-->

11 de maio de 2019

Quixadá CE plantão policial


MORADA NOVA HOMICÍDIO (À BALA)

Dia 10/05/2019 (sexta-feira), por volta de 10h30min, a equipe da VTR R-10, c e a VTR 9143, foram averiguar uma denúncia de homicídio no Distrito de Uiraponga, Zona Rural de Morada Nova – Ce. Ao chegarem no local, as composições confirmaram o homicídio de J. E. S.. A vítima foi encontrada em uma estrada carroçável na entrada do Distrito do Uiraponga e ao lado, estava a motocicleta HONDA/CG 125 TITAN, 1997/1998, AZUL, PLACA HVX 0528 de Tabuleiro do Norte – Ce, a qual a vítima estava dirigindo. Segundo informações de populares o homicídio ocorreu por volta de 8h30min. Foram encontradas (05) cinco cápsulas de munição calibre .40 no local. A vítima estava com várias perfurações de tiros no rosto e com um cadeado fechando a boca. A Polícia Militar resguardou o local do crime até a chegada da perícia e rabecão e busca maiores informações a respeito do crime.


PEDRA BRANCA TRAFICO DE DROGAS.

Dia 10/05/2019, por volta das 19h Uma denúncia anônima, via 190, dando conta de que na Rua Valdemar Barros Vieira Pedra Branca, um homem estaria espancando sua companheira. Imediatamente a composição da VTR 9182 deslocaram-se ao referido endereço onde ao chegar ao local encontraram o indivíduo F. G. O.. Ao realizarem busca pessoal no mesmo foi encontrado vinte e sete papelotes de cocaína, um triturador de maconha, duas cédulas de cem reais, quatro cédulas de cinquenta reais, três cédulas de vinte reais, duas cédulas de dez reais, quatro cédulas de cinco reais e seis cédulas de dois reais, totalizando assim quinhentos e doze reais em espécie. Diante disso foi dada voz de prisão ao individuo e conduzido à Delegacia Municipal de Tauá para serem tomadas as devidas providências legais.



IBICUITINGA PRISÃO POR TRAFICO.

Dia 10/05/2019 (sexta-feira), por volta de 10h, a equipe da VTR 9133, abordaram R. W. R. N., e J. C. S. B., pois havia uma denúncia de que Rone iria vender drogas em Ibicuitinga. Após a abordagem, R. afirmou que na casa de .P. R. D. S., os policiais encontrariam muita droga. Após a denúncia as composições do RAIO 01 e RAIO 045 de Morada Nova foram até o local informado, e, chegando na residência, da porta de entrada já avistaram uma pedrinha de cocaína na sala. A composição entrou na casa e perguntaram a P. onde estava o restante da droga, e o mesmo disse estar escondida no quintal da casa. No local foram encontradas várias trouxinhas de maconha e, no quarto, uma quantia de R$ 186,00, dinheiro este, proveniente do tráfico e um aparelho celular da marca LG. Paulo confessou que faz parte da facção Comando Vermelho. Foi dada a voz de prisão e os três indivíduos foram conduzidos para a DRPC de Russas. P. R. D. S. foi preso em flagrante e indiciado por tráfico de drogas.

Material apreendido:

MACONHA – 62 TROUXINHAS DE MACONHA, Qtde: 20,70g
COCAÍNA – 1 PEDRINHA DE COCAÍNA, Qtde: 3,50g
MOEDA NACIONAL – 186 REAIS EM CÉDULAS DE 20, 10, 05 E 02 REAIS
CELULAR – FABRICANTE: LG, MODELO: H222F
CELULAR – FABRICANTE: SAMSUNG, MODELO: J400M
CELULAR – FABRICANTE; SAMSUNG, MODELO: J7 PRIME


Blog; Erivanddo Lima

Mega-Sena: quanto rendem os R$ 275 milhões em diferentes investimentos


Dinheiro

São Paulo — A Mega-Sena pode pagar hoje (11) o terceiro maior prêmio de sua história. São 275 milhões de reais para quem acertar as seis dezenas no concurso 2.150.

