-->

25 de agosto de 2014

Homicídio à bala em Russas



Aconteceu por volta das 19h30min de hoje segunda-feira, 25 de agosto de 2014, em uma Rua no Bairro de Fátima em frente a uma escola particular o senhor identificado até agora como Paulo do Daniel que foi assassinado a bala com vários disparos de pistola. 40 segundo informações de policiais.



Aguarde mais informações

Justiça Eleitoral proíbe Ciro de ofender Eunício


A Coligação "Ceará de Todos" e o candidato ao governo do Ceará Eunício Oliveira (PMDB) entraram com Representação Eleitoral, com pedido de liminar, contra o secretário de Saúde do Estado, Ciro Gomes (PROS); o governador do Estado, Cid Gomes (PROS); o postulante ao Governo pela coligação “Para o Ceará seguir mudando”, Camilo Santana (PT), e sua vice, Izolda Cela (PROS), tendo em vista a suposta desobediência à Resolução TSE nº 23.404/2014, que versa sobre propaganda eleitoral e condutas ilícitas em campanha eleitoral nas Eleições de 2014.

Para a coligação “Ceará de todos”, Ciro Gomes vem utilizando o palanque eleitoral para promover propaganda negativa de cunho ofensivo contra o candidato a governador Eunício Oliveira. Segundo o processo, a principal ofensa foi noticiada pelo jornal O POVO do dia 18 de agosto de 2014, em matéria intitulada “Ciro Gomes ataca Eunício Oliveira e Roberto Pessoa”, a qual apresenta o link para dois vídeos, gravados em comício em Maracanaú, nos quais o secretário acusa o peemedebista de ter aumentado seu patrimônio através de “contratos obscuros junto ao Governo Federal”. 

Para Eunício e sua coligação, 'extraem-se dos mencionados vídeos ofensas que ultrapassam os limites da liberdade de expressão e crítica no ambiente político, mas sim com verdadeiro caráter pejorativo negativo à imagem e a honra do Candidato ao Cargo de Governador pela Coligação Majoritária Representante, Sr. Eunício Lopes de Oliveira". 

Ainda de acordo com o processo da coligação “Ceará de todos”, em sua fala, Ciro “falta com a verdade em todos os aspectos, podendo-se destacar quando o mesmo relaciona que uma das empresas do candidato desta coligação, a saber, empresa Manchester, teria fraudado processo licitatório, pois, frise-se, o referido candidato sequer faz parte de sua gestão há mais de doze anos e, há três anos não faz parte da sociedade empresarial, conforme 33ª Alteração Contratual arquivada na Junta Comercial".

Para o Juiz Auxiliar da Propaganda Dr. Antônio Sales de Oliveira, “nos artigos citados, vê-se claramente, que houve nítida intenção de denegrir a imagem do Representante, Sr. Eunício Oliveira, como candidato apto a assumir o Governo, existindo, nas palavras proferidas pelo Secretário de Saúde, Sr. Ciro Ferreira Gomes, intensidade suficiente para desequilibrar opleito, visto que houve o propósito de causar nos ouvintes do discurso, estado mental, emocional ou passional negativo”. 

Com isso, o juiz Dr. Antônio Sales de Oliveira deferiu o pedido de liminar e determinou que “os Representados se abstenham de promover propaganda eleitoral contendo suposta calúnia, difamação ou injúria” contra Eunício Oliveira, “bem como utilizar meios publicitários com o intuito de introduzir na opinião pública, estados mentais, emocionais ou passionais”. 

O juiz fixou multa diária no valor de 5.000 UFIR's, para o caso de descumprimento da liminar. 

