-->

14 de março de 2015

27 presos em operações em Caucaia e Juazeiro do Norte


Duas operações realizadas nos Município de Caucaia, na Região Metropolitana; e de Juazeiro do Norte, no Cariri, tiveram como saldo a prisão de 27 pessoas e a apreensão de seis adolescentes que, segundo a Polícia, têm envolvimento com tráfico de drogas, homicídios e assaltos. O secretário da Segurança Pública, Delci Teixeira, considerou as ações policiais bem-sucedidas e disse que elas serviram como 'piloto' para que os acertos sejam continuados e os erros sejam corrigidos, nas próximas incursões. "A ideia é realmente colocar a Polícia na rua e os criminosos atrás das grades", declarou o secretário da Segurança.
Com o resultado das ações em Caucaia e Juazeiro do Norte, Delci Teixeira disse que o primeiro problema já foi detectado: algumas cidades não têm vagas para manter as pessoas capturadas presas. "Os juízes estão interditando algumas Cadeias Públicas e não temos onde colocar presos. Já estamos conversando sobre isso com o Poder Judiciário para ver o que pode ser feito. O certo é que ficamos com este ônus de prender e não ter para onde mandar essas pessoas".
Juazeiro
Durante a manhã de ontem, a 'Operação Nômade' foi deflagrada em Juazeiro do Norte (491Km de Fortaleza). Na ação, 246 casas da Comunidade Faixa de Gaza, no bairro Santa Tereza, foram vistoriadas.
Ao todo, 32 mandados de busca e apreensão e de prisão resultaram na captura de 17 pessoas, entre elas Leandro Lopes do Nascimento, o 'Faísca'. Ele é suspeito de ser o principal traficante de drogas da cidade e de alguns municípios vizinhos.
Outros cinco suspeitos de integrarem a quadrilha comandada por 'Faisca' foram presos. A ação contou com 540 policiais civis e militares e se estendeu aos bairros São José, Mutirão, Tiradentes e Centro.
Mais de 100 viaturas e uma aeronave do Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) foram utilizadas para dar apoio à operação. Além das prisões, conforme a Polícia, também foram apreendidos maconha e crack. A droga já estava pronta para comercialização.
A Polícia localizou 15 armas de fogo entre fuzis, revólveres e pistolas, além de munições de diversos calibres. Cerca de R$ 20 mil reais foram encontrados nos locais onde as drogas eram negociadas. Toda a operação foi organizada pelo comandante geral adjunto da Polícia Militar do Ceará, coronel Hermano Mâcedo, que foi deslocado para a Área Integrada de Segurança (AIS) 11, por conta dos altos índices de criminalidade; e pela delegada Cícera Araújo, da 20ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Juazeiro do Norte.
O delegado regional de Polícia Civil de Juazeiro do Norte, Tenório Brito, avaliou como "extremamente satisfatório o resultado obtido pela operação". Ele esclareceu que a ofensiva deverá ser desenvolvida em outras regiões do Ceará. "Nós devemos reduzir os índices de homicídios e combater o tráfico ilícito de drogas. Em Juazeiro do Norte, cerca de 95% dos homicídios têm envolvimento direto ou indireto com o tráfico. Esse trabalho foi apenas o início de uma ação que será estendida por outros municípios e regiões do Ceará", disse Brito.
A delegada Cícera Araújo também afirmou estar satisfeita com o resultado da ação. "Não aconteceram vazamentos de informações e conseguimos chegar aos nossos principais alvos. Certamente, a cidade de Juazeiro verá os índices de crimes caírem daqui em diante. Vamos continuar combatendo o crime de forma incisiva. Este é um trabalho muito gratificante, porque dá para ver que a sociedade fica muito agradecida", destacou.
O delegado geral da Polícia Civil, Andrade Júnior, ressaltou que a incursão feita no Cariri é muito importante para que a população se sinta protegida e veja na Polícia uma defensora. "Apreendemos um sistema de videomonitoramento que um traficante tinha na comunidade Faixa de Gaza. Eles viam a chegada da Polícia com estas câmeras. Era preciso que déssemos uma resposta e mostrássemos que a Polícia está no controle".
Caucaia
Na cidade de Caucaia, a 'Operação Teia' terminou com 14 pessoas presas e três adolescentes apreendidos. Dentre os presos estão seis pessoas que tinham mandados de prisão em aberto por homicídio e três que já deveriam estar presas por tráfico.
O titular da Delegacia Metropolitana de Caucaia, Aroldo Antunes, afirmou que fez junto à Comarca de Caucaia um levantamento de quantos mandados de prisão estavam em aberto e mapeou a áreas que eram mais críticas neste sentido para que os policiais agissem.
O comandante do Policiamento Metropolitano (CPM), coronel Carlos Ribeiro, disse que o trabalho realizado, ontem, será mantido. "Vamos continuar incansáveis. A população clama pela Polícia nas ruas e nós vamos fazer tudo o que pudermos para manter as pessoas seguras".
O tenente-coronel Luís Carlos Barbosa, comandante do 12ªBPM (Caucaia), disse que a integração das polícias e do Corpo de Bombeiros tem dado resultados positivos não só nesta operação, mas todos os dias. "Os cearenses podem esperar a sua tão merecida tranquilidade, porque em breve ela será restabelecida", disse Barbosa.
O secretário de segurança reiterou que duas bases da Ciopaer funcionarão de forma fixa em Sobral e Juazeiro do Norte.
Márcia Feitosa / Roberto Crispim
FONTE DN

