-->

14 de julho de 2014

Após se entregar, CEO da Match é levado para presídio de Bangu, Rio


O CEO da Match Services, Raymond Whelan, deu entrada no Sistema Penitenciário do Rio de Janeiro por volta das 19h desta segunda-feira (14), como mostrou o RJTV. O executivo se entregou à Justiça do Rio à tarde e vai ficar preso na Cadeia Pública José Frederico Marques, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste.

Whelan estava foragido desde quinta-feira passada (10), quando teve a prisão preventiva decretada por ser acusado de integrar uma máfia internacional de venda ilegal de ingressos da Copa do Mundo. Um dos advogados dele, Nilson Paiva, informou ao G1que vai recorrer ao Superior Tribunal de Justiça ainda nesta segunda.
De acordo com a assessoria de imprensa do advogado Fernando Fernandes, que representa o executivo, Whelan se apresentou à desembargadora Rosita Maria de Oliveira Netto, da 6ª Câmara Criminal da capital, relatora do processo contra os 12 denunciados pelo Ministério Público do Rio (MP-RJ).  Segundo nota enviada pela defesa do executivo, ao se entregar, teria dito ao advogado Fernando Fernandes: “Enfim, poderei iniciar minha defesa criminal”.
Whelan ficou na carceragem do Tribunal de Justiça do Rio à espera da polícia, que o levou à Polinter, na Cidade da Polícia, no Subúrbio. Em um Voyage preto, ele chegou por volta das 16h20 no local. Às 18h, ele deixou a sede da Polícia Civil em uma van rumo ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer exames obrigatórios antes da entrada no sistema penitenciário. De lá, seguiu para o Complexo de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste, onde estão os outros 10 presos da operação Jules Rimet, que desarticulou a máfia milionária de venda de ingressos.

Defesa alega inocência
“A relação que ele teve foi absolutamente legal e confirmada pela Fifa. Os demais detalhes estarão na defesa escrita que ele apresentará 10 dias após a defesa ter acesso à integralidade das ligações telefônicas”, disse o advogado Fernando Fernandes, em entrevista ao RJTV.
Em nota, a Match voltou a dizer que não houve irregularidade e que pode "assegurar" que Whelan não cometeu "ato ilegal ou irregular". "Temos certeza de que isso será comprovado em breve pelas autoridades brasileiras", diz o texto. O presidente da Fifa, Jospeph Blatter disse que a entidade não tem culpa da venda ilegal de ingressos.

Fuga de Whelan
Na quinta-feira, a Justiça do Rio aceitou a denúncia contra os 12 acusados pelo MP-RJ e decretou a prisão preventiva de 11 deles. Apenas o advogado José Massih não teve a prisão decretada por ter colaborado com as investigações. Ele deixou a prisão na sexta-feira (11), quando terminou o prazo da prisão temporária, e responderá ao processo em liberdade. Todos vão responder pelos crimes de cambismo, organização criminosa, desvio de ingresso e corrupção ativa.
Dos 11 que tiveram a prisão preventiva decretada, apenas Raymond Whelan estava solto. Na quinta-feira, assim que foram expedidos os mandados de prisão, a polícia seguiu para o Hotel Copacabana Palace, na Zona Sul, onde o executivo estava hospedado junto com a delegação da Fifa, que cedeu à Match os direitos sobre a venda dos ingressos da Copa. No entanto, Whelan fugiu antes da chegada dos agentes. Câmeras de segurança do hotel mostraram o executivo deixando o local, ao lado do advogado Fernando Fernandes, pela porta utilizada pelos funcionários.
Segundo a Polícia Civil, Whelan fornecia à quadrilha ingressos da Copa, que eram revendidos ilegamente acima do preço real. Ainda segundo a polícia, a quadrilha era liderada pelo franco-argelino Mohamed Lamine Fofana. Ele e outros nove acusados estão presos no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste.

O esquema
No dia 1º de julho, policiais da 18ª Delegacia de Polícia, da Praça da Bandeira, prenderam11 pessoas na operação "Jules Rimet". Na segunda-feira (7), Raymond Whelan chegou a ser preso também, mas foi solto na madrugada de terça-feira (8) depois de obter um habeas corpus na Justiça do Rio.
Com a listagem de celulares da Fifa em mãos, um dos agentes policiais digitou no aparelho celular apreendido do argelino Lamíne Fofana o prefixo 96201, que precede os telefones da entidade. Apareceu, então, o nome "Ray Brazil", para o qual havia 900 registros entre telefonemas e mensagens. Ao todo, a operação está lendo e escutando 50 mil registros telefônicos, dos quais mais de 50% já foram apurados.
Segundo as investigações, três empresas de turismo localizadas em Copacabana, interditadas pela polícia, faziam contato com agências de turismo que traziam turistas ao país e vendiam ingressos acima do preço.
Eram ingressos VIPs, fornecidos como cortesia a patrocinadores, a Organizações Não Governamentais (ONGs) e também destinados à comissão técnica da Seleção Brasileira – desde bilhetes de camarotes até entradas de assentos superiores. Uma entrada para a final da Copa no Maracanã chegava a custar R$ 35 mil e a quadrilha faturava mais de R$ 1 milhão por jogo.
Segundo a polícia, Fofana também conseguia entradas vendidas pelos agentes oficiais da categoria "hospitalidade", pacotes de luxo, controlados pela Match Hospitality. Até carro forte foi usado para abastecer a quadrilha que vendia entradas para todos os jogos da abertura à final do torneio.
Segundo o delegado Fábio Barucke, responsável pelo caso, os presos já atuaram em pelo menos quatro mundiais e estimativas apontam que a quadrilha poderia movimentar cerca de R$ 200 milhões por Copa do Mundo.
Os presos
Além de Fofana e Whelan, estão presos o policial militar reformado Oséas do Nascimento; Alexandre Marino Vieira; Antônio Henrique de Paula Jorge, um dos contatos de Fofana no Brasil (antes de ser preso, Henrique tentou retirar de um banco R$ 177 mil em dinheiro vivo); Marcelo Pavão da Costa Carvalho; Sérgio Antônio de Lima, que teria tentado subornar um dos agentes; Ernane Alves da Rocha Júnior; Júlio Soares da Costa Filho; Fernanda Carrione Paulucci e  Alexandre da Silva Borges. O advogado José Massih responderá ao processo em liberdade por ter colaborado com as investigações.

