-->

23 de abril de 2019

Cinco suspeitos são baleados após perseguição policial na Granja Lisboa

Houve tiroteio durante a perseguição e disparos atingiram veículos em uma oficina, além do escritório do proprietário do local
Tiroteio e perseguição policial na Granja Lisboa e Bom Jardim

Cinco homens foram baleados e presos após perseguição policial no bairro Granja Lisboa, em Fortaleza, na tarde desta terça-feira (23). Eles são suspeitos de praticar crimes naquela região e também no Bom Jardim, e tentar matar participantes de grupos rivais da área.  

Os cinco estavam em um veículo Ford Ka de cor branca, com placa clonada, que já havia sido visto pelo bairro, segundo a polícia. A perseguição policial começou na Rua da Paz, no Bom Jardim, e terminou na Rua Ari Maia.  


Os suspeitos não portavam documentos de identificação. Com eles, a polícia encontrou dois revólveres e uma escopeta calibre 12. 
Durante a troca de tiros, os disparos atingiram veículos estacionados em uma oficina do bairro e o escritório do proprietário da oficina que, no momento, não estava na sala.

Tiroteio entre polícia e suspeitos atinge veículos estacionados em oficina na Granja Lisboa
Foto: Ricardo Mota

Os cinco suspeitos foram levados ao Instituto Doutor José Frota (IJF) para receber atendimento médico. Eles foram autuados por associação criminosa, tentativa de homicídio e receptação. 
 Veículos estacionados em oficina são atingidos por tiros disparados após perseguição policial


Red; DN 

STJ decide reduzir a pena de Lula

               
                       
                          Quinta Turma do tribunal analisou o recurso do ex-presidente
Confirmado o resultado do julgamento, ex-presidente poderá ter progressão de regime mais rápida

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu, hoje (23), por unanimidade, reduzir a pena do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do triplex no Guarujá (SP), de 12 anos e um mês para 8 anos e 10 meses de prisão.

O recurso de Lula no caso foi trazido a julgamento nesta terça-feira pelo relator da Lava Jato no STJ, ministro Felix Fischer, que foi o primeiro a votar por manter a condenação, mas reduzir a pena do ex-presidente. Ele foi acompanhado pelos outros três ministros que participaram do julgamento – Jorge Mussi, Reynaldo Soares da Fonseca e Ribeiro Dantas.


Foi reduzido também o valor da multa que deve ser paga por Lula, para o equivalente a 875 vezes o salário mínimo vigente à época do cometimento dos crimes, ante os 1.440 salários mínimos anteriores. 

Os ministros reduziram ainda de R$ 16 milhões para R$ 2,4 milhões o valor dos danos que devem ser reparados por Lula em decorrência das vantagens indevidas recebidas. Conforme previsto no Código Penal, uma eventual progressão no regime de cumprimento de pena, de fechado para semiaberto, está condicionada ao pagamento da quantia, ressaltou Fischer em seu voto.

Argumentos rejeitados

Os ministros rejeitaram, porém, aproximadamente duas dezenas de questionamentos feitos pela defesa de Lula, que buscava sobretudo a anulação completa da condenação. Os advogados argumentavam ter havido, por exemplo, parcialidade do ex-juiz Sergio Moro e atuação abusiva dos procuradores da Lava Jato no caso.

Outros argumentos questionavam a competência da Justiça do Paraná para ter julgado o caso e alegavam a irregularidade na juntada de provas aos autos do processo e o cerceamento de defesa pela negativa de perícias em documentos e de realização de interrogatórios e diligências, bem como contradições na sentença, que teria sido baseada unicamente na palavra de um delator, segundo os advogados.

Para os ministros do STJ, contudo, os argumentos da defesa buscavam o reexame de provas, o que a jurisprudência do tribunal superior não permite, ou demonstravam “mera irresignação com o resultado do julgamento” nas instâncias inferiores, nas palavras do ministro Jorge Mussi.

Durante o julgamento, o advogado Cristiano Zanin, que representa Lula e estava presente na sessão, não teve premissão para falar. O presidente da Quinta Turma, Reynaldo Soares da Fonseca, ressaltou que o tipo de recurso apresentado pela defesa do ex-presidente não permitia sustentação oral, segundo o regimento interno do STJ.

Na tentativa de anular a condenação, a defesa de Lula apresentou também um recurso extraordinário ao Supremo Tribunal Federal (STF), que ainda deve ser julgado.

