-->

21 de março de 2015

ACIDENTE DE CARRO MATA HOMEM EMULHER GRAVIDA AS CENA SÃO FORTES..



Esse fato acontceu em Paraupebas PA .Um , veiculo vinha em alta velocidades e se chocou 
com vários anim ais que vinham no meio da estrada . Amulher estava gravida faleceu
Sena forte dessa mulher com seu bebê ainda na barriga da mãe .


 .
fotos de intenautas .



Chuve forte causa transtorno a população em Russas


Choveu forte na tarde de hoje (21/03/15) no município de Russas fica bem claro a falta de espaço para o escoamento das aguas consequentemente causa problemas para a população várias ruas alagadas a água invadindo as residências chegando a dificulta até o transito na cidade o problema afetou até ruas que teve o calçamento feito agora recente, pois não foi feito o saneamento como por ex. A rua que passo por trás do C E O e do lado do ginásio que ainda não foi concluída a obra.









MORTE BRUTAL DE CACHORRO CAUSA REVOLTA EM MORADA NOVA


Os moradores do município de Morada Nova, distante 153 km de Fortaleza, estão revoltados com um crime praticado contra um cão que foi morto com golpes de machado. O ato de crueldade aconteceu no bairro Pro Urb. A violência contra o animal foi flagrada e registrada por populares. Leitores do Diário do Nordeste enviaram um vídeo e a denúncia através da ferramenta VC Repórter, no aplicativo WhatsApp.
Conforme o leitor que enviou o vídeo para o jornal, as imagens circulam na cidade e em redes sociais deste a última quinta-feira (19). De acordo com o relato de populares, no dia do crime os acusados estavam ingerindo bebidas alcoólicas quando praticaram a violência contra o animal.
A reportagem entrou em contato com a Delegacia Municipal de Morada Nova para saber se algum Boletim de Ocorrência (B.O.) foi registrado e se os suspeitos já foram identificados,  mas as chamadas não foram atendidas.

Diário do Nordeste


PLANTÃO DE POLICIA EM RUSSAS E NO VALE DO JAGUARIBE NAS ULTIMAS 24 HORAS

sta sexta-feira, dia 20, por volta das 15h30min, na Localidade de Lagoinha, Zona Rural de Aracati/CE, a pessoa de Damião Jocélio de Oliveira Castro, 18 anos, teve um aparelho celular roubado por dois indivíduos armados, que fugiram logo em, seguida em uma moto. Durante diligências policiais, os suspeitos foram abordados nas proximidades do Canal do Trabalhador, em frente a Estação de Bombeamento, já na região de Itaiçaba-CE, os quais foram identificados como:  Pablo de Sousa Barbosa, nascido 23 anos, residente em Aracati-CE, e Jardel Marques da Silva, 21 anos, também residente em Aracati/CE. Com eles a polícia encontrou o seguinte material: 03 aparelhos  Celulares; R$ 733,00 reais em espécie, e uma 01 Moto Honda 150 de cor preta placa PML-0948 de Aracati.
A vítima reconheceu os suspeitos como sendo os autores do roubo, sendo ambos levados à DPC de Aracati, onde lá também compareceu o comerciante Francisco José Mendes de Freitas, 34 anos, morador na localidade de “Lagoa do Junco”, em Aracati/CE, onde também reconheceu os dois indivíduos que assaltaram seu comercio, na mesma data por volta das 12h, de onde roubaram cerca de R$ 1.000,00 reais  e 01 Celular LG preto com vermelho.

Nesta sexta-feira, dia 20, por volta das 08h10min, 02 indivíduos não identificados em uma motocicleta Honda Bros de cor preta, realizaram um assalto na Ótica Iracemense, localizada na Rua Ulisses Campelo, centro da cidade, de propriedade do Sr. José Moura Da Silva. Após o roubo os indivíduos evadiram-se tomando rumo ignorado, levando joias, óculos, relógios e uma quantia em dinheiro cujo o valor não foi informado. Diligências policiais estão em andamento à procura dos suspeitos.