Fonte: G1






Polícia Federal, CGU e PROCAP recebem denúncia sobre máfia do milho em Ibaretama


A Polícia Federal, a Controladoria Geral da União (CGU) e a Procuradoria dos Crimes Contra a Administração Pública (PROCAP), receberam no último dia 30 de junho, denúncia relatando supostas irregularidades relativas à venda de milho em programa do Governo Federal no município deIbaretama, sertão central do Ceará.
O autor da denúncia é o suplente de vereador Francisco Euzete Lima Pereira. De acordo com ele, Ednaldo Diógenes Calixto, anteriormente ligado à secretaria de agricultura de Ibaretama, teria utilizado de forma fraudulenta o programa federal de distribuição de milho idealizado pela Companhia Nacional de Abastecimento – CONAB.
Monólitos Post teve acesso à íntegra da denúncia. O autor também coloca o ex-secretário de agricultura de Ibaretama, Antonio Cláudio de Paula, como suspeito de integrar uma quadrilha supostamente criada para desviar milho e vendê-lo para grandes comerciantes e fazendeiros da região. O esquema é explicado na denúncia da seguinte forma:
“O produtor rural se cadastrava na Secretaria de Agricultura de Ibaretama e ficava aguardando o boleto chegar para o pagamento do referido milho do programa; com o passar do tempo e com a demora, o produtor desinformado e muitas vezes sem a cultura para assimilar a ilicitude e a gravidade da fraude se dirigia ao secretário ou ao Sr. Ednaldo e outros funcionários para saber da demora, e era informado erroneamente ou maldosamente pelo secretário de agricultura ou seus assessores, que seu boleto para pagamento ainda não havia chegado, e os fraudadores o pegavam no lugar do titular, pagavam os boletos, retiravam o milho com o valor ínfimo de incentivo do Governo Federal e vendiam com a ajuda de laranjas para terceiros com valor maior do que o do Governo, auferindo assim o lucro.” 
O autor da denúncia assegura que “a venda em larga escala” era praticada “em todo território do município de Ibaretama”. Ele dá nomes a supostos laranjas e atravessadores que, segundo sua denúncia, garantiam a eficiência do esquema fraudulento.
O suplente de vereador garante que os envolvidos podem ser enquadrados nas práticas de crimes de peculatocorrupção ativa e passivaestelionato e formação de quadrilha. Ele solicita que a Polícia Federal inicie imediatamente uma profunda investigação sobre o assunto e oferece o nome e endereço de todos aqueles que, segundo ele, podem confirmar as ilicitudes.
O principal denunciado, Ednaldo Diógenes Calixto, já responde uma ação penal protocolada pelo Ministério Público em 25 de junho de 2009, por suposto roubo a gado naquele município. Ele se desligou da secretaria de agricultura, assim como também fez Antônio Cláudio, que voltou ao posto de vereador na Câmara Municipal de Ibaretama.

Fonte: Monólitos Post

Ariosto articula reunião com Camilo Santana para discutir proposta de criação do Instituto de Tecnologia do Ceará


A proposta de criação do Instituto de Tecnologia do Ceará (ITC), formulada pelo deputado Ariosto Holanda, será apresentada ao candidato a governador pela coligação PT-PROS, Camilo Santana, no próximo sábado (dia 19) num hotel em Fortaleza. A ideia central do ITC foi discutida sexta-feira (dia 12) pelo deputado federal com representantes da Universidade Estadual do Ceará (UECE), onde ficará sediado o Instituto no campus Itaperi, da Fundação Núcleo de Tecnologia Industrial (Nutec) e do Instituto Centec, com a participação da Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará (Etice). 
O ITC tem por objetivo integrar as institituições de ciência e tecnologia do Ceará e promover as atividades do segmento à luz do Código Nacional de Ciência, Tecologia e Inovação, cuja lei foi aprovada pela Câmara Federal e tramita no Senado. O Código amplia a oferta de recursos e a participação de instituições para estender a maior número de empresas os benefícios da Lei de Inovação, que vem aperfeiçoar.
De acordo com a proposta, deverão integrar o ITC a UECE, Centec, Nutec, a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) e outras instituições. O Instituto terá uma área para incubadora da empresas de tecnologia da informação, entre elas o Instituto Atlântico e Centro Renato Archer de Tecnologia da Informação (ITC). Quinta-feira, ao encontrar Camilo Santana, Ariosto Holanda propos o encontro para a apresentação do ITC com o objetivo de vir a ser incorporado na plataforma de compromissos de governo do candidato na área de ciência, tecnologia e inovação. 
A nova estrutura - que terá o perfil de organização social com o perfil adequado para atender aos mecanismos do Código de Ciência e Tecnologia aprovado na Câmara - deverá ser construída no campus Itaperi da UECE e deverá ser acompanhada de uma área reservada para empresas de base tecnológica. Com o delocamento do Nutec para o ITC, as edificações desta Fundação na Universidade Federal do Ceará (UFC) serão transformadas em parque tecnológico tendo como gestor o Instituto de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (IPDI).

