-->

26 de janeiro de 2016

Rachadura no Castanhão deve ser fechada até março após mais de um ano da identificação do problema

Uma rachadura detectada em um dos pilares de concreto da barragem Castanhão, em agosto de 2014, deve ser fechada no fim de fevereiro ou no início de março. Mais de um ano depois da identificação do problema, o processo de licitação para contratação da empresa a realizar o serviço ainda não foi concluído. Apesar disso, o diretor geral do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), Walter Gomes, garante que não há risco iminente.

A fissura encontrada no Castanhão tem aproximadamente 5 metros. Conforme Walter, um estudo sobre o problema foi realizado, afastando a possibilidade de riscos. O diretor geral afirma que a correção do problema é uma questão de proteção e para evitar infiltração. 

"Estamos tranquilos com nossa responsabilidade. Em respeito à população, estamos fechando para evitar qualquer tipo de comentário. Não é nada assombroso", disse Walter ao O POVO Online.

Como a licitação não foi concluída, ainda não há um valor fechado. Porém, o diretor Walter Gomes prevê uma verba em torno de R$ 150 mil. Atualmente, o Castanhão possui cerca de 705 milhões de m³. A capacidade total do manancial é de 6,7 bilhões m³.

Documentos

A imprensa teve acesso a documentos relatoriais do Dnocs sobre o problema no Castanhão. Datado em 30 de setembro 2014 e assinado pelo coordenador geral do Complexo Castanhão, José Ulisses de Souza, o relatório diz que a rachadura foi encontrada em monitoramento no dia 20 de agosto.

Em 15 de outubro de 2014, o coordenador da Coordenadoria Estadual do Dnocs no Ceará, Daniel Lustosa, foi comunicado sobre os relatórios técnicos de 10 e 17 de setembro, após inspeções no açude. O documento solicitava medidas urgentes.

"Diante da importância do assunto em pauta e da necessidade urgente de decisões relativas à segurança da citada barragem, solicitamos urgência nas providências técnicas a serem tomadas por essa coordenadoria, no sentido de resguardar a integridade da barragem", alertava o documento.

Em novembro de 2014, o coordenador estadual do Dnocs comunicou a Diretoria de Infra-Estrutura Hídrica para as providências cabíveis. Em dezembro do mesmo ano, o ministro de Estado da Integração Nacional, Francisco José Coelho, também foi comunicado pelo diretor geral do Dnocs, Walter Gomes.

O Povo Online

13 detentos cearenses são aprovados para bolsas do Prouni

Treze internos do sistema penitenciário cearense foram selecionados pelo Programa Universidade Para Todos (Prouni) e ganharam bolsas em cursos de graduação e tecnológicos em faculdades particulares do Estado. Entre os aprovados, oito são internos das grandes unidades prisionais da Região Metropolitana de Fortaleza e alunos da EEFM Aloísio Leo Arlindo Lorscheider. Todos eles ganharam bolsas integrais. Os outros cinco são da Cadeia Pública de Aracati.

Dos oito internos aprovados na RMF, dois passaram no curso de Direito. Um reeducando da CPPL II passou em 1º lugar no curso de Licenciatura em Educação Física em uma faculdade particular de Fortaleza. Além dele, cinco internos foram aprovados nos seguintes cursos tecnológicos: um para Sistemas para internet, um para Gestão de Recursos Humanos, um para Gestão Hospitalar e dois para Logística.

Dentre os cinco aprovados em Aracati, um garantiu a bolsa integral e os outros quatro, bolsas parciais que custearão 50% do valor da universidade. Os internos conseguiram vaga nos cursos de Administração, Química (3) e Comércio Exterior.

O secretário da Justiça e Cidadania do Estado, Hélio Leitão, destaca que os dados sinalizam que os investimentos da atual gestão em educação têm mostrado resultado, visto que nunca houve um resultado tão expressivo tanto na aprovação do Enem quanto no Prouni. “Tivemos uma número recorde de inscritos no Enem. É esperado que os números de aprovados sigam crescendo, inclusive com a divulgação da segunda chamada dessas duas seleções”, pontua.