Fonte: Ceará News


Acidentes com moto somam 75% das indenizações do seguro obrigatório


O número de indenizações do SEGUROobrigatório de carros (DPVAT) subiu para 340.539 no primeiro semestre de 2014, o que representa uma alta de 14% ante o mesmo período do ano anterior, segundo informou nesta segunda-feira (25) a Líder, administradora do SEGURO no Brasil.
Deste total, acidentes com motocicletas significaram 75% dos pagamentos (256.387) e os com automóveis, 23% (67.906).
De acordo com a empresa, o número de mortes caiu 13%, mas o volume de indenizações por invalidez subiu 21% no mesmo período. O percentual de pagamentos por afastamento definitivo do trabalho é 76% do total (259.845).
Para o diretor-presidente da Líder-DPVAT, Ricardo Xavier, o aumento dos pagamentos é impulsionado por maior conhecimento dos brasileiros sobre seus direitos, e também pelo aumento no número de acidentes no país, principalmente de motos, que são 27% dosveículos da frota nacional.
Regiões e idade
Terceiro colocado no número de veículos, com apenas 16% do total, o Nordeste segue líder nos registros de acidentes indenizados pelo DPVAT no primeiro semestre, com 34%. O Sudeste, que tem quase metade da frota nacional, ficou em segundo lugar (26%), seguido por Sul (19%), Norte (11%) e Centro-Oeste (10%).Se analisadas apenas as indenizações por morte, o Sudeste lidera com 37%, enquanto o Nordeste aparece com 29%. Conforme a seguradora Líder, “a tendência é de maior letalidade em acidentes envolvendo automóveis”.
A maioria dos indenizados são homens (75%). Entre os que morreram ou ficaram inválidos por causa de acidentes de trânsito no primeiro semestre, 52% são jovens entre 18 e 34 anos, informou a empresa.
O que é DPVAT
SEGURO DPVAT (Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) cobre casos de morte, invalidez permanente ou despesas com assistências médica e suplementares (DAMS) por lesões de menor gravidade causadas por acidentes de trânsito em todo o país.
O recolhimento do SEGURO é anual e obrigatório para todos os proprietários de veículos. A data de vencimento é junto com a do IPVA, e o pagamento é requisito para o motorista obter o licenciamento anual do veículo.
O pagamento para beneficiários de vítimas fatais é de R$ 13.500. Nos casos de invalidez permanente, o pagamento pode chegar a R$ 13.500, de acordo com a gravidade das lesões. Já o reembolso hospitalar e médico pode chegar a R$ 2.700.
Vítimas e seus herdeiros (no caso de morte) têm um prazo de três anos após o acidente para dar entrada no SEGURO. Informações de como receber o DPVAT podem ser obtidas pelo telefone 0800-022-1204.
No ano passado, a rede de atendimento do DPVAT chegou a 7.757 pontos, com abrangência de 100% do território nacional. Em 2012, eram 4.783 postos.
Fonte: G1


Ofertas de Emprego

NOTA AO PÚBLICO
OPORTUNIDADE DE EMPREGO

SINE/IDT de Russas informa que dispõe de vagas de emprego nas seguintes ocupações:

Eletricista de Veiculo
Carpinteiro
Ferreiro
Técnico em edificação
pedreiro
Servente de obras
Atendente de balção
ALIMENTADOR DE LINHA DE PRODUÇÃO
Consultor de vendas
ALIMENTADOR DE LINHA DE PRODUÇÃO (APODI)
Gerente comercial
Trabalhador Rural (cultivo de cana de açucar)
Promotor de vendas
Vendedor pracista
Vendedor inteno




    Para verificar estas e outras oportunidades os interessados devem se dirigir até a Unidade de Atendimento que fica na Av. Cel. Araújo Lima nº 1458 A – Centro Russas-CE, levando RG, CPF e Carteira de Trabalho.

Previdência começa a pagar hoje 13º salário


Previdência Social inicia hoje (25) o pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário. Também começa nesta segunda o depósito dos benefícios da folha de agosto para os segurados que recebem até um salário mínimo e têm cartão com final 1, desconsiderando-se o dígito. Para quem recebe acima do mínimo, o pagamento começa a ser depositado no dia 1º de setembro. O calendário de pagamento de agosto segue até 5 de setembro.


