-->

20 de agosto de 2014

PRISÃO POR FURTO E ADULTERAÇÃO DE VEÍCULO - RUSSAS-CE


Informo a Vossa Senhoria, que hoje, 19.03.2014, por volta das 09h50min, na BR 116, KM 162, nas placas, na cidade de Russas-CE, após ser repassado na frequência um alerta em relação a um veículo Gol de cor cinza, ano/modelo 2013/2013, placa OQB 0201, inscrição Barra dos Coqueiros – SE, com registro de queixa de roubo/furto, e que possivelmente estaria trafegando pela referida rodovia, conseguiram interceptar e abordar o veículo no local acima citado, o qual foi conduzido juntamente com seu condutor MARCELO SOUSA RAMOS, nascido aos 25.11.1984, natural de Aracaju – SE, comerciante, casado, filho de Elias Ramos e Inalda Maria Sousa Ramos, residente no Codomínio Belas Artes, nº 301, bairro Farolândia, em Aracaju – SE, a DRPC onde foi confirmado que o veículo pertence a Empresa Localiza RENT A CAR S/A, e constava no sistema registro de ocorrência de furto. Vale salientar que no momento da abordagem o veículo se encontrava com a inscrição do estado de Minas Gerais e que na DRPC foram adotadas as devidas providências.






CONDUÇÃO DE VEÍCULO IRREGULAR - PALHANO-CE


Informo a Vossa Senhoria, que hoje, 19.03.2014, por volta das 09h30min, na CE 371, no KM 12, na cidade de Palhano-CE, durante a realização de Blitz/Barreira, foi conduzida a motocicleta Honda CG 125 KS FAN de cor preta, ano 2010, sem placa (sem o primeiro emplacamento), Chassi nº 9C2JC4110AR637463, que era conduzida por JOSÉ MAURILIO DA FARIAS, nascido aos 05.05.1950, natural de Jaguaruana, agricultor, casado, filho de João Cláudio de Farias e Maria Áurea do Amaral, residente na localidade de Pasta Branca, zona rural de Jaguaruana. Os PPMM abordaram e conduziram o veículo a unidade policial, de onde posteriormente será encaminhado ao DETRAN para as devidas regularizações. 






107 açudes do Ceará estão com menos de 30% de água armazenada


volume de armazenamento dos açudes do Ceará está em situação preocupante. Dos 149 reservatórios acompanhados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), 107 estão com volume abaixo de 30% e apenas o Açude do Gavião, em Pacatuba, possui armazenamento acima dos 90%.
Também motivo de preocupação, o Açude Castanhão chegou, nesta quarta-feira (20), aos 34,75% do volume de água armazenado. O índice é ainda menor do que o registrado em julho (37%) quando o reservatório atingiu o menor volume de armazenamento em 10 anos. 
O Castanhão está com 2,3 bilhões de m³ dos 6,7 bilhões de m³ que o reservatório pode armazenar. O açude é responsável pelo abastecimento de água de Fortaleza, Região Metropolitana, Complexo Portuário do Pecém e distritos do Eixão das Águas. 
11 açudes com menos de 1% da capacidade
No Interior do Estado, 11 reservatórios estão com menos de 1% de água armazenada. Conforme os dados, a situação é crítica nos açudes das cidades de Caridade, Irauçuba e Curu que estão com 0% do volume. 
Em Tauá, três açudes se encontram com volume crítico de abastecimento. O Forquilha II tem 0% de volume de água armazenada, o Várzea do Boi está com 0,52% e o Trici com apenas 0,24%. 
Outros 10 açudes estão com volume entre 1 e 2%. Esse é o caso dos reservatórios de Penedo, em Maranguape, com 1,24%, Flor do Campo, em Novo Oriente, com 1,97%, Patos, em Sobral, com 1,72%, Salão, em Canindé, com 1,27%.

Fonte: Diário do Nordeste

Suplentes de vereador serão empossados nesta quinta-feira em Russas


Quinta-feira, 21 de agosto de 2014, vai acontecer na câmara municipal de Russas a sessão de posse de dois suplentes de vereador. São eles: Lindomar do Pedro Ribeiro que vai assumir a cadeira do vereador Jorge Rodrigues (Jorginho do PCDB) que pediu licença por noventa dias, a mesma coisa acontece com o suplente Deuzimar Oliveira do partido verde que vai assumir o lugar do vereador Aécio Mendes (Paixão do Pros) que pediu também licença de noventa dias, ambos para resolverem problemas particulares.


