-->

7 de março de 2018

*QUIXERÉ-CE* 🗣 *Homicídio à bala.*


Informações extraoficiais dão conta de um homicídio a bala que veio a ocorrer na localidade de Lagoinha (Quixeré).

A vítima, um homem, foi identificado apenas como Chiquinho de Pepeu. 
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e close-up
O mesmo ainda foi socorrido com vida ao Hospital, porém não resistiu à gravidade dos ferimentos e veio a óbito.

👉 *SEM MAIS DETALHES!*

Fonte; Amigos de plantão e Silvio Leão


Avião com meia tonelada de cocaína é interceptado em Mato Grosso

Piloto desobedeceu a ordem de pouso da FAB, jogou aeronave perto de estrada e conseguiu fugir; droga foi apreendida

Tânia Monteiro, O Estado de S.Paulo

06 Março 2018 | 20h01

BRASÍLIA - A Força Aérea Brasileira (FAB) interceptou uma aeronave que carregava 500 kg de cocaína. O bimotor tinha saído da Bolívia e foi forçado a pousar em uma estrada próxima à cidade de Tangará da Serra, em Mato Grosso, nessa segunda-feira, 5. A droga foi apreendida pela Polícia Federal, mas o piloto conseguiu fugir. 

+++ Após denúncia, polícia apreende grande quantidade de cocaína em SP
Avião com meia tonelada de cocaína é interceptado no MT
A aeronave, de prefixo PR-EBF, estava sem plano de voo. Segundo a FAB, o bimotor é o mesmo que, há um ano, em 25 de março, foi interceptado pela Aeronáutica. Daquela vez, a PF estava longe do local e o piloto acabou preso pela Polícia Militar por estar com habilitação vencida. Na ocasião, porém, a polícia não encontrou drogas no avião. A suspeita é de que foi retirada antes da chegada dos agentes de segurança.
Avião com meia tonelada de cocaína é interceptado no MT
Desta vez, em uma operação conjunta estava sendo realizada, o helicóptero da PF já estava em voo e chegou a tempo de impedir a retirada da droga, mas não a tempo de prendê-los.

+++ Autoridades colombianas extraditam aos EUA 'Pablo Escobar' do Equador

Três aeronaves de defesa aérea A-29 Super Tucano da FAB e um avião radar E-99 foram usados para monitorar e interceptar o avião proveniente da Bolívia. O avião foi interceptado e os militares mandaram que eles mudassem a rota e pousassem em Cuiabá. Mas o piloto não obedeceu e jogou o bimotor perto da estrada. As aeronaves da FAB faziam parte da operação Ostium, que reforça a vigilância no espaço aéreo nas fronteiras.
Avião com meia tonelada de cocaína é interceptado no MT
Em 2017, o piloto do PR-EBF foi preso pela PM, após fazer pouso forçado na pista de uma empresa no setor industrial em Campos de Júlio, a 692 km de Cuiabá. Ele estava com a licença para voar irregular e tinha mandado de prisão em aberto por roubo. A polícia suspeitava ainda que o bimotor estava sendo usado para o tráfico porque foram achadas lonas de proteção de drogas. 

Apesar de o piloto ter sido detido, o bimotor, posteriormente, foi liberado por estar em situação regular. Um GPS foi achado mostrando várias coordenadas de voos em locais onde há forte ação de traficantes.

Red; Estadão



Moro condena Bendine a 11 anos de prisão por corrupção e lavagem



Aldemir Bendine, ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil, foi condenado nesta quarta-feira (7) a 11 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele foi acusado de cobrar propina de R$ 3 milhões da Odebrecht para proteger a empreiteira em contratos da Petrobras. Bendine assumiu a estatal em fevereiro de 2015, em meio à Lava Jato.

O juiz Sergio Moro determinou o regime fechado para o início de cumprimento de pena. Bendine está preso preventivamente desde o final de julho de 2017, quando deflagrada a 42ª fase da Lava Jato. A progressão de regime para o crime de corrupção ficará condicionada à devolução dos valores.

Bendine foi absolvido dos crimes de pertinência a organização criminosa e de embaraço à investigação.

Segundo os procuradores, o ex-presidente da Petrobras foi "estrategicamente posicionado pelo governo federal" para "mitigar os efeitos econômicos" da operação sobre as empresas investigadas, "como forma de desestimular a celebração de acordos de colaboração e leniência".

A acusação teve como ponto de partida as delações de Marcelo Odebrecht e do diretor da Odebrecht Ambiental, Fernando Reis. Segundo eles, Bendine se colocou como interlocutor da Presidência na estatal e disse que iria resolver os problemas financeiros de empresas envolvidas na Lava Jato.

Os pagamentos da propina, de acordo com o Ministério Público, foram feitos em três parcelas de R$ 1 milhão, em espécie, em junho e julho de 2015, por meio do setor de Operações Estruturadas da Odebrecht.

Em seu depoimento, em novembro de 2017, Marcelo Odebrecht confirmou ter feito os três pagamentos para que Bendine facilitasse assuntos da construtora na Petrobras.

