-->

6 de outubro de 2014

Câmara terá maior número de deputados novatos desde 1998



Câmara terá em 2015 o maior número de deputados estreantes desde 1998, ano em que Casa começou a contabilizar esse tipo de estatística. Na eleição do último domingo (5), 198 deputados (38,6%, do total de 513 parlamentares) foram eleitos pela primeira vez.
Outros 25 deputados eleitos (4,9%) não estão na legislatura atual, mas já haviam exercido o mandato em outras legislaturas (saiba quem são os 513 deputados eleitos e os 27 senadores eleitos).
PMDB é o partido com mais deputados federais novatos – são 27. Em seguida, vêm PSDB (25), PT (21) e PSB (16).
Até então, o maior índice de novos deputados na Câmara era o de 2006, quando 193 (37,6%), dos 513 deputados federais foram eleitos pela primeira vez. Na eleição de 2010, eram 189 (36,8%); em 2002, 184 (35,9%); e, em 1998, 183 (35,7%).
Segundo os dados da Câmara, 290 deputados federais (56,5% dos 513 deputados da última legislatura) foram reeleitos no último domingo (5) – esse número inclui suplentes que exerceram o mandato de 2011 a 2014. No total, 398 parlamentares disputavam a reeleição, de acordo com levantamento do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap).
DEPUTADOS NOVATOS NA CÂMARA
Ano
Deputados
Percentual
1998
183
35,7%
2002
184
35,9%
2006
193
37,6%
2010
189
36,8%
2014
198
38,6%
Fonte: Câmara dos Deputados
 De acordo com a Câmara, os números da próxima legislatura ainda não são definitivos, já que existem candidatos com recursos pendentes nos tribunais eleitorais – um desses casos é o do deputado Paulo Maluf(PP-SP), cujos votos ainda não foram contabilizados pela Justiça Eleitoral porque ele ainda recorre da decisão que barrou sua candidatura.
Outro fator que pode alterar a composição da Câmara é a possibilidade de deputados se licenciarem do mandato para assumir cargos nos governos federal e estaduais.
Os deputados federais eleitos pela primeira vez que tiveram mais votos foram Bruno Covas (PSDB-SP), com 352.708, e Clarissa Garotinho (PR-RJ), com 335.061.
Ambos são parentes de ex-governadores dos estados onde foram eleitos. Bruno é neto do ex-governador de São Paulo Mário Covas (morto em 2001). Clarissa é filha dos ex-governadores do Rio de Janeiro Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho.

Dilma inicia 2º turno reunindo apoiadores de todo o país em Brasília


A presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição, marcou reunião para esta terça-feira (7), em Brasília, com governadores eleitos e candidatos aliados para organizar apoios e palanques estaduais para o enfrentamento em segundo turno contra Aécio Neves (PSDB).

A redação do Ceará news7 entrou em contato com a assessoria dos candidatos para tentar descobrir se Camilo Santana (PT) e Eunício Oliveira (PMDB), ambos aliados da presidente, foram convidados para o encontro, uma vez que qualquer sinalização de apoio por parte de Dilma ou Lula pode ser decisiva na acirrada disputa de segundo turno pelo Governo do Estado.  

A assessoria de Camilo Santana afirmou desconhecer a articulação nacional e, até as 18h50min de hoje, ainda não retornou nosso contato. 


A equipe de Eunício Oliveira, por sua vez, apesar de não confirmar nem o convite, nem o comparecimento à reunião, afirmou ter conhecimento do encontro e informou que o senador cumprirá agenda parlamentar na capital federal amanhã.  