Condenação

Lula foi condenado sob a acusação de receber um apartamento tríplex no Guarujá da Construtora OAS, bem como por ocultar a titularidade do imóvel. O total de vantagens indevidas recebidas, segundo a acusação, somaram R$ 3,7 milhões, incluindo ainda os gastos com reformas. A condenação do ex-presidente foi pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Na sentença inicial, proferida em julho de 2017, Lula foi condenado a 9 anos e seis meses de prisão pelo então juiz Sergio Moro, que julgou as vantagens recebidas como relacionadas a desvios na Petrobras.

Em janeiro do ano passado, a condenação foi confirmada e a pena aumentada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), segunda instância da Justiça Federal, para 12 anos e um mês de prisão - 8 anos e 4 meses pelo crime de corrupção passiva e 3 anos e 9 meses pela lavagem de dinheiro.

Nesta terça-feira, a pena de corrupção foi reduzida pelo STJ para 5 anos e seis meses, enquanto a de lavagem ficou em 3 anos e quatro meses, resultando nos 8 anos e 10 meses finais.  

Lula está preso desde abril do ano passado na carceragem da Superintendência da Polícia Federal (PF) em Cuririba. A prisão foi determinada por Moro após encerrados os recursos em segunda instância, conforme entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF).

Mesmo com a decisão do STJ, Lula deve continuar preso pelo mesmo entendimento, mas terá direito mais rápido à progressão de regime, quando cumprir um sexto da pena e passar para o regime semiaberto, fato que deve ocorrer em setembro.

 Red; DN  

Russas CE oferta de emprego


ATENDENTE DE CLÍNICA MÉDICA
GERENTE COMERCIAL
VENDEDOR PRAVISTA (VENDEDOR EXTERNO)
VENDEDOR PORTA A PORTA

SINE/IDT de RUSSAS - Av. Cel. Araújo Lima, 1458A Centro.   Atendimento - 07:30 às 14:00 
Nossos Serviços:  Intermediação de Profissionais para emprego, Emissão de CTPS,
Habilitação ao Seguro Desemprego e Oficinas de Orientação para o Mercado de Trabalho
 para visualizar as vagas de emprego acesse: www.sineidt.org.br ou www.tvjaguar.com.br     
Grupo no Facebook: OPORTUNIDADE DE EMPREGO - Aracati, Limoeiro e Russas-CE

Mulher é atingida por três tiros dentro de pousada em Juazeiro do Norte

Homem que efetuou os disparos foi identificado, mas está foragido

Um homem entrou em uma pousada no bairro Salgadinho, em Juazeiro do Norte, e tentou matar a tiros uma mulher de 27 anos que estava hospedada no local na noite desta segunda-feira (22). Segundo a Polícia Militar, a suspeita é de tentativa de feminicídio. 

A polícia afirmou para o Sistema Verdes Mares que o suspeito entrou no local e caminhou até o quarto da mulher, identificada como Maria do Socorro Lira. Ao chegar dentro do quarto, o homem atirou. A mulher foi atingida no peito, na barriga e nas nádegas.

O homem já foi identificado pela polícia, porém está foragido.

A dona da pousada afirmou que o suspeito entrou na pousada depois da autorização da mulher. Ela teria um relacionamento com o homem.


A mulher foi encaminhada para o Hospital Regional do Cariri e passou por uma cirurgia. Segundo a equipe médica do hospital ela não corre risco de morte. 

 Red; DN  

Quixadá CE plantão policial


PEDRA BRANCA CE ROUBO A PESSOA

Que, no dia 22/04/2019, por volta das 20h., a composição PM da Vrt CP R – 04, foi informada por populares que estaria acontecendo um assalto na Sorveteria Sabor Gelado, sitiada na Rua Augusto Vieira, bairro Centro. De imediato, se deslocaram até o local e foram informados pela funcionária do estabelecimento natural de Pedra Branca/CE,  que se encontrava se na calçada da sorveteria e foi surpreendida por dois indivíduos, um deles aparentando segurar uma arma na cintura e anunciaram o assalto, subtraindo da mesma um aparelho celular J7, dourado e uma importância em espécie de R$50,00(cinquenta reais), bem como, um aparelho celular marca Multilazer, pertencente ao Sr. F A C J, proprietário do estabelecimento. Foram feitas várias diligências no sentido de localizar os infratores, com intuito de prendê-los e recuperar os objetos roubados, mas até o fechamento deste relatório, não obtivemos êxito.