Na folha de agosto, a Previdência vai transferir para a economia dos municípios mais de R$ 13,9 bilhões referentes apenas ao pagamento da primeira parcela da gratificação natalina, o décimo terceiro salário. Ao todo, mais de 27 milhões de benefícios terão direito ao abono em todo o país. Além disso, a folha de agosto vai pagar mais de 31 milhões de benefício,s o que corresponde a cerca de R$ 29 bilhões. Essa diferença entre a quantidade de benefícios da folha e o número de benefícios do abono ocorre porque nem todos os segurados têm direito a receber o décimo terceiro salário. O valor total da folha, considerando o pagamento da gratificação natalina, ultrapassa R$ 43 bilhões.


Não haverá desconto de Imposto de Renda (IR) nesta primeira parcela. De acordo com a legislação, o IR sobre o décimo terceiro salário só é cobrado em novembro e dezembro, quando será paga a segunda parcela do benefício, informou o Ministério da Previdência Social.


extrato mensal de pagamento de benefícios estará disponível para consultas na página do ministério na INTERNET a partir do dia 25 de agosto e também nos terminais de autoatendimento dos bancos pagadores.


Fonte: Agência Brasil. 




EM QUIXADÁ > Ex-presidiário é executado com cinco tiros dentro de casa

Quixadá
O ex-presidiário Elenilton Balbino da Silva, 38 anos, mais conhecido como Nelson, foi assassinado com cinco tiros no início da noite deste sábado, 23, em Quixadá. Segundo a Polícia o crime ocorreu na frente da residência da vítima, no bairro Renascer, na periferia da cidade. Nelson estava no portão quando foi abordado por um homem de arma em punho. Ele tentou correr para dentro de casa, mas foi perseguido e baleado na cozinha.
Uma equipe da Polícia Militar ainda chegou a socorrer “Nelson” ao Hospital Municipal de Quixadá, onde já chegou sem vida. Dois projéteis atingiram as costas, um atingiu uma das coxas, e mais dois as mãos, um em cada. Ele havia sido alvo de uma tentativa de homicídio há apenas alguns dias. De acordo com familiares, foi aconselhado a sair de Quixadá, mas preferiu permanecer. A principal hipótese levantada pela Polícia acerca do crime é de vingança.
FONTE Diário Sertão Central


TENTATIVA DE HOMICIDIO Á BALA E MORADA NOVA-CE

Sabado(23), por volta das 11h30min, na CE 138, Morada Nova-Ce, Manoel um cidadão trafegava em um carro com sua Irma e sua esposa ,quando foi abordado por um veiculo (gol preto) ,com dois elementos ,os quais efetuaram disparo de arma de fogo contra o mesmo ,vindo a acerta-lo no rosto,a vitima ao ser alvejada correu para o matagal e logo a pos voltou ao veiculo e conduziu o veiculo mesmo ferido aohospital.segundo a policia civil ao consultar o nome da vitima do disparo ,foi verificado que o mesmo já responde a uma formação de quadrilha e uma posse ilegal de arma de fogo,conta também sua Irma ,que Manoel valdenir da silva já sofreu três atentados de morte semelhante a este,e que tem vários desafetos. a policia militar logo que acionada prestou os devidos procedimento ao fato ocorrido.
FONTE Plantão Morada Nova


Sistema digital da Justiça não permite uso por advogados e juízes com deficiência


No último dia 12 de agosto, a advogada Deborah Prates, com dezenas de colegas, estava à porta do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) do Rio de Janeiro para protestar contra a instabilidade doProcesso Judicial Eletrônico (PJe), sistema digital que gradualmente substitui as montanhas de papel que por anos foram símbolo de morosidade no Judiciário. Os advogados trabalhistas pediam para voltarem a usar petições impressas, para contornar os problemas de acesso ao sistema, que, só em julho, ficou instável ou fora de serviço por várias horas ao longo de 16 dias. Mas, para Deborah, que é deficiente visual há oito anos, a falta de acesso é permanente: ela não consegue sequer fazer login, porque o sistema não dialoga com softwares inclusivos, que permitem a interação por meio de voz, por exemplo.

"Aqui temos a prova de que a acessibilidade é tudo. Por que há esse movimento hoje? Porque sequer as pessoas sem deficiência estão conseguindo usar esse sistema", criticou ela, ao lado de seu cão-guia. "O PJe é tão desumano que eu não consigo sequer fazer login. Como eu faço, se não consigo nem entrar?".

