-->

5 de novembro de 2015

Cadáver é encontrado dentro da caixa d'água da agência do Bradesco em Itapipoca

A polícia no município de Itapipoca se viu diante de um cenário de terror nesta última quarta-feira.

Um cadáver, posteriormente identificado como sendo de Gilson Leandro Santos de Lima, 34 anos, foi encontrado dentro da caixa d’água da agência do Bradesco, localizada no Centro da cidade.

O cadáver já estava em estado avançado de putrefação, o que resultou em enorme trabalho para a equipe de Perícia Forense e para o Corpo de Bombeiros, que conduziram os trabalhos de remoção.

Gilson morava num apartamento localizado no mesmo prédio em que funciona a agência bancária. A caixa d’água fica no térreo. A suspeita é que ele tenha sofrido uma queda e morrido no local.

A Delegacia de Polícia Civil de Itapipoca vai instaurar inquérito policial para investigar a causa da morte.

Monólitos Post


Homicídios caem no Ceará em outubro, mas média ainda é alta

Os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) registraram uma queda de 8,6% em outubro de 2015, em comparativo com o mesmo período do ano passado. Ao todo, foram contabilizados 342 homicídios no mês anterior, 18 a mais sobre a meta estabelecida de 324. Os dados sobre a violência no Ceará são divulgados nesta quinta-feira, 5, na sede da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

O total de outubro também é superior ao valor do setembro, quando 332 pessoas foram mortas. Em setembro de 2015, a redução foi de apenas 2,6%. Ainda assim, a média é de 11 assassinatos por dia no Estado.

No ano passado, foram registrados 374 CVLIs nos Estado em outubro, 32 a mais que neste ano. 

Áreas
Neste mês, foram registrados 70 CVLIs na Região Metropolitana, 14 a menos que em outubro de 2014. 

No Interior Norte, foram 50 assassinatos em outubro, 10 a menos que o mesmo período do ano passado. Na capital cearense, 141 pessoas foram assassinadas no último mês.

A média de Fortaleza, no último mês, é de 4, 55 homicídios por dia, número bem inferior à média registrada no último fim de semana, em que ocorreram oito assassinatos por dia na capital cearense. 

Segundo os dados da SSPDS, apenas o Interior Sul teve um aumento nos CVLIs em outubro. No ano passado, foram 77 assassinatos, mas neste o número subiu para 80. 

Acumulado
Desde o início do ano até o último mês, foram contabilizados 3.307 homicídios no Estado, 371 a menos que o registrado entre janeiro a setembro de 2014 (total de 3.304 CVLIs).

A maior redução nesse período foi registrada na Capital – 17,8%, passando de 1.679, em 2014, para 1.380, de janeiro a outubro deste ano. A Região Metropolitana de Fortaleza apresentou 12,7% menos registros de CVLI (635 casos), que no mesmo período de 2014 (727). 

No Interior Norte, houve empate, com 546 registros. No Interior Sul, houve alta de 2,6%, aumentando de 726 para 745. O Estado apresentou redução nos CVLIs em oito meses de 2015 – janeiro, março, abril, maio, junho, julho, setembro e outubro.

O POVO Online


"Eu não aguento mais o Anderson me ligando", disse bailarina cearense

Um áudio divulgado nas redes sociais nesta quinta-feira, 5, mostra Ana Carolina chorando por conta das ameaças que sofria do ex-namorado, Anderson Rodrigues Leitão, 27 anos. O suspeito está preso no 95º Distrito Policial (Heliópolis) de São Paulo. 

''Eu não aguento mais o Anderson me ligando, cara'', diz a bailarina cearense. Aos prantos, a jovem diz que não sabe mais o que fazer: "é uma tortura, não sei mais pra quem pedir. Ai meu Deus do céu!".


Antes da prisãoAnderson publicou no Facebook a mensagem: "Deus tenha misericórdia das nossas almas. Adeus a todos".  "Sempre foi uma bem muito gente boa, mas ninguém tem direito de tirar a vida de ninguém. Só Deus pode julgar. Ainda estou sem acreditar, pois acabou com a vida de uma moça linda e também acabou com a sua, pois agora vai pagar pelo ato. Ele tem uma família grande e todas pessoas do bem, que estão sofrendo com o acontecido", escreveu um internauta.