QUIXADÁ APREENSÃO DE MENOR PELA PRÁTICA DE ATO INFRACIONAL ANÁLOGA A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Dia 22/04/2019 por volta das 17h, a composição da VTR 9311, foram acionados à Rua da Estrela, Bairro Campo Novo, Quixadá - Ce, pois o adolescente de 15 anos, M S S, d S, estaria alterado quebrando tudo dentro de casa, criando confusão com os vizinhos, além de ter tentado furtar um botijão de gás, já na Delegacia e perante a autoridade Policial, agrediu sua irmã de 12 anos T d S F com socos, devido essas condutas o menor foi autuado no ato infracional análogo a lesão corporal qualificado por ter sido contra sua irmã adolescente. Os menores foram conduzidos ao IML em Quixeramobim para realização dos devidos exames periciais em seguida retornaram a Delegacia Regional em Quixadá para conclusão do procedimento policial.



QUIXADÁ CE PRISÃO POR TRÁFICO DE DROGAS PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO DE USO PERMITIDO E RECEPTAÇÃO

Dia 22/04/2019, por volta das 19h15 min a Equipe Raio 014-com o apoio do Raio 03, deslocaram-se ao endereço de J R S F, 27 anos, residente na Rua da Família, Bairro Renascer, Quixadá-Ce, chegando ao local, deparam-se com o indivíduo com a arma, Espingarda Calibre 16 , marca CBC com 02 munições intactas; quando o mesmo se deslocou para um cômodo da residência, sendo encontrado com a pessoa de inicia ais J R S F a arma em questão e uma pequena quantidade de droga (uma balinha de maconha), dinheiro trocado, na quantia de cento e sete (107) reais em espécie alguns sacos de "dindim" usados para embalar a droga, sendo o mesmo conduzido a Delegacia Regional de Quixadá para ser adotado os procedimentos cabíveis, sendo autuado no Art 33 da Lei de entorpecentes 11.343/06, Art 14 da Lei 10826/03 e  Art.180 do Código Penal.



BANABUIÚ CE HOMICÍDIO POR ARMA DE FOGO

Dia 22/04/2019 a viatura 9351, foi acionada por volta das 22h40min  via 190, dando ciência de que teria ocorrido um homicídio na Vila Mariano, Banabuiú-Ce. Ao chegarem ao local, encontraram a vítima identificada como o Sr. A W R L,  natural de Banabuiú-Ce, agricultor, solteiro,  residente no Bairro Vila Mariano s/n, Banabuiú-Ce, deitado em uma rede lesionado a bala. Populares informaram que, três elementos chegaram ao local da ocorrência a pé e efetuaram vários disparos contra a vítima e depois evadiram-se com rumo ignorado. A vítima foi socorrida para o Hospital Municipal de Banabuiú-Ce, atendida pelo Médico plantonista, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito . Até o presente momento não há maiores detalhes com relação aos acusados do crime. Saliento ainda que a vítima levou 03 (três) disparos na região do crânio e 02(dois) na região abdominal.

Ceará fecha com Bergson e aguarda mais dois reforços para Série A do Brasileiro

Atacante foi campeão estadual com o Athletico/PR na temporada e já fez dupla de sucesso com Leandro Carvalho

Atleta foi um dos artilheiros do Brasil em 2017, quando marcou 28 gols

O Ceará fechou com o atacante Bergson, ex-Athletico/PR, para a disputa da Série A do Campeonato Brasileiro. Com 28 anos, o atleta chega em definitivo ao Alvinegro após ser campeão paranaense. A informação foi revelada pelo presidente do Vovô, Robinson de Castro, que afirmou também que novos reforços estão fechados com o clube e serão anunciados antes do torneio nacional.

"Agora é trabalhar uns nomes e encaixe para a Série A. Temos dois jogadores acertados que não podemos revelar, mas o Bergson está confirmado", garantiu o dirigente em entrevista a Rádio Verdes Mares.

Na temporada, o centroavante esteve em campo 14 dos 18 jogos do Furacão no Estadual, com seis gols. Contratado em 2018, o atleta perdeu espaço com o técnico Tiago Nunes e foi sacado do plantel principal após a chegada do argentino Marcon Ruben, principal contratação para a Libertadores.    

Entrosamento com Leandro Carvalho

Novo reforço, Bergson fez sucesso ao lado de Leandro Carvalho com a camisa do Paysandu

O melhor momento de Bergson na carreira foi quando atuou ao lado de Leandro Carvalho pelo Paysandu, em 2017. Vestindo a camisa do Papão na Série B nacional, o atacante marcou 28 gols em 47 partidas, terminando o ano como artilheiro da competição - terceiro maior goleador do Brasil, superado por Henrique Dourado (32) e Fred (30).