A sessão que acontece toda quinta-feira a noite foi adiada para a próxima sexta-feira (22.08.) tudo isso por causa de um evento que vai acontecer nesta quinta as 18h00min na AACR na presença do governador do estado Cid Gomes.


ERIVANDO LIMA REPÓRTER

Veiculo roubado é perseguido e preso em Russas




Veiculo roubado em Sergipe é perseguido pela CPI 005 e preso em Russas-CE.
O condutor preso é o Marcelo Ramos.



Americana é presa por manter ´relacionamento´ com cães de amiga


A americana Shari Walters, de 53 anos, foi presa em Albuquerque, no estado do Novo México (EUA), acusada de abusar sexualmente de dois cães de uma amiga.

Segundo a polícia, Shari Knight Walters teria realizado atos sexuais com os cães Spike e Jake, que pertencem a sua colega de quarto Beverley Bradley.

Shari também é acusada de tentar envenenar a amiga depois que Beverley a flagrou supostamente em ato sexual com um dos cães. Acusada de crueldade contra os animais, Shari foi levada para a cadeia com fiança fixada em US$ 15 mil.

Fonte: G1 





Grupo Estado Islâmico decapitou jornalista americano


Insurgentes do grupo Estado Islâmico, que controla parte dos territórios de Iraque e Síria, divulgaram um vídeo nesta terça-feira que supostamente mostra a decapitação do jornalista norte-americano James Foley, que havia desaparecido na Síria há quase dois anos.

O vídeo, intitulado "Uma mensagem aos Estados Unidos", foi publicado em sites de mídia social. Não foi possível verificar imediatamente a autenticidade do vídeo



Fonte: Site Miséria


Justiça brasileira determina remoção do Secret da App Store e do Google Play


O aplicativo Secret, que permite oenvio de mensagens anônimas, foi lançado no Brasil em Maio e já causou muitos problemas. Ações já chegaram a ser movidas na justiça por pessoas prejudicadas pelo aplicativo, ou melhor, pelo uso que outras pessoas têm feito dele. O Secret, disponível para iOS e Android, tem sido bastante utilizado como um canal para cyberbullying.

Mas a “farra” parece estar perto de acabar. O juiz Paulo Cesar de Carvalho, da 5ª Vara Cível de Vitória, determinou a remoção do aplicativo tanto da App Store quanto do Google Play. E mais, ele ainda determinou que o Google e a Apple deverão excluir remotamente o Secret dos smartphones de quem já o instalou, no Brasil. Um outro aplicativo com recursos semelhantes, chamado Cryptic e disponível para Windows Phone, também deverá ser removido pela Microsoft.

Esta questão da remoção remota pode parecer estranha, mas trata-se de algo possível. A Apple, por exemplo, manteria uma lista negra de aplicativos em seus servidores, e vez ou outra os dispositivos iOS realizam verificações em tais servidores em busca de atualizações para aplicativos. Portanto, quando um iPhone, por exemplo, ao acessar tais servidores, se depara com um aplicativo que se encontra nas tais listas negras, ele não mais executará o mesmo.

Ninguém sabe se a Apple já utilizou este recurso alguma vez, e acredita-se que não. Mas o Google já teria utilizado uma função semelhante no passado para apagar aplicativos maliciosos. O Google, a Microsoft e a Apple terão dez dias para realizar a remoção do Secret e do Cryptic, e a liminar determina uma multa de vinte mil reais por dia, caso este prazo não seja respeitado.

A liminar menciona o fato de que “diversas pessoas estão sendo vítimas de constrangimentos e ilícitos contra a honra sem que possam se defender, dado o anonimato das postagens“, e ainda cita a Constituição Federal: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato“.

Justamente esta possibilidade de anonimato, aliada ao mal uso do Secret, são os causadores dos problemas. Talvez não seja muito difícil de imaginar que o Secret causa problemas não somente no Brasil. Qual a razão para se enviar mensagens anônimas, afinal de contas?