O POVO Online


Médicos denunciam cancelamento de cirurgias e falta de remédios no HGF

Referência no atendimento terciário no Ceará, o Hospital Geral de Fortaleza (HGF) está com as cirurgias eletivas canceladas, medicamentos usados em quimioterapia em falta e setor de hemodiálise com funcionamento comprometido por falta de cateter. A presidente dos Sindicato dos Médicos do Ceará, Mayra Pinheiro, os coordenadores médicos do hospital receberam, no início da tarde de ontem, um comunicado da direção anunciando o cancelamento das cirurgias já marcadas e impedindo novas internações.  

Mayra afirmou que estão funcionando somente a emergência e o setor com pacientes internados antes do comunicado. “E, mesmo esses, precariamente. Estão faltando insumos básicos como luva, máscara, dipirona. Como um médico atende em um setor de doenças infectocontagiosas sem máscara, sem luva? Só existe essa situação na guerra”, denunciou.

A falta de cateter pode trazer prejuízos graves para as cinco novas pessoas que chegam, em média, a cada dia para começar hemodiálise no HGF. “Se não realizarem a hemodiálise, esses pacientes podem morrer”, diz o nefrologista Célio Barbosa, que trabalha na unidade há 38 anos.

Questionada, a direção do hospital, por meio de assessoria de imprensa, informou que “as cirurgias de urgência e emergência e as internações estão sendo realizadas normalmente”. Foi confirmada a falta dos medicamentos gencitabina e oxaliplatina, para tratamento de câncer. Eles “estão sendo adquiridos”, conforme nota do HGF. Sobre as cirurgias eletivas, o cateter para hemodiálise e a falta de insumos básicos, o hospital não se manifestou.

Nossa reportagem esteve na noite de ontem na emergência do HGF. Não foram vistos profissionais sem máscara. Um técnico de enfermagem, que preferiu não se identificar, afirmou que não há baixa no estoque de luvas e máscaras. Já quanto às internações, uma funcionária do setor, que preferiu não dizer o nome, confirmou o recebimento do comunicado cancelando novas internações.

A presidente do Sindicato dos Médicos afirmou também que as remunerações dos médicos estariam atrasados há cerca de dois meses - o que pode causar paralisação da categoria a ser decidida em reunião na próxima segunda-feira, 9.

Nossa reportagem procurou, na tarde de ontem, a Secretaria da Saúde do Estado, que não se posicionou até o fechamento desta matéria.

O Povo Online


Homicídio à bala em Limoeiro do Norte


Nesta Quarta, 04, por volta das 15h50min, a Unidade Policial de Limoeiro do Norte/CE (4ª Cia / 1º BPM), foi informada por populares que, em um corredor de estada carroçável que liga a localidade de Sítio Bom Fim com a localidade de Sítio Morros, zona rural de Limoeiro do Norte/CE, 02 indivíduos não identificados, armados com arma de fogo, em uma motocicleta PRETA,  abordaram e efetuaram vários disparos na região da cabeça de FRANCISCO ROCHA DA SILVA FILHO, vulgo “TICO”,  35 anos, natural de Iracema/CE, casado, agricultor, residente na localidade de Sítio Bom Fim, zona rural de Limoeiro do Norte/CE. A PM deslocou-se ao local indicado, onde confirmou o ocorrido. Diante das informações, já confirmadas, todo o policiamento da área da 4ª Cia / 1º BPM – Limoeiro do Norte/CE passou a diligenciar, no sentido de identificar e prender os infratores, porém não lograram êxito. Vale salientar que, a vítima acima mencionada, segundo o Sistema de Informações da SSPDS não possuía antecedentes criminais, e era irmão do “DIM ROCHA”, possuidor de uma extensa ficha criminal que foi morto em confronto policial na cidade de Milagres/CE. O fato foi repassado a DPC local, que ficou responsáveis por acionar a Perícia Forense e do Rabecão para os procedimentos cabíveis. 