Em paralelo à criação do ITC, a proposta a ser discutida com o candidato a governador do PT-Pros, inclui ainda uma alteração na Lei das Organizações Sociais do Ceará, de modo a permitir que qualquer funcionário público estadual possa trabalhar numa OS. Conforme Ariosto Holanda, a lei federal das Organizações Sociais permite o ingresso de servidores públicos federais em OS vinculadas a órgãos da União.
Participaram da reunião preparatória do encontro o presidente do Nutec, Paulo Neiva, com os assessores Iêda Magda Silva Montenegro e Francisco de Assis Lima; o diretor de Extensão, Ensino e Pesquisa do Instituto Centec, Afonso Odério Nogueira Lima, com o coordenador de Extensão, Jerônimo Lima da Silva; o ex-reitor da UECE, Manassés Fonteles, o pró-reitor de Pós-Graduação e Pesquisa da UECE, Jefferson Teixeira de Souza, com Fábio Perdigão Vasconcelos, da Comissão de Vestibular (CEV) e Ana Lúcia Bessa de Paula Barros, do Departamento de Ciência da Computação e membro do grupo de trabalho do Parque Tecnológico da UECE e o presidente da Etice, Fernando de Carvalho Gomes. O encontro resultou no consenso em torno da ideia central do ITC. 
Jefferson Teixeira de Souza declarou em nome do reitor da UECE, Jackson Sampaio, o interesse da institituição no projeto de criação do ITC. "O projeto serve para fortalecer a instituição e tem completa consonância com a ideia do parque tecnológico da UECE", disse ele, ao destacar a importância da participação de outros atores no ITC no pleito e citar o Instituto Senai de Energias Renováveis como provável itegrante. "A UECE está à inteira disposição para colaborar com este projeto. Temos espaço alocado e um núcleo de inovação tecnológica forte. Cedemos espaço físico e colocamos recursos humanos à disposição", afirmou.
A iniciativa do ITC resgata o projeto de criação do curso de Engenharia Industrial na UECE, elaborado na gestão passada mas que não recebeu apoio para implantação. Apesar de ser a oitava maior no ranking das Universidades estaduais, a Uece ainda não ingressou na área das engenharias, disse Manassés Fonteles. O ex-reitor observou que o Ceará é extremamente fragmentado - ele considerou a fragmentação um erro, numa alusão à dispersão atual das instituições locais de ciência, tecnologia e inovação
A iniciativa do ITC resgata o projeto de criação do curso de Engenharia Industrial na UECE, elaborado na gestão passada mas que não recebeu apoio para implantação. Apesar de ser a oitava maior no ranking das Universidades estaduais, a Uece ainda não ingressou na área das engenharias, disse Manassés Fonteles. O ex-reitor observou que o Ceará é extremamente fragmentado - ele considerou a fragmentação um erro, numa alusão à dispersão atual das instituições locais de ciência, tecnologia e inovação. 
"Onde for para agregar, ajudarei", afirmou Manassés Fonteles. Com o projeto do ITC será gerado o ambiente necessário para agregar professores e empresas para viabilizar o curso de engeharia industrial ou outra denominação. O ex-reitor lembrou que o projeto de criação do curso de engeharia industrial, desenvolvida com apoio da Univerdade Mackenzie, de São Paulo, da qual foi reitor, estava pronto mas foi interrrompido por falta de interesse do governo na implantação.
Ana Luiza Bessa de Paula Barros avalia com fundamental, no momento, a articulação para criar o ITC. A professora e pesquisadora participa há quase um ano do grupo de trabalho para criação do parque tecnológico da UECE. Segundo ela, o Instituto Atlântico deu entrada na documentação para ir para a UECE mas não consegue avançar. O projeto esbarra numa interpretação de que a UECE não pode doar o terreno onde está instalada, porque este pertence ao Estado. 
Conforme Ana Luiza Barros, também pretende vir para o Ceará um braço do Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI), um instituto de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. O campus Itaperi da UECE, que possui 103 hectares, reserva área para o parque tecnológico e pretende destinar uma área para receber o Instituto Atlântico. O argumento de ordem jurídica não pode ser entrave e pode ser contornado, disse Manassés Fonteles, que se comprometeu a ajudar na sua viabilização. 
"Vejo que o projeto tem futuro", disse Fernando Carvalho. O presidente da Etice avalia que, com a nova Lei de Inovação - modificada com a aprovação do Código Nacional de Ciência e Tecnologia - o quadro deve mudar em direção a "um modelo que venha gerar inovação de ideia e produto no mercado, não em prateleira". Ao observar que também gosta de artigo publicado, o professor e pesquisador lembrou que o Brasil está atrasado com o modelo e citou como exemplo que o país, na sua área de conhecimento (TI), gera 90 patentes, enquanto a Coreia do Sul gera 3 mil patentes.
O Cinturão Digital, a infraestrutura de fibra óptica para transmissão de dados e Internet do governo estadual conta hoje com 2,5 milhões de usuários e foi feita para colaborar com projetos nas áreas de ciência e tecnologia como o ITC. "É totalmente possível", disse Fernando Carvalho. Segundo Ariosto Holanda, o presidente da Etice, empresa vinculada à Secretaria estadual de Planejamento, foi chamado para dar sua opinião sobre o projeto do ITC e pela importância do Cinturão Digital para os projetos a serem desenvolvidos no âmbito da nova estrutura. 
Ariosto Holanda aponta como ações do ITC as áreas de pesquisa e inovação tecnológica e do ensino e extensão tecnolótica. Na primeira destaca a pesquisa e desenvolvimento, projetos especiais, metrologia, propriedade industrial e infovias, em articulação com a Rede Nacional de Pesquisa (RNP), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, e o Cinturão Digital, da Etice. Na segunda área o deputado destaca o curso de engenharia industrial da UECE, as atividades do Centec com ensino e extensão tecnológica e do Nutec com assistência tecnológica, educação à distância, Cinturão Digital e banco de soluções. 
Odério Nogueira Lima aponta hoje como uma limitação o fato de o Instituto Centec ser uma organização social, e avalia que o ITC, ao abrir a possibilidade de receber emendas, abre nova possibilidade de captação de recursos e significa uma revitalização da instituição. Segundo ele, o novo organismo na UECE vai facilitar a atração de grandes projetos e ampliar a possibilidade de receber bolsas de extensão. "Como as instituições de ciência e tecnologia hoje estão isoladas, a força não é gerada", assinala Odério Nogueira Lima ao observar que com a mudança a convergência vai acontecer e fortalecer todas as instituições, que terão no ITC a fonte onde beber. 
Paulo Neiva considera excelente a ideia, mas avalia que precisa de decisão de governo, pois vai mexer com todas instituições. Diante da sugestão do presidente do Nutec de colocar, na discussão com Camilo Santana, também as questões salariais das instituições, Ariosto Holanda assinalou que o momento é para apresentar ao candidato apenas o conceito central do ITC. 
Conforme Ariosto Holanda, o ITC vai dar suporte para todas as instituições, ao atuar dentro do que é estabelecido pela Lei 2177 do Código Nacional de Ciência e Tecnologia, como um ponto de convergência para trabalhar os projetos de todas instituições. Segundo ele, o Centec hoje não pode receber recursos de emenda, por ser uma organização social, mas ficará desimpedido de fazer a captação com a nova estrutura. Já o Nutec, por ser uma autarquia, não pode contratar pessoal altamente especializado para determinado projeto, como a Uece também está impedida, mas o ITC terá um perfil que possibilitará oferecer salários em patamar competitivo no mercado.
Outra vantagem do ITC é que resultará no barateamento de custos operacionais das instituições, hoje dispersas em vários locais, e vai gerar sinergia e fortalecimento a cada uma delas em interação com o curso de engenharia industrial e o parque tecnológico na UECE. "Esta
mos hoje com as instituições fragmentadas e sem força, a UECE tentando se fortalecer. Com o ITC vamos integrar o sistema num distrito tecnológico", disse o deputado. O ITC, segundo ele, vai poder negociar projetos para todo o sistema e alocar professores e funcionários públicos em integração com o setor produtivo, uma oportunidade para gerar projetos estratégicos e utilizar a ferramenta da educação à distância por meio do Cinturão Digital.
Por 
FONTE BLOG RICARDO TORRES