O assessor educacional da Sejus, Rodrigo Moraes, destaca que o resultado tem um caráter motivacional entre os internos. “Os resultados geram um ambiente de esperança entre os envolvidos no processo educacional, despertando o sentimento de ‘se ele conseguiu, eu também consigo”, ressalta.

Segundo o diretor da escola, Raimundo Nonato, “esses resultados são frutos de um trabalho realizado por todos os responsáveis pela Educação nas unidades prisionais: professores, gestores, diretores dos presídios, agentes penitenciários, técnicos da Sejus e da Seduc. Sem a cooperação e o investimento de todos, seria impossível chegar até aqui. Assim, meu sentimento é de gratidão”.

Com relação ao papel da educação dentro das unidades prisionais, Poennia Gadelha, coordenadora da escola, revela: “a educação realizada dentro dos presídios visa a possibilitar ao ser humano a capacidade de recriar-se e de inventar novas formas de atuar no mundo. Creio firmemente que temos cumprido nossa função ao oferecermos ao aluno encarcerado possibilidades concretas de trilharem caminhos mais dignos ao ingressarem no Ensino Superior”.

Os detentos têm direito ao estudo, o que é garantido pela Constituição Federal, pela Lei de Execução Penal (LEP), pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394) e pelo Plano Nacional de Educação (PNE). O estudo também serve para diminuir a pena. A cada 12 horas de aulas, um dia é reduzido na condenação.

Enem para Pessoas Privadas de Liberdade (PPL)

O Enem PPL é uma versão especial do exame dedicada exclusivamente a adultos privados de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que também inclui privação de liberdade. Neste ano, oito internos foram aprovados no Enem, conseguindo vaga em universidades públicas do Estado. O número ainda pode crescer com a segunda chamada do Sisu.

Além do acesso ao ensino superior, o Enem PPL pode ser utilizado para fins de certificação de conclusão do Ensino Médio pelas instituições autorizadas pelo Inep. Ao todo, 29 internos da região metropolitana de Fortaleza alcançaram a pontuação mínima para obter o certificado do Ensino Médio.

Fonte: Secretaria da Justiça e Cidadania

Cearense é preso em Sergipe com 23kg de cocaína

Operação da Polícia Federal (PF) na madrugada de ontem (25), em Sergipe, terminou na prisão de três pessoas, um deles sendo o universitário, cearense, Marcelo Feliciano Alves, de 22 anos, preso em flagrante com 23kg de cocaína.

Marcelo estava transportando a droga em um carro com placas de Fortaleza, que tinha destino ao município de Poço Verde. O material estava escondido em um fundo falso no porta malas.

Mais duas pessoas foram presas no município de Umbaúba com 60 kg de cocaína. Os três foram encaminhados para a delegacia de Poço Verde.

O Estado CE

Taxista assassinado à bala em Russas

Por volta das 14h00min, desta Terça(26), na comunidade de Pau D’arco, zona rural de Russas-CE, foi vítima de homicídio, o ALESSON LASARO DE OLIVEIRA, filho de Silvania de Lima Araujo Oliveira e Alessio Lasaro de Oliveira, de 21 anos, solteiro, estudante, natural de Russas-CE, residente na Rua Monsenhor João Luís, Centro, Russas-CE, próximo a delegacia de polícia civil. A vítima foi encontrada dentro de seu veículo, um táxi FIAT/SIENA, com três perfurações na cabeça e uma no pescoço feita por arma de fogo. Populares não souberam ou não quiseram informar características dos autores do delito. O FTA compareceu no local realizando diligencias, visando identificar e prender os autores do homicídio.

Atualizado 27/01/15 as 05h56min com informações do 1ºBPM

Quadrilha fortemente armada faz "arrastão" na BR-020 em Boa Viagem-CE

Uma quadrilha formada por cerca de 10 homens, fortemente armados, praticou uma sequência de assaltos, na noite de ontem, em plena BR-020, na ladeira da Serra do Facão, entre a localidade de Cruzeta e a cidade de Boa Viagem. O bando  utilizou escopetas, pistolas e outros artefatos para obrigar os motoristas de caminhões, vans e automóveis a parar na estrada. 