Com Informações do 1ºBPM


Roubo de aparelhos celulares em Russas


Nesta Quarta, 04, por volta das 20h40min, na Rua Dr. José Ramalho, no centro de Russas, MARCOS VINICIUS REBOUÇAS FREITAS, 18 anos, solteiro, estudante, natural de Russas-CE, residente no Sítio Neilândia, foi vítima de roubo quando foi surpreendido por um casal numa motoneta Shineray de cor azul, , ambos de capacete, sendo o homem armado com um revolver, que roubaram da vítima 01 aparelho celular da marca Iphone 4S, evadindo-se em seguida. Policiais Militares, realizaram diligencias, contudo sem êxito. 

Já por volta das 20h50min, na avenida Irmã Maria da Graça, foram vítimas de roubo o menor de idade S. D. P. 17 anos, natural de Russas, de quem levaram um aparelho celular LG de cor prata; e FRANCISCO AIRTON DELFINO PORTO, 25 anos, solteiro, natural de Russas, de quem levaram um aparelho celular Samsung de cor branca, sendo que os autores do ilícito eram dois indivíduos numa moto Fan 150 de cor vermelha ou vinho, magros, um deles armado com revolver, que chegou a agredir AIRTON com coronhas na cabeça. Foi informado que AIRTON é Surdo, e talvez por não conseguir se comunicar com os indivíduos fora agredido. Policiais Militares realizaram diligencias, contudo sem êxito. 

Com Informações do 1ºBPM


Indivíduo armado assalta Ótica Russana em Russas


Nesta Quarta, 04, por volta das 08h10min, na Rua Dr. José Ramalho, nº 1365, no centro de Russas, onde funciona o estabelecimento comercial “ÓTICA RUSSANA”, um indivíduo usando capacete de cor preta, nele escrito o nome circuito, e armado com um revólver, rendeu a atendente MARIA DAYANE ALMEIDA, e roubou 10(dez) relógios de pulso da marca Monday, sendo 05(cinco) dourados e 05(cinco) de silicone, em seguida fugiu tomando rumo ignorado. Os Policiais Militares atenderam a ocorrência e estão realizando diligências no sentido de identificar e prender o autor do roubo. 

Com Informações do 1ºBPM


Segurança Pública falida: de cada 100 assassinatos no Ceará apenas 23 são esclarecidos


Apenas 23,4 por cento dos crimes de assassinatos praticados no Ceará são esclarecidos. Os dados são da própria Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), através da Polícia Civil. O baixo índice na elucidação dos crimes contra a vidas é um dos fatores geradores da onda de mortes violentas no estado, que neste ano já ultrapassou a casa dos 3.500 homicídios e, em 2014, deixou o Ceará na terceira posição dos estados mais violentos do País.

Segundo o Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Ceará (Sinpol),  atualmente a classe passa por dois graves problemas que implicam diretamente no trabalho de investigação: o baixo efetivo  e o desvio de função. Para um estado com cerca de 9,5 milhões de habitantes, a Polícia Judiciária conta com um efetivo de apenas 2,4 mil servidores.

Porém, hoje, delegados, escrivães e inspetores deixam de realizar a sua principal tarefa (investigar crimes) para tratar da custódia de centenas de presos que lotam os xadrezes das delegacias. Os dois fatores aliados (falta de pessoal e desvio da função) f resultam na baixa produtividade da instituição, isto é, inquéritos se amontoam sem que haja esclarecimento  dos crimes, principalmente em se tratando dos casos de homicídios e latrocínios.

Crimes sem solução
Na tentativa de, pelo menos, organizar as estatísticas e avaliar a resolução das dezenas de assassinatos que acontecem todos os meses no Ceará, a SSPDS montou uma base de dados para o acompanhamento da resolução dos crimes. Trata-se do Programa de Gerenciamento de Elucidação de Homicídios (PGEH), que nos últimos meses comprovou o que já era  comprovado na prática: a baixa resolução dos casos de homicídios. Na Capital, por exemplo, apenas 17,5 de cada 100 homicídios são esclarecidos.

Em Fortaleza, as seis Áreas Integradas de Segurança (AIS), que dividem a cidade em perímetros onde estão instalados os equipamentos das polícias  Civil e Militar (delegacias, batalhões e companhias), os índices de resolução dos crimes de morte são baixíssimos. A AIS que apresentou neste ano melhor eficiência foi a de número seis (AIS-6), com 31,82 por cento de esclarecimentos dos assassinatos. Todavia, é a menor da Capital,  pois cobre somente a zona de praia, da Barra do Ceará ao Caça e Pesca, a chamada faixa litorânea.