PLANTÃO DE POLICIA EM RUSSAS E NO VALE DO JAGUARIBE.

PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO E POSSE DE DROGAS EM ICAPUI.
Nesta sexta-feira, dia 13, por volta das 17h, na Travessa 22 de Janeiro, bairro Cajuais, a pessoa de Alisson Carlos da Costa Oliveira, 19 anos, natural de Icapuí/CE, foi preso quando flagrado de posse de um  Revolver Calibre 38, com 07 munições sendo 06 intactas e 01 em estado alterada. Com o suspeito também foi apreendido: 05 aparelhos celulares; 01 Câmera Digital;  01 Cordão; 01 Relógio; 01 Canivete; 01 Uma trouxa de Maconha (pesando 02 gramas); e R$ 328,00, em dinheiro, que segundo denúncias tem procedência do tráfico de drogas. Na residência onde Alisson foi preso, também estavam as seguintes pessoas: Pablo de Sousa Barbosa, 23 anos, natural de Aracati/CE; Flávio Mendonça da Silva, 19 anos, natural de Grossos/RN; Nayara Jéssica dos Santos, 26 anos, natural de Mossoró/RN e uma adolescente de 16 anos, natural de Icapuí-CE. Todos foram conduzidos a DPC local, para averiguações e providências da Lei.

PRISÃO POR VIOLÊNCIA DOMESTICA EM ARACATI
Nesta sexta-feira, dia 13, por volta das 10h30min, na localidade de Pedra Redonda, foi vitima de agressão física, Andrea Barbosa Silva, 28 anos, que foi agredida por seu companheiro Josecilio De Lima Barbosa, 35 anos, ele que foi preso em flagrante e conduzido à Delegacia local, onde foi autuado na Lei Maria da penha.

PRISAO POR ILEGAL DE ARMA  EM  ARACATI.
Nesta sexta-feira, dia 13, por volta das 15h30MIN, na Travessa Biquara, foi preso Francisco Rafael Gomes De Sousa, 20 anos, com quem foi apreendido: 01 balaclava; 01 revolver, calibre .38, com 03 munições de calibre .38 intactas. PMs conduziram o suspeito a USI Aracati para o auto de prisão em flagrante delito por porte ilegal de arma de fogo.

ROUBO DE MOTO EM BEBERIBE
Nesta sexta-feira, dia 13, por volta das 20h20min, na Estrada do Sitio Santo Antônio, distrito de Sucatinga, foi vítima de roubo Francisco Venicio Da Silva Junior, 24 anos,  residente no Canindezinho, em Fortaleza-CE. De acordo com a vítima, ele foi abordado por um homem armado a faca que levou sua motocicleta uma Yamaha Factor, de cor vermelha e placa OCM 8140, e em seguida evadiu-se tomando rumo ignorado. Nenhum suspeito foi localizado até o momento.


FONTE: 1º BPM

Agricultor é executado com tiro na cabeça no sitio Aroeiras, zona rural de Jaguaretama.

Nesta sexta-feira, dia 13, por volta das 14h30min, no sitio Aroeiras, zona rural, foi vítima de homicídio á bala a pessoa de: Antonio Rogerio Peixoto Fernandes, agricultor, 30 anos. De acordo com as informações passadas a polícia, dois indivíduos chegaram  no local, armados, e anunciaram um suposto assalto e logo em seguida executaram a vitima com um tiro na cabeça, e nada foi levado. A polícia está em diligências na região à procura dos homicidas. O motivação do crime está sob investigação. 