O prêmio desta noite só perde para duas edições da Mega da Virada. O concurso 2.000, em 31 de dezembro de 2017, pagou 306 milhões de reais para 17 apostas. Já o concurso 2.110 distribuiu 302 milhões de reais para 52 apostas em 31 de dezembro do ano passado. A probabilidade de ganhar o prêmio milionário com uma aposta simples, com seis dezenas, é de 1 em 50 milhões. Mesmo assim, a cifra gigantesca faz todo mundo tentar. Afinal, 275 milhões de reais podem mudar a vida de muita gente, não é mesmo?

É possível fazer suas apostas até às 19h (de Brasília) de hoje, tanto em lotéricas quanto pela internet, através do site Loterias Online, da Caixa. O sorteio acontece às 20h de hoje, em São Paulo.

Investimentos
Com 275 milhões de reais no bolso não é preciso fazer muito esforço para obter grandes retornos com investimentos. Mas a escolha da aplicação pode fazer sua riqueza crescer muito mais dependendo do prazo que você pretende deixar o dinheiro aplicado.

O site EXAME levantou quanto 275 milhões de reais renderiam na poupança, em um CDB que paga 90% do CDI, em um fundo DI ou no Tesouro Selic, em diferentes prazos. Os cálculos foram feitos por Michael Viriato, coordenador do Laboratório de Finanças do Insper.

Na simulação, a taxa básica de juros se mantém em 6,5% ao ano por todo o período do investimento. Os valores da simulação já descontam o Imposto de Renda, cobrado em todas as aplicações, exceto na poupança, que é isenta.

PERÍODO POUPANÇA* CDB QUE PAGA 90% DO CDI** FUNDO DI COM TAXA DE 1% AO ANO** TESOURO SELIC***
6 meses R$ 281.186.659,53 R$ 281.061.603,85 R$ 280.684.957,40 R$ 281.216.914,72
12 meses R$ 287.512.500,00 R$ 287.652.200,00 R$ 286.858.000,00 R$ 287.980.000,00
18 meses R$ 293.980.652,54 R$ 294.801.712,67 R$ 293.545.272,24 R$ 295.320.820,19
24 meses R$ 300.594.318,75 R$ 302.543.064,06 R$ 300.775.478,91 R$ 303.274.131,19
30 meses R$ 307.356.772,23 R$ 309.849.520,04 R$ 307.588.334,31 R$ 310.785.705,69
* A TR considerada foi zero. Não há desconto de Imposto de Renda nesta aplicação.

** Taxa DI considerada foi de 6,39% ao ano.

*** Houve desconto de uma taxa de 0,5% (taxa de custódia  + corretagem)

O Tesouro Selic bate a remuneração da poupança em qualquer prazo, mas a diferença é mais expressiva quando a aplicação dura mais tempo (30 meses), chegando a três milhões de reais.

O Fundo DI bate a caderneta no longo prazo, mas com menos tempo de aplicação, ele perde. O CDB também se mostra mais vantajoso quando o investimento dura mais do que 18 meses.

Em todo caso, se você ganhar os 275 milhões e aplicar todo o dinheiro na poupança, vai receber mais de um milhão de reais por mês em rendimentos. Ou seja, se você conseguir viver com um milhão de reais por mês, não vai nem precisar mexer no valor do prêmio que estará aplicado.

Metodologia
As alíquotas do Imposto de Renda diminuem conforme o prazo do investimento: 22,5% para resgates em até 180; 20% para resgates de 181 dias a 360 dias, 17,5% para resgates de 361 dias a 720 dias; e 15% para resgates acima de 721 dias.

As simulações consideram taxas de administração e de remuneração normalmente praticadas no mercado.

Com a mudança nas regras de classificação dos fundos promovida pela associação de entidades de mercado, os fundos DI deixaram de ter uma denominação própria. Com isso, eles foram incorporados à classe de fundos de renda fixa.

As próprias gestoras puderam determinar para qual subcategoria os fundos DI iriam — a maioria foi para “Fundos de Renda Fixa Duração Baixa Soberano” ou “Fundo de Renda Fixa Duração Baixa Grau de Investimento”.

De todo modo, como os fundos que acompanham os juros continuam sendo chamados de fundos DI no mercado, o levantamento também manteve a nomenclatura. O investidor precisa consultar a estratégia de cada produto para checar se, de fato, o fundo acompanha a flutuação do CDI.

