-->

7 de abril de 2014

A 23 dias do prazo final, 20 milhões de pessoas não entregaram declaração do IR


Pouco mais de 7,3 milhões de contribuintes enviaram a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) à Receita Federal,  um mês após o início do recebimento. O número representa o total de documentos entregues até as 17h de hoje (7) e equivale a 27% dos 27 milhões de declarações que o fisco espera receber neste ano.
O prazo para entrega vai até 30 de abril. O programa gerador está disponível na página da Receita Federal na internet desde 26 de fevereiro, mas a transmissão dos formulários começou em 6 de março, assim como a liberação do aplicativo que permite o preenchimento da declaração em tablets e smartphones.
Neste ano, os contribuintes com certificação digital ou representantes com procuração eletrônica recebem, pela primeira vez, a declaração pré-preenchida. Por meio do Centro Virtual de Atendimento da Receita (e-CAC), eles têm acesso ao documento preenchido com antecedência pelo fisco e só precisam confirmar as informações para enviar a declaração.
As regras para o preenchimento da declaração foram divulgadas em 21 de fevereiro no Diário Oficial da União. Como nos outros anos, o contribuinte que enviar a declaração no início do prazo deverá receber a restituição nos primeiros lotes, a menos que haja inconsistências, erros ou omissões no preenchimento.
Também terão prioridade no recebimento das restituições os contribuintes com mais de 60 anos, conforme previsto no Estatuto do Idoso, além de pessoas com doença grave ou deficiência física ou mental.
O contribuinte pode tirar dúvidas sobre o Imposto de Renda pela internet. Está disponível no canal da Receita Federal no Youtube um vídeo com explicações sobre as novidades da declaração deste ano e com dicas para evitar erros no preenchimento das informações.
Créditos ao site do Roberto Moreira do DN.

Ciro vai coordenar campanha de Dilma e deve assumir ministério em 2015

Com a confirmação da desistência de Ciro Gomes disputar o Senado Federal nas próximas eleições, o ex-governador e atual secretário de Saúde do Ceará irá coordenar a campanha da presidenta Dilma Roussef na região Nordeste, informa a Folha de S. Paulo.

Ciro teria a missão de impedir o crescimento do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos. E o trabalho seria recompensado com um ministério a partir de 2015, caso Dilma seja vitoriosa nas próxima eleições.


Créditos ao site Ceará News.

TRE decide pela cassação do prefeito e vice de Itaitinga

 Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, na sessão desta segunda-feira (07), sob a presidência do desembargador Antônio Abelardo Benevides Moraes, deu provimento ao Agravo Regimental na Ação Cautelar nº 123 para cassar o prefeito e a vice-prefeita do município de Itaitinga, Abel Cercelino Rangel Júnior e Erivanda Nogueira de Sousa Serpa, respectivamente.

Os dois haviam sido cassados pelo Juízo da 57ª Zona Eleitoral, em Ação de Investigação Judicial Eleitoral, por abuso de poder econômico, nas eleições de 2012, e se mantiveram no cargo através de liminar.

Na decisão do Agravo Regimental, que manteve a cassação do prefeito e vice de Itaitinga, os juízes da Corte do TRE/CE que votaram pelo provimento foram Francisco Mauro Liberato, Joriza Magalhães, Luís Praxedes e o desembargador Francisco Figueria Mendes, tendo sido vencido o voto do relator, juiz Cid Marconi Gurgel.

A decisão será cumprida após a sua publicação no Diário da Justiça. Até que o recurso do prefeito e vice de Itaitinga sejam julgados, eles ficarão afastados dos cargos.


Créditos ao site Ceará News.

Lixo na rua incomoda os moradores



Os moradores da Rua Araibu, próximo ao centro da cidade de Russas, estão reclamando da ausência do caminhão que transporta o lixo, pois há dez dias aproximadamente não passa para levar o lixo. Os moradores não têm aonde guardar, por isso colocam em sacos plásticos, jogam nas calçadas e conseqüentemente serve para que os porcos rasguem os sacos e espalhem o lixo na rua. 






Chuva causa transtorno em Russas



Fortes chuvas que caíram sobre a cidade de Russas causaram alagamentos no centro da cidade, dificultando o tráfico de veículos motorizados e também para as pessoas que caminham pelas ruas, isso mostra a falta de estrutura de saneamento para que possa escoar as águas.


Confira os jogos desta segunda-feira

Campeonato Inglês
16h00 - Tottenham X Sunderland SUN     

Campeonato Italiano
16h00 - Genoa X Milan

Campeonato Português    
16h00 - Benfica X Rio Ave

Campeonato Espanhol     
17h00 - Levante X Athletic Bilbao
G1

Fortaleza: aos olhos estrangeiros, a cidade da exploração sexual infantil



Fortaleza tem alto índice de exploração sexual infantil. Basta dar uma volta nos entornos da Arena Castelão, palco dos jogos da Copa do Brasil, para encontrar diversas crianças e adolescentes recebendo trocados para se prostituir. Foi o que mostrou a reportagem da CNN, canal a cabo norte-americano.

Além do Castelão, outros locais que são pontos de exploração sexual são: Barra do Ceará, Praia do Futuro e Praia de Iracema. “Na Praia de Iracema é mais velado, mas disfarçado. Mas nos outros cantos é a olho nu. Você passa por ali e vê”, enfatizou Cecília Gois, assessora comunitária do Centro de Defesa de Crianças e Adolescentes (Cedeca).

No Castelão, há uma espécie de acordo entre travestis e adolescentes sobre o horário. Durante a noite, travestis se prostituem nas imediações do estádio, deixando o resto do dia para quem quiser. Dessa forma, crianças e adolescente são alvos em plena luz do dia.

De acordo com a titular da Delegacia do Combate de Exploração de Crianças e Adolescentes (Dececa), Ivana Timbó, houve uma blitz durante a madrugada da última sexta-feira (4) para fechar possíveis prostíbulos e resgatar vítimas. Além disso, as delegacias estão trabalhando juntas nesta ação. “O problema é que há poucas denúncias e as adolescentes ou crianças não se sentem vítimas da situação”, explicou.