Segundo relatos de várias vítimas à Polícia local. Os assaltantes agiram com bastante violência e roubaram  tudo o que puderam. Os ladrões chegaram a perseguir as pessoas que tentavam fugir da emboscada em plena rodovia.

Um médico relatou nas redes sociais que seguia da cidade de Tauá (a 337Km de Fortaleza) para a Capital quando se deparou com os criminosos em plena ação. Ele, então, deu marcha-ré em seu carro e retornou no sentido contrário, sendo perseguido por quase um quilômetro por parte da quadrilha que ocupavam um Gol preto.

Ainda na noite passada, patrulhas do Comando Tático Rural (Cotar), unidade do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), foram enviadas àquela região na tentativa de localizar a quadrilha. O chefe do Comando do Policiamento Especializado (BPE), coronel PM José Maria Barbosa Soares, informou que as diligências vão continuar na região no sentido de capturar os criminosos. 

Blog do Fernando Ribeiro

Polícia caça homem que assassinou a ex-esposa e fugiu levando a filha do casal. A criança viu a mãe ser morta

Policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) estão à procura de um homem suspeito de ter assassinado a ex-esposa e, em seguida, fugir levando a filha do casal, uma criança de apenas 3 anos de idade. 

O caso ocorreu na tarde do último domingo (24) no bairro Conjunto Esperança, na zona Sul de Fortaleza. Era por volta de 17h30, quando o suspeito, identificado por Francisco Jéfferson, se dirigiu até a casa da ex-esposa, localizada na Avenida central, e a surpreendeu na calçada.

Câmeras instaladas na vizinhança flagraram o exato momento em que o suspeito saca uma arma de fogo e corre em direção à vítima. Ao perceber o gesto do ex-marido, a jovem Nayana Viana Rodrigues, 25 anos, tenta fugir. Ela corre em direção à residência, mas é atingida por três tiros nas costas e cai. Em seguida, Jéfferson se aproxima e dispara mais três tiros na cabeça da mulher que já está prostrada na calçada.

Nas cenas seguintes, o assassino  pega a filha que está próxima da mãe e a leva. Desde então, ele  e a menina estão desaparecidos.

Ciúmes e ameaças

Os familiares de Nayana já temiam um gesto violento do ex-marido da jovem. Os pais informaram que ela decidiu terminar a relação com Jéfferson após muitas brigas e ameaças por conta de ciúmes.

Contudo, segundo ele, a jovem nunca apresentou queixa contra o marido, pois temia uma reação ainda mais violenta dele quando  este fosse chamada pela Polícia.

Nayana é a 17ª mulher assassinada, neste ano, no Ceará.

Veja a relação das mulheres assassinadas no Ceará em janeiro de 2016

01 – Vítima não identificada (bala) – Rua 9/Condomínio Marcos Freire (Mondubim-Capital)
02 – Talita da Silva Pontes (bala) – Rua Josias Paula de Sousa (Vicente Pinzón-Capital)
03 – Débora Sousa Dias (bala) – Rua Pedro Alencar (Tancredo Neves-Capital)
04 – Evânia Facundo de Sousa (bala) – Localidade de Volta (Aracati)
05 – Amanda Bezerra dos Santos (bala) – Rua Antônio Pita/Santa-Fé (Messejana/Capital)
06 – Benilda Ferreira da Silva (bala) –  Bairro Alto Novo (Sobral)
07 – Aline da Silva Oliveira (estrangulada) – Localidade Sítio Escondido (Ibiapina)
08 – Luciana Matos da Silva (bala) – Rua Professora Laura Oliveira/Bairro Buriti (Pacajus)
09 – Viviane da Silva (facadas) – Bairro Flores (Iguatu)
10 – Deusiane da Silva Santos (bala) – Localidade Lagoinha (Tabuleiro do Norte)
11 – Maria Vilanir Pinto do Nascimento (foiçadas) – Localidade Agrovila (Aracoiaba)
12 – Maria Célia Gonçalves da Silva (bala) – Rua Senador Alencar (Centro-Capital)
13 – Karliane Alves dos Santos (bala) – Rua 23/Conjunto Timbó (Maracanaú)
14 – Antônia Maria Bernardes Rodrigues (bala) – Bairro Campo Velho/Mutirão (Quixadá)
15 – Antônia Maria Gomes da Silva (bala) – Ponte do bairro Patriarcas (Crateús)
16 – Juliana de Oliveira Gomes (bala) – Localidade Jabuti (Eusébio)
17 – Nayana Viana Rodrigues (bala) – Av. Central (Conjunto Esperança/Capital)