Segundo a Ordem dos Advogados do Brasil, há no país 1,2 mil advogados deficientes visuais. Quando perdeu a visão, Deborah perdeu também todos os seus clientes, e, desde então, advoga em prol dos deficientes visuais. Mas a situação ficou ainda mais difícil quando a Justiça começou a digitalizar os peticionamentos: "Não parei porque passei a pedir ajuda a terceiros. É essa ajuda que humilha, que avilta nossa dignidade. Temos que ter liberdade".

Deborah conseguiu uma liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski, atual presidente da Corte, para poder continuar a fazer suas petições em papel, o que ao menos permite que trabalhe sozinha e leve os documentos para despachar no tribunal, mesmo enfrentando todas as dificuldades de mobilidade que a cidade impõe a um portador de necessidades especiais.

Quando o PJe começou a ser pensado, o magistrado Ricardo Tadeu Marques da Fonseca, do TRT do Paraná, percebeu o grande potencial inclusivo da iniciativa. Para ele, era um avanço que deficientes não tivessem mais que digitalizar centenas de páginas para ler no próprio computador, aproveitando os recursos de acessibilidade da máquina. Contudo, o primeiro desembargador deficiente visual do Brasil se decepcionou: "O PJe era uma grande promessa de inclusão. Todavia, foi uma frustração terrível", lamenta. "Ele é hostil aos aplicativos que têm finalidade acessiva para qualquer pessoa com deficiência. Ele trava com a possibilidade de uma pessoa utilizá-lo".

Para trabalhar, ele é obrigado a contar com seus assistentes para operar o sistema. O magistrado lembra que o Brasil assinou a Convenção Internacional sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência, da Organização das Nações Unidas. O Artigo 13 da convenção obriga os Estados-Parte a garantir acesso à Justiça, em igualdade de condições, às pessoas com deficiência. No Artigo 2º, a recusa de adaptação razoável é considerada discriminação.

O PJe foi instituído pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por meio da Resolulção 185, de 18 de dezembro de 2013, e deve abarcar 100% da Justiça brasileira até 2018. Atualmente, 36 tribunais já implantaram o sistema, além do CNJ e da Turma Nacional de Uniformização dos Juizados Especiais Federais. Todos os tribunais do Trabalho já utilizam o PJe, que foi 100% implantado em nove deles. Na Justiça estadual, 11 tribunais e o do Distrito Federal já aderiram.

Para o presidente da Comissão Especial de Direito da Tecnologia e da Informação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Luiz Claudio Allemand, o CNJ não observou regras internacionais para desenvolver o software, como o Consórcio W3C, que padroniza a criação de sites para aumentar a acessibilidade do maior número de pessoas possível. O advogado afirma que problemas de usabilidade também dificultam o acesso de idosos e pessoas com poucos conhecimentos de informática: "Ele não é fácil de ser usado. Foi desenvolvido por pessoas que entendem que aquilo é bom, mas que não conversaram com os usuários".

Em fase de transição, até a posse do ministro Lewandowski como presidente, o CNJ não indicou interlocutores para falar sobre os problemas de acessibilidade, mas a assessoria informou que a resolução que institui o sistema obriga os órgãos do Poder Judiciário a manter equipamentos e técnicos para auxílio presencial a idosos com mais de 60 anos e a pessoas com necessidades especiais. Em visita ao Conselho Federal da OAB, na última segunda-feira, o ministro prometeu diálogo com os usuários do sistema.

Uma solução para os problemas de acessibilidade do PJe está sendo desenvolvida por uma comissão de acessibilidade criada na Justiça do Trabalho, que inclui o desembargador Ricardo Tadeu. O SERVIDOR da área de tecnologia do Tribunal Superior do Trabalho, Rafael Carvalho, que também é deficiente visual e trabalha na atualização do sistema, conta que já está em teste em alguns TRTs uma nova versão do PJe que permite a utilização dos principais programas de leitura de tela: o Jaws, para o sistema operacional Windows, e o Voiceover, para o sistema operacional Mac OS. Em versões futuras, novos sistemas e softwares serão incorporados.