Reincidência e atendimento

Os motivos que levam meninos e meninas dessa faixa etária para as ruas em troca de dinheiro são, geralmente, relacionados com a renda. Muitas vezes, os pais ou parentes próximos é que incentivam essa prática, chegando a obrigá-los a se prostituir.

“Sabemos que tem meninas que vão para casa a casa [após ficarem nos abrigos] e voltam [para as ruas]. Elas acabam acessando a rede várias vezes. Acaba reincidindo sim, porque há muita pobreza, falta de acesso aos direitos básicos. Isso contribui e estimula essa situação de Fortaleza, que não está fácil”, desabafou Cecília.

Ela ainda apontou que as políticas públicas para o combate da exploração sexual piorou em Fortaleza. “A cada ano que passa, o programa da Rede Aquarela tem o orçamento reduzido. Dessa vez, foi cerca de 20%. E isso é um retrocesso. O orçamento vem de recursos nacionais e municipais”.

Matéria internacional

Repórter da CNN percorreu o perímetro do Castelão e encontrou com diversos personagens em tal situação. Além disso, em seu relato, ressalta que não foi atendimento pelas autoridades municipais, sendo somente recebido por entidades sem fins lucrativos, como o Pequeno Nazareno e congregação católica Irmãs da Redenção, que cuidam das vítimas da exploração dentre outros problemas.

Sobre a situação da Copa, há possibilidade do aumento de crianças e adolescentes nas ruas da capital cearense, tendo em vista o grande número de visitantes. Cerca de 600 mil estrangeiros são esperados. De um lado, explorados criam expectativas em lucrar em cima de cada interessados na prostituição. Do outro, o governo tenta amenizar a imagem negativa e ressaltar as belezas naturais. Somente após a Copa, os fortalezenses saberão as verdadeiras consequências.

Fonte: Tribuna do Ceará

Apenas 25% dos contribuintes do Ceará já declararam o Imposto de Renda



Faltando menos de um mês para o fim do prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda (IR), apenas 25,9% dos contribuintes do Ceará já acertaram as contas com a Receita Federal. O prazo vai até o dia 30 de abril.

De acordo com o órgão, até as 10h40 desta segunda-feira (7), 155.428 pessoas tinham enviado suas declarações. Quem perder o prazo para enviar a declaração paga uma multa mínima de R$ 165,74.

Até as 17h da última quinta-feira (3), mais de 6,4 milhões de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) foram enviadas à Receita Federal por contribuintes de todo o País. De acordo com o órgão, a maioria das pessoas deixa para a última hora e declara nos últimos 15 dias de prazo.

Como declarar

A declaração pode ser enviada pela Internet, através do Programa Gerador de Declaração, disponível no site da Receita ou pelos aplicativos para iOS e Android.


Segundo a Receita, estão obrigadas a apresentar a declaração as pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 25.661,70 em 2013 (ano-base para a declaração do IR deste ano). O valor foi corrigido em 4,5% em relação ao ano anterior, conforme já havia sido acordado pela presidente Dilma Rousseff.

Emails falsos

Em nota oficial, a Receita afirmou que a Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) continua sendo motivo para golpes na Internet. O órgão reforçou o alerta para que contribuintes não abram, nem respondam mensagens que chegam em suas caixas eletrônicas em nome do órgão.

A Receita Federal reforça o alerta de que não envia e-mails sem autorização do contribuinte e nem autoriza parceiros e conveniados a fazê-lo em seu nome.

Fonte: Diário do Nordeste

Estradas registram 53 acidentes e deixam 47 feridos no Ceará no fim de semana

As estradas cearenses registraram 53 acidentes, desde o último sábado (05) até domingo (06). O primeiro fim de semana do mês de abril deixou 47 feridos e 8 mortos em todo o Estado.

Nas rodovias estaduais, um caminhão capotou no km 532 da CE-060. O acidente ocorreu no município de Barbalha, a 507 km da Capital, por volta das 16h20 do último sábado (05). O motorista e o passageiro morreram. Ainda no sábado, um atropelamento ocorreu por volta das 18h30, no km 7 da CE-241, também em Barbalha. 

No domingo (06) foram registrados dois acidentes. Um homem faleceu depois de sua moto se chocar com um poste por volta das 1h40, no km 7 da CE-040, em Fortaleza. Em Pindoretama, um carro colidiu com uma moto, por volta das 20h, no km 7 da CE-454. O motorista do carro fugiu após o acidente.

Nas rodovias federais, duas colisões frontais ocorreram no sábado. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), esse é o tipo de colisão responsável pelo maior número de acidentes graves no Ceará. Uma bicicleta e uma moto colidiram no km 529 da BR-116, em Jati, a 524 km da Capital. O choque aconteceu por volta das 20h e condutor da moto faleceu. 

Já no km 326 da BR-020, em Caridade, a 97 km de Fortaleza, um veículo se chocou com uma motocicleta. O motorista do veículo, que tinha 33 anos, veio a óbito. 

Além dos acidentes, 4 pessoas foram presas por dirigirem alcoolizadas nas rodovias federais e 6 tiveram suas Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) recolhidas.

Fonte: Diário do Nordeste

Homem é preso no AC com 90 cápsulas de cocaína no estômago




Raio-X revela cápsulas com cloridrato de cocaína em homem. 
Rapaz de 27 anos pretendia levar a droga para Barcelona, na Espanha.


Uma blitz de rotina realizada pelo Polícia Rodoviária Federal do Acre (PRF-AC) prendeu um homem, de 27 anos, natural do estado do Amazonas (AM), que havia engolido ao menos 90 cápsulas de cloridrato de cocaína. De acordo com a PRF, o homem vinha do Peru, por Brasiléia (AC) com destino a Barcelona, na Espanha. A apreensão foi realizada no quilômetro 132, da Via Verde, em Rio Brancona noite de sábado (5).
Segundo o inspetor da PRF, Henzio Albuquerque, os agentes desconfiaram de um táxi que vinha de Brasiléia com destino ao aeroporto da capital e abordaram o veículo. "Isso é uma abordagem de praxe. Os agentes pararam o veículo, verificaram os documentos do motorista e desconfiaram de um homem que estava com a aparência pálida. Então, fizeram algumas perguntas e ele entrou em contradição", explica.
O inspetor diz que esse tipo de delito já é conhecido pela PRF. "Os policiais desconfiaram que havia algo errado com o homem. Então, ele foi levado para o Pronto-Socorro de Rio Branco e lá foi detectado no raio-X que ele tinha realmente ingerido a droga. Ele [o acusado] declarou que eram 80 cápsulas, mas no hospital ele expeliu 90. Ele levou o dia de domingo [6] todo para expelir toda a droga", diz.