Se tais “compartilhamentos” não fossem ofensivos nem tampouco fontes de mal estar, como parece acontecer em muitos casos, até que tudo bem. Mas um aplicativo como este talvez ainda não seja algo bem vindo em muitos “mercados”, até mesmo devido à imaturidade de muitos usuários. A questão da remoção remota, entretanto, mesmo em prol de um bem maior, causa um certo medo, justamente por sabermos que, de certa forma, nossos dispositivos estão nas mãos de terceiros, mesmo que à distância.

Isto sem falar que o Secret não é totalmente anônimo. Sua desenvolvedora armazena dadossobre os usuários em seus servidores, mas apenas para usos jurídicos, segundo dizem os termos de uso.

Fonte: Código Fonte



Juazeiro do Norte-CE: Sozinha em casa, idosa de 80 anos pede ajuda após cair


Por volta da 8h30 desta quarta-feira os policiais do Ronda do Quarteirão SD Norberto e SD Nonato encaminharam-se até a casa de uma idosa, à Rua Joaquim de Sousa Meneses 168, bairro Romeirão, após ligações de populares. Ao chegarem ao local eles perceberam que a senhora Maria Neuza Alves, de 80 anos, estava caída entre o quarto e a cozinha e clamava por ajuda.

Como não puderam ter acesso a casa pela porta, que estava fechada, tiveram a ajuda de populares que destelharam parte da residência para, então, abrir a porta da frente. Ao entrarem, encontraram a idosa no chão reclamando de dores na perna. Após prestarem as primeiras assistências, solicitaram a presença do Samu que em alguns minutos se fez presente.

Vizinhos de Dona Maria Neuza informaram aos policiais que ela mora sozinha, apesar de o filho dela visitá-la com frequência. Um motoqueiro passava pelo local e viu a ação e aglomeração de pessoas informou conhecer o filho dela e se prontificou a buscá-lo.

Ao chegar, Cícero informou que é casado e mora no Sítio Touro próximo à PIRC ( Penitenciária Industrial Regional do Cariri). Ele disse aos policiais que dá toda a assistência à sua mãe, além de visitá-la frequentemente. Afirmou, inclusive, que justamente essa manhã se preparava para mais uma visita.

Os socorristas  do Samu solicitaram dele a autorização para levarem a senhora para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para que fosse medicada já que ela é hipertensa. Cícero acompanhou a mãe até a unidade hospitalar e disse ao Site Miséria que vai levá-la para sua casa quando ela for liberada.

Com informações do repórter fotográfico Cicero Valério/ Site Miséria






Urnas biométricas serão usadas por 15% do eleitorado brasileiro

Nas eleições deste ano, 762 municípios, entre eles 15 capitais, usarão usarão biometria nas urnas eletrônicas para identificar os eleitores. Ao todo, 21,6 milhões de pessoas serão identificadas pelo método, o que significa 15% do total de eleitores do país.

Como as impressões digitais de uma pessoa são únicas e a comparação na base de dados é feita por um programa de computador, a biometria é considerada um dos processos mais modernos e eficazes de identificação humana na atualidade.

"É o processo mais seguro que existe", afirma o secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Giuseppe Janino. Segundo ele, o propósito de usar a biometria é reduzir a intervenção humana no processo eleitoral ao máximo e, consequentemente, reduzir também os riscos de erros, fraudes e lentidão. "Podemos dizer que não existe sistema perfeito, mas certamente a identificação biométrica é infinitamente mais precisa e segura que a identificação normal, feita pelo homem", destaca.

De acordo com Janino, neste momento, o foco do sistema biométrico não é a agilidade no processo de apuração e, sim, a redução de riscos de fraudes. "O processo de identificação serve para impedir que uma pessoa se passe por outra. Ele vai tornar mais seguro e preciso, não contamos com agilidade, especialmente nesse primeiro momento. Talvez, no futuro", explica.

Crítico do uso da biometria nas eleições, o professor Pedro Antonio Dourado de Rezende, do Departamento de Ciência da Computação da Universidade de Brasília (UnB), no entanto, alerta que existe a probabilidade de erros. "Qualquer método de identificação biométrica será baseado em alguma técnica probabilística, envolvendo reconhecimento aproximado de padrões – entre um padrão cadastrado e um apresentado – e, por isso, será sempre sujeito a erros. Usado em larga escala, como em nosso processo de votação, esses erros se tornam inevitáveis e com porcentagem de ocorrências previsível", diz o professor.

