-->

13 de dezembro de 2019

A imagem pode conter: 27 pessoas, incluindo Valdisia Rodrigues, Amarilio Ribeiro e Adriana Ribeiro, pessoas sorrindo, pessoas em pé, criança e atividades ao ar livre
O presidente da câmara de Russas, o vereador Nathizael Gonçalves esteve participando de uma reunião  na noite desta quinta-feira (12), atendendo ao convite do amigo Nego da Ingá, participando de uma reunião com amigos das localidades de Ingá, Timbaúba dos Simplícios e Gracismões, quando conversamos sobre as necessidades da coletividade.
Nathizael disse fico feliz em poder encontrar as pessoas e assim como representante do povo ajudar com nossas ações a mudar para melhor a vida de cada russano.

Minha gratidão a todos que nos proporcionaram tão especial acolhida.
Agradeço ao amigo vereador Amarilio Ribeiro, e a nossa chefe de Gabinete Adriana Ribeiro, pela companhia e articulação.
Blog; Erivando Lima

20 ANOS DE SUCESSO


Nenhuma descrição de foto disponível.NESTE SÁBADO DIA 14 A COMEMORAÇÃO DOS 20 ANOS DA LOJA AVES E RAÇÕES NO CENTRO DA CIDADE DE RUSSAS.


VAI ACONTECER UM CAFE DA MANHÃ COM DISTRIBUIÇÃO DE BRIDES, VOCÊ E NOSSO CONVIDADO VENHA PARTICIPAR DA FESTA.

Blog; Erivando Lima


Russas CE plantão policial


ICAPUÍ PRISÃO POR TRAFICO DE DROGAS
Por volta das 17h30min, na Comunidade do Gravier em Icapuí, policiais militares prenderam um casal por tráfico de drogas, DAMIÃO ERCULANO DOS SANTOS, 39 anos e ANA KAROLAYNE FRANÇA FERREIRA, 22 anos, com eles foram apreendidos, maconha, cocaína, dinheiro fracionado, 03 balanças de precisão e sacos para embalar o produto ilícito. Diante dos fatos, foram conduzidos a Delegacia Regional em Aracati e autuados em flagrante.

RUSSAS HOMICÍDIO A BALA

Por volta das 13h, na localidade Miguel Pereira do Mauro, zona rural de Russas, a polícia registrou um homicídio por arma de fogo, tendo como vítima, JOSE WILSON DE OLIVEIRA GIRÃO, 25 anos, o mesmo encontrava-se trabalhando em uma cerâmica, na referida comunidade, quando um indivíduo chegou em uma motocicleta preta e efetuou vários disparos, onde a vítima não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no local. Após o crime o acusado fugiu.

TABULEIRO DO NORTE  ROUBO A PESSOA

Por volta das 18h40min, na comunidade de Sítio Coberto, zona rural de Tabuleiro do Norte, uma senhora transitava em sua motocicleta NXR 150 BROS, preta, placa OII-1034, quando foi surpreendida por 02 (dois) indivíduos que saíram de dentro do matagal, armados, e roubaram sua motocicleta e um smartphone, em seguida fugiram.
TABULEIRO DO NORTE 
LESÃO CORPORAL

Por volta das 20h, na comunidade de Sítio Gangorrinha, zona rural de Tabuleiro do Norte, DOMINGOS RAMIRO DE OLIVEIRA, 57 anos, foi agredido por seu filho, RINALDO PEREIRA DE OLIVEIRA, 31 anos, o mesmo agiu com violência usando uma cadeira, que provocou uma lesão e um corte na testa. O agressor recebeu voz de prisão e foi levado para Delegacia de Polícia em Russas para os devidos procedimentos.


Fonte; PMCE


Uma tonelada de cocaína apreendida no Piauí seguiria para a Europa em navio atracado no Porto do Pecém, no Ceará

Autoridades da Segurança Pública confirmam: uma tonelada de cocaína pura, cujo valor está estimado em R$ 25 milhões, sairia do Brasil em direção a Europa através do estado do Ceará. A porta de saída seria o Porto do Pecém, em São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A carga seria embarcada neste fim de semana, em um navio ainda não identificado, mas acabou sendo interceptada pela Polícia no estado do Piauí. Sete narcotraficantes, incluindo quatro pilotos de avião e helicóptero, estão presos em Teresina.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública do Piauí, a quadrilha foi descoberta quando estava hospedada em dois hotéis e um quitinete na Zona Norte de Teresina. Já as duas aeronaves que o bando utilizou no transporte da cocaína, um avião bimotor e um helicóptero, foram localizados em uma fazenda particular, situada na zona rural do Município de Timon, no estado do Maranhão. Três veículos onde estava armazenada a droga também foram apreendidos na operação.

As informações sobre a apreensão da droga e sua destinação foram confirmadas nesta quinta-feira pelas autoridades piauienses. O secretário da Segurança Pública daquele estado,, Fábio Abreu, confirmou também que o grupo criminoso pretendia lucrar cerca de R$ 25 milhões com a venda da carga de coca.