Já a AIS-2, que engloba, pelo menos,  18 bairros entre as zonas Oeste e Sul da Capital (do Antônio Bezerra ao Bom Jardim), apresenta a pior média de elucidação dos homicídios, com apenas 9,56 por cento de desempenho positivo. Na prática, significa que de cada 100 assassinatos que acontecem nesta faixa da Capital, somente 9 são esclarecidos e seus autores indicados em inquérito e, posteriormente, responsabilizados perante a Justiça.

Veja o desempenho de cada uma das seis Áreas Integradas de Segurança (AIS) existentes em Fortaleza no esclarecimento de crimes:

AIS 1 (índice de resolução de crimes: 19,13%) – Abrange os bairros: Jardim Guanabara, Jardim Iracema, Quintino Cunha, Vila Velha, Álvaro Weyne, Barra do Ceará, Cristo Redentor, Floresta, Moura Brasil, Carlito Pamplona, Centro, Jacarecanga, Pirambu, Praia de Iracema, Alagadiço, Amadeu Furtado, Benfica, Bom Futuro, Damas, Farias Brito, Jardim América, Monte Castelo, Parque Araxá, Parquelândia, Presidente Kennedy, Rodolfo Teófilo e Ellery.

AIS 2 (índice de resolução de crimes:  9,56%) – Abrange os bairros: Antônio Bezerra, Autran Nunes, Dom Lustosa, Padre Andrade, Pici (Parque Universitário), Bonsucesso, Henrique Jorge, João XXIII, Jóquei Clube, Parque São José, Vila Peri, Conjunto Ceará, Genibaú, Granja Portugal, Bom Jardim, Canindezinho, Granja Lisboa e Siqueira.

AIS 3 (índice de resolução de crimes: 29,88%) – Abrange os bairros:  Aldeota, Meireles, Mucuripe, Varjota, Cais do Porto, Cidade 2000, Cocó, Lourdes, Manuel Dias Branco, Papicu, Praia do Futuro (I e II), Vicente Pinzón, Dionísio Torres, Fátima, Joaquim Távora, José Bonifácio, Parreão, Tauape, Edson Queiroz, José de Alencar, Sabiaguaba e Sapiranga-Coité.

AIS 4 (índice de resolução de crimes: 18,86%) – Abrange os bairros: Cajazeiras, Cambeba, Cidade dos Funcionários, Luciano Cavalcante, Guararapes, Jardim das Oliveiras, Parque Iracema, Parque Manibura, Salinas, Aerolândia, Aeroporto, Alto da Balança, Dias Macedo, Ancuri, Barroso, Conjunto Palmeiras, Jangurussu, Pedras, Coaçu, Curió, Guajeru, Lagoa Redonda (Curió), Messejana, Paupina, São Bento e Boa Vista.

AIS 5 (índice de resolução de crimes: 14,86%) – Abrange os bairros: Bela Vista, Couto Fernandes, Demócrito Rocha, Itaoca, Montese, Pan-Americano, Vila União, Itaperi, Parangaba, Serrinha, Conjunto Esperança, Dendê, Jardim Cearense, Vila Manoel Sátiro, Maraponga. Mondubim, Parque Presidente Vargas, Parque Santa Rosa, Apolo XII, Planalto Ayrton Senna (Pantanal), Parque Dois Irmãos, Passaré e Conjunto Prefeito José Walter.

AIS 6 (índice de resolução de crimes: 31,82%) – Abrange: toda a faixa de praia da Capital, desde a Barra do Ceará ao Caça e Pesca, passando pelos bairros Barra do Ceará, Cristo Redentor, Pirambu, Jacarecanga, Praia de Iracema, Beira-Mar, Iate Clube, Titazinho, Praia do Futuro e Caça e Pesca.