Blog do Fernando Ribeiro

Agentes de Endemias trabalham com fardamentos que foram distribuídos ainda na gestão do ex-prefeito Raimundo Cordeiro



Além de a administração do prefeito Weber Araújo, se negar a cumprir a lei do piso nacional que concede o piso salarial para os agentes comunitários de saúde e de endemias que prestam serviços ao município de Russas, eles agora cobram também fardamento para realização dos trabalhos. O que é usado por eles foi distribuído na gestão do ex-prefeito Raimundo Cordeiro, e já se encontram muito surrados. 

Polícia Civil apreende quase 100 kg de maconha em Caucaia

Um homem foi preso e quase 100 quilos de maconha prensada foram apreendidos durante o fechamento de um laboratório de drogas localizado em Capuan, Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Uma operação da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), através da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), resultou na captura, ainda, de material utilizado para o desdobramento de entorpecentes.

Conforme as investigações, há indícios que o produto apreendido tenha sido originado no Paraguai. As drogas, ainda de acordo com os investigadores, seriam comercializadas no Ceará durante as festas do Carnaval. 

Os trabalhos tiveram início ainda na primeira semana desse mês de janeiro. Contudo, as investigações foram aprofundadas através do fechamento de outro laboratório de drogas, na última quarta-feira (20), no bairro Tabapuá, também em Caucaia.

Naquela ocasião, dois adultos foram presos e um adolescente acabou apreendido. Através das informações obtidas nas apurações, os policiais civis chegaram até o nome de um homem que seria proprietário de um outro laboratório de refino de drogas, desta vez, no bairro Capuan. Ligações anônimas realizadas à DCTD indicavam que Manoel Jonathe de Souza Feitosa, de 31 anos, mesmo morando no bairro Novo Maracanaú, em Maracanaú, RMF, comandaria uma rede de refino e distribuição de entorpecentes em Caucaia. Uma residência, localizada na Rua São José, em Capuan, serviria como depósito do material.

Teve início uma ação investigativa que levou os policiais civis à informação que Manoel receberia um carregamento de drogas no sábado (23). Naquele dia, desde as 5h, as equipes da DCTD fizeram revezamento, acompanhando a movimentação do homem em Maracanaú e na residência em Caucaia.

Aquele dia foi bastante agitado para Manoel. Véspera do aniversário dele, o suspeito percorreu alguns bairros da Capital.

Havia acabado de anoitecer quando Manoel retornou para casa em Maracanaú. Diria que pretendia trocar de roupa e seguir para uma comemoração com alguns amigos, que preparavam uma festa surpresa.

Presente

Contudo, ao chegar ao imóvel, no lugar de bolo, balões e refrigerante, o aniversariante foi recepcionado pelos policiais civis da DCTD. Naquela residência, após verificações, foram encontrados meio quilo de cocaína, certa quantidade de crack e uma balança de precisão. Ao mesmo tempo, uma outra equipe da Polícia Civil abordava a outra residência indicada nas investigações, localizada em Caucaia.

No endereço, em que não havia ninguém, foram encontrados aproximadamente 100 quilos de maconha, distribuídos em tabletes, uma prensa hidráulica, certa quantidade de cocaína, utensílios para fabricação de crack, incluindo eletrodomésticos e até potes de suplemento alimentar que, para os investigadores da DCTD, serviriam para misturar com a droga.

O diretor da DCTD, delegado Sérgio Pereira dos Santos, destaca que a Especializada vem realizando ações visando minimizar o fluxo de drogas no Estado durante o período momino.

"Cumprindo determinação da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e da Delegacia Geral, a Polícia Civil vem intensificando o trabalho de investigação de tráfico de drogas, principalmente neste período que antecede o Carnaval.