Atualização às 19h25

Da agenda oficial de Eunício Oliveira consta: "Viagem à Brasília: reuniões com lideranças políticas do Senado e do Governo Federal


FONTE Ceará  News

Bancada do Ceará na Câmara dos Deputados tem renovação de 45,5%

A bancada do Ceará na Câmara dos Deputados teve uma renovação de 45,5% após as eleições deste domingo (5). Isso significa dizer que menos da metade das vagas da Câmara irão ser ocupadas a partir do dia 1º de janeiro de 2015 por deputados que não exerciam o cargo até então, enquanto mais de 50% da bancada cearense será composta por deputados reeleitos.
Dentre os pleiteantes que assumirão vagas atualmente ocupadas por outros estão políticosveteranos como Moroni Torgan (DEM), que já havia exercido mandatos de 1991 a 1994 e de 1999 a 2007 na Casa, a ex-prefeita de Fortaleza Luizianne Lins (PT), com dois mandatos no Executivo Municipal de 2005 a 2012, além de ter sido vereadora e deputada estadual. Há também novatos no Legislativo Federal como Moses Rodrigues (PPS), que exercerá um mandato político pela primeira vez.

  No total dos deputados da Câmara Federal, incluindo os políticos que irão representar o Ceará e os outros estados, os eleitores optaram por renovar mais de 40% dos cargos. Com as votações nos estados, o PT continua tendo a maior bancada na Câmara, com 70 deputados. 
Candidatos eleitos que assumem novas vagas na Câmara:
Moroni (DEM)
Moses Rodrigues (PPS)
Luizianne Lins (PT)
Odorico (PT)
Cabo Sabino (PR)
Ronaldo Martins (PRB)
Adail Carneiro (PHS)
Macedo (PSL)
Vitor Valim (PMDB)
Leonidas Cristino (PROS) 

Deputados federais reeleitos:  
Genecias Noronha (SD)
José Guimarães (PT)
Domingos Neto (PROS)
Danilo Forte (PMDB)
Anibal (PMDB)
Gorete Pereira (PR)
André Figueiredo (PDT)
Raimundo Matos (PSDB)
José Airton (PT)
Balman (PROS)
Arnon Bezerra (PTB)
Chico Lopes (PC do B) 
Deputados que deixarão a Câmara em 2015:
fonte Diário do Nordeste.

Acidentes deixam 9 pessoas mortas e 42 feridas nas estradas cearenses

O Ceará registrou mais um fim de semana violento no trânsito. Segundo boletim divulgado pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE), da manhã da última sexta-feira (3), até a madrugada desta segunda-feira (6), 53 acidentes foram registrados nas rodovias estaduais. 
Somente nas últimas 48h, 8 pessoas morreram e 29 ficaram feridas em acidentes automobilísticos. Das 8 vítimas fatais, 6 envolveram motocicletas
O acidente mais grave aconteceu no município de Maranguape, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), quando duas motos colidiram na CE 354, km 275. Os condutores Antonio Weberson de Oliveira Santos, Breno Cavalcante Rodrigues e um passageiro não identificado morreram no local. 
Estradas federais registram 15 acidentes, com uma morte
 
O balanço nas estradas federais que cortam o Estado também foi violento. Nas últimas 24h, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) resgistrou 15 acidentes, com um homem, vítima deatropelamento na BR-116, km 72.
 
Ainda de acordo a PRF, outras 13 pessoas ficaram feridas em acidentes automobilísticos. 

Fonte: Diário do Nordeste




Câmara Federal tem onze deputados reeleitos e onze novos nomes


A bancada cearense na Câmara dos Deputados terá onze novos nomes na próxima legislatura. 

O número representa a metade das vagas que os Estado tem direito no parlamento nacional. 

Veja a lista dos deputados federais eleitos para representar o Ceará no Congresso Nacional.

PT: José Guimarães, Luizianne Lins, Odorico e José Airton.

PMDB: Danilo Forte, Anibal e Vitor Valim.