"O foco foi principalmente a questão de que os usuários que recorrem à leitura de tela não conseguem usar o mouse, e o PJe é muito dependente do clique do mouse", explica ele. "É um primeiro passo para o PJe se tornar plenamente acessível. Ele é muito grande e não dá para fazer tudo de uma só vez". Outra preocupação do grupo para versões futuras é reduzir a importância informativa das cores no programa. A nova versão do sistema está em processo de homologação nos tribunais e deve entrar em operação na Justiça do Trabalho nos próximos meses.

Fonte: Agência Brasil





Renda de quase R$ 200 mil de Icasa x Vasco é bloqueada pela Justiça


A semana para o Icasa poderia ter terminado da melhor forma possível. O julgamento no STJD (em que poderia ser excluído do Brasileiro) não aconteceu, os jogadores entraram em acordo com a diretoria sobre os salários atrasados e o time conseguiu empatar com o Vasco, por 1×1, no último minuto.

Só que no início da noite, dessa sexta-feira, um oficial de Justiçaapareceu no Estádio Romeirão, e informou que toda a renda (100%) do jogo contra os vascaínos seria bloqueada por conta de uma ação trabalhista.

O nome do beneficiado não foi informado. No entanto, o valor da renda foi anunciado após o fim do jogo: R$ 181.750,00. O público pagante foi de 5.577 e o não pagante 1.782.

O montante, descontado os impostos e as despesas da partida, estava programado para pagar parte dos salários atrasados do elenco do Verdão. Um prejuízo gigantesco para a diretoria e, principalmente, para o elenco, que já havia feito as “pazes” com os dirigentes na última quarta-feira.

Na segunda-feira passada, 18, os jogadores do Icasa ameaçaram não entrar em campo contra o Vasco, alegando falta de pagamento de salários. Na terça-feira, diante do Paraná, o grupo entrou com uma faixa no Estádio Durival de Britto, em Curitiba, com a seguinte mensagem: “Viemos a campo em respeito ao torcedor. Mais que calendário, nós precisamos de salário em dia”.

No dia seguinte, 20, a diretoria do clube entrou em acordo com o grupo de atletas justamente alegando que iria pagar parte dos vencimentos com a renda do jogo contra o Vasco.

Com 19 pontos, o Icasa está em 16º lugar na Série B do Brasileiro e pode cair para a zona de rebaixamento, caso o Bragantino, (18º colocado) ganhe do Paraná neste sábado. O Verdão volta a JOGAR na próxima terça-feira, 26, fora de casa, contra o Boa Esporte.

Fonte: Blog do Kempes



Alcoolismo em mulheres preocupa por ser mantido em segredo


O alcoolismo atinge 16% da população brasileira. A Universidade Federal de São Paulo constatou em estudo que mulheres, especialmente as mais jovens, fazem parte da população que tem maiores índices de aumento de consumo de álcool entre 2006 e 2012, bebendo de forma mais nociva.

Realizado em 2012, o Levantamento Nacional de Álcool e Drogas(LENAD) da UNIFESP escolheu aleatoriamente 4.607 brasileira com 14 anos ou mais para responder a um questionário padronizado. Com mais de 800 perguntas que avaliaram o padrão de uso de álcool, tabaco e drogas ilícitas, o estudo mapeou também os fatores associados com o uso problemático, como depressão, suporte social, saúde física, violência infantil e doméstica entre outros.

— Para tentar preservar a família e evitar a desmoralização que a sociedade impõe às mulheres, principalmente as que bebem, é comum que elas comecem sua dependência como álcool em segredo e a mantenham assim — afirma o ginecologista e homeopata Oscar Cox.

Essa característica do alcoolismo feminino torna o seu diagnóstico mais difícil. É, então, o ginecologista, o especialista que tem mais chances de observar essa doença do comportamento. O médico remarca que isso acontece porque esta é a especialidade que ela visita com frequência e por conta da relação mais intimista com o médico, graças a característica do exame.