O Manoel já era alvo nosso, tínhamos o cadastro dele aqui. Mas mais uma vez, tivemos a parceria com a população. Muitas ligações chegaram aqui e deram o nome dele, dizendo que tinha um laboratório. Cruzamos as informações e tínhamos certeza que ele estava abastecido. Sabíamos que ele tinha um laboratório", relatou.

Negou

Aos policiais, o suspeito negou ser o proprietário da maconha apreendida. Disse apenas ser usuário e alegou que a cocaína era para consumo próprio. Porém, a Polícia Civil garante não ter dúvidas sobre a participação de Manoel no esquema. "Ele tenta se desvincular do material. Mas o que liga o Manoel a essa droga encontrada no laboratório é a prensa hidráulica.

Faltavam peças, que foram encontradas na residência dele. A cocaína localizada no casa é a mesma que estava no laboratório, de mesma qualidade. E nosso serviço de campo, de inteligência, nos dá a certeza de que essa droga é dele", enfatizou o delegado Sérgio Pereira.

Manoel já responde por tráfico de drogas, associação para o tráfico, furto, homicídio e formação de quadrilha. Conforme o delegado, há pelo menos outras três pessoas também participantes do grupo criminoso. "Há outras três pessoas identificadas. A residência era guarnecida por um casal, e ele tem uma pessoa que faz o serviço de corre, que vai buscar a droga no depósito, faz as entregas. Esse é o número mínimo que estamos trabalhando dessa organização. Não vamos divulgar os nomes por segurança da informação e para preservar a investigação", afirmou.

Conforme o mapeamento feito pela Polícia, o material entorpecente seria importado. Entretanto, as investigações estão em andamento e não foi ainda possível afirmar efetivamente qual a origem da droga, conforme o diretor da DCTD. "A certeza que temos é que esse laboratório movimentava muita droga. Transformava muita cocaína em crack. 

Vamos tentar agora refazer o percurso da droga, tentar descobrir de onde ela é originária, acreditamos que seja do Paraguai. Vamos tentar subir um degrau, descobrir quem vendeu essa droga para o Manoel. Temos 30 dias para concluir o inquérito policial", disse.

Diário do Nordeste

Açude Castanhão está com rachadura em um dos seus pilares desde 2014

Iguatu. Uma rachadura em um dos pilares na 12ª comporta da Barragem Castanhão, observada por técnicos em setembro de 2014, finalmente deve ser recuperada no mês de março. A trinca despertou a atenção de engenheiros e diretores do Departamento Nacional de Obras contra a Seca (Dnocs), cujos relatórios demonstraram necessidade urgente de providências.

Além do Castanhão, outras barragens construídas e administradas pelo Dnocs também necessitam de obras de manutenção e reparos, pois apresentam problemas que se estendem por vários anos. Dentre elas, os açudes Tejuçuoca (na cidade de mesmo nome), Farias de Souza (Nova Russas) e Thomás Osterne (Crato).

O problema preocupa diante da proximidade da quadra chuvosa, com chance de aumento do nível de água no reservatório, que impossibilitaria a realização do serviço de recuperação, além da importância da barragem para o abastecimento da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), Complexo Industrial do Pecém e perímetros irrigados no Vale do Jaguaribe.

O Castanhão é o maior açude do Ceará e tem capacidade de acumular 6,7 bi de m³. Relatório técnico da inspeção do vertedouro em setembro de 2014, por engenheiros do Grupo de Trabalho em Segurança de Barragem da Coordenadoria Estadual do Dnocs apontou a existência da fissura. A trinca vertical de baixo apresenta uma extensão de cerca de 3,5 metros, entre as cotas 91,65m e 95,0m, distante 3,5m da linha de soleira da 12ª comporta, situa-se a 8,5m da junta de dilatação na face de montante entre os blocos 12 e 13. A rachadura apresentou largura média de 8mm e profundidade de pelo menos 15cm.

As informações iniciais foram encaminhadas pelo coordenador geral do Complexo do Castanhão, José Ulisses de Souza, em setembro de 2014, solicitando à coordenadoria estadual do Dnocs a vinda de técnicos para verificação da rachadura.