PROS: Domingos Neto, Leonidas Cristino e Balman

PR: Gorete Pereira e Cabo Sabino

DEM: Moroni

SD: Genecias Noronha

PDSB: Raimundo Matos

PPS: Moses Rodrigues

PSL: Macedo

PDT: André Figueiredo

PCdoB: Chico Lopes

PRB: Ronaldo Martins

PHS: Adail Carneiro

PTB: Arnon Bezerra

Classificação - Conheça a lista dos deputados federais eleitos no Ceará

Fonte: Ceará News




Tiririca é um dos deputados mais votados em São Paulo



Com quase todas as urnas de São Paulo apuradas, o humorista cearense Tiririca, candidato a deputado federal pelo Partido da República (PR), aparece como um dos mais votados do estado paulista e do Brasil, com 982 061 votos até o fechamento desta matéria (em segundo lugar, atrás apenas do candidato Celso Russomano).

Durante a campanha para reeleição, Tiririca fez sucesso nas redes sociais com propagandas bem humoradas e se envolveu com polêmicas. No final de setembro, o candidato foi processado por fazer paródia de uma música do cantor Roberto Carlos em propaganda que ele também imitava o ex-jogador de futebol Pelé.

Fonte: Diário do Nordeste

Veja a lista dos Deputados Federais e Estaduais eleitos pelo Ceará

Agência Miséria
Conheça os 22 deputados federais eleitos do Ceará:
1º - Moroni (DEM) - 6,38% - 277.6851
2º - Genecias Noronha (SD) - 5,08% - 221.006
3 º - José Guimarães (PT) - 4,73% - 205.805
4º - Domingos Neto (PROS) - 4,25% - 184.967
5º - Danilo Forte (PMDB) - 4,13% - 180.0232 
6º - Anibal (PMDB) - 3,99% - 173.733
7º - Moses Rodrigues (PPS) - 3,34% - 145.272  
8º - Luizianne Lins (PT) - 3% - 130.669
9º - Gorete Pereira (PR) - 2,97% - 129.125
10º - André Figueiredo (PDT) - 2,88% - 125.350
11º - Odorico (PT) - 2,79% - 121.290
12º - Cabo Sabino (PR) - 2,76% - 120.3036
13º - Ronaldo Martins (PRB) - 2,71% - 117.819
14º - Adail Carneiro (PHS) - 2,62% - 113.878
15º - Macedo (PSL) - 2,47% - 107.397
16º - Raimundo Matos (PSDB) - 2,18% - 95.099
17º -  José Airton (PT) - 2,16% - 94.036
18º - Vitor Valim (PMDB) - 2,12% - 92.477 
19º - Leonidas Cristino - 2,05% - 89.300
20º - Balman - 2,01% - 87.632
21º - Arnon Bezerra (PTB) - 1,94% - 84.474
22º - Chico Lopes (PC do B) - 1,85% - 80.411