“Foram sete pessoas presas, quatro pilotos de aeronaves e mais três homens que faziam o acompanhamento e participavam da logística da quadrilha, ou seja, faziam a locação de sítios. UM deles foi alugado por R$ 10 mil. Os presos são do Pará, Pernambuco e Bahia. Nós temos um piauiense que, segundo ele, trabalhava em um garimpo e ajudava na locação dos espaços”, comentou o secretário Fábio Abreu.

De acordo com o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Piauí, foram presos: André Luís de Oliveira Cajé Ferreira, Alexandre Vagner Ferraz, Alexandro Vilela de Oliveira, Vagner Farabote Leite, Renato Solon Gondim Magalhães, João da Cruz Marques e Alexandre Barros Pereira de Meneses.

Delegado confirma

O delegado Cadena Júnior, coordenador da Delegacia de Entorpecentes (Depre) a cocaína provavelmente, veio da Bahia e depois seria remetida para Fortaleza e, em seguida, para o exterior, com foco na Europa.

“Este grupo de pessoas estava atuando no tráfico internacional de drogas e tinha Teresina como ponto de apoio, em que faziam uso de sítios na nossa zona rural, afim de que a droga fosse remetida para Fortaleza e, de lá para o exterior”, afirma Cadena Júnior.

(Fernando Ribeiro)


Advogado suspeito de envolvimento com traficante e facções é preso novamente quando estava comprando drogas

Suspenso disciplinarmente pelo Conselho de Ética da OAB-CE por um ano, sem poder exercer a profissão, o advogado Alaor Patrício Júnior, 25, foi preso novamente por envolvimento com drogas. Na noite desta quarta-feira (11), ele foi detido por policiais militares quando comprava entorpecentes em um ponto de venda de drogas localizado no bairro Montese, nesta Capital.

De acordo com a Polícia, uma patrulha da Força Tática (FT) do 6º BPM fazia rondas pelo bairro do Montese quando recebeu a informação de que estava havendo tráfico de drogas em um beco na Rua Aquiraz e que um homem em um carro de luxo estava no local. Imediatamente, a equipe se deslocou para o local indicado na informação.

Ao cercar o local, os policiais se depararam com o advogado. Ele mostrou a carteira da OAB, mas foi flagrado com cerca de 20 gramas de maconha, sendo encaminhado ao plantão do 11º DP (Pan-Americano). Como a quantidade da droga era pequena, Alaor Júnior foi enquadrado apenas como dependente de droga, de acordo com o artigo 28 da Lei dos Entorpecentes (lei número 11.343) e foi liberado após a lavratura de um Termo Circunstanciado de Ocorrência (T.C.O.). Após prestar declarações, foi liberado.

Preso

Esta é a segunda vez neste ano, que Alaor Júnior acaba preso. Na tarde do dia 24 de setembro último, ele foi detido quando saía da Casa de Privação Provisória da Liberdade Agente Elias da Silva, a CPPL 3, em Itaitinga, com mais de 20 bilhetes nos bolsos. Seriam bilhetes para serem entregues aos integrantes de facções e escritos com ordens dos chefões dos grupos e que estão atrás das grades.

A Polícia e o Ministério Público investigam um grupo de advogados que estaria servido de “pombos-correio” para as facções criminosas após o fim dos celulares nos presídios da Grande Fortaleza. Alaor Júnior é um deles.

Quando menor de idade, Alaor teria praticado um assassinato no bairro Lagamar e um assalto em Acaraú. Mesmo assim, se formou em Direito e obteve aprovação no exame da OAB, passando a advogar, supostamente, para traficantes envolvidos com facções. Viralizou nas redes sociais um vídeo que ele mesmo produziu para dizer que estava tirando da cadeia mais um traficante. Aparentou estar drogado e, por conta disso, o vídeo rapidamente se espalhou nas redes sociais.

(Fernando Ribeiro)

AMAZONAS: Funcionário do IML é flagrado tendo relações sexuais com cadáver

Wanderley dos Santos Silva, 52, foi exonerado do Instituto Médico Legal e um inquérito policial foi instaurado para apurar o caso. O cadáver seria o de uma moça que aguardava exame de necropsia.
Wanderley dos Santos Silva, 52, foi exonerado do Instituto Médico Legal e um inquérito policial foi instaurado para apurar o caso. O cadáver seria o de uma moça que aguardava exame de necropsia.
Wanderley dos Santos Silva, 52, foi exonerado da função de maqueiro do Instituto Médico Legal (IML), após ter sido flagrado mantendo relações sexuais com o cadáver de uma moça que estava aguardando para passar por exame de necropsia.

O maqueiro foi flagrado por um perito criminal que estava de plantão no dia do ocorrido, na noite que o time do Flamengo foi campeão da Copa Libertadores da América. O perito teria ido à sala de necropsia coletar dados sobre um cadáver e acabou encontrando o maqueiro sobre o cadáver.