Segundo Rezende, nos casos em que o leitor ótico não conseguir identificar a digital (falso negativo), o mesário terá que fazer a identificação (por meio dos documentos do eleitor) e usar uma senha própria para liberar a urna para votação. Na opinião dele, tal procedimento abre brechas na segurança. "Os que forem desonestos continuam podendo usá-la [a senha] para liberar a urna para alguém votar por eleitores que se abstiveram, no fim do dia, por exemplo."

Para o professor Luís Kalb Roses, do curso de mestrado em Gestão de Tecnologia da Informação da Universidade Católica de Brasília, a solução para as suspeitas está em promover auditorias no processo e buscar a certificação do sistema utilizado. "A biometria é uma solução tecnológica para a autenticidade. Agora, uma coisa é o equipamento que você coloca o polegar. A outra é o processo que faz o confronto dessa digital com a que está no banco de dados. Então o processo de verificação dessa digital tem que estar funcionando a contento. Por isso, é importante ter sempre auditorias", diz.

O professor Kalb concorda, no entanto, que a biometria é uma "excelente opção tecnológica para identificar o usuário". "A solução de biometria faz parte de uma solução de segurança, mas só ela não garante toda a segurança do processo", diz.

Atualmente, a identificação por meio da digital é utilizada, entre outros setores, pelo sistema bancário para autorização de transações como saques e retirada de extratos em caixas eletrônicos.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que a identificação biométrica passa por mais de 20 tipos de testes de funcionalidade. "Desde a primeira experiência com a identificação biométrica, nas eleições de 2008, avaliam-se os indicadores de não reconhecimento (falsos negativos), como forma de verificação da qualidade dos softwares que analisam as minúcias das digitais, bem como a qualidade dos dados colhidos no processo de cadastramento. Pela análise realizada nas últimas eleições, o índice de não reconhecimento gira em torno de 4%."

Em caso de o eleitor não ser reconhecido por meio das digitais, ele deverá apresentar um documento com foto para que o mesário faça a conferência na folha de votação. Nos processos internos de auditoria do cadastro, quando há dúvida sobre a digital entre dois indivíduos, é utilizada análise matemática das características da face por programa de computador.

No dia da votação, o eleitor deverá comparecer à seção portando documento oficial com foto, além do título de eleitor. O número de inscrição será digitado no microterminal da urna e o cidadão colocará o dedo no leitor óptico. O programa fará a conferência da digital e, caso dê positivo, a urna será destravada para que ele vote. Os eleitores que passaram pelo recadastramento biométrico devem ficar atentos a possíveis mudanças de zonas eleitorais.

Fonte: Agência Brasil




Achado de cadáver em Morada Nova


 Desde a ultima segunda feira se encontravadesaparecido no eixão das aguas em Morada Nova um pescador de 58 anos que se afogou e foi levado pela agua enquanto pescava dentro do canal.

O Corpo de Bombeiros de Limoeiro do Norterealizou buscas durante toda Terça Feira e retornou com as buscas nessa quarta feira. O Cadaver foiencontrado por um popular no Açude da vazante em frente a um Motel  na manhã desta quarta-feira( 20/08/2014) o popular foi a USI avisar, onde equipes da policia militar do Ronda, foi ao local,e constato o achado do cadáver já em estado de avançado de decomposição onde foi acionado o Rabecão. .

fonte PLANTÃO POLICIAL DE LIMOEIRO


Acidente de transito em Russas




Por volta das 10h00min da manhã de hoje, quarta-feira, na Av. Dom Lino em frente à Igreja Sebastião sofreu um acidente o senhor Francisco de Oliveira de 59 anos residente na Dr. João Maciel Pereira n°3131 próximo a comunidade de Poço Redondo que pilotava a moto Honda 150 de placa OIQ 9316 Russas-CE. O mês foi colhido por outra motocicleta quando tentava fazer um retorno na avenida. A motocicleta que causou o acidente evadiu-se do local. A equipe do DEMUTRAN ainda tentou localizá-la, mas não teve hesito. O senhor Francisco foi socorrido pela equipe do SAMU e levado até o hospital de Russas onde se encontra em observação.