Ex-prefeita cearense é condenada a 17 anos de prisão


O juiz Antônio Cristiano de Carvalho Magalhães, titular da Vara Única da Comarca de Uruburetama (127 km da Capital), condenou a ex-prefeita do Município, Maria das Graças Cordeiro Paiva, a 17 anos e quatro meses de prisão, em regime fechado, pela prática de diversos crimes contra a Administração Pública. A maioria dos delitos consistiu em contratar serviços sem licitação e ordenar despesas ilegalmente. O magistrado estabeleceu ainda pagamento de multa no valor de R$ 156 mil.

De acordo com os autos, os crimes foram cometidos durante o segundo mandato da acusada, entre 2001 e 2004. De acordo com os autos, a ex-gestora efetuou despesas sem licitação que geraram prejuízo de mais de três milhões de reais aos cofres municipais. Desse montante, mais de R$ 500 mil foram gastos somente com combustível e lubrificantes adquiridos da empresa M S de Mesquita Santos (Posto São Cristóvão). Outros R$ 500 mil foram gastos com profissionais de saúde contratados sem licitação.

A ex-gestora também teria deixado de repassar cerca de R$ 300 mil ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Outra irregularidade apontada no processo foi o pagamento antecipado a empresa responsável pela construção de ponte na rua José Pires Chaves. Houve ainda omissão de pagamento de tarifa a concessionária de telefonia, gerando despesa não autorizada em lei. Além disso, a ex-prefeita foi acusada de assumir obrigações nos últimos oito meses do mandato sem que houvesse disponibilidade de caixa para o exercício seguinte.