Ao notar a presença do perito, o maqueiro teria pulado e saído desconfiado. O caso foi comunicado a direção do Departamento de Polícia Técnico e Científica (DPTC) e o diretor Lin Hung foi ao local e exonerou o maqueiro. Na mesma noite, o diretor também exonerou outro funcionário que estava no local embriagado.

Segundo servidores do instituto que preferiram não se identificar, no dia do ato, os dois saíram para comemorar o resultado do jogo e voltaram bêbados.

De acordo com informações de delegados, ter relações sexuais com cadáver configura crime de vilipêndio de cadáver, com pena de um a três anos de prisão.

Um inquérito policial sobre o caso do maqueiro foi instaurado para verificar há quanto tempo a ação criminosa vem ocorrendo, já que o suspeito trabalhava no IML desde 2015.

O diretor do DPTC foi procurado, mas não foi possível encontrá-lo para falar sobre o caso.

Em nota, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM) informou que pediu a abertura de inquérito para apurar o caso.

Confira a nota na íntegra:

"O Departamento de Polícia Técnico-Científica do Amazonas (DPTC) informa que pediu abertura de um inquérito policial para investigar denúncias de prática de necrofilia por um auxiliar de necropsia do órgão. O caso está sendo investigado pelo 27 DIP.

O auxiliar de necropsia foi demitido juntamente com um auxiliar administrativo por faltas funcionais graves praticadas durante o plantão do dia 23 de novembro, em que ambos deixaram o expediente para assistir ao jogo final da Copa Libertadores e retornaram embriagados, segundo relatos de outros profissionais do plantão.

Outro fato grave denunciado por profissionais do plantão diz respeito ao auxiliar de necropsia. Segundo os relatos, ele foi flagrado em situação suspeita na sala de necropsia, na madrugada do domingo 24 de novembro. Assim que adentraram no recinto, encontraram-no arrumando as calças enquanto descia subitamente de uma mesa de necropsia onde havia um cadáver do sexo feminino.

O caso está em investigação pela Polícia Civil e o suspeito não faz mais parte dos quadros funcionais do IML. Seguindo determinações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), o DPTC tomou todas as medidas cabíveis para o esclarecimento célere das denúncias."

Fonte: Olharms
Wanderley dos Santos Silva, 52, foi exonerado da função de maqueiro do Instituto Médico Legal (IML), após ter sido flagrado mantendo relações sexuais com o cadáver de uma moça que estava aguardando para passar por exame de necropsia.

O maqueiro foi flagrado por um perito criminal que estava de plantão no dia do ocorrido, na noite que o time do Flamengo foi campeão da Copa Libertadores da América. O perito teria ido à sala de necropsia coletar dados sobre um cadáver e acabou encontrando o maqueiro sobre o cadáver.

Ao notar a presença do perito, o maqueiro teria pulado e saído desconfiado. O caso foi comunicado a direção do Departamento de Polícia Técnico e Científica (DPTC) e o diretor Lin Hung foi ao local e exonerou o maqueiro. Na mesma noite, o diretor também exonerou outro funcionário que estava no local embriagado.

Segundo servidores do instituto que preferiram não se identificar, no dia do ato, os dois saíram para comemorar o resultado do jogo e voltaram bêbados.

De acordo com informações de delegados, ter relações sexuais com cadáver configura crime de vilipêndio de cadáver, com pena de um a três anos de prisão.

Um inquérito policial sobre o caso do maqueiro foi instaurado para verificar há quanto tempo a ação criminosa vem ocorrendo, já que o suspeito trabalhava no IML desde 2015.

O diretor do DPTC foi procurado, mas não foi possível encontrá-lo para falar sobre o caso.

Em nota, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM) informou que pediu a abertura de inquérito para apurar o caso.

Confira a nota na íntegra:

"O Departamento de Polícia Técnico-Científica do Amazonas (DPTC) informa que pediu abertura de um inquérito policial para investigar denúncias de prática de necrofilia por um auxiliar de necropsia do órgão. O caso está sendo investigado pelo 27 DIP.

O auxiliar de necropsia foi demitido juntamente com um auxiliar administrativo por faltas funcionais graves praticadas durante o plantão do dia 23 de novembro, em que ambos deixaram o expediente para assistir ao jogo final da Copa Libertadores e retornaram embriagados, segundo relatos de outros profissionais do plantão.

Outro fato grave denunciado por profissionais do plantão diz respeito ao auxiliar de necropsia. Segundo os relatos, ele foi flagrado em situação suspeita na sala de necropsia, na madrugada do domingo 24 de novembro. Assim que adentraram no recinto, encontraram-no arrumando as calças enquanto descia subitamente de uma mesa de necropsia onde havia um cadáver do sexo feminino.

O caso está em investigação pela Polícia Civil e o suspeito não faz mais parte dos quadros funcionais do IML. Seguindo determinações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), o DPTC tomou todas as medidas cabíveis para o esclarecimento célere das denúncias."

Fonte: Olharms