Aureliano Ribeiro participa de feira de negócios em São Paulo.


O empresário no ramo de Cerâmica, Aureliano Ribeiro acompanhado de seus filhos, está em São Paulo. Conhecendo uma feira de negócios e de novas tecnologias de cerâmicas, o objetivo de Aureliano e trazer novos conhecimentos e implantar dentro de suas empresas. Aureliano esteve conhecendo novas maquinas e novas formulas, diferentes de fabricação de telhas e tijolos.  Além de Aureliano um grupo de pessoas ligado ao  ramo Ceramista também foi á  são Paulo entre eles Mauricio Martins.

Erivando Lima
Redatora Irleide Fama.










Galvão Engenharia terá que explicar quem recebeu propina no Ceará

A CPI da Petrobras na Câmara deve convocar para depoimento executivos da construtora Galvão Engenharia, detidos na sede da Polícia Federal em Curitiba, e que são responsáveis por várias obras no Estado do Ceará, entre elas a Arena Castelão e o Centro de Eventos no Ceará.

Em sua delação premiada à força-tarefa da Operação Lava Jato, o engenheiro Shinko Nakandakari entregou uma tabela com detalhes da propina paga pela empreiteira ao ex-diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque e Pedro Barusco.  

Os deputados Raimundo Gomes de Matos (PSDB) e Vitor Valim (PMDB) parlamentares agora querem saber quem recebeu propina no Ceará. Entre as obras mais emblemáticas está a Refinaria Premium II, onde foram gastos quase R$ 600 milhões.

A Galvão Engenharia também é responsável pelas seguintes obras no Ceará: duplicação do Anel Viário, na região Metropolitana de Fortaleza, Barragem Fronteiras, em Crateús, Centro de Formação Olímpica do Nordeste, em Fortaleza, entre outras.

Fonte: Ceará News




Manifesto em prol da faculdade de medicina leva mais de 15 mil pessoas às ruas de Iguatu


Professores, diretores de escolas, milhares de estudantes e representantes da sociedade civil, lideranças políticas e comunitárias, saíram em passeata pelas principais ruas do centro da cidade de Iguatu, na manhã desta sexta-feira (13).

A caminhada teve por objetivo sensibilizar o governo federal para agilizar a implantação dos cursos de medicina na cidade de Iguatu. A manifestação ocorre duas semanas após o ministro da Educação, Cid Gomes, informar a abertura de novos cursos de medicina nas cidades de Iguatu, Quixeramobim, Crateús, Itapipoca e Russas.

A concentração do evento aconteceu na Praça da Matriz, com discursos de professores, estudantes e várias autoridades, entre elas o prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara e o deputado estadual, Agenor Neto (PMDB).

O deputado estadual Agenor Neto disse que a notícia da implantação dos cursos de medicina no município de Iguatu trouxe alegria, mas também gerou um clima de intranquilidade diante dos últimos acontecimentos na economia do país, que culminou com o cancelamento de uma refinaria de petróleo no Ceará.

“O ministro fez um lançamento político dos cursos de medicina nos cinco municípios do Ceará, no entanto, eu fico a me perguntar: como teremos a certeza se essa faculdade de medicina será de fato implantada em Iguatu, uma vez que no MEC não existe nenhuma informação oficial a respeito do assunto? Estou aqui reivindicando os nossos direitos, e não para pedir favor a governo federal nenhum, mas exigir o fim de uma injustiça que aconteceu com o município de Iguatu e a região Centro Sul no final de 2013″, disse o deputado Agenor Neto.

O parlamentar ainda informou que a sua luta não se restringe somente aos cursos de medicina para Iguatu, mas também à implantação de um campus da Universidade Federal do Cariri (UFCA) e a conclusão e inauguração da Cidade Universitária, que vai abrigar os cursos da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Universidade Regional do Cariri (Urca) e Fatec. “Nossos estudantes estão cansados de esperar, afinal são quase cinco anos de uma obra que já deveria ter ficado pronta há muito tempo”, concluiu.

Para o prefeito Aderilo Alcântara, a vinda de uma faculdade de medicina para Iguatu trará muitos benefícios para a região Centro Sul, principalmente para a saúde. “Vamos fortalecer esse movimento. Da parte do poder público municipal, quero garantir o nosso esforço com a doação dos terrenos para a construção dos prédios das unidades de ensino. Em relação à faculdade de medicina, mesmo sendo particular, vamos dar o nosso apoio através do programa Bolsa Universidade, para que o filho do trabalhador possa se formar em medicina”, disse Aderilo Alcântara.