Diante disso, o Ministério Público estadual (MP/CE) ingressou com 13 ações penais (principal: nº 4674-13.2012.8.06.0178), com base em indícios colhidos pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

Na contestação, a ex-prefeita apenas sustentou que não teve a intenção de causar qualquer lesão ao patrimônio público ou de se locupletar indevidamente. Destacou que foi induzida ao erro, por ser “pessoa de poucas letras e com acúmulo de tarefas, sendo obrigada a delegar poderes a quem não era merecedor”. Quanto aos débitos previdenciários, disse que já havia providenciado o parcelamento da dívida.

Ao julgar o caso, o juiz condenou Maria das Graças Cordeiro pelos crimes previstos nos artigos 359-C e 359-D, do Código Penal, e no artigo 89 da Lei de Licitações (Lei 8.666/93).

“Há profunda, densa e severa reprovabilidade na conduta ético-jurídica da acusada que, voluntariamente, dispensou e inexigiu licitação ilegalmente, demonstrando completo desprezo, mesquinhez e desapego pelos princípios comezinhos que regem a Administração Pública, sobretudo a moralidade e a legalidade administrativa. Sua culpabilidade é bem evidenciada quando se verificou que esta, na qualidade de prefeita, dispensou e inexigiu licitação em, pelo menos, 45 contratos ao longo dos anos de 2001 a 2004”.

Quanto ao crime de autorizar despesa não autorizada em lei, o magistrado afirmou que a ex-gestora “não se precaveu suficientemente de uma equipe de contadores profissionais e competentes, visando a evitar o desajuste das contas públicas, demonstrando a grave malversação da coisa do povo”.

O juiz extinguiu a punição por não pagamento dos débitos previdenciários, pois ficou comprovado o parcelamento da dívida, por meio de retenções do Fundo de Participação dos Municípios

Ceará News



Homicídio à bala no Sítio Socorro em Limoeiro

Um crime de Homicidio a Bala foi registrado na noite dessa segunda feira dia 14/07 por volta das 19h10min em uma Residência próximo ao sitio socorro.
Conforme Informou a Policia Militar Nesse dia 14/07/2014 (Segunda-feira), por volta das 18h45min, na Rua Napoleão Nunes Maia, S/Nº, Bairro Brotolândia, Limoeiro do Norte/CE, 02 (dois) indivíduos em uma motocicleta não identificada, efetuaram vários disparos de arma de fogo, tipo 380 mm contra a pessoa de REINALDO AVEVEDO DE OLIVEIRA, vulgo “Naldo do feijão”, nascido aos 26/10/1978, residente na Rua conhecida por “Rua dos Brotas”, Limoeiro do Norte/CE. Tão logo se tomou conhecimento as Equipes de policiais militares nas viaturas deslocaram ao local indicado, porém a vítima foi a óbito no local e nenhuma informação foi repassada aos policiais.
A Vitima foi alvejada por aproximadamente 10 tiros. A Policia Civil compareceu ao local para a realização dos devidos procedimentos.
O Rabecão da Pericia Forense esta sendo aguardado para recolher o corpo da vitima.



BLOG DO TOM GURGEL 
foto do plantão policial do ceará

Capotamento deixa Motorista preso as Ferragens na BR 116 em Tabuleiro do Norte-CE



Nesse fim de tarde , na BR116  Proximidades da localidade de Peixe Gordo em Tabuleiro do Norte-CE, um caminhão volvo/vm 270 ano 2012, placas OLP-9152, inscrições de Patos de Minas-MG , perdeu o controle vindo a Tombar na referida BR.

Informações de que o Motorista está preso as ferragens, se fazendo necessário a presença do Corpo de Bombeiros de Limoeiro do Norte, para resgatar o mesmo, que se encontra com vida.

O caminhão estava carregado de Cenouras.
www.altosantoenoticia.com

Advogada da família Pesseghini aponta página do Facebook como prova da inocência de garoto


A família de Marcelo Pesseghini, 13 anos, responsabilizado pela morte do pai, da mãe, da avó e da tia-avó em São Paulo, vai pedir nesta segunda-feira (14) a reabertura das investigações para provar a inocência do garoto, informou a advogada dos avós paternos, Roselle Sogli. O caso foi transferido, na última sexta-feira (11), para a Vara da Infância e da Juventude do Ministério Público de São Paulo.

Segundo Roselle, uma página no Facebook que homenageia o pai de Marcelo, o sargento da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) Luís Marcelo Pesseghini, foi criada no dia 5 de agosto de 2013, em um horário anterior à descoberta dos corpos.
 
— Com base em todas as falhas existentes no inquérito e à soma deste novo indício relativo ao Facebook, estou pedindo a reabertura das investigações para que sejam feitas pelo Ministério Público e não pela Polícia Civil, já que não há uma confiança nesse sentido na própria polícia.

Segundo a polícia, após matar os familiares, Marcelo se suicidou com um revólver. Pelo boletim de ocorrência, os corpos foram encontrados às 18h por um policial militar e por um parente das vítimas. Já a página do Facebook, batizada de “Sargento Pesseghini”, foi criada às 16h48.