Albuquerque diz ainda que após expelir a droga, o homem foi encaminhado para a sede da Polícia Federal (PF). "Ele foi  transferido para a sede da PF em Rio Branco, onde foi lavrado o auto de flagrante para em seguida ser transferido para o presídio. Após isso, ele ficará aguardando a decisão da Justiça", finaliza.
Créditos G1


Alagoano que roubou ônibus no Rio admite que tinha bebido cachaça



O alagoano José Gilson dos Santos, de 25 anos, que roubou um ônibus e dirigiu por quartro quilômetros na madrugada desta segunda-feira (7), na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio, contou ao G1 que cometeu o crime porque queria apenas o dinheiro arrecadado para voltar para Alagoas, onde nasceu. Disse que precisava de R$ 380, o valor da passagem. Com lágrimas nos olhos, reconheceu que tinha bebido cachaça antes do crime, mas afirmou ter consciência do que estava fazendo.

"O cara [motorista] deixou o ônibus ligado. Eu já dirigi ônibus, caminhão, carro pequeno, moto. Desde 2007, meu ex-sogro tem um caminhão e ele me ensinou. Eu não sabia que ele ia parar o ônibus ali. Foi sem esperar", disse o suspeito, que jura não ter planejado o roubo.
José Gilson disse que chegou a oferecer para o motorista um pneu de moto que tinha achado no lixo em troca de dinheiro. "Eu ia pegar o dinheiro e iria direto pra rodoviária. Eu não queria o ônibus, só o dinheiro mesmo pra eu ir embora. O ônibus eu ia deixar lá mesmo. Eu tirei o ônibus do lugar para quando ele [motorista] viesse ele não me visse. Eu pensei que tirando daria tempo de caçar o dinheiro. Certo é certo, vou mentir por quê? A minha mãe sofre noite e dia porque não tem condições de mandar o dinheiro da passagem pra mim."
Segundo a delegada assistente de 32ª DP (Taquara), o alagoano vai responder por furto simples. A pena para o crime varia de um a quatro anos. Uma fiança no valor de R$ 800 foi estabelecida, mas ninguém tinha quitado até as 14h desta segunda.
Vivendo na rua
Morador de rua há um ano e meio, contou que veio para o Rio procurar emprego. Para sobreviver, comia alimentos que encontrava nos lixos. "Já vivo há um ano e seis meses dormindo na rua. Cato latinhas, pet, faço bico. Olha, as minhas mãos estão suja de graxa. Todo mundo sabe na Cidade de Deus, Curicica, porque eu já morei ali. Aqui eu não tenho parente nenhum, família nenhuma."
O alagoano contou que uma pessoa que conheceu em Madureira, na Zona Norte, jogou os documentos dele fora sem querer. "Eu deixei os meus documentos em uma birosca lá em Madureira, mas quando a senhora dele [dono da birosca] chegou e foi fazer a limpeza, ai ela pegou a sacolinha branca, sem olhar o que tinha dentro, e colocou no lixo. A minha mãe é de Alagoas, de uma cidade perto de Maceió. Eu liguei pra minha mãe ir em Campo Alegre, onde eu nasci, para pegar a segunda via do registro. Mas está muito difícil. Ninguém quer dar emprego para a pessoa que não tem documento, esse povo fica com medo, desconfiado. A pessoa fica só trabalhando de bico, pra ganhar R$ 30, R$ 40 e, as vezes, só um prato de comida", declarou o pai de um menino de três anos, dizendo que a família nãCoração a três mil', diz motorista
Todos os passageiros já haviam desembarcado do ônibus quando ele foi roubado. O coletivo estava parado no ponto final após sua última viagem do dia, quando o motorista Ivaldo Brasil desceu para ir ao banheiro. Na volta, moradores deram o alerta ao condutor, mas o veículo já havia desaparecido.
"O coração foi a três mil. Eu corri, entrei na Cidade de Deus e perguntei: Você viu um ônibus passando por aqui?", contou o motorista.
Sujo e sem camisa, o homem chamou atenção de policiais militares na rua. O coletivo foi parado quase 4 km depois, longe do trajeto que fazia entre a Gávea e a Cidade de Deus. De madrugada, o suspeito prestou depoimento na delegacia.
Depois de recuperar o ônibus, o motorista, que trabalha na linha há mais de 10 anos, contou que estava aliviado. "Imagina se essa pessoa atropela uma criança, uma família ouc alguém?"o sabe que ele foi preso.
Créditos g1


Cruzeiro de Limoeiro do Norte vence Russas e conquista título da Copa Jaguaribana de Futsal

Resultado da Final da 14ª Copa Jaguaribana de Futsal realizado em Alto Santo, Organizado pela Liga de Futsal de Limoeiro do Norte:
LIMOEIRO 5 X 3 RUSSAS
Celinho de Limoeiro dividiu a artilharia com Leon Matheus de Alto Santo com 5 gols cada.
Queremos agradecer a todos os patrocinadores que acreditaram na nossa Seleção.  


Aconteceu neste sábado, 05, no Ginásio Lafaiete Anselmo, na cidade de Alto Santo a grande final da 14ª Edição da Copa Jaguaribana de Futebol de Salão Adulto Masculino, promovida pela Liga de Futsal de Limoeiro do Norte, presidida pelo professor Raginilson Santiago.