Quanto ao Tesouro Selic, é preciso considerar que, ao comprar qualquer título público, o investidor paga uma taxa de custódia de 0,3% ao ano para a B3, não importa a corretora escolhida.

Algumas instituições também cobram taxa de corretagem, de até 2% ao ano, conforme a instituição. Veja no site do Tesouro Direto as taxas cobradas por cada corretora.


Jovem mata ex-namorada a facadas após se passar por recrutador de empregos em rede social

Familiares disseram que o rapaz passou a ameaçar tirar a própria vida após o término do namoro, mas, antes, era considerado "uma pessoa tranquila"
Gessiana Farias dos Santos, 17 anos, é morta a facadas pelo ex-namorado em Guaraciaba do Norte

Um homem matou a facadas a ex-namorada, uma adolescente de 17 anos, em um ginásio de lazer de Guaraciaba do Norte, nesta sexta-feira (10). Gessiana Farias dos Santos recebeu cerca de 17 golpes de faca, segundo informações do IML. O suspeito, Francisco Marcelo Freitas de Oliveira, de 19 anos, foi preso em flagrante e autuado por feminicídio. Ele atraiu a vítima para o local do crime após criar um perfil falso nas redes sociais e se passar por uma recrutadora de vagas de emprego. 

O corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Sobral. Familiares disseram que o rapaz passou a ameaçar tirar a própria vida após o término do namoro, mas, antes, era considerado "uma pessoa tranquila". O casal chegou a morar junto e se relacionou por cerca de dois anos. A vítima estava no 2º ano do ensino médio.
No momento da prisão, Marcelo confessou o crime aos policiais. Ele disse que matou a ex-namorada depois de “passar humilhações” e também que ela o “trocou por um cara rico”. 

Leia Mais

> Empresária é assassinada por companheiro, que morre após jogar carro em caminhão na RMF

Entrevista de emprego 
Segundo a Secretaria de Segurança do Ceará, em depoimento, o suspeito do crime revelou que criou um perfil falso em uma rede social na intenção de atrair a vítima até o local do crime. O ex-namorado se fez passar por uma recrutadora e simulou um encontro com a vítima fazendo-a acreditar que se tratava de uma entrevista de emprego. 

Na hora e local acertados, Gessiana se deparou com Marcelo, que tentava reatar. De acordo com informações de policiais, após conversarem e a adolescente negar o pedido do rapaz, ele sacou uma faca e desferiu golpes contra a vítima. 

Ameaças após término

Uma familiar da adolescente que não quis ter o nome revelado falou com a reportagem do Sistema Verdes Mares e contou que a moça e o ex-namorado já haviam morado juntos em Ipu, na casa do pai do suspeito. No entanto, o relacionamento não deu certo e a adolescente voltou para a casa da mãe, no sítio Saco das Carnaúbas, zona rural de Guaraciaba do Norte. 

Os dois chegaram a reatar a relação, mas permaneceram em casas separadas. Com o término definitivo, o rapaz passou a ameaçar tirar a própria vida, informou a familiar da vítima. Ele era considerado uma "pessoa tranquila e que gostava muito dela", disse. 

O suspeito foi preso em casa, no município de Ipu, cerca de seis horas após praticar o crime. 

Há um inquérito policial sobre o caso instaurado na Delegacia Municipal de Guaraciaba do Norte. 

Red; DN 

Acidente na BR 116


A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livreOcorreu um acidente na tarde de hoje na BR 116, por volta das 16 horas, na extensão entre a entrada de Alto Santo e Tabuleiro do Norte, proximidades do Km 224, envolvendo um Caminhão de cor branca, inscrição de São Paulo e um outro Caminhão da cidade de Paulista do Estado de Pernambuco. Uma vítima socorrida com vida fo o motorista do caminhão branco com ferimentos leves. Aguardando mais detalhes.

A imagem pode conter: nuvem, céu e atividades ao ar livre Fonte;Tv Jaguar

Camilo Santana sanciona lei que libera bebidas nos estádios

A sanção deve ser publicada no Diário Oficial do Estado ainda nesta sexta-feira.
O governador Camilo Santana (PT) sancionou lei que libera a venda e o consumo de bebidas alcoólicas nos estádios cearenses. O texto, que chegou ao Palácio da Abolição na tarde desta sexta-feira (10), foi assinado pelo petista no início da noite.