— O Marcelo já estava morto nesse horário, e o corpo já estava se deteriorando. O laudo necroscópico e o próprio relatório do inquérito policial informam que ele morreu entre 12h10 e 14h.

Exclusivo: polícia encerra investigação da morte de família de policiais

Caso Pesseghini: laudos acusam uso de tranquilizantes

Roselle diz ter questionado ao Facebook sobre a possibilidade de o horário ter sido adulterado  na rede social. Segundo ela, a empresa informou, em resposta extraoficial, que a alteração não é possível.

— Também consultei vários especialistas de internet, que me afirmaram que a alteração do horário de criação dessa página é impossível, a não ser por um bug, o que nunca foi relatado desde a criação do Facebook. Então, pra mim, fica muito evidente que não foi o Marcelo e que a pessoa conhecia o fato de a família toda estar morta.

A reportagem do R7 entrou em contato com o Facebook, que respondeu que não vai comentar o caso.

De acordo com a advogada, a família espera que a Vara da Infância e da Juventude possa reverter o caso e trazer evidências de que Marcelo não foi o culpado. Os avós paternos, que não foram ouvidos pela investigação, não duvidam de que o garoto é inocente.

— Os avós costumam dizer que o Marcelo era uma criança que não sabia dirigir, não sabia atirar, era muito dócil e também muito doente. Inclusive, não tinha a menor condição física inclusive de praticar todos esses crimes.

Então responsável pelas investigações, o DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa) informou que não mais se manifesta sobre o caso, uma vez que ele foi encaminhado à Justiça.

PORTAL R7


Copa vendida: A mentira voltou.


Diego Garcia, do ESPN.com.br

 "Copa 2014 - Divulgado o escândalo que todo mundo suspeitava! Talvez, isso explique a razão de o jogador Paulinho ter declarado a seguinte frase: ‘Se as pessoas soubessem o que aconteceu na Copa do Mundo, ficariam enojadas (...)'".
Se você gosta de futebol e entra regularmente na internet já leu pelo menos uma vez esse início do texto atribuído ao "jornalista" Gunther Schweitzer - em 2014, ele é apontado como diretor da ESPN. Outras versões, em diferentes anos, denunciaram vendas das Copas do Mundo de 1998, 2002, 2006, 2010 e até da Libertadores 2012 e dos Mundiais 2000 e 2012, vencidos pelo Corinthians.
A diferença de um e-mail para o outro era a mudança dos nomes de jogadores e times protagonistas, além das circunstâncias e anos adaptadas. Pois a única coisa que se mantinha sempre era a assinatura do "jornalista" Gunther Schweitzer. Mas quem é o suposto homem que "revelou" todas essas "mazelas" para o planeta?

FONTE BLOG RICARDO TORRES



Homens armados invadem residências na zona rural de Choró


Moradores do município de Choró, no Sertão Central cearense, estão preocupados com os constantes assaltos registrados nos últimos meses. Na tarde da última sexta-feira (11), o agricultor Sebastião Alves Miguel, 58, foi esfaqueado por uma pessoa não identificada que levou sua moto. Pra tristeza da vítima, o veículo foi encontrado no dia seguinte na zona rural de São João, totalmente depenado. 

O segundo caso de violência aconteceu no sábado (12), quando quatro homens armados, utilizando duas motos, invadiram a residência de Francisco Bernardino Neto, na localidade de Veríssimo. No momento da invasão, Bernardinho estava acompanhado da esposa e de dois filhos. Os bandidos ameaçaram a família e levaram computador, notebook, celulares, carteira com documentos e uma pequena quantia em dinheiro. 

Duas horas depois, ainda na zona rural de Choró, na localidade de Senegal, bandidos também invadiram a residência do senhor Lucas Dantas. Supostamente os mesmos homens que haviam atacado a família de Francisco Bernardino. Armados, dessa vez eles foram mais agressivos, pois amordaçaram o senhor Lucas Dantas. Trancaram a esposa e um amigo num quarto da casa e fizeram ameaça caso não aparecesse dinheiro.

Devido a pressão, Lucas teve que se desfazer do salário de R$ 1.500,00 que havia recebido no dia anterior. Ao receberem o dinheiro, os bandidos seguiram para Maravilha e de lá pegaram um estrada carroçável no sentido a Algodões, que fina nos limites do município de Quixeramobim.
(Colaboração Paulo Simião).



Fonte: Ceará News

Luizianne alerta Lula sobre intenções de Cid Gomes no PT


A ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, procurou o ex-presidente Lula para avisar que romperá com Dilma Rousseff caso ela insista em levar os irmãos Cid e Ciro Gomes para dentro do Partido dos Trabalhadores.

A informação é do jornalista Mino Pedrosa, colunista do Jornal de Brasília e editor do portal QuidNovi.com.br. 

De acordo com ele, Dilma quer fazer de Cid Gomes presidente nacional do PT, já que seu candidato, José Eduardo Cardoso, não passa pelo crivo de Lula.

A estratégia da presidente seria primeiro filiar os irmãos Ferreira Gomes e depois, se reeleita, trabalhar para que o atual governador do Ceará, Cid Gomes, seja colocado no comando da Executiva Nacional do PT.



