-->

10 de janeiro de 2015

Dupla armada faz arrastão em comércio da zona rural de Russas

Uma dupla armada em uma motocicleta provocou terror na localidade de Timbaúba de Nossa Senhora das Doras, na zona rural de Russas, no Vale do Jaguaribe, realizando vários assaltos. O primeiro deles teve início pouco antes do meio dia, quando invadiram o comércio de José Gecildo de Lima, 44, exigindo todo o dinheiro do caixa e de um cliente do estabelecimento.


Em seguida os assaltantes atacaram o mercadinho Nova Opção, e abordaram a proprietária Rosa Cleide de Lima, 22. Após os ataques, os bandidos fugiram com destino à cidade de Quixeré, e até o final da tarde desta sexta-feira (10), não haviam sido localizados pela Polícia Militar.


Fonte: Ceará News



Fortaleza acerta a contratação de Dudu Cearense e do lateral Wanderson

Depois do meia Everton, do atacante Lúcio Maranhão e do goleiro Deola, a diretoria do Fortaleza voltou a contratar um grande nomepara reforçar o elenco. O volante Dudu Cearense fechou contrato com o clube eassinou contrato até o final de 2015.
Além do ex-jogador da Seleção Brasileira, que deverá ser anunciado oficialmente após oamistoso deste sábado, 10, contra o Maranguape, os dirigentes já confirmaram olateral-esquerdo Wanderson, de 25 anos, que estava no América/RN.
Confira a ficha-técnica dos dois novos reforços:
Nome: Alexandro Silva de Sousa
Apelido:Dudu Cearense
Posição: volante
Data e local de nascimento: 15 de abril de 1983 (31 anos) - Fortaleza/CE
Altura: 1.85m  
Principais Clubes: Vitória, Atlético/MG, Goiás e CSKA Moscou 
Nome: Wanderson Carvalho de Oliveira
Apelido: Wanderson
Posição: lateral-esquerdo
Data e local de nascimento: 31 de março de 1989 (25 anos) - Santa Inês/MA
Altura: 1.72m
Principais Clubes: Bahia de Feira de Santana/BA, América/MG, Tombense/MG e América/RN
Fonte: Diário do Nordeste



PRISÃO POR PORTE ILEGAL DE ARMA BRANCA- MORADA NOVA-CE



Sexta-feira (09), por volta das 20h40min, na rua Raimundo Viana, Bairro Alto tiradentes, Morada Nova-Ce, foi preso em flagrante por porte de arma branca o acusado Deijair Alves de Lima, nascido em 30/07/1993, vendedor ambulante, solteiro, natural de Morada Nova-Ce, filho de Jurandir Alves do Nascimento e Maria do Espírito Santo de Lima, domiciliado na rua Martin Lutero, nº 2959, que ao receber uma denúncia os policiais do Ronda abordaram o acusado e foi constatado que o mesmo encontrava-se portando uma faca tipo punhal. Que o acusado foi preso em flagrante e condzido para USI Moara Nova-Ce, onde foi apresentado na presença da Autoridade competente da Polícia Civil para que fossem tomadas as providencias cabíveis ao caso. 
FONTE PLANTÃO POLICIAL DE MORADA NOVA.

Vaia ao prefeito Paulo Duarte marca inicio de micareta em Limoeiro do Norte


Teve inicio na noite de sexta-feira (09) a vigésima edição do Limão Folia, a maior Micareta da região do Vale e uma das maiores do Ceará.
Com um público estimado de mais de 20 mil pessoas participaram dessa primeira noite do carnaval fora de época. A banda Psirico que foi a grande atração da noite se surpreendeu com a enxurrada de vaias quando citou o nome do prefeito de Limoeiro do Norte Paulo Duarte. As vaias eram tantas que pelos vídeos espalhados nas redes sóciais, dá para se notar o constrangimento do cantor com tamanho ato de protesto da população quando o mesmo citou o nome do Prefeito.
A gestão de Paulo Duarte vem sofrendo muita critica por ser considerada uma administração que não está correspondendo a altura do que o Município de Limoeiro esperava, já que o  município  é um dos mais importantes do Estado.
Nas eleições do ano passado, o prefeito candidatou o seu filho a deputado estadual, mais foi derrotado dentro do município para o ex-prefeito Dilmar.:Fonte postador por Quixeré ligado:



Apreensão de armas em limoeiro do norte

apreensão de arma feita pela ccpi 05 na localidade de Faceira em Limoeiro doNorte.na tarde de ontem dia 09/ Uma espingarda calibre 12,/  um rifle calibre 22,/  uma espingarda calibre 28/  e uma espingarda calibre 32. fonte amigosdeplantao



William é o novo contratado



Se a renovação de contrato com Bill não deu certo, a diretoria do Ceará conseguiu um substituto à altura para vestir a camisa 9.
O centroavante William Batoré assinou contrato, ontem, com o clube alvinegro e ficará em Porangabuçu até o final da temporada de 2016.
William, que tem passagem pelo Fortaleza em 2007, estava atuando no Exterior, no Al-Khor, do Catar. Seu ex-clube, o Avaí, onde fez mais de 100 gols, até que tentou repatriá-lo, mas o desejo do atacante de 31 anos foi de voltar a jogar no Nordeste.
Além do Avaí e do Fortaleza, William tem passagens pelo Atlético/GO, Santos (onde foi campeão brasileiro em 2002 e 2004), Grêmio (campeão gaúcho em 2010) e Ponte Preta (vice-campeão da Copa Sul-Americana em 2013).
O novo camisa 9 do Ceará vai ser apresentado oficialmente, hoje, no evento "IV Feijoada da Arrancada", que será realizado a partir das 12h, na Lupus Bier, na Praia de Iracema, com a presença de todo o elenco alvinegro. Vale lembrar, contudo, que William vai ficar fora, pelo menos das três primeiras rodadas do Estadual. O motivo é devido à janela de transferência internacional só estar liberada a partir do dia 21 de janeiro. Com isso, o centroavante está impedido de enfrentar Itapipoca, Guarany de Sobral e Guarani de Juazeiro.
Como o pedido do técnico Dado Cavalcanti falava além de um centroavante, um meia, a diretoria do Ceará planeja confirmar o novo camisa 10 do elenco até a próxima quarta-feira, 14.
Apesar de não revelar nomes, o meia Marcos Aurélio, ex-Bahia, Inter e Sport, é mais cotado para ser o próximo reforço.
fonte Diário do Nordeste.

Gás subiu para tipos de 20 a 45kg


A Petrobras aumentou, nas refinarias, em dezembro do ano passado, os preços do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), o gás de cozinha, vendido na modalidade granel e em botijões de 20 e 45 quilos, também conhecidos como botijões industriais.
No Ceará, o reajuste no ficou entre 15% e 18%, segundo informou o Sindicato dos Revendedores de Gás do Estado do Ceará (Sincegás).
De acordo com o Sindicato do setor, esse aumento pode impactar, por exemplo, no preços das refeições fora de casa, já que a maior parte dos consumidores do GLP nessa modalidade são restaurantes e hotéis, além de outros segmentos comerciais e estabelecimentos ligados à indústria e hospitais.
Sem alta no botijão 13Kg
O reajuste foi feito em um contexto de queda do valor do barril de petróleo no mercado internacional, o que acabou surpreendendo o setor industrial do País, que esperava ganhar competitividade. O aumento não atingiu o gás comercializado em botijão.
De acordo com a Petrobras, o GLP vendido em botijões de 13 quilos, destinado ao uso residencial, não sofre reajuste desde 2002. Uma alta nesse produto, que responde por 75% do mercado de gás liquefeito, teria impacto na inflação.
O GLP a granel, que passou pela mudança de preço, é usado, por exemplo, no aquecimento de água e de ambientes e para a cocção de alimentos.
Fatia de 25% das vendas
Na indústria, ele é utilizado em funções menos complexas, como acionar maçaricos e esquentar equipamentos. Estes segmentos da cadeia de consumo são responsáveis por 25% dos volumes de vendas de GLP no País.
fonte Diário do Nordeste


