-->

14 de novembro de 2016

Sobrinha-neta de Sarney é encontrada morta no Maranhão

A sobrinha-neta do ex-presidente da República José Sarney (PMDB) Mariana Costa foi encontrada em seu apartamento em São Luís com sinais de asfixia na noite deste domingo (13). Segundo informações preliminares da polícia, ela teria sido achada pelas filhas de 11 e 9 anos em sua cama. Mariana chegou a ser levada a um hospital particular da capital maranhense, mas não resistiu aos ferimentos. O principal suspeito de ter cometido o crime é o cunhado dela, o empresário Lucas Leite Porto, casado com a irmã da vítima.

De acordo com a perícia da Polícia Civil, o empresário foi ao prédio para deixar a própria Mariana e as duas filhas após participarem de um culto. Porém, ele subiu uma segunda vez ao apartamento da cunhada e, após descer em definitivo, efetuou longas ligações no hall do edifício.

Segundo a polícia, as câmeras do Condomínio Garvey Park foram fundamentais para efetuar a prisão - Porto foi autuado em flagrante. Após prestar depoimento, ele foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Ainda de acordo com a polícia, Porto tinha marcas de arranhões no corpo e no rosto. As câmeras do prédio o mostraram saindo correndo pelas escadas do prédio.

Além de sobrinha-neta de Sarney, Mariana era casada com Marcos Renato, empresário do ramo de laticínios no Maranhão. Porto é filho dos donos do grupo Planta Engenharia.

Diário do Nordeste

Superlua vai iluminar o céu do Estado nesta segunda-feira

O céu desta segunda-feira estará diferente. A Lua chegará à fase cheia e a sua órbita em torno da Terra alcançará o ponto mais próximo do Planeta, atingindo o perigeu. A ocorrência dos dois movimentos de forma paralela resulta na chamada superlua. No fenômeno de hoje, a distância entre o satélite natural e a Terra será de 356 mil km, segundo o Observatório Nacional. Esta proporção média normalmente é de 384 mil km. Especialistas em Fortaleza garantem que a superlua não será percebida facilmente a olho nu. Mas, estimulam observadores a acompanharem as modificações da iluminação do céu nesta noite.

Pelos cálculos astronômicos, todos os anos a superlua ocorre cerca de seis vezes. No entanto, segundo o Observatório Nacional - vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação (MCTIC) -, que atua nas áreas da Astronomia, Geofísica e Metrologia em Tempo e Frequência, hoje, o movimento é diferenciado, pois, entre 2000 e 2030, esta será a menor distância entre Lua e Terra.

Difícil visualização

Porém, um dos entraves para que o fenômeno seja observado em sua plenitude é a hora em que a Lua alcançará o perigeu. Pelo horário de Brasília, o satélite natural estará a 356 mil km de distância da Terra às 9h21. Já às 11h52 ocorrerá a Lua Cheia. Portanto, o ápice da superlua ocorrerá em pleno o dia no Brasil. À noite será possível constatar a iluminação diferente, mas dificilmente, sem o uso de aparelhos como telescópio, o fenômeno será percebido com facilidade.

O professor de Física e integrante do Grupo de Estudo e Pesquisa em Astronomia e Cosmologia (Gepac) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Dennis Weaver, explica que a ocorrência da superlua não é um fenômeno raro e destaca "é perfeitamente natural". O diferencial, de fato, segundo ele, é a proximidade com a Terra, que varia a cada episódio do tipo.

"O movimento da Lua ao redor da Terra é complicado. Existem as influências do Sol nele. A órbita da Lua é levemente alongada e, ao longo dos séculos, se alonga um pouco mais, apresentando pequenas variações. Isso tudo influencia para a trajetória e a distância da Lua", garante.

Dennis reitera que dificilmente será possível observar o fenômeno a olho nu. "O que se sabe é que a Lua fica um pouco maior e um pouco mais brilhante", reforça. Até para os observadores que usam equipamentos na tentativa de visualizar tais fenômenos a condição será complicada nesta segunda-feira. Isto porque, em sua fase cheia, fica muito brilhante e reduz os pontos de contraste no céu, "apagando" as constelações. "É tão brilhante que incomoda. Dia de lua cheia é de folga para astrônomos", brinca.