Fonte: Ceará News


Oito pessoas morrem em acidentes de trânsito no interior do Ceará

Oito pessoas morreram e pelo menos cinco saíram feridas em acidentes de trânsito no interior do Estado somente no último final de semana, no período compreendido entre sábado (12) e domingo (13). As informações são da Secretaria de Segurança Pública e defesa Social (SSPDS).
 
No sábado (12), a SSPDS contabilizou 4 acidentes com 7 vítimas e cinco pessoas feridas. Já no domingo (13), o órgão registrou uma ocorrência.
 
O acidente mais grave, ocorrido no ultimo sábado (12), aconteceu às 20h no KM 450 da BR-116, na localidade de Iara, próximo ao município de Barro, distante 524 quilômetros de Fortaleza. Uma batida entre dois veículos incendiou um dos carros e 3 pessoas foram mortas.
 
Adriano Pereira dos Santos, João Francisco Tavares do Nascimento e Cícero Eusébio de Sousa seguiam viagem em um Fiat Strada, ano 2004, com destino ao município de Barro, quando bateram de frente com um Corsa Sedan. Os ocupantes do Corsa sobreviveram e tentavam socorrer as vítimas do outro veículo quando, segundo eles, o carro pegou fogo rapidamente sem que fosse possível retirar os corpos das vítimas. A causa do acidente não foi informada.
 
Também no sábado (12), uma moto bateu de frente com outro veículo, e o guiador e o garupeiro da moto acabaram mortos. O sinistro ocorreu na zona rural do município de Independência, a 310 Km da capital. 
 
O único acidente do domingo (13) aconteceu no início da manhã na CE-153, que liga os municípios de Orós a Lima Campos, distrito de Icó. Segundo populares, um motoqueiro perdeu o controle da moto em que trafegava, desceu a pista e caiu em um barranco.
 
A SSPDS não contabilizou acidentes com vítimas fatais na Capital e na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) durante o último fim de semana.


Fonte: Diário do Nordeste


Polícia registra 1.085 mortes em estradas federais na Operação Copa

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) registrou 1.085 mortes em estradas federais de todo o país durante os 51 dias em que ocorreu a Operação Copa do Mundo. Segundo dados divulgados nesta segunda-feira (14), ocorreram 21.256 acidentes e 11.842 pessoas ficaram feridas no período.
A operação para o Mundial começou em 23 de maio e foi encerrada à meia-noite deste domingo (13). Nesse período, houve aumento do fluxo de veículos nas rodovias federais, com maior concentrações de pessoas nas 12 cidades-sede da Copa, segundo a PRF.
"Estrangeiros, principalmente da América Latina, ingressaram no Brasil através das estradas federais, vindos, muitas vezes, em caravanas de centenas de veículos, a exemplo de chilenos, argentinos, mexicanos e argelinos", afirmou a polícia, em nota.
Dois acidentes envolveram estrangeiros. Um deles aconteceu na Fernão Dias, em Minas, quando um carro com três argentinos saiu da pista após ser atingido na traseira. O veículo capotou deixando um morto e dois feridos. Duas pessoas que estavam no outro carro foram detidas por terem fugido do local.
Dois turistas belgas também se envolveram em uma batida na BR-020, próximo ao município de Posse, no nordeste de Goiás. Segundo a polícia, os dois turistas e outras três pessoas que estavam no outro veículo ficaram feridas e uma pessoa morreu.
Na comparação com o mesmo período do ano passado -quando foi realizada parte da Copa das Confederações - o número de acidentes caiu 22,8%, as mortes caíram 11,4% e o número de feridos diminuiu 20,2%.
A polícia também fez 176 mil testes do bafômetro, o que resultou em 1.022 motoristas presos durante a Copa. Isso corresponde à proporção de uma prisão a cada 171 testes. Em 2013, esse índice era de uma prisão a cada 131 testes.



Fonte: Diário do Nordeste

Trabalhadores sem teto protestam em Fortaleza e bloqueiam viaduto na BR-020


Representantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) protestaram na manhã desta segunda-feira (14) em Fortaleza. Conforme a organização do movimento, cerca de 2 mil pessoas estiveram presentes no ato, que quer garantir a ocupação de um terreno no bairro Paupina.
A caminhada, que teve início por volta de 10h, bloqueou o viaduto do 4º anel viário, onde os manifestantes queimaram pneus e um carrona via e paralisaram o fluxo de veículos. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) negociou com os líderes do movimento e desobstruiu, de forma pacífica, a via, por volta de 12h. Durante a interdição, formaram-se 2 km de engarrafamento em cada sentido da rodovia.
No ato, o grupo pediu um diálogo com o secretário das Cidades, Carlo Ferrentini. Segundo os manifestantes, o gestor vem ameaçando despejar as famílias do terreno que ocupam atualmente.
Caso não entrem em acordo, o grupo promete protestar também nesta terça-feira (14), quando acontecerá o segundo dia de encontro dos Brics em Fortaleza. "O MTST só quer garantir que os acampados fiquem no terreno até o fim das negociações e promete fazer luta todos os dias do encontro do Brics, até que saia essa garantia", diz a organização do movimento, em nota.
"O movimento não tem nenhuma intenção de atrapalhar o encontro, mas em resposta ao secretário Carlo Ferrentini e sua ameaça de despejo, pararemos a cidade todos os dias do encontro se for preciso", ressalta a nota.
Redação Web tentou entrar em contato com a Secretaria das Cidades, porém não obteve sucesso até a publicação da matéria.