PRISÃO POR ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA (ESTELIONATO E FORMAÇÃO DE QUADRILHA) EM JAGUARIBE
Nesta sexta-feira, dia 20, por volta das 10h, policiais do serviço de inteligência da PM, após denúncias de populares de que na zona rural de Jaguaribe, havia um grupo de pessoas entre eles um funcionário do DNOCS induzindo proprietários de sítios e fazendas em erro com o objetivo de obter vantagem no valor de R$ 1.000,00 (um mil reais) para perfuração de cada poço profundo, ferindo os ritos legais ao devido procedimento. A polícia apreendeu com os suspeitos, cerca de R$ 10.000,00 (dez mil reais), dinheiro este produto das fraudes aos proprietários de sítios/fazendas; um GPS; 02 aparelhos celulares; um automóvel Fiat Siena, cor preta, de placa HYA-6773; e um automóvel Ford Ranger, sem placa. Os citados: Francisco Marques De Sousa, 53 anos, Técnico Agrícola, natural de Orós-CE, José Maria Silva Valente, 57 anos, mecânico, natural de Itaiçaba-CE; Antônio Wilson Ferreira Da Silva, 63 anos, Funcionário Público, natural de São Luiz-MA; e Francisca Heloísa Antunes Pereira, 45 anos, costureira, natural de Fortaleza-CE, foram presos em flagrante delito sendo devidamente enquadrados por formação de quadrilha, estelionato, e corrupção passiva. A polícia está investigando se esse golpe foi praticado também em outros municípios da região.

FURTO A CLINICA MEDICA EM QUIXERÉ
Nesta sexta-feira, dia 20, por volta das 07h, foI informado ao destacamento de Quixeré-CE, pela Sra. Maria da Conceição Maciel, de um arrombamento a Clínica Médica, situada na Rua Padre Zacarias, centro de Quixeré-CE, da qual a mesma é funcionária, de onde foi furtada: 01 TV Samsung 32 polegadas de LED, 01 aparelho de ultrassom, e 04 Sondas de ultrassom. PMs fizeram diligencias no intuito de identificar e prender os infratores, porém até o momento sem êxito.
FONTE: TV Jaguar

Policia Civil de Limoeiro prende indivíduo acusado de ligações com o tráfico de drogas na Ilha.


A Civil também prendeu no dia 18 de março, três elementos suspeitos da prática de homicídio.

Na quinta-feira, 19 de março, a Polícia Civil de Limoeiro do Norte, prendeu Francisco Assis de Oliveira conhecido por cumprimento de mandado de prisão preventiva expedido pela juíza de direito da 3ª vara da comanda de Limoeiro.
De acordo com as investigações desenvolvidas pela Polícia Civil, o indivíduo preso, já havia sido preso anteriormente por envolvimento com o tráfico de drogas e as investigações atuais, apontam como sendo um dos líderes no tráfico de drogas na comunidade de ilha. Ainda no mesmo dia 19/03 Diá foi conduzido ao presídio local onde ficará a disposição da justiça.
  
Já na manhã do dia 18 de março, a polícia Civil de Limoeiro do Norte deflagrou uma operação na qual foi dado cumprimento de três mandados de prisão temporária pelo crime de homicídio qualificado, contra a pessoa Jacinto Frederico, o qual foi encontrado em setembro de 2014, no campus IFCE, na Cidade Alta, com o corpo em decomposição e queimado, após estar desaparecido vários dias anteriores a ser encontrado.
Dois dos suspeitos presos negaram a prática delituosa, porém um deles, conhecido como NIKITA, assumiu o homicídio praticado com requintes de crueldade, tendo em vista que a vítima foi torturada e queimada ainda viva.
A equipe da polícia civil de Limoeiro do Norte, comandada pelo Delegado Bruno Varela, prossegue com as investigações, pois acredita que ainda possa haver envolvidos no presente crime. Cabe ressaltar que como trata de prisões temporárias, ou seja, para investigação, os nomes dos suspeitos serão mantidos em sigilo até a conclusão do inquérito Policial.
fonte: TV Jaguar