Após a publicação no Diário Oficial, será possível identificar se houve veto a algum trecho da lei aprovada pelos parlamentares. A expectativa é que a versão online seja publicada ainda nesta sexta.

A Assembleia Legislativa do Ceará havia aprovado, na última quinta-feira (9), o projeto de autoria do deputado estadual Evandro Leitão (PDT) por 23 votos a favor e 14 contra. A proposta causou polêmica e mobilizou parlamentares contra e a favor desde que começou a tramitar na Casa, no último dia 19 de março.

Ao todo, 19 emendas foram apresentadas, sendo que três foram retiradas e 13 foram aprovadas. Entre elas, a que mantém a proibição do consumo e da comercialização de bebidas nos jogos entre Ceará e Fortaleza, o chamado "clássico-rei".

(Diário do Nordeste)
Foto Lucas Ribeiro


Secretário especial defende que CE pouparia R$ 10 bi com reforma

Segundo Rogério Marinho, projeto de atualização da Previdência reduziria R$ 9,51 bilhões dos gastos no Estado com servidores e militares em 10 anos. Secretário ainda reforçou o apoio do empresariado local em evento no Ceará

Segundo Marinho, a reforma tem ampliado o interesse de investidores externos no País

O Governo do Estado deverá economizar quase R$ 10 bilhões em 10 anos com gastos relacionados a servidores e militares, caso a reforma da Previdência proposta pelo Ministério da Economia seja aprovada ainda neste ano. A previsão foi destacada por Rogério Marinho, secretário especial de Previdência e Trabalho, ontem (10), durante o seminário "Novo Brasil e a Nova Previdência", promovido pelo Lide Ceará e a Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), no hotel Gran Marquise.

Segundo cálculos da secretaria, o projeto evitaria despesas de R$ 8,38 bilhões com servidores e de R$ 1,13 bilhão com militares, chegando a R$ 9,51 bilhões após 10 anos.

O secretário especial da Previdência também aproveitou o evento de ontem para reforçar o pedido de apoio do empresariado cearense para dialogar com a base parlamentar local em busca de entendimento relacionado à proposta atual da reforma. O objetivo do Governo, segundo Marinho, é que o texto seja aprovado sem nenhuma mudança.

"Se eu sou empresário, eu vou falar com a minha bancada para que haja apoio à reforma (da Previdência), pois ela será boa para os empresários. E sabemos que quem gera emprego não é o Ministério Público ou a Justiça, é quem empreende, quem tem coragem de ir à luta. Esse é um processo que precisamos que haja luta", comentou Marinho.

O secretário voltou a ressaltar que a União deverá poupar cerca de R$ 1,3 trilhão, caso a reforma seja aprovada. Ele ainda aproveitou o encontro para ressaltar que o projeto tem ampliado o interesse de investidores internacionais no Brasil. Segundo ele, com o declínio da economia dos países próximos (como México e Argentina), o Brasil teria destaque no mercado com a aprovação das reformas estruturais.

Equilíbrio fiscal

Marinho comentou também que a reforma ajudaria a equilibrar a situação fiscal brasileira, dando um maior suporte para o Governo Federal voltar a investir em projetos de desenvolvimento nacional, em áreas como a infraestrutura.

O secretário defendeu ainda que todo esse ajuste seria fundamental para que a União pudesse retomar a capacidade de financiar setores do mercado brasileiro, ponto importante para o desenvolvimento da atividade econômica mantida pelo empresariado.

"Os governos perderam a capacidade de investir no conjunto da sociedade. Eles, normalmente, têm o orçamento comprometido com pensões, aposentadorias, salários e pagamento de dívida, e a reforma é necessária para recuperar essa questão fiscal para que o Estado possa resgatar a sua capacidade de investir e apoiar a população que está fora do radar hoje", disse Marinho. "Por isso que eu afirmo que as pessoas que vão mais sentir os impactos da reforma serão os mais pobres", completou o secretário.

Capacidade

Segundo o secretário especial, a capacidade de investimento do Governo Federal caiu para cerca de um terço do que era há 5 anos. Em 2014, Marinho afirmou que a União disponibilizava cerca de R$ 100 bilhões para melhorias em projetos de infraestrutura, e em 2019, esse valor caiu para aproximadamente R$ 35 bilhões.