Número de homicídios quase triplica em 10 anos no Ceará



O ano de 2014 terminou com 4.439 homicídios no Ceará. Na comparação com 2013, quando houve 4.395, o crescimento foi de 1%. O resultado foi o melhor dos últimos três anos, pior apenas que o de 2011, quando o aumento do número de assassinatos foi de 0,1%. Dessa forma, 2014 registrou o segundo menor crescimento dos chamados Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) desde 2007, período a partir do qual o Estado foi governado por Cid Gomes (Pros), hoje ministro da Educação.

Apesar da redução no ritmo de crescimento observada no ano passado, ao longo dos últimos dez anos a quantidade de homicídios quase triplicou. Entre 2005 e 2014, a alta foi de 198%foram registrados 27.239 assassinatos no Estado.

A média foi de 7,5 mortes por dia nesses dez anos. Em 2014, o Ceará teve uma média de 12,1 assassinatos diários.
 
Reversão de tendência
O resultado de 2014 representa a estabilização na quantidade de homicídios registrados. Em 2012, o aumento havia sido de 33%. Em 2013, de 18%. Ao longo dos oito anos de governo Cid, o aumento acumulado no número de homicídios foi de 184%.

Nesse período (2007-2014), houve 24.184 assassinatos no Ceará. Quando Cid tomou posse, recebeu o Estado com 1.565 homicídios registrados no ano anterior, em 2006. Agora, fechou com 4.439 em 2014.
Região Metropolitana
Embora tenha havido o crescimento de 1% nos homicídios registrados no Estado em 2014, houve diminuição desse tipo de crime nos municípios da Região Metropolitana de Fortaleza. A redução foi de 7,7%, superior à meta estabelecida, de 6%.
Na Capital, também houve queda, embora bem discreta: 0,2%. Foram 1.989 homicídios em 2014, em comparação com os 1.993 de 2013.

Os dados são da Secretaria da Segurança e Defesa Social (SSPDS). O balanço final de 2014 foi divulgado após a consolidação das estatísticas de dezembro.

No mês passado, houve 380 mortes no Ceará. Com esse resultado, o último trimestre de 2014 fechou com queda de 3,8% nos homicídios, na comparação com o mesmo período do ano anterior. Porém, a meta de 6% de redução não foi batida. (colaborou Érico Firmo)
12,1 foi a média de homicídios por dia no Ceará em 2014

184% foi o percentual de aumento do número de homicídios ao longo dos oito anos de governo Cid Gomes

1% foi o índice de aumento da quantidade de homicídios em 2014, último ano do governo Cid 

7,7% foi o percentual de redução do número de homicídios na Região Metropolitana de Fortaleza

0,2% foi o índice de redução do número de homicídios em Fortaleza
em 2014

3,8% foi o percentual de redução do número de homicídios no último trimestre de 2014 no Ceará
 2014 foi marcado por resultados opostos em cada semestre

Apesar do aumento de 1% ao longo do ano, a quantidade de homicídios no Ceará terminou 2014 em queda. Nos últimos três meses do ano, a redução foi de 3,8%. No trimestre anterior, entre julho e setembro, a queda foi mais intensa: 12,2%. Foi o único período em que a meta de redução de 6% na comparação com o ano anterior foi alcançada.
 
A tendência foi oposta à observada no primeiro semestre. Nos três primeiros meses do ano, houve alta de 13%. No segundo trimestre, o aumento foi de 8,1%.
fonte O POVO ONLINE


HOMICÍDIO EM JAGUARIBARA


Ex Presidiário é Execultado na tarde de ontem em Nova Jaguaribara-
A vitima de nome Gilvan Fernandes da Silva,Morto com vários tiros na localidade de areias distrito de Nova Jaguaribara-CE fonte plantão policial do ceará.



Ceará teve quase 17 mil casos de dengue em 2014


A Secretaria de Saúde (Sesa) divulgou nesta sexta-feira, por meio de boletim, que foram registrados 16.773 casos de dengue no Ceará em 2014, com pelo menos 49 mortes. Houve, entretanto, a diminuição no número de mortes em relação à 2013, quando 80 pessoas faleceram. 