Uma das dicas para quem quer observar a superlua é fotografar o satélite natural nesta noite, em uma determinada posição, e repetir a ação daqui a um mês, orienta. "Depois, o observador pode compara as imagens e percebe a diferença. Se não quiser fazer isso, basta olhar para o céu e aproveitar a iluminação diferente. Se permitir observar já é encantador", defende.

Informações


Dennis informa que o fenômeno pode ocorrer todos os anos e algumas instituições - como a Agência Espacial Norte-Americana (Nasa); e, no Brasil, o Observatório Nacional - costumam informar o dia e a hora que a distância entre a Lua e a Terra pode se encurtar. Segundo o Observatório Nacional, em dezembro o fenômeno ocorrerá novamente. O perigeu será no dia 12, às 21h28 (hora de Brasília). A fase cheia será no dia 13 de dezembro às 22h06 (hora de Brasília).

Diário do Nordeste

Vaquejada é usada para motivar disputa entre poderes Legislativo e STF

Em mais um confronto com o Supremo Tribunal Federal (STF), o Congresso Nacional articula uma proposta para reverter a decisão da Corte que tornou a vaquejada ilegal no início de outubro. A reação parlamentar foi imediata e, na semana seguinte, quatro projetos com o objetivo de regulamentar a prática foram protocolados.

No início de novembro, em tramitação expressa, senadores aprovaram de forma simbólica a proposta que eleva vaquejadas e rodeios a manifestação cultural nacional. A matéria aguarda a sanção do presidente Michel Temer.

"Esse projeto é o primeiro passo para reverter o entendimento do Supremo", disse o relator Otto Alencar (PSD-BA) logo após a votação na Comissão de Educação do Senado. Os parlamentares se mobilizaram e, poucas horas depois, aprovaram o projeto também no plenário. O próximo passo é aprovar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que derrube definitivamente a decisão do STF.

A vaquejada remonta ao Nordeste do século 18, mas é praticada atualmente também no Centro-Oeste, Norte e interior de São Paulo. Na competição, o cavaleiro precisa derrubar um boi dentro da área demarcada, puxando o animal pelo rabo. Enquanto os parlamentares defendem que a prática faz parte da cultura do País, a interpretação do Supremo é de que a vaquejada causa sofrimento animal.

Os parlamentares evitam falar abertamente em confronto com o Judiciário, mas acreditam que houve um equívoco por parte do STF. A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) critica o fato de a Corte não ter realizado nenhuma audiência pública sobre o tema.

Alencar defende que existem regras que prezam pelo bem-estar do boi. "A vaquejada profissional já não tem sofrimento animal, porque é usada uma cauda artificial, a pista tem um colchão de 50 centímetros de areia para amortecer a queda do boi e o cavalo não usa mais espora."

O projeto determina que não serão consideradas cruéis as manifestações culturais, desde que regulamentadas em lei específica que assegure o bem-estar dos animais. O texto vai ser relatado pelo presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), José Maranhão (PMDB-PB). Na Câmara, o presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) se comprometeu a abrir uma comissão para discutir outra PEC, de autoria do deputado João Fernando Coutinho (PSB-PE), com o mesmo objetivo.


Os parlamentares argumentam que a vaquejada é uma atividade econômica próspera. De acordo com a Associação Brasileira de Vaquejada (ABVAQ), o setor movimenta em torno de R$ 600 milhões por ano e emprega 120 mil pessoas, além de 600 mil empregos indiretos. 

Diário do Nordeste

24 agentes de segurança foram mortos em 11 meses no Ceará

O soldado da Polícia Militar Gilmar Almeida de Queiroz, que era lotado em Horizonte, município da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), morreu na madrugada deste domingo (13), após ser lesionado a bala defronte à casa dele, na noite de sábado (12). Ele foi atingido por três disparos, no ombro, no tórax e na perna durante um assalto. Nos últimos três dias, dois policiais foram mortos a tiros na Grande Fortaleza. Em 11 meses já são 24 agentes de segurança, entre policiais civis, militares e rodoviários mortos no Estado, número superior aos 15 registrados no ano passado.