O publicitário André Gustavo Vieira da Silva, outro réu no processo, disse a Moro, também em novembro, que recebeu propina da Odebrecht e que repassou R$ 950 mil em espécie a Bendine.

Dos R$ 3 milhões recebidos, afirmou que pagou um terço a Bendine, guardou R$ 1 milhão e pagou outro R$ 1 milhão ao empresário Joesley Batista, da JBS, com quem tinha uma dívida.

Segundo o ex-presidente da estatal, a declaração de André "é totalmente mentirosa, visando buscar algum tipo de acordo". "Chega a beirar o ridículo esse depoimento", disse ao juiz Sergio Moro.

O ex-presidente da Petrobras vem negando todas as acusações. Em depoimento, ele disse sofrer um "perseguição brutal", que destruiu sua "integridade moral" e sua família.

Red; DN


Presos os suspeitos de sequestrar, torturar e matar três garotas em Fortaleza



Polícia ainda trabalha para localizar os corpos das três garotas que foram sequestradas na Barra do Ceará, na noite de quinta-feira passada. O crime teria sido ordenado pelos chefe de uma facção criminosa que age na zona Oeste da Capital

A polícia Civil capturou quatro pessoas suspeitas de envolvimento no seqüestro, tortura, morte e decapitação de três mulheres na semana passada, na zona Oeste da Capital. A ação da Civil aconteceu nessa terça-feira (6). O crime brutal foi filmado pelos próprios assassinos e as imagens postadas nas redes sociais.  Os corpos das três garotas não foram, ainda, localizados. Eles teriam sido ocultados no mangue do Rio Ceará, no limite entre Fortaleza e o Município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Policiais do 7º DP (Pirambu) iniciaram as investigações em torno do caso e chegaram aos supostos assassinos das jovens identificadas como Ingrid Teixeira Ferreira, Darciele Anselmo de Alencar e Nara Aline Mota de Lima. Na noite de quinta-feira, elas teriam sido sequestradas em uma residência, na Barra do Ceará, colocadas em um veículo e levadas por integrantes da facção criminosa Guardiões do Estado (GDE) até o mangue do Rio Ceará, no bairro Parque Leblon, em Caucaia. Ali teria ocorrido uma sessão de tortura que culminou no triplo assassinato. As cabeças das três mulheres foram cortadas e lançadas no lamaçal.

Na noite de ontem, inspetores do 7º DP prenderam na Barra do Ceará os quatro suspeitos. Três deles são adultos e o quarto é um adolescente de 17 anos. Os maiores de 18 anos foram identificados como Antônio Honorato dos Santos, Diego Alves dos Santos e Luiz Alexandre Alves da Silva. O menor foi encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).

“Rasgar a camisa”

Antes de serem assassinadas, as três jovens foram obrigadas a dar um depoimento diante da câmera do celular de um dos criminosos. Sob a mira de armas de fogo, foram forçadas a dizer que eram do Comando Vermelho (CV), mas estavam “rasgando a camisa” e passando para a GDE. Em seguida, uma voz surge no áudio e manda o “pivete” (seria o adolescente) atirar nas garotas. Uma delas pediu piedade e em troca disso recebeu um tiro na cabeça, morrendo instantaneamente.

Em seguida, nas imagens aparecem os corpos sendo decapitados por um dos assassinos, que usa um facão. Mais adiante, outro bandido surge no vídeo carregando as três cabeças e as joga no lamaçal do mangue.

Na última segunda-feira (5), as mães das jovens compareceram à sede da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e pediram ajuda nas buscas às filhas. Buscas foram realizadas por policiais e bombeiros no mangue do bairro Vila Velha durante toda a tarde de segunda-feira, mas os corpos não foram encontrados.

Red; Ceara News


Cadeia de Pentecoste passou por vistoria na véspera de tiroteio que deixou dois mortos


Cadeia Pública de Pentecoste

A Cadeia Pública de Pentecoste, município da zona norte do Estado, a cerca de 80 km de Fortaleza, registrou um tiroteio na manhã desta quarta-feira (7). Segundo a Polícia Militar da cidade, dois detentos morreram e outros nove ficaram feridos. A PM afirmou ainda que nenhum dos feridos deixou a unidade prisional sem vida e todos foram levados a um hospital.

O ocorrido é consequência da briga entre facções, mas os responsáveis pelo local não souberam informar como o tiroteio se iniciou. Ainda segundo a PM, pelo menos três armas de fogo estavam na posse dos presos. Logo após o crime, cinco suspeitos foram conduzidos à delegacia da cidade para prestarem depoimento.

Nesta terça-feira (6), a Polícia Militar, em vistoria, encontrou 13 celulares, 10 carregadores eletrônicos, munições, um cossoco e uma chibanca, que é uma ferramenta semelhante à picareta.  A PM disse ainda que a unidade estava com 63 detentos.

Estrutura precária

De acordo com defensor público Emerson Castello Branco, uma agente penitenciária evitou a morte de mais pessoas, pois, ao perceber a movimentação, interveio. Ele disse ainda que o local não tinha condições para abrigar os presos.

