniciais dos profissionais das redes públicas com formação básica, de nível médio e jornada de 40 horas semanais.


Algumas prefeituras cearense já manifestaram que seus professores receberão o mês de janeiro com o reajuste concedido pelo Governo Federal. Contudo, a alegria dos profissionais do município de Quixadá pode durar pouco. Acontece que, os professores ligados a prefeitura da Terra dos Monólitos já lutam há dois anos para tentar receber 3,81%, que o prefeito Ilário Marques (PT) não concedeu em 2018, e com isso deixou os vencimentos da categoria defasados. E dessa vez a notícia, também, não é boa.

Na manhã desta terça-feira (14), a redação do Monólitos Post entrou em contato com a secretária de Educação de Quixadá, Lígia Saraiva. Ela falou sobre o assunto, mas não confirmou se a Prefeitura Municipal de Quixadá concederá o aumento, pelo contrário, disse que a concessão do reajuste está condicionada a um estudo que o prefeito Ilário Marques mandou fazer. “O prefeito pediu para que fosse feito um estudo e ai é que a gente vai fazer uma análise nesse estudo”, comentou Lígia Saraiva. Indagada sobre a diferença de 2018, ela completou “ele (prefeito) está fazendo um estudo tudo baseado nesse ai também”.

Para que a prefeitura possa conceder o aumento muitas vezes os professores se valem da ajuda do sindicato dos servidores, entretanto, nos últimos três anos os dirigentes dessa instituição mantém o silêncio sobre as cobranças dos direitos das mais diversas categorias que compõem o serviço público municipal, tanto que os profissionais ainda esperam a diferença de janeiro de 2018, ou seja, dois anos e nenhuma resposta.

Blog; Erivando Lima / Monólitos Post


Russas CE plantão policial


ARACATI PRISÃO POR LESÃO A FACA

Por volta das 15h50min, na beira do rio ao lado de um campo de futebol em Aracati, ROGÉRIO MOREIRA DE LIMA, 43 anos, natural de Jaguaruana, foi agredido a golpes de faca pelo seu próprio irmão, JOAQUIM MOREIRA BARBOSA, 57 anos, após uma discussão entre ambos. O acusado foi preso, enquanto que a vítima foi levada para o hospital local.

RUSSAS ROUBO A PESSOA

Por volta das 20h15min, no centro de Russas, uma senhora foi vítima de roubo praticado por um casal em uma bicicleta, onde foi roubado seu aparelho celular e outros objetos. O casal fugiu sem deixar pista.

ALTO SANTO MOTO COM QUEIXA DE FURTO RECUPERADA 

Por volta das 08h46min, no Sítio Boqueirão do Cunha, zona rural de Alto Santo, foi encontrada uma motocicleta totalmente depenada, ao fazer consultar no chassi foi identificada como sendo a Moto CG 125 Titan, verde, ano 97, placa HVG-5395. A mesma havia sido furtada no dia 04 de maio de 2019.

TABULEIRO DO NORTE FURTO E RECUPERAÇÃO DE MOTO

Durante a madrugada de hoje, 02 (dois) indivíduos estavam furtando uma Moto NXR 150 BROS, preta, 2011, placa OCO-3565, que estava apreendida no Pátio da Delegacia de Tabuleiro do Norte, ao perceber a presença da Polícia, empreenderam fuga deixando para trás a referida moto, bem como outra motocicleta, uma POP 100, 2007, preta, placa MYN-4936, que estava com os elementos. Diligências foram realizadas, mas até o momento ninguém foi encontrado.

Fonte; PM CE


Desembargador do Piauí quer prender jornalista que publicou denúncia contra ele


Arimateia Azevedo divulgou denúncia de promotor sobre grilagem de terras envolvendo o magistrado.


O jornalista Arimateia Azevedo, do Piauí, obteve habeas corpus preventivo para não ser preso, após o desembargador Erivan José Lopes, ex-presidente do Tribunal de Justiça do Estado haver pedido sua prisão preventiva, em razão de notícias sobre denúncias de um promotor contra o magistrado.

Arimatéia Azevedo, do Portal A-Z, e outros veículos do Piauí divulgaram a denúncia do promotor Galeno Aristoteles, do município de Luis Correia, sobre suposto envolvimento do desembargador Erivan Loes com a grilarem de terras no litoral.

Galeno divulgou áudios e textos de conversas do magistrado com pessoas supostamente envolvidas no que o promotor denominou ‘organização criminosa’, entre os Manoel Barbosa, titular do cartório da cidade.

Concomitantemente à ação que move contra o jornalista Arimatéia Azevedo, o desembargador Erivan, sentindo-se incomodado com as publicações, conseguiu uma liminar junto ao juiz da 8ª Vara Criminal para proibir o jornalista de citar o seu nome. Semana passada, os advogados de Erivan pediram a prisão preventiva de Arimatéia Azevedo.

O advogado do jornalista, Hiarlan Bruno Fonseca Nunes, ingressou com habeas corpus preventivo no Tribunal do Piauí e conseguiu salvo-conduto, que impede Azevedo de ser preso.

Arimatéia Azevedo insiste que não pode ser responsabilizado criminalmente por seus textos, que somente relatam fatos públicos, e que também foram objeto de comentário em outros portais e órgãos da imprensa. Para ele, Erivan se defende procurando calar a imprensa do Piauí.

(Diário do Poder)


Ex-secretária revela mensalão para deputados no governo de Coutinho (PSB), na Paraíba

Parlamentares recebiam entre R$30 mil e R$50 mil para apoiar projetos do governo.
Novos trechos da delação premiada da ex-secretária de Administração Livânia Farias, uma das “operadoras” do esquema de corrupção chefiado pelo ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB), revelam mensalão de R$30 a R$50 mil pagos a deputados estaduais, durante o governo.

Recebiam a propina, segundo a ex-secretária, os deputados Adriano Galdino (PSB), Antônio Mineral (PSB), Branco Mendes (Podemos), Eva Gouveia (PSD), João Gonçalves (Podemos) Lindolfo Pires (Podemos), Márcio Roberto (PMDB) e Tião Gomes (Avante). O mensalão foi pago aos deputados entre os anos de 2013 e 2014.

Livânia contou à força-tarefa da Operação Calvário que o apoio dos parlamentares era obtido por meio do pagamento de propinas oriundas da Cruz Vermelha. Era um mensalão muito semelhante ao dinheiroduto instituído no plano federal pelo então presidente Lula, mentor político de Coutinho.

A delatora revelou que os valores eram repassados aos deputados subornados através do empresário Roberto Santiago, que seria o responsável pela proposta da compra de apoio. “Vocês não sabem fazer política. Vou mostrar como se faz. Precisamos adoçar a boca dos deputados”, teria dito o empresário.

“Quando atrasava, os deputados iam até meu gabinete cobrar o pagamento”, disse a ex-secretária em depoimento, segundo o site Paraíba Online.

“Quem nunca me cobrou, ou nunca foi lá, e nem tive contato foram Doda de Tião (Avante) e Eva Gouveia (PSD), mas eles receberam. Adriano (PSB), Branco (Podemos), João Gonçalves (Podemos) e Antônio Mineral (PSB) iam me cobrar no meu gabinete”, entregou Livânia Farias.

(Diário do Poder)