Cruzeiro de Limoeiro e Russas protagonizaram um espetáculo cheio de emoções e rivalidade, onde o time limoeirense levou a melhor e venceu pelo placar de 5 a 3, com gols assinalados por Celinho, Darlleu, Mardônio e Elan (Duas vezes). Descontaram para o time do Secretário de Esportes Reiginaldo Cruz , os atletas Kauã, Joel Lucas e Marcelo.

Além do título, o Cruzeiro contou também com o goleador da competição, o atleta Celinho do Espinho com 05 gols, que dividiu a artilharia com o atleta Leon Mateus do Alto Santo. Já o melhor goleiro do campeonato foi o atleta Elan Bruno de Russas.

A equipe campeã e vice foram premiadas com troféus e medalhas, bem como receberam os valores em dinheiro de R$ 1.680,00 e R$ 840,00 respectivamente.
Competição

A competição contou com a participação de 08 equipes, divididas em duas chaves, ficando o grupo “A” composto por Cruzeiro/Limoeiro, Russas, Quixeré e Sport de Tabuleiro; e o grupo “B” formado por Alto Santo, Jaguaribara, Potiretama e Iracema.

As disputas da chave “A” aconteceram durante os dias 11, 13 e 15 de fevereiro deste, na Quadra Hermínio Pereira, comunidade de Maria Dias, zona rural de Limoeiro do Norte, sendo que desse grupo se classificaram Cruzeiro na primeira posição e Russas na segunda.

Já os jogos da chave “B”, foram disputados na cidade de Alto Santo, nos dias 13, 14 e 15 de março, onde avançaram Alto Santo na primeira colocação e Jaguaribara na segunda.

A fase final aconteceu na cidade de Alto Santo, pelo fato do time alto santense ter conquistado a melhor campanha da primeira fase na classificação geral. Nessa etapa, Cruzeiro venceu Jaguaribara por 3 a 0, e Russas desbancou a equipe anfitriã pelo placar de 3 a 1, nas semifinais, e na grande final Cruzeiro venceu Russas por 5 a 3 e ficou com o título.

A Copa Jaguaribana de Futsal acontece anualmente na Região, e tem por objetivo promover a interação entre atletas, desportista e equipes do vale, com o intuito de movimentar o futebol da bola pesada bem como condicionar a descoberta e revelação de talentos do futsal jaguaribana.

Por/Cláudio Moura
Informações: Adriano Moura  ALTO SANTO.

Três acidentes de trânsitos registrado na noite de domingo em limoeiro.


acidentes aconteceram neste domingo, dia 06,  o Primeiro por volta das 19h50min, na Localidade de Várzea do Cobra, ocorreu um acidente envolvendo uma motocicleta conduzida por Raimundo Pedro de Lima Filho, 37 anos, residente no bairro Bom Nome, em Limoeiro do Norte-CE, que colidiu com uma bicicleta, conduzida por Antonio Reginaldo da Silva, 39 anos, residente no Bairro Santa Luzia, em Limoeiro do Norte. As vítimas foram socorridas para o Hospital Regional de Limoeiro do Norte-CE com escoriações consideradas leves.


Ja por volta das 20h45min, na Rua Sabino Roberto, ocorreu um acidente envolvendo uma motocicleta Honda/BIZ de placa HUE-4293, conduzida por Antonio Atevaldo de Sousa, 54 anos, natural de Quixadá-CE, o qual chocou-se na traseira de um veículo que estava parado em frente ao Hospital Regional, sendo o mesmo socorrido ao hospital, apresentando quadro de inconsciência. 


O Terceiro acidente aconteceu  por volta das 22h, no Bairro Bom Nome, ocorreu um acidente de transito(queda de moto), tendo como vitima a jovem Nayara Kelly Da Silva Bezerra, 21 anos, residente no Multirão das Flores/Limoeiro do Norte-CE,  que pilotava a moto Honda CG-150 Titan KS de cor preta, de placa HYV-7069, e sofreu várias escoriações pelo corpo sendo socorrida pelo SAMU, ao Hospital Regional de Limoeiro do Norte-CE.
Créditos plantão policial de limoeiro.

Projeto que torna corrupção crime hediondo pode ser votado nesta semana

Como parte do esforço concentrado que será feito na semana próxima semana para destravar a pauta de votações , a Câmara dos Deputados pode votar um projeto de lei que torna a corrupção crime hediondo. Proveniente do Senado, onde foi aprovado em junho de 2013, a proposta foi uma resposta do Parlamento às manifestações que tomaram conta do país no ano passado. Se aprovado sem alterações, o projeto vai a sanção presidencial. Se for alterado na Câmara, retorna ao Senado.

Caso o projeto seja aprovado, serão incluídos na Lei dos Crimes Hediondos (8.072/90) os delitos de corrupção ativa e passiva, peculato (apropriação pelo funcionário público de dinheiro ou qualquer outro bem móvel, público ou particular), concussão (quando o agente público exige vantagens para si ou para outra pessoa), excesso de exação (nos casos em que o agente público desvia o tributo recebido indevidamente). O projeto também torna crime hediondo o homicídio simples e suas formas qualificadas.


O projeto também altera o Código Penal para aumentar a pena desses delitos. Com isso, as penas mínimas desses crimes ficam maiores e eles passam a ser inafiançáveis. Os condenados também deixam de ter direito a anistia, graça ou indulto e fica mais difícil o acesso a benefícios como livramento condicional e progressão do regime de pena.


Com a mudança as penas para estes delitos passam a ser de quatro a 12 anos reclusão, e multa. Em todos os casos, a pena é aumentada em até um terço se o crime for cometido por agente político ou ocupante de cargo efetivo de carreira de Estado.


A lei atual determina reclusão de dois a 12 anos e multa para os delitos de corrupção ativa e passiva e de peculato. Para concussão, a pena vigente hoje é reclusão de dois a oito anos e multa. Já o excesso de exação, no caso incluído na proposta, é punido hoje com reclusão de dois a 12 anos e multa.


Créditos Ceará News.