Saiba quem são os novos 46 deputados estaduais

 
1) Aderlania Noronha (SD): 96.812 votos (2,18% dos votos válidos)
2) Zezinho Albuquerque (PROS): 95.219 votos (2,14% dos votos válidos)
3) Dr. Sarto (PROS): 85.304 votos (1,92% dos votos válidos)
4) Sergio Aguiar (PROS): 84.937 votos (1,91% dos votos válidos)
5) Moises Braz (PT):   74.707 votos (1,68% dos votos válidos)
6) Ivo Gomes (PROS): 71.490 votos (1,61% dos votos válidos)
7) Roberio Monteiro (PROS):    67.012 votos (1,51% dos votos válidos)
8) Welington Landim (PROS): 66.209 votos (1,49% dos votos válidos)
9) Duquinha (PROS): 64.413 votos (1,45% dos votos válidos)
10) Roberto Mesquita (PV): 63.686 votos (1,43% dos votos válidos)
11) Odilon Aguiar (PROS): 57.437 votos (1,29% dos votos válidos)
12) David Durand (PRB): 53.606 votos (1,21% dos votos válidos)
13) Dr. Lucílvio Girão (SD): 52.402 votos (1,18% dos votos válidos)
14) Antonio Granja (PROS): 51.366 votos (1,16% dos votos válidos)
15) Lais Nunes (PROS): 48.861 votos (1,10% dos votos válidos)
16) Osmar Baquit (PSD): 47.520 votos (1,07% dos votos válidos)
17) Naumi Amorim (PSL): 46.776 votos (1,05% dos votos válidos)
18) Gony Arruda (PSD): 46.174 votos (1,04% dos votos válidos)
19) Jeova Mota (PROS): 45.728 votos (1,03% dos votos válidos)
20) Mirian Sobreira (PROS): 44.450 votos (1,00% dos votos válidos)
21) Elmano (PT): 44.285 votos (1,00% dos votos válidos)
22) Tin Gomes (PHS): 41.540 votos (0,93% dos votos válidos)
23) Capitão Wagner (PR): 193.992 votos (4,36% dos votos válidos)
24) Agenor Neto (PMDB): 78.868 votos (1,77% dos votos válidos)
25) Fernanda Pessoa (PR): 78.408 votos (1,76% dos votos válidos)
26) Danniel Oliveira (PMDB): 61.252 votos (1,38% dos votos válidos)
27) João Jaime (DEM): 52.635 votos (1,18% dos votos válidos)
28) Dra. Silvana (PMDB): 41.259 votos (0,93% dos votos válidos)
29) Carlomano Marques (PMDB): 37.405 votos (0,84% dos votos válidos)
30) Walter Cavalcante (PMDB): 32.928 votos (0,74% dos votos válidos)
31) Bethrose (PRP): 31.666 votos (0,71% dos votos válidos)
32) Carlos Matos (PSDB): 28.904 votos (0,65% dos votos válidos)
33) Audic Mota (PMDB): 28.492 votos (0,64% dos votos válidos)
34) Heitor Ferrer (PDT): 93.920 votos (2,11% dos votos válidos)
35) Evandro Leitão (PDT): 70.223 votos (1,58% dos votos válidos)
36) Ferreira Aragão (PDT): 27.455 votos (0,62% dos votos válidos)
37) Ely Aguiar (PSDC): 41.623 votos (0,94% dos votos válidos)
38) Tomaz Holanda (PPS): 25.874 votos (0,58% dos votos válidos)
39) Julio Cesar (PTN): 23.610 votos (0,53% dos votos válidos)
40) Augusta Brito (PCdoB): 50.841 votos (1,14% dos votos válidos)
41) George Valentim (PCdoB): 27.475 votos (0,62% dos votos válidos)
42) Joaquim Noronha (PP): 38. 693 votos (0,87% dos votos válidos)
43) Zé Ailton Brasil (PP): 25.399 votos (0,57% dos votos válidos)
44) Renato Roseno (PSOL): 59.871 votos (1,35% dos votos válidos)
45) Bruno Pedrosa (PSC): 27.765 votos (0,62% dos votos válidos)
46) Dr. Bruno Gonçalves (PEN): 75.506 votos (1,70% dos votos válidos) 
fonte Miséria.

Eleitor que não votou deve justificar ausência nas urnas até 4 de dezembro


O eleitor que não votou hoje por estar fora de seu domicílio eleitoral e que não se cadastrou para votar em trânsito tem até o dia 4 de dezembro para justificar sua ausência no pleito. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a orientação, neste caso, é preencher o Requerimento de Justificativa Eleitoral e entregá-lo em um dos locais destinados ao recebimento.

O formulário pode ser obtido gratuitamente nos cartórios eleitorais, nos postos de atendimento ao eleitor, no site do TSE e no site dos tribunais regionais eleitorais. Escolha:

Download do Requerimento de Justificativa Eleitoral (pós-eleição)  (formato PDF)
Preenchimento online do Requerimento de Justificativa Eleitoral (pós-eleição)

O TSE ressalta que, se o requerimento for entregue com dados incorretos ou que não permitam a identificação do eleitor, o documento não será considerado válido para justificar a ausência nas urnas. Quem não estiver em dia com a Justiça Eleitoral não poderá, por exemplo, obter passaporte ou carteira de identidade; participar de concursos públicos; e obter empréstimos em estabelecimentos mantidos pelo governo.

* Com informações da Agência Brasil

Fonte: Ceará News