76% dos focos estão em reservatórios de água

Em tempos de seca, o armazenamento de água da chuva em reservatórios domésticos pode ser uma medida para diminuir os transtornos causados pelo desabastecimento. Entretanto, o hábito de acumular o líquido em casa pode representar um perigo à saúde pública, caso não sejam tomados alguns cuidados. Segundo o Ministério da Saúde, 76,5% dos focos de reprodução do inseto na região Nordeste encontram-se em tanques residenciais utilizados para guardar água. A informação é do último Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa).
Em 2015 foram notificados no Ceará 5.847 casos suspeitos de dengue. Dos casos notificados, foram confirmados 1.560 em 64 municípios. Entre estes, foram constatados 44 casos graves. Até agora, uma pessoa morreu vítima da doença.
Embora não haja um índice específico para o Ceará, em relação aos principais focos de proliferação do mosquito, a situação no Estado tende a ser similar a das demais unidades federativas da região, de acordo com o coordenador de Promoção e Proteção à Saúde da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), Márcio Garcia. "As características sociais e demográficas são semelhantes", explica. Na visão do profissional, os números de 2015 chamam a atenção, e já se estima que a estatística da doença neste ano supere a de 2014.
Cuidados
Para combater a disseminação do mosquito, basta que sejam tomadas algumas medidas simples em casa. No que diz respeito ao armazenamento de água, é importante que o depósito seja completamente vedado, de preferência com uma tela, para evitar que o inseto entre em contato com a parte interior do recipiente. A tela tem que ser bem amarrada nas laterais, de modo a evitar qualquer brecha. Segundo Márcio Garcia, as tampas não são consideradas itens eficientes na vedação dos reservatórios, visto que não impedem completamente a entrada do mosquito.
Outra ação fundamental para evitar o foco de dengue é a lavagem periódica do recipiente de armazenamento. O asseio tem que ser feito semanalmente ou, no máximo, de dez em dez dias. No procedimento, é importante que as paredes sejam bem esfregadas com escova ou palha de aço. Os ovos da fêmea do mosquito são depositados nas bordas do criadouro, bem próximo à superfície da água, porém não diretamente sobre o líquido. Daí a importância da limpeza.
Mesmo recipientes vazios podem servir como berço dos insetos. Caso a fêmea tenha depositado ovos no tempo em que o reservatório estava cheio, o desenvolvimento do mosquito tem continuidade após o reabastecimento do tanque. "Os ovos do Aedes aegypti são resistentes e ficam viáveis por vários meses, mesmo em recipientes secos. É só entrar em contato novamente com a água que volta a se desenvolver, continuando o ciclo do mosquito. Só com a lavagem adequada se pode eliminar os ovos", orienta o coordenador de Promoção e Proteção à Saúde da Sesa.
Em condições ambientais favoráveis, após a eclosão do ovo, o desenvolvimento do mosquito até a forma adulta leva cerca de dez dias. Além da vedação e da lavagem de tanques, é preciso evitar que água de chuva se acumule sobre lajes e calhas, guardar garrafas sempre com a boca virada para baixo e eliminar adequadamente o lixo que possa acumular água, como pneus velhos, latas, recipientes plásticos, tampas de garrafas e copos descartáveis.
Na residência do comerciante Edilon Anselmo Cavalcante, no bairro Quintino Cunha, o problema de falta d'água é constante. Conforme relata, o abastecimento pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) é inconstante, e dois dos três poços que cavou no quintal de casa já secaram. Sendo assim, uma das medidas para garantir água para o consumo é o armazenamento do que vem da chuva.
Edilon utiliza uma caixa d'água de 500 litros no chão e explica que utiliza o líquido para tomar banho, lavar louças e roupas. O morador garante que mantém o recipiente sempre vedado com um pano, que fica amarrado pelas laterais. "Eu cuido, mas, tem vizinhos que não fazem o mesmo, e a dengue continua se espalhando", aponta o comerciante.
Conforme lembra Márcio Garcia, o período chuvoso é o mais grave do ano, entretanto, a dengue acontece também em outras épocas e, embora ocorra em menor número, pode vir da forma grave e matar. "O combate acontece no dia a dia. Se cada pessoa cuidar da sua casa uma vez por semana, fazendo vistoria no interior e no exterior do imóvel, é o suficiente. Às vezes, a dengue tende a ser banalizada, mas é uma doença importantíssima, que mata, e as medidas para evitá-la são simples", finaliza o coordenador de Promoção e Proteção à Saúde da Sesa.
Mais informações:
Ouvidoria da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará


CE é 3º lugar em ranking dos acidentes de ônibus

Casos recentes de acidentes com ônibus em estradas federais, como o ocorrido com a banda de forró Garota Safada, na semana passada, alertam para o perigo que as estradas representam. No Nordeste, o Ceará é o terceiro estado no ranking de acidentes com envolvimento de ônibus, de acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF). As BRs que cortam o Estado já registraram 43 acidentes somente em 2015.
Na região, apenas os estados de Bahia e Pernambuco contabilizaram mais incidentes do que o Ceará, com 104 e 82 casos em 2015, respectivamente. Abaixo do Ceará estão os estados do Rio Grande do Norte (42), Maranhão (41), Piauí (34), Sergipe (23), Paraíba (16) e Alagoas (9). Em média, o Ceará contabiliza, por mês, 25 ocorrências com coletivos nas estradas, incluindo os incidentes em CEs.
No Brasil, o Rio de Janeiro está bem à frente dos demais estados. Com o alarmante número de 243 incidentes em 2015, o estado está no topo do ranking e é seguido por Minais Gerais, com 122 casos, e Bahia, com 104. Destino de muitos dos coletivos, São Paulo contabiliza 97 ocorrências no ano. As ocorrências com coletivos as rodovias cearenses neste ano não resultaram em morte. Os 43 acidentes deixaram seis passageiros com lesões graves, sendo quatro deles do ônibus da banda Garota Safada.
Mortes
Em relação aos óbitos, destacam-se três estados do Brasil: Minas Gerais, com 13 mortes registradas; Mato Grosso, com 11; e Santa Catarina, com nove. Além do Ceará, outros 12 estados também não registram mortes em acidentes de ônibus em 2015.
Minas Gerais se sobressai aos demais estados em relação ao número de feridos. Somente neste ano, 235 pessoas não saíram ilesas dos incidentes. Apesar de apresentar um número bem distante, o estado do Paraná vem em seguida e também se destaca negativamente nesse quesito, com 94 feridos em 74 acidentes registrados.
O ano de 2015 vem refletindo os dados de 2014. Assim como permanece neste ano, o estado do Rio de Janeiro foi o que mais contabilizou índices com coletivos nas estradas federais, com 1.465 casos. Minais Gerais também já se destacava entre o número de mortos e feridos, com 51 e 869, respectivamente.
Em 2014, o Ceará também teve o terceiro maior registro de acidentes do Nordeste. As 321 ocorrências contabilizadas deixaram 21 mortos e 78 feridos.
Segundo Alexsandro Batista, chefe do núcleo de comunicação da PRF-CE, o ônibus é um veículo com restrições a manobras defensivas, o que aumenta o risco de acidentes. "A grande estrutura veicular, aliada ao excesso de velocidade e sonolência (do motorista), diminui as possibilidades de manobras defensivas na pista. Então, em caso de emergências, o risco de colisões frontais, saídas da pista e tombamentos é iminente", ressalta.
fonte DN

Determinação judicial gera superlotação nas delegacias

A determinação do juiz da Vara de Execuções Penais e corregedor dos Presídios, Luiz Bessa Neto, de que um preso só ingresse no Sistema Penitenciário do Ceará, quando dois saírem, está causando preocupação na Polícia Civil. A Polícia deverá custodiar dentro das delegacias os detentos que não conseguirem vagas nos presídios. A Portaria nº 001/2015, expedida no dia 16 de março de 2015, está sendo cumprida pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), que diminuiu o número de vagas ofertadas, nesta última semana. Até ontem, 670 pessoas estavam nas carceragens da Polícia Civil.
A decisão publicada por Bessa Neto no último dia 16 sugere ao secretário de Justiça que, "enquanto não for inaugurado a Unidade Prisional V, em Itaitinga, prevista para setembro do presente ano, que o provimento de vagas na estrutura carcerária, quando as houver, se operacionalize na proporção de um por dois, isto é, na medida em que dois internos se retirem do sistema de aprisionamento, apenas uma vaga poderá ser provida".
O delegado geral da Polícia Civil, Andrade Júnior, afirmou que recebeu a Portaria com extrema aflição. "A Polícia não pode trabalhar desta forma, nós teríamos que parar de prender. Estes presos estão nas delegacias em situação muito pior que estariam nos presídios, além de causarem perigo à população, porque é como se tivéssemos pequenos presídios em cada bairro de Fortaleza", considerou.