"O Orçamento deste ano foi feito com uma previsão de 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB), mas ele já está revisto em 1,5%, então tivemos um contingenciamento de quase R$ 30 bilhões, e me parece que deverá ter um outra revisão do PIB para diminuir esse crescimento, então nós já estamos sentindo os efeitos da não aprovação da reforma", disse o secretário. "E quanto mais for procrastinado esse processo, menor será a chance de recuperação econômica", projetou Marinho.
Explicações

Contudo, apesar de reforçar a importância do projeto da reforma da Previdência, Marinho admitiu que o Governo Federal não concentrará forças em explicar todos os detalhes do projeto para a sociedade. A estratégia deverá ser o foco em utilizar segmentos da sociedade, como empresários e outros grupos, para convencer o restante da população.

"Não há, da nossa parte, a pretensão de que todos os detalhes do projetos sejam entendidos por todo o mundo, porque é complexo. O que nós estamos transmitindo à população são as linhas mestras. Estamos acatando as fraudes, cobrando as dívidas, gerando um processo de equidade com quem ganha mais pagando mais, e que haverá um impacto fiscal que irá resgatar a capacidade de o Governo investir no conjunto da sociedade", explicou o secretário da Previdência.

Nova agência virá com capitalização

Assunto ainda não detalhado pelo Governo Federal, o modelo de capitalização que será aplicado no futuro do Sistema Previdenciário brasileiro deverá contar com a criação de uma agência que acumule dois outros órgãos. Segundo Rogério Marinho, secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, deverá haver a fusão da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) e a Superintendência de Seguros Privados (Susep).

De acordo com o secretário, o objetivo é dar autonomia aos órgãos gestores do sistema, buscando evitar qualquer tipo de quebra ou falha que possa gerar uma situação semelhante ao que é vista no Chile.

Pesquisas apontam que mais de 70% dos aposentados no vizinho sul-americano recebem menos que um salário mínimo. "A necessidade de uma agência se dá pela autonomia necessária para quem vai gerir o futuro do País. Quanto menor a ingerência circunstancial e de conveniência de momento, maior a probabilidade de blindagem do recurso investido e sabemos que vários fundos públicos e complementares quebraram por má gestão", disse Marinho.

Além disso, o secretário afirmou que o Governo está programando a existência de um "colchão social" para garantir que nenhum contribuinte no sistema de capitalização receba menos que um salário mínimo no novo sistema.

Contudo, Marinho afirmou que as discussões sobre a capitalização deverão, de fato, ficar "para depois" e que serão definidas através de uma lei complementar por serem complexas demais. "Não refinamos o projeto ainda porque elas remetem à lei complementar e estamos fazendo isso, porque o grau de complexidade exige uma discussão diferenciada, nova e diferente", disse.

Red; Diario Nordeste



*OPERAÇÃO CONJUNTA RESULTA EM PRISÃO POR TRÁFICO DE DROGAS EM IBICUITINGA*

Dia 10/05/19, por volta das 11:00 hrs, as equipes Raio Morada Nova e POG Ibicuitinga foram averiguar denúncia de tráfico de drogas. As equipes Raio 01 e VTR 045, ao chegar em Ibicuitinga, foram até o local em que o POG Ibicuitinga havia abordado o indivíduo denunciado (já conhecido pela prática de tráfico de droga e outros delitos). Ao ser indagado, disse que não tinha droga, mas que na casa de Paulo Roberto havia droga. Diante dos fatos, o policialmente deslocou-se à casa de Paulo
Roberto, onde foi encontrado, na sala, um papelote de cocaina (3,5g). Ao perguntar a este se havia mais drogas, Paulo respondeu que o restante estava enterrada no quintal, onde foi verificado e encontrado 62 papelotes de Maconha( 20,7g). Ademais, foi encontrado a quantia de 186 reais em seu quarto, cujo valor o policiamento suspeitou ser fruto da comercialização de drogas ilícitas. Diante do resultado apresentado, foi dado voz de prisão a Paulo Roberto e encaminhado para Delegacia de Russas, juntamente com todo o material apreendido .