— A sexualidade é sempre uma das principais alterações nos indivíduos alcóolatras. É comum, porém, que as mulheres relatem sofrer muito por isso e terem uma baixa da estima — diz.

O especialista explica que o álcool, por ser uma substância depressora do sistema nervoso, ataca e desestrutura a sexualidade feminina, que historicamente tem uma base forte nas relações. Por isso, diz ele, é comum que a mulher alcóolatra sofra por não apenas ser mais permissiva e descuidada nas relações sexuais, como por perder o critério para escolher seus parceiros.

Sobre as consequências fisiológicas do alcoolismo em mulheres, o homeopata e ginecologista diz que a atuação do álcool tem características particulares na estrutura do corpo feminino. Segundo ele, a mulher normalmente possui mais gordura no corpo do que o homem e, por isso, ela apresenta mais problemas de natureza fisiológica que o homem como sirrose hepática, distúrbios do coração e diabetes.

Para informar homens e mulheres sobre a doença do alcoolismo e suas consequências relacionadas à mulher, o Grupo Central do Brasil de Alcoólicos Anônimos realizará o 1º Forum de Mulheres em AA. O objetivo do evento é criar uma mobilização para que as mulheres alcóolatras saiam da invisibilidade e busquem ajuda.

— Observando os bares nas esquinas da vida, é muito mais comum vermos mulheres bebendo sozinhas. Assim é fácil perceber que a mulher não está participando da oportunidade de recuperação do alcoolismo. Muito pelo contrário, elas estão cada vez bebendo mais — diz Maristela Victoria, coordenadora do Forum.

O Alcóolicos Anônimos define o alcoolismo como uma doença irreversível, incurável, progressiva e fatal. Para eles, todo membro de AA é um elo de ação no compromisso de levar a missão de passar adiante informações sobre o grupo. Por isso, o objetivo do evento é agregar as mulheres que queiram se resguardar dos efeitos da doença e resgatar as já veteranas para voltarem a divulgar os efeitos do trabalho realizado nas reuniões.

Veja outros dados do estudo da Unifesp
Consomem álcool pelo menos uma vez por semana 64% dos homens e 39% das mulheres;

Ingerem quatro ou cinco unidades ou mais de bebida alcóolica a cada duas horas 49% das mulheres e 66% dos homens, respectivamente;

Metade da população não bebe; 32% dizem beber moderadamente; e 16% chegam a consumir quantidades nocivas de álcool;

17% dos bebedores (quase dois em cada dez) apresenta critérios para abuso e/ou dependência de álcool;

32% dos adultos que bebem disseram já não terem sido capazes de parar de beber quando começam;

10% dos entrevistados disse que alguém já se machucou em consequência do seu consumo de álcool.

Fonte: Extra Online




Depois de três dias internado por infeccção intestinal, Alckmin tem alta

SÃO PAULO — O governador de São Paulo e candidato à reeleição pelo PSDB, Geraldo Alckmin, teve alta hospitalar no fim da manhã deste domingo. Ele havia sido internado na tarde de sexta-feira no hospital Incor, em São Paulo, por conta de uma infeccção intestinal causada por bactéria. A internação impossibilitou a participação do tucano no primeiro debate entre os concorrentes ao governo de São Paulo, ocorrido na noite ontem.

“Nesta etapa de desospitalização, o governador permanecerá em tratamento medicamentoso, DIETA específica e repouso relativo em sua residência oficial — onde será acompanhado pelas equipes médicas que o assistiram no Incor e a do Palácio do Governo”, informa boletim médico divulgado ao meio-dia de hoje.

Alckmin tem histórico de problemas intestinais. Em julho de 2008, durante a campanha para prefeito de São Paulo, que acabaria perdendo para Gilberto Kassab, ele passou dois dias internado no Incor com uma crise de diverticulite (inflamação no intestino). Em outubro 2007, um ano depois de ser derrotado na corrida presidencial, o tucano também ficou outros dois dias internado por inflamação no intestino delgado.


Fonte: Site Miséria