Quixadá > Um registro fotográfico feito pelo casal Demir Drinks e Davinha Almeida está atraindo a curiosidade de quem acessa a fanpage Distrito Califórnia, de moradores dessa comunidade rural, situada a cerca de 20Km do Centro de Quixadá. O casal conseguiu captar a imagem de uma “luz estranha” na noite do último sábado, dia 5. Eles estavam na praça da vila do distrito quando avistaram o movimento no céu. Alguns acreditam tratar-se de um OVNI.

A aparição deverá ser um dos assuntos  discutidos nesta segunda-feira, 7, no encontro de ufólogos e apreciadores do tema, realizado nas noites do primeiro dia da semana, no Fancine Quixadá, situado ao lado da Igreja Matriz Jesus Maria José, no Centro desta cidade. A reunião, aberta ao público, começa às 19 horas. Os organizadores apresentam vídeos e discutem a existência de vida além da Terra.

Créditos ao Blog Diário DO Sertão.

EM QUIXERAMOBIM > Mãe encontra boca de fumo dentro de sua própria casa





Quixeramobim > Neste domingo, a polícia registrou uma denuncia curiosa. Uma dona-de-casa ligou para o 190, telefone de urgência da Polícia Militar, informando que havia encontrado uma barra de maconha e ainda uma balança de precisão. Os policiais ficaram ainda mais surpresos quando ela disse que a droga pertencia a seu filho, um estudante adolescente de 17 anos.
Uma equipe da Polícia Militar seguiu até a residência, situada no bairro Monteiro de Moraes, na periferia de Quixeramobim, onde apreendeu o adolescente, a droga, cerca de 140 gramas, e o equipamento utilizado para pesar a maconha. Ele se recusou a informar quem lhe forneceu o material e há quanto tempo utilizava a casa de sua mãe como boca de fumo

Em Quixadá, outra denúncia, levou uma equipe da Polícia Militar a prender o operário Mateus Sousa Silva, 21 anos, conhecido pelo apelido de “Chapa”. Segundo o Centro de Operações Policiais Militares (Copom) do 9º BPM, ele estava comercializando drogas nas proximidades do Balneário Cedro Clube, no Centro da cidade. Em poder dele foram encontrados nove papelotes de cocaína.
Créditos ao Blog Dário do Sertão.

Irmãos são assassinados em bar de Sobral

Os irmãos Cléber Mendes Carneiro, de 29 anos, e Francisco Tibério Mendes Carneiro, 25, foram assassinados na noite deste domingo (7), em Sobral. As vítimas estavam em um bar, no bairro Sumaré, quando dois homens em uma moto preta passaram e efetuaram vários disparos.
 
Segundo o Comando do Policiamento do Interior (CPI), as vítimas chegaram a ser socorridas pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) ao Hospital da Santa Casa, porém não resistiram. 
 
José de Anchieta Ferreira Pereira, de 36 anos, também estava no local do crime e foi atingido com um tiro na mão esquerda. Nenhum suspeito do caso foi preso. 
DIÁRIO DO NORDESTE

Mercado prevê mais inflação e menos crescimento econômico em 2014

As expectativas dos economistas dos bancos para a economia brasileira pioraram na semana passada. Segundo o boletim Focus, relatório divulgado pelo Banco Central com as estimativas das instituições financeiras, a previsão para o PIB deste ano ficou menor, enquanto a estimativa de inflação cresceu.

De acordo com o levantamento do BC, feito com mais de 100 bancos, a previsão para o IPCA (considerado a "inflação oficial" do país) de 2014 passou de 6,3% para 6,35%. Foi a quinta elevação consecutiva deste indicador. Para 2015, a expectativa dos analistas para a inflação avançou de 5,80% para 5,84%.

Com o novo aumento na previsão para o IPCA deste ano, a estimativa do mercado financeiro para a inflação de 2014, portanto, se aproxima mais ainda do teto de 6,5% vigente no sistema de metas. Nos últimos quatro anos, a inflação tem oscilado ao redor de 6%. Em 2010, somou 5,91%, passando para 6,50% em 2011, para 5,84% em 2012 e para 5,91% no último ano.

Sistema de metas

Pelo sistema que vigora no Brasil, o BC tem que calibrar os juros para atingir metas preestabelecidas, tendo por base o IPCA. Para 2014 e 2015, a inflação tem de ficar em 4,5%, com um intervalo de tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Desse modo, o IPCA pode oscilar entre 2,5% e 6,5% sem que a meta seja formalmente descumprida.

A perspectiva do mercado financeiro é que a alta de juros, realizada na semana passada pelo Banco Central, não seja a última elevação no ano da taxa básica da economia brasileira – que vem avançando desde abril do ano passado para conter pressões inflacionárias. Para o fechamento de 2014, a previsão dos analistas para a taxa de juros permaneceu em 11,25% ao ano e, para o final de 2015, ficou estável em 12% ao ano.


Crescimento do PIB

Para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2014, a previsão dos economistas recuou de 1,69% para 1,63% na última semana. Foi o segundo recuo seguido deste indicador.

O crescimento previsto para 2014 segue abaixo do estimado no orçamento federal – de 2,5% – e também está menor do que a previsão feita pelo BC no mês passado (2%). Para 2015, a perspectiva de expansão da economia brasileira, feita pelos analistas do mercado financeiro, ficou inalterada em 2% de alta.

O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos em território brasileiro, independentemente da nacionalidade de quem os produz.

Câmbio, balança comercial e investimentos estrangeiros

Nesta edição do relatório Focus, a projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2014 recuou de R$ 2,46 para R$ 2,45 por dólar. Para o fechamento de 2015, a estimativa dos analistas dos bancos para o dólar permaneceu em R$ 2,55.

A projeção para o superávit da balança comercial (exportações menos importações) em 2014 caiu de US$ 4,25 bilhões para US$ 4 bilhões na semana passada. Para 2015, a previsão de superávit comercial permaneceu em US$ 10 bilhões.

Para 2013, a projeção de entrada de investimentos estrangeiros diretos no Brasil subiu de US$ 59 bilhões para US$ 60 bilhões. Para 2015, a estimativa dos analistas para o aporte de investimentos estrangeiros ficou inalterada em US$ 55 bilhões.