Fonte: Diário do Nordeste

Morre aos 90 anos a ganhadora do Nobel de literatura Nadine Gordimer



Morreu na noite deste domingo (13), aos 90 anos, a escritora sul-africana Nadine Gordimer, ganhadora do prêmio Nobel de Literatura e conhecida por combater o regime de segregação racial em seu país, informa a Reuters. De acordo com a agência de notícias, a autora estava em casa e acompanhada dos filhos, Hugo e Oriane.

Uma das principais vozes contra o apartheid, Nadine havia revelado em março que tinha câncer no pâncreas e que não conseguiria mais escrever um novo romance. "Talvez faça alguns contos, mas escrever me deixa mal e sou muito crítica, muito exigente com meu trabalho. Não acredito que aceitaria algum trabalho que não me satisfaça", afirmou na época.
Sobre a doença, mostrava preocupação. "Sinto muita dor. Quando escrevi o meu último romance, não o tinha [câncer], ainda não tinha começado, e o que escrevi não tem nada a ver com a doença".  Ela recebeu o Nobel de Literatura em 1991 e o Booker Prize em 1974, além de outros prêmios.

Em boa parte de seus mais de 30 livros, Nadine abordou a situação social na África do Sul. Ela ficou mundialmente famosa com o romance "A filha de Burger", de 1980. Seu primeiro romance, "The living days", saiu em 1953.

No Brasil, a editora Companhia das Letras publicou seis obras da escritora: "Ninguém para me acompanhar", "A arma da casa", "O engate", "De volta à vida", "Beethoven era 1/16 negro" e "O melhor tempo é o presente".

Também lançou a coletânea de contos "Contando histórias", organizada por Nadine. Com 21 histórias, o livro teve seus direitos revertidos para a TAC (Treatment Action Campaign), uma campanha para tratamento e prevenção da Aids.

Já o selo Biblioteca Azul, da Globo Livros, publicou "Tempo de reflexão 1 – De 1954 a 1989" e "Tempos de reflexão 2 – De 1990 a 2008". Nas duas coletâneas de ensaios, Nadine retrata sua longa trajetória literária.

Em nota divulgada nesta segunda-feira (14), a assessoria de imprensa da editora reproduziu um trecho de "Tempo de reflexão 1", justamente aquele em que a escritora relembra seus primeiros textos, ainda criança. "Quando comecei a escrever, com nove ou dez anos, eu escrevia com o que passei a acreditar ser a única verdadeira inocência – um ato sem responsabilidade", afirma. 

Em outra passagem, no livro "Tempo de reflexão 2", ela cita o autor do polêmico "Os versos satânicos" para falar sobre libedade. "Salman Rushdie não tem sido visto por... quanto tempo? Ele se tornou um dos Desaparecidos, como aqueles que sumiram durante um período recente na Argentina e aqueles que desaparecem sob o apartheid na África do Sul", comparou.

"Os governos repressivos têm o poder de destruir vidas nos seus países; quando as religiões adotam esses métodos, elas têm o poder de aterrorizar, por meio de seus fiéis, qualquer parte do mundo."

Mandela
Em 2006, Nadine Gordimer foi a escolhida para entregar a Nelson Mandela (1918-2013) a distinção Embaixador da Consciência, atribuída pela Anistia Internacional. Na época, a agência de notícias France Presse reproduziu declarações da escritora durante a cerimônia.

"Mandela foi e é um revolucionário no melhor sentido da palavra", afirmou sobre o ex-presidente da África do Sul. Ela destacou a independência intelectual de Mandela e sua aversão ao "politicamente correto".

No ano seguinte, Nadine visitou o Brasil para participar da 5ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip). Naquela edição do evento, estiverma ainda nomes como Amós Óz, Robert Fisk, Mia Couto e J.M. Coetzee.
 
No final de 2011, Nadine Gordimer se destacou por criticar um projeto de lei sobre a informação na África doo Sul, que para ela representava um retorno ao período no qual a liberdade de expressão estava suprimida pelo apartheid.

"As pessoas lutaram e morreram para conquistar a oportunidade de ter uma vida melhor, uma vida que atualmente está arruinada e prejudicada pela corrupção", afirmou na ocasião. "As práticas de corrupção e nepotismo só podem ser denunciadas se tivermos liberdade de expressão."
FONTE G1

Morador de rua é morto a pauladas e corpo jogado em caixa d´água em Fortaleza


Um morador de rua foi morto a pauladas e marteladas na manhã desta segunda-feira (14), em um terreno localizado na avenida Desembargador Gonzaga, na Cidade dos Funcionários, em Fortaleza. A vítima, identificada apenas como Marco Aurélio, tinha aproximadamente 30 anos, segundo informações preliminares da polícia.

Ainda de acordo com os policiais, Marco Aurélio era viciado em álcool e drogas e foi encontrado dentro de uma caixa d´água no segundo andar de uma construção no terreno. O local, segundo a polícia, é um conhecido ponto frequentado por usuários de entorpecentes.

A suspeita é de que a vítima tenha se desentendido com outro usuário de drogas e a briga tenha acabado no assassinato. A Delegacia de Homicídios  e Proteção à Pessoa (DHPP) já iniciou as investigações para capturar o autor do crime.

Fonte: Diário do Nordeste