fonte ERIVANDO LIMA REPORTE



MPF obtém condenação de 17 pessoas acusadas de clonar cartões no Ceará

Entre os condenados estão servidores públicos dos Correios e um policial civil; Além da ação recém-julgada, o MPF entrou com duas novas denúncias contra cartãozeiros, totalizando 27 novos réus

O Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) conseguiu a condenação de 17 pessoas acusadas de desviar e vender mais de 1 mil cartões de crédito e débito que eram extraviados de correspondências enviadas aos Correios. O esquema, denunciado pelo procurador da República Edmac Lima Trigueiro, tinha participação de servidores da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) e de um policial civil, e gerou prejuízo superior a R$ 2 milhões. A ação penal que provocou a sentença é resultado da chamada operação Olho de Boi, deflagrada pela Polícia Federal.

Pouco antes da condenação dos acusados, o MPF também ajuizou duas novas denúncias contra quadrilhas de cartãozeiros que atuavam no Ceará. As ações penais, assinadas pelos procuradores da República Edmac Trigueiro e Luiz Carlos Oliveira Júnior, tramitam na Justiça Federal e são resultado das operações Príncipe Imperial e Malibu, ambas deflagradas pela Polícia Federal.

Em todas as ações, o MPF denuncia a atuação de grupos criminosos especializados na clonagem de cartões de crédito e débito no Ceará por meio da chamada ferramenta "chupa-cabras", ou na apropriação de cartões bancários de terceiros pelos Correios. Os cartões clonados ou desviados eram utilizados pelas quadrilhas em compras em estabelecimentos comerciais e em saques feitos em terminais e convênios lotéricos.

Sentença

Os réus julgados e agora condenados pela 12ª Vara Federal cumprirão penas pelos crimes de estelionato, peculato ou falsificação de documentos públicos. De acordo com a denúncia, a fraude envolvendo 17 réus provocou prejuízo financeiro de R$ 2.139.687,46 aos clientes titulares dos cartões de crédito desviados; à Caixa Econômica Federal, que tem de ressarcir aos clientes lesados; a outros bancos comerciais; e à ECT, responsável pela entrega dos cartões aos clientes e de onde partiu parte da fraude.

As investigações apontaram que a atuação do grupo criminoso se iniciava com o desvio dos cartões por parte dos funcionários dos Correios; em seguida, os cartões eram repassados a comparsas mediante pagamento de determinado valor previamente ajustado. Depois, eram desbloqueados por telefone.

"Para facilitação e concretização da fraude, o grupo criminoso, às vezes, realizava a contrafação e utilização de documentos falsos confeccionados por um outro denunciado. Por último, eram adquiridas mercadorias no comércio local utilizando-se desses cartões desviados, para posterior revenda por preço mais baixo do que o usual", detalha o procurador Edmac Trigueiro.

Novas ações

Nas duas novas ações penais ajuizadas, o MPF pede a condenação de outras 27 pessoas envolvidas em diversas fraudes de cartãozeiros. Entre os réus, estão comerciantes e estelionatários reincidentes que atuavam no Ceará, Rondônia, Maranhão, Rio de Janeiro, Goiás, Distrito Federal, São Paulo e Roraima, segundo apontaram documentos apreendidos durante as operações Malibu e Príncipe Imperial.

Números dos processos para consulta na Justiça Federal:
Operação Olho de Boi: ação recém-julgada nº 0000390-55.2011.4.05.8100
Operação Malibu: ação recém-ajuizada nº 0002787-82.2014.4.05.8100
Operação Príncipe Imperial: ação ajuizada nº 0006909-75.2013.4.05.8100

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal no Ceará



Fonte: Site Miséria



Tuberculose atinge 3,5 mil pessoas por ano no Ceará


A tuberculose está associada a uma doença secular, que, entre o fim do século XIX e meados do XX, levou a óbito milhares de pessoas, entre elas, poetas e compositores como Castro Alves, Álvares de Azevedo e Noel Rosa, no Brasil, e John Keats e Lord Byron, na Europa. Para muita gente, é um mal debelado que, em determinado momento da história, obrigou centenas de infectados a se exilar por meses ou anos em sanatórios ou em cidades de clima ameno, para se tratar. No Ceará, as cidades serranas e o Hospital Dr. Calos Alberto Studart Gomes, antigo Sanatório de Messejana, eram opções.