Fonte: G1

Locutor é ocutor ameaçado com faca após negar música no RS




O radialista Jair Wathier teme uma represália por parte do homem que ingressou na sede da estação em que trabalha e ameaçou lhe agredir com uma faca. Segundo o locutor, o fato inusitado ocorreu na tarde de sexta-feira (4) em Giruá, no Noroeste do Rio Grande do Sul, quando ele estava no ar e negou um pedido para tocar uma música tradicionalista gaúcha. Ninguém se feriu.

"Tenho medo de que ele possa fazer alguma coisa contra a minha família. Tenho um filho de 3 anos e essa falta de segurança me preocupa", diz Wathier. A polícia faz buscas ao suspeito.

O áudio que foi ao ar pouco depois dos momentos de tensão entre o locutor e o ouvinte mostram que ele pediu ajuda à Brigada Militar (escute ao lado). O agressor fugiu do local em um táxi, e até o momento não foi encontrado. Segundo polícia, ele tem antecedentes por tráfico de drogas. A Polícia Civil investiga o caso.

"Ele veio em minha direção, puxou a adaga dele e tentou me executar. A única coisa que eu pude fazer é dizer: ´por favor não faça uma coisa dessas´. Eu implorei, ´pelo amor de Deus, não faça isso´", contou o locutor, que trabalha há 20 anos na rádio e diz nunca ter presenciado algo parecido.

A confusão começou quando o homem pediu que o radialista tocasse "Corpo Esgualepado", do cantor tradicionalista Xirú Missioneiro. No entanto, outra música foi colocada no ar. Revoltado, o homem invadiu o local e ameaçou Wathier. De acordo com a polícia, apenas duas pessoas estavam na rádio naquele momento: a secretária e o locutor.

"As marcas dos cortes profundos estão aqui na minha mesa, mas as lembranças vão ficar pra sempre na minha cabeça", contou o locutor, enquanto exibia marcas das facadas na mesa

Wathier conseguiu abrir o áudio do microfone e pediu ajuda. "Para com isso, Chico!", apelou o radialista. Enquanto isso, o agressor gritava: "Está tudo errado. Bagaceira".

Antes de sair do estúdio, o homem desferiu golpes de faca na mesa. Logo em seguida, é possível ouvir Wathier se desculpando aos demais ouvintes da região.

"Que homem louco, o Chico. O cara chegou aqui e puxou uma faca. Pessoal da Brigada [Militar]... Muito bem, o agressor foi embora. Estamos bem, graças a Deus, tivemos um ouvinte que não gostou da música que rolamos, chegou aqui e puxou uma faca. Agora será encaminhada para as nossas autoridades", completou, ao vivo, esclarecendo o ocorrido.

Fonte: G1

Homem rouba ônibus no Rio para visitar a família no Nordeste





Um homem aproveitou a distração do motorista de um ônibus para roubar o veículo na Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio, neste domingo (6). Como mostrou o Bom Dia Rio, ele disse à polícia que iria viajar para o Nordeste e usaria cerca dos R$ 350 que estavam no caixa para financiar a viagem.

Todos os passageiros já tinham desembarcado do veículo quando ele foi roubado. O ônibus estava parado no ponto final e era a última viagem do dia para o motorista Ivaldo Brasil, que desceu para ir ao banheiro. Na volta, moradores deram o alerta, mas o veículo já tinha desaparecido.

"O coração foi a três mil. Eu corri, entrei na Cidade de Deus e perguntei: você viu um ônibus passando por aqui?", contou o motorista Ivaldo Brasil.

Sujo e sem camisa, o homem chamou atenção de policiais militares na rua. O ônibus foi parado quase quatro quilômetros depois, longe do trajeto que fazia entre a Gávea e Cidade de Deus.

De madrugada, o suspeito, que não teve o nome divulgado, prestou depoimento na delegacia. Depois de recuperar o coletivo, o motorista, que trabalha na linha há mais de dez anos, contou que estava aliviado com a recuperação do veículo.

"Imagina se essa pessoa atropela uma criança, uma família ou alguém", disse o motorista.

Fonte: Diário do Nordeste

De janeiro a abril: 27 mortos em assaltos no Estado

Levi de Freitas
Chegou a 27 o número de pessoas vítimas de latrocínio (roubos seguidos de morte) ou em tentativas de assalto no Ceará em 2014. Na noite do último sábado (5), uma mulher foi assassinada no bairro Messejana, em Fortaleza, após ser abordada por dois homens em uma motocicleta. Antônia Sheyla Nunes da Silva, 27, que estava grávida de três meses, foi atingida por um tiro na nuca quando se dirigia a uma pizzaria com familiares.

A vítima foi sepultada na tarde de ontem no cemitério Jardim Metropolitano, no Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza, sob forte comoção.

De acordo com parentes da vítima, ela saiu de casa com a mãe, Franceli Nunes, para uma celebração religiosa. O veículo, segundo contou a família, havia sido quitado no começo deste ano. Por volta de 19h30, as duas passaram na casa do tio de Sheyla, Francisco de Assis Nunes, para ir à missa. No local, entretanto, as pessoas já haviam saído. Diante disso, Sheyla chamou uma prima que ainda estava em casa, cuidando do filho de cinco meses, para irem juntas a uma pizzaria. A viagem não teria volta para a motorista.

Assaltantes

Chegando na rua Professor José Henrique, por volta das 20h, o veículo em que as mulheres e o bebê estavam foi abordado por dois assaltantes armados, guiando uma motocicleta. Com o anúncio do assalto, Sheyla, em um ato de desespero ou mesmo de susto, abaixou a cabeça e acelerou. Os indivíduos efetuaram disparos e fugiram sem levar nada das vítimas.

Um dos tiros acertou a nuca da mulher, saindo pela boca. Sheyla ainda guiou o veículo por alguns metros. Ferida, parou o carro e desceu, pedindo socorro. Dentro do carro, o bebê chorava e as mulheres tentavam entender o que acontecia.

Sheyla ainda foi levada ao Frotinha de Messejana por um popular, mas não resistiu ao ferimento e morreu a caminho do hospital. O crime aconteceu próximo ao local onde Raphael Lopes Máximo, 28, também foi assassinado em uma tentativa de assalto, no dia 23 de março.