Segundo a Polícia Militar, Gilmar estava de folga e à paisana quando foi abordado por duas pessoas numa motocicleta, na porta de sua residência. Os assaltantes efetuaram os disparos e, conforme informações preliminares, teriam levado a motocicleta, a arma e o celular do PM. Os dois suspeitos fugiram e ainda não foram identificados.

Queiroz chegou a ser socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Horizonte e, em seguida, transferido para o Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza, onde foi levado para o Centro Cirúrgico. Mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

O soldado era lotado na 8ª Cia do 2° Batalhão de Policiamento Comunitário (BPCom). Descrito pelos colegas de profissão como policial exemplar, Gilmar havia sido condecorado pela Câmara Municipal de Pacajus, no Dia do Soldado.

O velório do PM ocorrerá na Rua da Estrela, nº 153, no bairro Campo Novo, em Quixadá. O sepultamento está marcado para as 10h de hoje, também na cidade. Equipes do Policiamento Ostensivo Geral (POG) e do BPCom realizaram buscas na região, mas os acusados do crime não foram localizados. Conforme o coronel Francisco Souto, responsável pelo Comando do Policiamento da Capital (CPC) e Região Metropolitana, suspeitos do crime já foram identificados, mas os nomes ainda não podem ser divulgados.

Caucaia

Na última sexta-feira (11), um sargento da Reserva Remunerada da Polícia Militar foi executado a tiros no Parque Leblon, município de Caucaia. Os acusados do crime seriam traficantes de drogas da região.

Segundo Souto, o sargento Carlos Alberto Ribeiro Gomes, de 54 anos, trafegava em uma Hilux pela Rua Antônio Gonçalves quando teve o veículo interceptado por bandidos armados em outro carro. Conforme o oficial, os criminosos estavam em Chevrolet Celta e dispararam várias vezes contra o militar.

Baleado, ele saiu do veículo, mas morreu do lado de fora da caminhonete e ainda foi atingido por pedradas pelos atiradores. Sobre a motivação do crime, o comandante do CPC disse que nada foi levado do policial, descartando inicialmente a hipótese de roubo. Equipes da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) iniciaram as investigações sobre a execução do militar.

A reportagem apurou que o PM respondeu a processos por homicídio quando ainda era da ativa e o crime pode ser algum tipo de vingança. Outra hipótese seria uma desavença dele com um traficante de drogas da região, que ameaçava moradores e teria se desentendido com o militar, que era dono de uma barraca na Praia de Iparana.

Homenagem

A missa de 30 dias em homenagem a outro PM, tenente Marcos Paulo Lira, morto no último dia 14 de outubro, ocorre hoje. A celebração será às 20h, no Santuário Nossa Senhora de Lourdes, no bairro Rodolfo Teófilo.

Diário do Nordeste

Homem é preso por agredir e ameaçar irmã com um punhal em Russas

Uma ocorrência de violência doméstica resultou na prisão de um homem na tarde deste domingo, 13, em Russas/CE.

De acordo com o boletim policial, populares teriam acionado a PM para uma ocorrência de violência domestica na Avenida Governador Raul Barbosa, zona urbana de Russas/CE. Segundo informações, um homem, em posse de um punhal, havia tentado contra a vida da própria irmã.

Antônio Damasceno, de 48 anos, natural de Russas/CE, foi preso e encaminhado até a Delegacia de Polícia de Tabuleiro do Norte/CE, onde foi autuado na lei Maria da penha, por violência doméstica, e ameaça. A vítima também foi encaminhada há delegacia para prestar depoimentos. 

Com Informações do 1ºBPM

Bandidos armados invadem e roubam residência na Ipepaconha em Russas

Dona de casa teve sua residência invadida por bandidos armados, na tarde deste domingo, 13, na localidade de Ipepaconha, zona rural de Russas/CE.

Uma dona de casa teve sua residência invadida e equipamentos e dinheiros tomados de assalto, por volta das 12h15 de ontem. A vítima informou a polícia que dois homens trafegando em uma motocicleta, de cor preta, teriam estacionado em frente a sua residência, invadindo, e sob ameaças subtraíram dois aparelhos celulares da marca LG, um capacete e uma quantia de R$ 40,00, fugindo logo em seguida, tomando rumo ignorado.

O BP Raio foi acionado até o local e realizaram diligências na área do ocorrido, contudo os infratores não foram localizados.