O delegado geral disse ainda, que solicitou patrulhas da PM para fazerem a segurança das delegacias, o que deve diminuir a operacionalidade das equipes. "As delegacias precisam ser seguras para que rebeliões, fugas e resgates sejam evitados. Infelizmente, muitas patrulhas que poderiam estar cumprindo seu papel vão ficar paradas ajudando na segurança destes presos".
Para o delegado Jairo Pequeno, diretor do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), a previsão é que o número de presos ultrapasse 800, até o feriado da Semana Santa. "Isto é um caos. Quero lembrar que essas pessoas estão à disposição da Justiça e não deveriam ser responsabilidade nossa custodiá-las. Delegacia não foi feita para preso cumprir pena".
Jairo Pequeno revelou também que os presos do 12ºDP (Conjunto Ceará) se rebelaram, ontem, e impediram que mais gente entrasse na carceragem. Porém, a Delegacia em pior situação é o 34ºDP (Centro), onde existem duas celas, com capacidade para abrigar oito presos cada uma, e abriga, atualmente, 51 detentos. O delegado Romério Almeida disse que a tendência é que o problema se agrave. "Já temos 51 detentos em condições desumanas e degradantes, mas recebemos cerca de cinco procedimentos que terminam em prisão todos os dias. Será necessário improvisar um xadrez em alguma área da delegacia para acomodá-los", disse.
Os detentos do 34ºDP reclamaram das condições em que estão sendo custodiados e disseram que querem ir para o presídio. Um dos presos está no local há 50 dias. Outro homem autuado por assalto disse que a Delegacia é o pior lugar para se estar preso. "Já estive sete vezes no presídio e posso garantir que nada é pior que isso aqui. A gente reveza a hora de dormir, porque não cabe todo mundo deitado. Tem gente doente, tem mosquito da dengue e todo mundo está com coceira", disse o infrator.
O delegado geral disse ainda, que solicitou patrulhas da PM para fazerem a segurança das delegacias, o que deve diminuir a operacionalidade das equipes. "As delegacias precisam ser seguras para que rebeliões, fugas e resgates sejam evitados. Infelizmente, muitas patrulhas que poderiam estar cumprindo seu papel vão ficar paradas ajudando na segurança destes presos".
Para o delegado Jairo Pequeno, diretor do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), a previsão é que o número de presos ultrapasse 800, até o feriado da Semana Santa. "Isto é um caos. Quero lembrar que essas pessoas estão à disposição da Justiça e não deveriam ser responsabilidade nossa custodiá-las. Delegacia não foi feita para preso cumprir pena".
Jairo Pequeno revelou também que os presos do 12ºDP (Conjunto Ceará) se rebelaram, ontem, e impediram que mais gente entrasse na carceragem. Porém, a Delegacia em pior situação é o 34ºDP (Centro), onde existem duas celas, com capacidade para abrigar oito presos cada uma, e abriga, atualmente, 51 detentos. O delegado Romério Almeida disse que a tendência é que o problema se agrave. "Já temos 51 detentos em condições desumanas e degradantes, mas recebemos cerca de cinco procedimentos que terminam em prisão todos os dias. Será necessário improvisar um xadrez em alguma área da delegacia para acomodá-los", disse.
Os detentos do 34ºDP reclamaram das condições em que estão sendo custodiados e disseram que querem ir para o presídio. Um dos presos está no local há 50 dias. Outro homem autuado por assalto disse que a Delegacia é o pior lugar para se estar preso. "Já estive sete vezes noo infrator.
 presídio e posso garantir que nada é pior que isso aqui. A gente reveza a hora de dormir, porque não cabe todo mundo deitado. Tem gente doente, tem mosquito da dengue e todo mundo está com coceira", disse

 Para Bessa Neto a medida é uma forma de desafogar as unidades prisionais, que passam por um momento de total insalubridade. "Como magistrado estou cumprindo o que me diz respeito. Estou zelando pela lei e pela dignidade humana dos detentos. Sei que a Polícia também trabalha com dificuldades, mas nos presídios, o sistema está em compressão e pode precipitar uma explosão a qualquer hora".
A Sejus informou, por meio de nota, que "reconhece a superlotação do sistema penitenciário cearense. Como se trata de decisão judicial, cabe à Sejus somente o cumprimento. A atual gestão, por outro lado, tem buscado alternativas ao encarceramento e articulado ações que visam reduzir a população carcerária".
Márcia Feitosa
Repórter fonte DN