Infelizmente, a tuberculose - mesmo com a prevenção, tratamento e cura - não ficou no passado. Ela está mais viva do que nunca, sendo um dos grandes desafios para asaúde pública brasileira. No Ceará, a enfermidade mata, em média, 240 pessoas por ano. Fortaleza contabiliza a metade desse total, com 120 óbitos. O Estado está em sétimo lugar em número de casos anuais no País, são 3,5 mil ocorrências e uma incidência de 37 por 100 mil habitantes. A taxa de mortalidade também é alta: 2,8 por 100 mil casos. São Paulo lidera a lista nacional com 16 mil casos por ano. No Nordeste, a Bahia aparece em primeiro, com 4,7 mil ocorrências.

A cada ano, são notificados aproximadamente 70 mil casos novos no Brasil e ocorrem 4,6 mil mortes em decorrência da doença. O País ocupa o 17º lugar entre os 22 países responsáveis por 80% do total de casos de tuberculose no mundo.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) aponta que o surgimento da Aids e o aparecimento de focos de tuberculose resistente aos medicamentos agravam ainda mais esse cenário. O medo do preconceito também afasta doentes do tratamento. Muitos, afirma a pneumologista Sandra Maria Pedrosa, negam ou negligenciam os seus sintomas e, com isso, transmitem o bacilo para outras pessoas.

Na família de Rosalina Silva, foi assim. O filho mais novoviciado em drogas, contraiu a doença e foi passando para o pai, mãe e irmãos. A dona de CASA foi procurar ajuda no posto de saúde Carlos Ribeiro, na Jacarecanga. Lá, contou que a condição do pai é tão grave que ele precisar que a equipe de saúde vá até a sua casa. "Eu tomei os remédios, estou curada, assim como minha irmã mais nova, que é especial. Tenho medo que meu pai não consiga sobreviver. Do meu irmão nem sei, ele saiu pelo mundo afora. Que Deus tenha piedade dele", relata.

O que mais chama atenção dos especialistas é que a tuberculose tem todo o tratamento grátis e viabilizado integralmente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). "Ainda assim, é uma dor de cabeça", afirma presidente da Associação de Amparo aos Pacientes com Tuberculose do Ceará, enfermeira Argina Gondim, que também trabalha na unidade do Jacarecanga. Ali, 44 pacientes fazem tratamento e é um esforço constante. "Se ele falta, a gente telefona e manda um agente de saúde para levar a medicação e vê-lo tomar, sem nem piscar o olho", garante.

A associação também faz um trabalho em campo junto aos moradores de rua. Todo mês o grupo percorre as vias do Centro de Fortaleza em busca dessas pessoas. "Conversamos, oferecemos merenda e colhemos material para exame dos que apresentam tosse persistente", diz ela.

O trabalho tem surtido efeito. No entanto, alguns doentes fogem e deixam o tratamento pela metade. No ano passado, nove morreram por causa da doença.

Outros, como no caso do ex-comerciário Francisco Elenilton de Lima, de 34 anos, se esforçam para manter a medicação. Há cinco meses toma os remédios diariamente no posto. "Não vou desistir. Quero meu trabalho e a minha vida normal de volta. Só Deus sabe o que passo", conta.

motorista de ônibus Jonas Ferreira Barbosa, 59 anos, teve que se afastar do trabalho e também está se tratando. "Comecei com uma gripe e a tosse não passou. Tinha febre, dor no peito, catarro e um cansaço que não me deixava. Fiz os exames e deu positivo. Tenho três filhos e procuro me cuidar, ficar bom. Eles dependem de mim", menciona.

Fiscalização

Segundo Argina, a preocupação em vigiar os doentes é para evitar que abandonem o tratamento que é feito com três drogas diferentes: pirazinamida, isoniazida e rifamicina. Durante dois meses, o paciente toma os três medicamentos e, a partir do terceiro mês, toma só isoniazida e rifampicina. "O tratamento deve ser feito durante seis meses, sem interrupção, para garantir que a doença seja totalmente curada", diz a pneumologista e coordenadora do Ambulatório de Controle da Tuberculose do HOSPITAL de Messejana, Tânia Brígido.