Na carreira, o gaúcho foi revelado pelo Grêmio e passou por Vila Nova, Ypiranga, Juventude, Portuguesa, Chapecoense e Náutico. Fora do país, acumula passagens por Busan IPark e Suwon Bluewings, ambos da Coreia do Sul, além do Braga-POR.

Red; DN  

Advogados condenados no STJ seguem aptos a exercer função

Sentença puniu sete advogados por corrupção. Destes, apenas um está suspenso de suas funções. Apesar da condenação, a Secção Ceará da OAB trata os processos administrativos como "rigorosamente sigilosos"
A Polícia Federal investigou as negociações de liminares nos plantões do Poder Judiciário estadual

Duas semanas após a condenação no Superior Tribunal de Justiça (STJ) por participação em um esquema criminoso de venda de habeas corpus no Poder Judiciário cearense, seis advogados seguem com a situação regular na Ordem dos Advogados do Brasil - Secção Ceará (OAB-CE) e trabalham normalmente. Apenas um advogado sentenciado à prisão está suspenso de suas funções. A situação de cada profissional foi verificada pela reportagem junto ao Cadastro Nacional dos Advogados (CNA), da OAB.


Tanto na esfera criminal quanto administrativa, Fernando Carlos Feitosa teve as maiores punições dentre os sete advogados que respondem à mesma ação penal. Filho do desembargador Carlos Rodrigues Feitosa e conhecido como 'Chupeta' pelo grupo criminoso, o advogado está suspenso na OAB-CE e foi condenado pelo crime de corrupção passiva à pena de 19 anos e quatro meses de prisão, em regime inicialmente fechado.

Michel Sampaio Coutinho chegou a ser suspenso cautelarmente pela Ordem, mas voltou às atividades normais em novembro de 2018. A Corte Especial do STJ, em decisão proferida no dia 8 de abril último, determinou a pena de seis anos e dois meses a Michel, em regime inicial fechado, pelo crime de corrupção ativa. A Justiça ainda não expediu a prisão dos dois advogados porque as defesas ingressaram com embargos de declaração. Michel Coutinho mora, atualmente, em Portugal.

Ele acompanhou a mulher, Jessica Simão Albuquerque Melo Coutinho, que faz um curso em uma universidade portuguesa. Jéssica também é advogada e investigada em outra ação penal no STJ. Michel Coutinho também responde a um processo na esfera estadual por associação ao tráfico de drogas.

Já os advogados Fábio Rodrigues Coutinho, Everton de Oliveira Barbosa, Sérgio Aragão Quixadá Felício, João Paulo Bezerra Albuquerque e Marcos Paulo de Oliveira Sá foram sentenciados a cinco anos e cinco meses de reclusão, em regime inicial semiaberto, pela prática de corrupção ativa. Apesar da condenação, os defensores seguem aptos a trabalhar.

Único advogado absolvido no julgamento da Ação Penal 841, Mauro Júnior Rios também está com a situação regular na OAB-CE. O profissional foi punido administrativamente com 24 meses de suspensão, já cumpridos. Contudo, Mauro ainda responde a duas ações penais no STJ.

Sigilo

Questionada sobre a situação dos advogados condenados, a Secção Ceará da Ordem dos Advogados do Brasil informou, por nota, que "os processos dos advogados investigados na Operação Expresso 150 são rigorosamente sigilosos e ainda estão sendo analisados pela OAB-CE". "Com base em informações colhidas com o presidente da OAB, Erinaldo Dantas, as manifestações sobre esse assunto serão realizadas somente após decisão administrativa final da OAB", justifica.

O advogado Paulo Pimentel, representante de Everton Barbosa, afirmou que irá recorrer da condenação e confirmou que o cliente está com a situação regular na Ordem. "A decisão não foi justa. A condenação não está alicerçada nas provas dos autos", rebate. A defesa de Sérgio Felício não quis comentar a sentença e o fato de o cliente estar apto a trabalhar. Os demais representantes legais não atenderam às ligações ou não foram localizados pela reportagem.

Desembargador

Esse processo oriundo da Operação Expresso 150 inclui mais dois réus. O desembargador Carlos Feitosa foi condenado à pena de 13 anos e cinco meses de reclusão, pelo crime de corrupção passiva, além de perder o cargo no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). Já Paulo Diego da Silva Araújo, apontado pela investigação da Polícia Federal (PF) como traficante membro da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), foi sentenciado a quatro anos de prisão, por corrupção ativa. Ambos devem cumprir a pena em regime inicial fechado. Paulo Diego já está preso por outros crimes de tráfico de drogas.