Dois relatórios do Grupo de Trabalho em Segurança de Barragem foram encaminhados à Coordenadoria Estadual do Órgão. Os engenheiros apontaram a necessidade de estudo mais aprofundado e de intervenção urgente, para resguardar a integridade da barragem, aproveitando o baixo nível de água que o reservatório apresentava, uma condicionante que facilita o trabalho dos técnicos.

Na época, o engenheiro Álvaro Teles, do Grupo de Trabalho em Segurança de Barragem, em seu relatório inicial, evidenciou que o Castanhão está localizado em uma região sísmica e que a fissura apresentaria risco de dano potencial alto e solicitou que todos os esforços deveriam ser empenhados para solução do problema. Na manhã de ontem, Álvaro Teles disse que as providências necessárias estão sendo tomadas após estudo apresentado por três consultores. "O que falta agora é colocar em prática as sugestões do projeto", frisou. "O problema se estabilizou, não houve expansão da fissura".

O diretor de Infraestrutura do Dnocs, Glauco Mendes, confirmou a realização de um painel com a participação de três consultores e que a conclusão apresentada pelos engenheiros é de que não houve dano à estrutura. "Houve apenas dilatação de uma junta, sem comprometimento da estrutura", disse. "Será colocada uma calda de cimento com betume e o
serviço será feito no próximo mês de março".

Em relação a 2014, o nível da água no Castanhão caiu ainda mais, facilitando o trabalho dos técnicos. Segundo Mendes, serão investidos mais de R$ 100 mil na recuperação da pilastra. "No início, houve preocupação, mas os estudos mostraram que não houve comprometimento".

O Dnocs administra 328 reservatórios no Nordeste e admite que alguns apresentam problemas que exigem intervenções.

Diário do Nordeste

Janeiro chuvoso supera a média histórica em 91%; volume de chuvas é 7 vezes maior do que em 2015

As chuvas caídas até aqui neste mês surpreendem pela intensidade. Para se ter uma ideia, o volume mensurado até ontem pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), 189,3 milímetros, é quase sete vezes maior do que o registrado em igual período de 2015 (27,8mm).

Faltando seis dias para encerrar o mês, é provável que este janeiro se torne o mais chuvoso dos últimos 12 anos. A média histórica das precipitações referente aos primeiros 30 dias do ano é de 98,7. Portanto, já foi praticamente dobrada, pois o desvio positivo até ontem era de 91,8%. De 2000 para cá, só choveu tanto no mesmo período em 2002 (245 milímetros) em 2004 (406) e em 2011 (212,8), marca prestes a ser ultrapassada nos próximos dias.

Apesar disso, a Funceme lembra que janeiro não faz parte da quadra chuvosa do Estado, que vai de fevereiro a maio, e que, por isso mesmo, mantém a previsão de inverno abaixo da média. Nos últimos quatro anos - de 2012 a 2015 -, a Fundação acertou seus prognósticos, a despeito de críticas recebidas antes da conclusão do ciclo.

Fenômenos

O presidente da Fundação, Eduardo Sávio Martins, expõe que, por serem frutos de fenômenos diferentes, as características climáticas de janeiro e do período seguinte, que segue entre fevereiro e maio, devem ser dissociadas uma da outra. "As chuvas do mês de janeiro, ou da pré-estação, entre dezembro e meados de fevereiro, são provocadas por vórtices ciclônicos de altos níveis, enquanto as chuvas da estação, entre fevereiro e maio, são, em geral, provocadas pela Zona de Convergência Tropical".

Mesmo que não sejam a marca do período que está por vir, o volume pluviométrico dos primeiros dias do ano já é visto como importante para aliviar a escassez de água. O Comitê de Monitoramento da Situação do Semiárido Cearense, célula do Governo Estadual para discutir estratégias contra a seca, afirma que as precipitações deste mês de janeiro ajudaram a estabilizar o nível dos reservatórios cearenses, que se mantêm em 12,5%, garantindo que não haja a perda de volume de água.

Em meio às chuvas, durante o último fim de semana, o Sistema de Monitoramento de Descargas Atmosféricas da Companhia Energética do Ceará (Coelce) registrou a ocorrência de 2.391 raios em todo o Estado. Calculando-se a partir do primeiro dia do ano, até domingo (24), 8.537 descargas foram contabilizadas.