Fonte: Diário do Nordeste





Região Metropolitana é alvo de ataques a ônibus nesta sexta-feira (13)


Quatro ônibus foram alvo de ataques, nesta sexta-feira (13), nos bairros Jardim Fluminense, Aracapé, Vicente Pinzón e em Maracanaú, no Conjunto Jatobá. O primeiro ataque aconteceu com o veículo que faz a linha Jardim Fluminense, número 346. O segundo ataque aconteceu na linha Aracapé/Parangaba, número 375, no bairro Aracapé e o terceiro já a noite, ocorreu a um ônibus da empresa Via Metro. 

No primeiro caso, o veículo trafegava na Rua Euclides Paulino Barroso e, ao realizar o retorno na Rua Guilhermino de Lima, dois homens, um armado e outro portando um galão de gasolina, interceptaram o veículo e pediram para o motorista e cobrador descerem.

Conforme o motorista, Rafael Luis, que conduzia o veículo, os suspeitos se aproximaram do ônibus, um deles com um revólver e outro com um galão de gasolina. Um deles chegou a pichar a lateral do veiculo, mas devido ao fogo rápido, ninguém conseguiu identificar a mensagem. Na mesma rua, alunos da Escola Municipal Jornalista Demócrito Dummar foram liberados mais cedo por medida de segurança.

Cerca de duas horas depois, outro coletivo foi alvo dos criminosos. Desta vez, um ônibus que fazia a linha Aracapé/Parangaba, número 375. No momento da ação não havia ninguém dentro do coletivo. O veículo estava estacionado na Rua Miguel Aragão com Rua C, no bairro Aracapé. Conforme a Polícia, neste segundo ataque, os vândalos deixaram um faixa com a mensagem "O crime", mas as chamas destruíram a mensagem deixada pelos suspeitos. 

O terceiro caso, de acordo com informações do Capitão Lima, do Corpo de Bombeiros, no Conjunto Timbó, motorista e cobrador foram ordenados a sair do ônibus e, em seguida, os dois homens atearam fogo no veículo. Após incediar, a dupla se evadiu por um matagal existente no área. 

O quarto ônibus incendiado, já à noite, fazia a linha Parangaba-Mucuripe. Ele foi destruído na Rua da Feira, no bairro Vicente Pinzón. Segundo o Cel. Francisco Souto, chefe do Comando do Policiamento da Capital, o coletivo estava parado no fim da linha. Não havia ninguém dentro do ônibus. A Polícia já identificou alguns suspeitos, mas não forneceu mais detalhes para não atrapalhar as investigações. No momento, agentes estão escoltando ônibus com itinerários próximos a algumas favelas. 

Motorista e cobrador tentaram debelar o foco do incêndio até a chegada da guarnição do Centro Avançado do Corpo de Bombeiros de Maracanaú que conseguiu debelar o fogo. Segundo o capitão, devido ao trabalho rápido dos homens do corpo de bombeiros, o ônibus foi apenas parcialmente queimado. 

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro-Ce), informou, em nota, que e a categoria optou pelo recolhimento dos carros e paralisação das atividades das respectivas linhas. Caso não ocorram medidas para o combate desse quadro de violência a categoria dos motoristas e cobradores de ônibus poderá deliberar uma greve geral.

Crime em retaliação 

De acordo com o delegado geral da Polícia Civil, Andrade Junior, o quinto ônibus incendiado, da linha Aracapé/Parangaba,  ocorreu em retaliação a prisão do homem identificado por Francinei Nobre da Silva que é suspeito de ser o mandante do primeiro ataque a ônibus no bairro Jardim das Oliveiras.

Na última terça-feira (10), cinco homens atearam fogo em um ônibus que trafegava na Rua E, próximo ao loteamento Paraíso Verde, no bairro Siqueira. De acordo com testemunhas, o grupo estava à bordo de um Pálio preto, quando interceptaram o coletivo, da linha Parque São João.

Em fevereiro, um ônibus da empresa Cearense que fazia a linha Jardim Jatobá foi incendiado por uma gangue no bairro do Grande Bom Jardim. O ataque aconteceu em represália pela morte de um integrante do grupo. Um outro caso aconteceu a um ônibus, da linha João Arruda, que foi incendiado na Rua Franco Rocha, bairro do Henrique Jorge no final do mês. De acordo com o Corpo de Bombeiros, as chamas atingiram os fios de casa próximas ao acidente.

Fonte: Diário do Nordeste