Segundo as investigações no âmbito da 'Operação Cardume', da Polícia Federal, Paulo Diego aparece em interceptações autorizadas pela Justiça negociando a compra de liminares. Conforme as apurações da PF, o grupo, composto por magistrados, advogados e criminosos, negociava liminares nos plantões do TJCE, pelo preço de até R$ 150 mil. A maioria das negociações era realizada através das redes sociais. A Operação Expresso 150 foi deflagrada em junho de 2015.

Outros advogados

Mais seis advogados respondem a ações penais em decorrência da Operação. São eles: Ubaldo Machado Feitosa (filho de Carlos Feitosa); Jéssica Simão Albuquerque Melo Coutinho (esposa de Michel Coutinho); Adailton Freire Campelo; José Joaquim Mateus Pereira; Carlos Eduardo Miranda de Melo; e Cláudia Adrienne Sampaio de Oliveira.

Destes, apenas José Joaquim Pereira se encontra suspenso de suas funções. O Tribunal de Ética e Disciplina (TED), da OAB-CE, divulgou ao Diário do Nordeste, em reportagem publicada em 27 de agosto de 2018, que pelo menos 22 advogados eram investigados administrativamente por suspeita de participação no esquema criminoso - a lista não incluía Ubaldo Feitosa, que não era advogado na época em que ocorreram os fatos. A defesa de Carlos Eduardo Melo não quis comentar a situação do cliente. Os demais advogados não atenderam às ligações ou não foram localizados. Outros quatro desembargadores, sendo dois deles aposentados, também respondem a ações penais no STJ e no 1º grau da Justiça estadual.

Red; DN 

Noite Tricolor no Troféu Verdes Mares aos melhores do Estadual

Com maior número de jogadores na Seleção do Campeonato Cearense e com mais atletas premiados em outros quesitos, o Fortaleza deixou a noite leonina, na entrega do Troféu Verdes Mares. O Floresta também teve atleta na seleção
O Troféu Verdes Mares 2019 premiou os melhores personagens do Campeonato Cearense, ontem à noite, nos estúdios do Sistema Verdes Mares. Na oportunidade, foi escolhida a seleção do campeonato, craque do certame, craque da galera, melhor árbitro, assistente, entre outras categorias.

Na seleção do campeonato, o Fortaleza teve cinco jogadores: Felipe Alves, Juan Quintero, Felipe, Edinho e Osvaldo. Além deles, o goleiro Felipe Alves foi também o menos vazado da competição.


"É sempre bom fazer parte de momentos assim, gratificante, que valoriza o nosso trabalho. É uma maneira de demonstrar o que a gente vem fazendo no decorrer do semestre", disse Felipe Alves.

O craque do campeonato, escolhido por profissionais da crônica esportiva, foi o atacante Edinho, também do Fortaleza. "Fico feliz em ver meu trabalho sendo reconhecido e tudo isso é fruto de um trabalho junto com os outros companheiros de equipe. Espero dar continuidade em outras competições", disse Edinho. E o craque da galera foi Júnior Santos, campeão pelo Tricolor.

Floresta

O Floresta ganhou medalha por ter sido o terceiro colocado do campeonato e vários de seus jogadores compareceram para prestigiar o evento. Entre eles, estava o melhor lateral-esquerdo do campeonato, Zé Carlos. O craque-revelação também foi do Floresta, Renezinho. "É um trabalho que fazemos anualmente, valorizando os jogadores prata da casa. Estamos muito satisfeitos em ver esse trabalho reconhecido", disse Kléber Lavor, diretor de futebol do Floresta.

Técnico

O melhor técnico do certame foi Rogério Ceni, do Fortaleza o qual não compareceu, mas foi representado pelo presidente do clube, Marcelo Paz. O Ferroviário teve como destaque o artilheiro da competição, Edson Cariús, representado pelo vice-presidente coral, Jeff Peixoto.

Melhor árbitro

César Magalhães recebeu pela terceira vez seguida o prêmio de melhor árbitro, e Carolina Romanholi foi escolhida a melhor assistente. "Massageia o ego, nos deixa contentes. É um trabalho que nos faz ficar treinando o ano inteiro e foi feito por um grupo de árbitros", disse César Magalhães.

O Troféu Pedro Basilio foi entregue ao ex-jogador e hoje técnico de base, Jorge Veras.

"Festa belíssima, de reconhecimento a todos os que trabalharam, os dirigentes, os atletas. E a Federação se sente realizada nesse coroamento", disse o diretor de competições da Federação Cearense de Futebol, Josimar de Carvalho.

Red; DN