O município de Tauá recebeu 648 raios, sendo a localidade com maior incidência do fenômeno, seguido por Independência (558) e Santa Quitéria (534). A Coelce alerta para o risco de acidentes, sugerindo que seja evitado o uso de aparelhos domésticos conectados à tomada, chuveiros elétricos e o conserto de instalações elétricas.

Entrevista com Eduardo Sávio Martins, presidente da Funceme

Estado não terá seca meteorológica e, sim, chuva abaixo da média

Como podemos entender a previsão emitida pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos?

Pela incerteza inerente a esta previsão, a dificuldade no entendimento no seu significado surge. Veja o exemplo da previsão para o período Fevereiro a Abril de 2016 com as seguintes probabilidades associadas às categorias Abaixo da Média, Em Torno da Média e Acima da Média, respectivamente: 65%, 25% e 10%. Neste caso, a categoria mais provável é a abaixo da média.

Significa que vamos ter seca meteorológica? A resposta é não! Significa que, para o estado
do Ceará, sob as mesmas condições iniciais do momento da previsão (Janeiro), teríamos 65% de chance de termos a média observada de precipitação na categoria abaixo da média.

Como é possível ilustrar as diferenças entre as chuvas dos últimos dias e a quadra chuvosa?

Imagine um grande sistema com circulação horária na alta atmosfera (cerca de 12km de altura) com o centro dele sobre o Oceano Atlântico e a borda esquerda sobre o Nordeste do Brasil, incluindo o Ceará. Nas bordas, há formação de nuvens carregadas de chuva, trazendo precipitações. Este é o Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) que está atuando hoje no Estado. Climatologicamente, esses sistemas têm atuação, principalmente, nos meses da pré-estação chuvosa (dezembro e janeiro), podendo ocorrer ainda durante as primeiras semanas de fevereiro. São sistemas transientes, de difícil previsão. A partir daí, já durante a estação chuvosa, o sistema indutor de chuvas é a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que pode ser descrita como uma imensa faixa de nuvens carregadas, formadas pela convergência dos ventos alísios, e que se posiciona no Oceano Atlântico, próximo à linha do Equador. Este é o principal sistema que traz chuvas no Estado e sua atuação aqui acontece, normalmente, entre fevereiro e maio. Por isso, a nossa quadra chuvosa é neste período.

Diário do Nordeste

Vistoria na cadeia pública de Tabuleiro do Norte

Nesta Segunda(25), por volta das 10h00min, na Cadeia Pública de Tabuleiro do Norte-CE, Uma equipe da PM realizou uma vistoria na Cadeia Pública de Tabuleiro do Norte-CE, mais precisamente na Cela 03, onde os detentos estavam bastante agitados, comprometendo a normalidade daquela casa de detenção. Não foi encontrado nada de ilícito, e ainda foi retirado da referida cela diversos aparelhos eletrônicos.

Com Informações do 1ºBPM

Roubo a posto de combustíveis em Jaguaruana

Nesta Segunda(25), por volta das 19h30min, na rua José de Almeida, Jaguaruana-CE, mais precisamente no Posto de Gasolina Golfinho, o frentista do citado posto foi rendido por dois indivíduos magros, numa moto de cor preta, usando capacetes pretos, um deles de blusa branca e outro de blusa preta e short branco, sendo um deles armado com uma pistola, os quais levaram a quantia de R$ 600,00, evadindo-se em direção à localidade de Borges. PM’s realizaram diligencias, contudo sem êxito.

Com Informações do 1ºBPM

WhatsApp fica fora de serviço, relatam usuários

No fim da noite desta segunda-feira, 25, por média de 40 minutos, o aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp ficou “fora do ar”. O problema foi relatado por alguns leitores e constatado. Porém, outros usuários não passaram pela mesma dificuldade.

Os usuários que acessavam o app por um iPhone visualizavam o status: “conectando”. No Android, a mensagem aparecia com um ícone de relógio.

A empresa responsável pelo aplicativo ainda não se manifestou sobre o problema, que também foi percebido por usuários de outros países, visto que internautas “tuitaram” sobre o problema no aplicativo.

Último dia do ano

O WhatsApp também apresentou instabilidade no último dia do ano de 2015.

O POVO Online