Blog do Fernando Ribeiro


Arrastão seguido da prisão dos indivíduos no distrito de Peixes em Russas


Nesta Quarta, 04, por volta das 20h20min, na localidade de Peixes, zona rural de Russas, foram vítimas de roubo: LUIZ BENEDITO DE ALMEIDA FILHO, 60 anos, natural de Russas-CE, residente na referida localidade, de quem roubaram um relógio e 01 celular da marca BLU - JOÃO BATISTA DA SILVA, 37 anos, natural de Baraúna-RN, residente na referida localidade, de quem levaram 01 relógio e 01 celular da marca Samsung – e FRANCISCO ISMAEL MACIEL SOUSA, 20 anos natural de Russas-CE, residente na referida localidade, de quem levaram 01 aparelho celular Samsung, 01 relógio e uma carteira porta-cédulas contendo R$ 20,00. Autores do roubo foram dois indivíduos, numa moto Honda Bros de cor preta, com detalhes prata ambos de bermuda e blusas de cor escura, bem como capacetes pretos, ambos armados, que após o ilícito se evadiram em direção à localidade de Jardim de São José. De imediato, As viaturas da Polícia foram acionadas pra seguirem até a localidade de Jardim de São José, visando fazer um cerco, no que obtiveram êxito, sendo que na BR-116, mais precisamente na localidade de Sítio Canto, foram abordados JOSÉ VALDER FELICIANO DE ARAUJO, vulgo PRETO, 28 anos, solteiro, desocupado, natural de Russas-CE, residente na Pitombeira II, e JUSIVAN DA PAZ SOARES, vulgo NOCO, 19 anos, solteiro, oleiro, natural de Russas-CE, residente na avenida do Aeroporto, que trafegavam na moto Honda NXR Bros de cor preta, ano 2012, de placa OII-1034, que trajavam roupas iguais às dos indivíduos que realizaram o assalto na localidade de Peixes, os quais negaram que tivessem praticado tal ato, porém, após vistorias no mato às margens da BR-116, foram localizados os três celulares roubados, bem como o relógio de João Batista e a carteira de ISMAEL, contudo não foi encontrada nenhuma arma. Que os acusados foram conduzidos à DRPC de Russas-CE, onde foi realizado o flagrante por roubo a pessoas.

Com Informações do 1ºBPM


Mulher é arrastada durante assalto


Moradores da rua Monsenhor Antero, na Cidade dos Funcionários, Capital, denunciaram a situação de insegurança da região, que é alvo de constantes assaltos.

O mais recente, registrado pelas câmeras de segurança de uma das residências da rua, mostra uma mulher sendo arrastada e espancada por criminosos.

O caso ocorreu às 18h51min desta terça-feira, 3. Pelas imagens, é possível ver que a mulher é agarrada por um dos homens, que chega de moto junto com um comparsa. Outra motocicleta, com um condutor apenas, para mais adiante dos dois, dando cobertura à ação.

A vítima e o assaltante entram em luta corporal e ela é jogada no chão, arrastada e golpeada com socos. Após fuga dos criminosos, a mulher pede ajuda a um carro que se aproxima do local.

Insegurança

O estudante de Engenharia Mecânica Robson dos Santos, 25, é morador da região e conta que os casos de assaltos são constantes na rua e proximidades. O próprio universitário já foi vítima, em junho deste ano, da ação de bandidos.

Na ocasião, cinco homens abordaram o rapaz, que estava com a avó dentro do carro. De acordo com Robson, dois dos criminosos estavam armados e chegaram a tomar o veículo, mas se assustaram com o barulho de gritos dos vizinhos, e fugiram do local. Os homens acabaram sendo capturados pela Polícia Rodoviária Federal na BR-116, após tiroteio.

Policiamento

De acordo com o major Giovanio Martins, do 16º Batalhão de Polícia Militar (BPM), a área recebe a cobertura policial de duas viaturas, do Ronda do Quarteirão e da Força Tática de Apoio (FTA).

As equipes se revezam nos turnos da manhã, tarde e noite. No Ronda, cada equipe conta com três policiais. Já o FTA é composto por quatro policiais, que trabalham em turnos que vão, geralmente, das 10 horas às 2 horas, explica o major.

Ainda de acordo com major Martins, o policiamento das equipes da FTA é direcionado para áreas da região de acordo com fatores como “movimentação”, “horário” e “estatísticas”. Esta última é definida com base em Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP) e Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVL).


O Povo Online