Cláudio, o tio que viu Sheyla pela última vez minutos antes da ação criminosa, elenca em palavras o sentimento da família com a partida precoce da mulher. "Ela era uma boa filha, boa irmã, boa sobrinha, boa neta. Você vê o quanto ela era querida pela quantidade de gente aqui", disse, apontando para as pessoas no velório. A vítima trabalhava com o pai no Centro de Fortaleza, comercializando produtos para calçados.

A família, enlutada e revoltada, só pedia por Justiça. "Cadê a Justiça? No fim das contas, quem paga os impostos é que sofre, enquanto eles (criminosos) estão soltos", afirmou outro familiar da vítima.

Em 2014, já foram registrados 27 roubos seguidos de morte no Estado do Ceará, segundo dados preliminares da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Destas mortes, 21 ocorreram em Fortaleza ou na região metropolitana da Capital. Também foram registradas mortes nos municípios de Juazeiro do Norte, Bela Cruz, Trairi, Itapajé, Iguatu e Quixeramobim.

Até 31 de março deste ano, já foram registrados 1.238 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) em todo o Estado, em números, também ainda não consolidados, da SSPDS. Os casos são referentes a homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte.

Vitimização

De acordo com o sociólogo e professor da Universidade Estadual do Ceará (UECE), Geovani Jacó, a violência no Estado é um reflexo da vitimização da própria sociedade. Do ponto de vista do sociólogo, "a sociedade está sendo duplamente vitimizada. De um lado, o cidadão. Do outro, o indivíduo criação da violência", considerou o professor.

Para Geovani, a sociedade está entrando em uma "encruzilhada", onde será necessário decidir entre segregar o território ou tomar uma atitude contra os fatores que favorecem o crime.

"Ou a gente perde para o crime organizado, no sentido de chegar numa situação de barbárie, de descontrole social e de apartação da cidade extremamente violenta, ou entramos em um cenário da retomada do controle das políticas, no sentido de ação coletiva do Estado como mediador, como promotor de políticas, como ocupação da cidade", defendeu.

O sociólogo diz ainda que "a violência é consequência das políticas excludentes". Giovane crê que, quando existem políticas públicas de enfrentamento à violência, elas beneficiam apenas uma faixa social, em detrimento das periferias e das regiões de onde o crime se origina.

"A pacificação da sociedade se faz com distribuição de oportunidade para todos os participantes e não apenas a construção de políticas sociais visivelmente beneficiadoras apenas de algumas regiões. Esta medida é tão cruel e violenta quanto o próprio cenário que tem eliminado as pessoas. Ou vamos para a barbárie ou vamos buscar construir o que é possível", finalizou.

Sem resposta

Até o fechamento desta edição, os acusados de atirarem e matarem Sheyla Nunes não haviam sido identificados ou presos. A reportagem tentou contato com o diretor da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Luiz Carlos Dantas, mas as ligações não foram atendidas. Já o diretor adjunto da DHPP, delegado Ricardo Romagnoli, atendeu o telefone, mas alegou não poder responder a solicitação da reportagem no horário em que foi localizado, por volta de 20h de ontem.

Fonte: Diário do Nordeste

Ceará teve 10 casos de estupro por semana em 2013



Entre janeiro e fevereiro deste ano, 66 mulheres foram vítimas de estupro no Ceará. Em 2013, foram 536 casos, o que corresponde a mais de 10 registros por semana. Os dados da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) expõem uma situação de violência contra o sexo feminino muitas vezes tolerada pela sociedade. Para especialistas, a causa está na cultura machista e na falta de políticas públicas de proteção à mulher.

Na última quarta-feira (2), uma dona de casa de 30 anos, grávida, deu entrada no Hospital da Mulher após ser violentada pelo marido. Segundo a coordenadora do Núcleo de Gênero Pró-Mulher do Ministério Público do Estado do Ceará, Magnólia Barbosa, a vítima tinha uma medida de proteção que impedia o agressor de se aproximar dela, mas isso não impediu que o homem destelhasse a casa dela e a agredisse. Bastante ferida e com cerca de seis meses de gravidez, a mulher corre o risco de perder a criança.


Infelizmente, o caso desta jovem mãe será mais um nas estatísticas de estupros do Estado. Somente em fevereiro, houve 38 registros, número 22,2% maior que o do mesmo período de 2013, quando houve 31. Entretanto, no comparativo de janeiro, os casos caíram 62%, com 28 casos catalogados em 2014 contra 45 no ano passado. As ocorrências de março ainda não foram divulgadas pela SSPDS. Nos outros meses de 2013, os registros não variaram muito, o que indica uma constância nos crimes denunciados.

Políticas públicas

Para a biofarmacêutica Maria da Penha Maia Fernandes, inspiradora da lei que protege as mulheres contra a violência no País, a regularidade nos casos de estupro e falta de respeito contra as mulheres tem origem na cultura machista. Tanto para ela quanto para Magnólia Barbosa, faltam políticas públicas de apoio à mulher. "A gente vê as mulheres sendo assediadas nas ruas e muitos riem, ignoram, fingem que não veem. Essa tolerância está alta porque nunca ninguém tomou providências nesse sentido. E não existe uma política pública sobre isso, nem nacional, nem estadual, nem municipal" afirmou a promotora de Justiça.

Segundo Maria da Penha, os gestores ainda precisam criar políticas públicas antimachistas que garantam o cumprimento da lei. "Somente assim é que esses crimes vão diminuir", afirmou. Entretanto, a fundadora do instituto que também leva seu nome reforça que há poucas ações sendo executadas para diminuir a violência contra a mulher, mesmo com apelos e orientações feitos antes mesmo da lei existir. "Tudo o que a lei trouxe já tinha sido conscientizado nos tratados internacionais".


Contudo, a recomendação ficou apenas "no papel". Como prova, ela lembra que a legislação só é aplicada nas capitais e nos municípios mais desenvolvidos. "Nos pequenos não existem políticas públicas. E até o ano passado existiam capitais sem um juizado da mulher", disse. Ela apela às lideranças governamentais para mudar a situação, envolvendo a sociedade de maneira prática "a partir do gestor e com ações educativas", disse.