Nem todos os doentes chegam ao fim da medicação, alerta, porque os sintomas da tuberculose desaparecem logo nas primeiras semanas e a pessoa acha que já ficou boa, apesar de grande parte das bactérias ainda estar viva dentro do organismo.

Quando o paciente interrompe a terapia antes da hora, não está apenas prejudicando sua saúde, mas dando oportunidade às bactérias de desenvolver resistência aos medicamentos. "No início do tratamento, as drogas matam somente as bactérias mais sensíveis", diz o pneumologista Carlos Alberto Carvalho. Os micróbios mais resistentes sobrevivem e reiniciam a doença.

Referência estadual no atendimento a pacientes com enfermidade, o HOSPITAL de Messejana dispõe do ambulatório de tuberculose multirresistente. Atualmente, 152 pessoas passam por tratamento.

Os pacientes inscritos no ambulatório são atendidos por uma equipe multiprofissional formada por duas pneumologistas, duas enfermeiras, uma assistente social, uma farmacêutica e uma técnica de enfermagem.

Recebem incentivos como vale-transporte e cesta básica, já que a condição sócioeconômica da maioria é precária, muitos vivem abaixo da linha da pobreza. As cestas são doadas pela Associação Hebert de Sousa, instituição filantrópica ligada ao HOSPITAL de Messejana.

A transmissão da doença é a mais banal possível, por via aérea. Basta o doente tossir, bocejar, espirrar ou mesmo cantar para que o ar ao seu redor se encha da bactéria que causa a tuberculose, o Mycobacterium tuberculosis, mais conhecido como bacilo de Koch. Pior, o micróbio consegue viver até 24 horas suspenso no ar antes de entrar no pulmão de alguém. "Por isso a doença é predominantemente urbana, surge quando há aglomerados de gente e isso é preocupante", ressalta a especialista.

Estudos revelam que tanto a hanseníase quanto a tuberculose estão intimamente ligadas às condições de vida da população. Todas as doenças infecciosas proliferam em áreas de grande concentração humana, geralmente nas periferias das grandes cidades, com precários serviços de infraestrutura urbana como saneamento e habitação, onde coexistem a fome e a miséria.

Prevenção

Para prevenir a doença, salienta o médico, é necessário imunizar as crianças obrigatoriamente no primeiro ano de vida ou no máximo até 4 anos, com a vacina BCG. Crianças soropositivas ou recém-nascidas com sinais de Aids não devem receber a vacina. A prevenção inclui evitar aglomerações, especialmente em ambientes fechados, mal ventilados e sem iluminação solar. "A tuberculose não se transmite por objetos compartilhados", reafirma.

De acordo com o Ministério da Saúde, os sinais e sintomas mais frequentes são tosse seca contínua no início e com presença de secreção por mais de quatro semanas, transformando-se em uma tosse com pus ou sangue. Há ainda cansaço excessivo, febre baixa geralmente no período da tarde, sudorese noturna, falta de apetite, palidez, EMAGRECIMENTO acentuado, rouquidão, fraqueza e prostração.

Alguns pacientes, entretanto, não exibem nenhum indício da doença, enquanto outros apresentam sintomas aparentemente simples, ignorados durante alguns meses ou mesmo anos.

A médica pneumologista Cilea Aparecida Soares afirma que a tuberculose é oportunista. "Se você estiver mal alimentado, estressado, passando por uma crise depressiva forte ou está com alguma doença, como o DIABETES, tem mais chance de desenvolvê-la. Portadores do vírus HIV podem desenvolver formas graves. Por isso, devem manter-se sob constante observação médica", orienta.

FIQUE POR DENTRO

Doença surgiu na África há 70 mil anos

A tuberculose (TB) não tem bandeira, uniforme ou pátria. A doença surgiu na África há 70 mil anos e possui uma trajetória evolutiva próxima a dos seres humanos. Em várias civilizações antigas, os males, entre eles, a tuberculose eram considerados como "castigo divino".

No Brasil, a chegada dos missionários trouxe também a disseminação da TB entre os índios. Vários religiosos morreram de ou com TB como Manoel de Nóbrega, Francisco Pirra, José de Anchieta e Gregorio Serrão, entre outros. Isolamento em sanatórios, repouso em clima de monta nha, alimentação reforçada faziam parte do tratamento.

Fonte: Diário do Nordeste