Desde o último informe, apresentado no dia 13 de dezembro, foram registrados 583 novos casos da patologia. Aconteceram ainda dois novos óbitos confirmados em decorrência da doença.

A faixa etária predominante nos assolados pela dengue foram de pessoas entre 20 e 29 anos de idade, representando 21,7% do total de pacientes. 

Durante o ano passado, a dengue esteve presente 145 municípios cearenses, o que representa 79% do Estado. Municípios como Fortaleza, Aquiraz, Canindé, Russas, Alto Santo, Jaguaribara, Tauá e Ocara apresentaram altas taxas da doença, com ocorrências graves e mais de 300 casos a cada 100 mil habitantes. 

Fonte: Diário do Nordeste




Governo Federal expulsou 550 servidores públicos por práticas ilícitas em 2014


O enfrentamento à impunidade no Poder Executivo Federal, uma das diretrizes prioritárias da Controladoria-Geral da União (CGU), resultou, em 2014, na aplicação de punições expulsivas a 550 agentes públicos por envolvimento em atividades contrárias à Lei nº 8.112/1990. 

O número é recorde no comparativo dos últimos 12 anos. Ao todo, foram registradas 423 demissões de servidores efetivos; 58 destituições de ocupantes de cargos em comissão; e 69 cassações de aposentadorias. 

As penalidades foram aplicadas pelos órgãos da Administração Pública Federal. Os dados não incluem os empregados de empresas estatais, a exemplo da Caixa Econômica, dos Correios, da Petrobras etc.

O principal motivo das expulsões foi a comprovação da prática de atos relacionados à corrupção, com 365 das penalidades aplicadas ou 66% do total. Já o abandono de cargo, a inassiduidade ou a acumulação ilícita de cargos são fundamentos que vêm em seguida, com 126 dos casos. 

Também figuram entre as razões que mais afastaram servidores proceder de forma desidiosa e participação em gerência ou administração de sociedade privada.

De acordo com o ministro-chefe da CGU, Valdir Simão, é necessário julgar e punir com rigor os desvios. “É tarefa da Controladoria ser implacável com aqueles que não andarem na linha”, afirma. Ele também destaca que a conduta ética e regular dos gestores e servidores públicos, no cumprimento de suas atribuições, contribui para a melhoria da qualidade de vida da população.

Prestação de Contas

Os dados constam do último levantamento realizado pela Controladoria e divulgado nessa terça-feira (06). O relatório de punições expulsivas é publicado mensalmente na Internet, no site da CGU, de forma a prestar contas à sociedade sobre a atividade disciplinar exercida no âmbito do Executivo Federal. As informações são consolidadas por meio da Corregedoria-Geral da União, vinculada à CGU, que coordena os trabalhos do Sistema de Correição do Executivo Federal.

A Controladoria também mantém o Cadastro de Expulsões da Administração Federal (CEAF), disponível no Portal da Transparência do Governo Federal. A ferramenta permite consultar, de forma detalhada, a punição aplicada ao servidor, órgão de lotação, data da punição, a Unidade da Federação (UF) e fundamentos legais. A fonte das informações é o Diário Oficial da União.

Impedimentos

O servidor apenado, a depender do tipo de infração cometida, não poderá ocupar cargo público pelo prazo de cinco anos ou poderá, até mesmo, ficar impedido de retornar ao serviço público. Também fica inelegível por oito anos, nos termos da Lei da Ficha Limpa. A cópia dos processos é encaminhada pela CGU à Advocacia-Geral da União (AGU) para que ela busque ressarcir o prejuízo causado, caso entenda necessário esse ressarcimento.

Em todos os casos, as condutas irregulares ficaram comprovadas após condução de Processo Administrativo Disciplinar (PAD), conforme determina a Lei nº 8.112/1990, que garantiu aos envolvidos o direito à ampla defesa e ao contraditório.

Fonte: CGU.