"É uma questão social gravíssima", alerta Magnólia Barbosa. "Em vez de ter políticas para resolver os problemas sociais, joga-se tudo para as delegacias, que já não tem condições nem de atender satisfatoriamente casos de homicídios, imagine casos de abusos. É preciso que os governos apliquem políticas publicas", insiste.

Violência sexual

De acordo com a delegada Ivana Marques, que atualmente responde interinamente como titular da Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza, "qualquer conduta que constranja a mulher a manter relação sexual não desejada, mediante intimidação, ameaça, coação ou uso da força, configura violência sexual e que, além de uma conduta amoral, é criminosa, inclusive quando praticada pelo próprio marido ou namorado".


Violência sexual

De acordo com a delegada Ivana Marques, que atualmente responde interinamente como titular da Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza, "qualquer conduta que constranja a mulher a manter relação sexual não desejada, mediante intimidação, ameaça, coação ou uso da força, configura violência sexual e que, além de uma conduta amoral, é criminosa, inclusive quando praticada pelo próprio marido ou namorado".

Ela reconhece que "a sociedade brasileira está impregnada de uma cultura machista". Para ela, a implantação da Lei Maria da Penha trouxe benefícios por "expor as diversas formas de violência a que as mulheres podem ser submetidas, reclamando a intervenção estatal não somente nos casos de lesões corporais ou homicídios, mas também, nos casos de violência psicológica, moral, patrimonial e sexual".

Entretanto, para Magnólia Barbosa, "a lei funciona dentro do lar, mas essa violência é de rua", disse, referindo-se à maioria dos casos de estupro. "A lei tem apresentado mudanças em casos de violência doméstica, mas vemos agora também a violência da rua, porque os estupros acontecem lá", afirmou.

Comportamento

A promotora reforça ainda que os casos de violência sexual não estão condicionados à classe social e o comportamento machista se reproduz mesmo entre as mulheres e no ambiente jurídico. Segundo ela, quando casos de violência sexual chegam ser julgados, "a defesa sempre pergunta sobre a roupa que a mulher veste e a forma como ela cruza as pernas. Na maioria dos casos, o acusado é absolvido com a tese de que o tipo de roupa provocou o assédio. Estou cansada de ver", declarou. Magnólia Barbosa afirmou ainda que alguns criminosos tentam justificar o ato. "Muitos olham pra mim e dizem que estavam necessitados", disse.


Pesquisa

Mesmo tendo a informação corrigida na última sexta-feira (4), a pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que revelou que 26% dos entrevistados concordam com a afirmação de que mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas, levantou a discussão sobre a causa que leva à tolerância de abusos.

"É a primeira vez que se faz uma pesquisa desse nível. Ela mede o nosso nível de tolerância social contra a mulher", afirma a Magnólia Barbosa. "O que interfere para esse tipo de pensamento é a cultura machista", completa Maria da Penha. Anteriormente, o Ipea havia divulgado que eram 65,1%.

Apesar da correção do dado, o número ainda é preocupante. "Se compartilharmos desse entendimento, acabaríamos justificando que uma pessoa foi assaltada porque saiu à noite", comparou a delegada Ivana Marques. Segundo ela, esse tipo de pensamento revelado pela pesquisa contribui para a impunidade. "Algumas vítimas deixam de noticiar algum tipo de violência sexual por se sentirem culpadas, como se alguma atitude delas pudesse ter ensejado esse tipo de violência", explicou.

A titular da Delegacia de Defesa da Mulher ressaltou ainda outros pontos da pesquisa. "A maioria acredita que em briga de marido e mulher, não se mete a colher e que roupa suja deve ser lavada em casa. Tais ideias são preconceituosas, machistas e devem ser combatidas", disse.

"Em se tratando de crime sexual em situação de violência doméstica ou familiar contra a mulher, uma vez a vítima manifestando expressamente, perante a autoridade policial, seu desejo de representar criminalmente contra o ofensor, ela não mais poderá desistir da representação durante o procedimento criminal", completou a delegada.


Lei Maria da Penha apresenta conquistas

Para titular interina da Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza, Ivana Marques, a Lei Maria da Penha "veio expor as diversas formas de violência a que as mulheres podem ser submetidas, reclamando a intervenção estatal não somente nos casos de lesões corporais ou homicídios, mas também, nos casos de violência psicológica, moral, patrimonial e sexual", comemorou.

Ainda de acordo com a delegada, uma "decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de fevereiro de 2012 firmou entendimento, com efeito vinculante, de que, nos casos de lesões corporais mesmo que leves, a ação penal é pública incondicionada". Isso significa que os criminosos não dependem da autorização das vítimas para serem processados.

Machismo

Mesmo assim, Ivana Marques reconhece que há muito o que ser feito para aplicar a legislação, inclusive entre as próprias mulheres, que muitas vezes reforçam o preconceito. "Apesar da Lei Maria da Penha ter endurecido, a sociedade está muito impregnada de uma cultura machista. Tanto que muitas mulheres concordam com o fato do tipo de roupa que a mulher usa justificar um crime", afirmou.


Direitos Humanos
Comissão solicita reduzir o tempo processual

A partir de denúncia feita por Maria da Penha em 1998, a Comissão Interamericana de Direitos Humanos recomendou em 2001 que o Brasil intensificasse "o processo de reforma que evite a tolerância estatal e o tratamento discriminatório com respeito à violência doméstica contra mulheres". A Comissão sugeriu a simplificação dos "procedimentos judiciais penais a fim de que possa ser reduzido o tempo processual, sem afetar os direitos e garantias", além do estabelecimento de formas alternativas "rápidas e efetivas de solução de conflitos". A entidade pediu ainda que o Brasil incluísse nos planos pedagógicos unidades curriculares destinadas à compreensão da importância do respeito à mulher e a seus direitos reconhecidos na Convenção de Belém do Pará, bem como ao manejo dos conflitos intrafamiliares.


Créditos Site Miséria.