"As cadeias públicas estão destruídas, não tem condição nenhuma de presos continuarem em cadeias. Isso nem cadeia é, é uma casa adaptada para ser uma cadeia pública, sem segurança alguma. Como é que eu posso ter vários presos no local sem segurança e, principalmente, sem condições humanas para suportar um ambiente deste?", pontuou.

Já o promotor Jairo Pequeno Neto, do Ministério Público do Ceará (MP/CE), afirmou que vai solicitar a abertura de um inquérito para apurar se houve facilitação de algum agente público para a entrega das armas. Ele afirmou ainda que vai peticionar a interdição total da cadeia por meio de uma Ação Civil Pública, já que o pedido para interdição parcial foi pedido ano passado.

"Eu entrei com Ação Civil Pública [em 2017]. O juiz interditou parcialmente enquanto a Sejus fazia uma reforma paliativa. Houve essa pequena reforma, alguns presos foram transferidos e voltaram para lá. Hoje, tinha uns 52 presos lá. A Cadeia não estava superlotada, mas lotada estava. Creio que eram umas 40 vagas", disse o promotor.

Neto disse ainda que cerca de 25 presos serão tranferidos para unidades prisionais da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Cenário de violência

O caso é semelhante ao da chacina ocorrida na Cadeia Pública de Itapajé no dia 29 de janeiro deste ano, quando uma briga entre internos de facções rivais deixou dez presos mortos e oito feridos. Os detentos possuíam facas e armas de fogo dentro da unidade. 
No dia 16 de fevereiro, a Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) condenou os atos de violência.oteio dentro da Cadeia Pública de Pentecoste deixa 2 mortos e 9 feridos

Red; DN


Motoristas de transportes privados realizam protesto em frente à Câmara Municipal



A categoria reivindica inclusão no processo que discute o projeto de lei que regulamenta os aplicativos de transporte privado de passageiros

   Motoristas de transportes privados realizam, na manhã desta quarta-feira (7), um protesto em frente à Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor). A mobilização reivindica a inclusão da categoria na discussão sobre o projeto de lei que regulamenta os aplicativos de transporte privado de passageiros, como Uber, 99 e Cabify.

O presidente da Associação dos Motoristas Privados Individuais de Passageiros do Ceará (Ampip-CE), Antônio Evangelista, argumenta que o prefeito Roberto Cláudio estaria abrindo diálogo apenas com uma das partes envolvidas. "Estamos buscando o diálogo com o prefeito", afirma. Para ele, trata-se "de uma categoria que tenta sempre prejudicar a nossa".

Apesar da queixa de que as negociações têm acontecido de forma unilateral, os manifestantes reconhecem que os taxistas fazem parte do processo e não excluem o diálogo. "Existe também um processo de reformulação da categoria de taxistas. Pedimos a nossa inclusão para o bem da mobilidade na nossa cidade", afirma um dos participantes do protesto.

Modernização dos táxis

O líder do prefeito na Câmara, Ésio Feitosa (PPL), na tribuna da Casa, declarou que o Executivo municipal já havia deixado claro que estava aberto a dialogar com os profissionais. 

Segundo o pepelista, a intenção é não apenas regulamentar o transporte individual privado, mas também mudar o serviço de táxis, que é operado por concessão pública. 

"É preciso que se modernize o serviço de táxis para que ele possa competir com o transporte individual privado", diz. De acordo com Ésio Feitosa, o Paço Municipal acertou aguardar a aprovação de texto sobre o tema pelo Congresso Nacional. A votação sobre o assunto foi concluído pelo Legislativo federal no fim de fevereiro e aguarda sanção presidencial.

Entenda o caso

No dia 26 de fevereiro, quatro meses após o Senado fazer alterações sensíveis no texto original, a Câmara dos Deputados, em Brasília, retomou a discussão do projeto que regulamenta empresas de transporte privado de passageiros. 

Na última sexta-feira (2), o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, afirmou que iria se reunir com representantes do Sindicato dos Taxistas do Ceará (SindiTáxi) para formalizar um grupo de trabalho sobre o assunto.

Segundo ele, a ideia é buscar uma "solução razoável para este impasse", com o objetivo de cumprir a legalidade sem prejudicar a categoria. 

Na ocasião, Roberto Cláudio afirmou que não iria conversar com os motoristas de aplicativos.


Red; DN

Pedido de impeachment de Gilmar Mendes tem apoio de quase 2 milhões de pessoas



O pedido de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, que circula pela internet, aproxima-se de 2 milhões de assinatura. Até a manhã desta terça-feira, 6, abaixo-assinado acumulava o apoio de 1.927.048 de pessoas. A meta do criador da petição, José Luiz Maffei, é atingir 3 milhões de assinaturas. 

A petição deve ser entregue ao senador e pré-candidato à Presidência da República Álvaro Dias (Podemos-PR). O Senado é a Casa que irá avaliar a abertura desse processo contra o ministro do Supremo por crime de responsabilidade. 

Red; O povo.com


Golpe da webcam ganha força no Ceará e vitima homens



"Manda uma foto sua". A solicitação que, para muitos, não passa de um pedido inocente, pode se tornar um caso de Polícia. Conforme a Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), nos últimos 15 dias, aumentou no Estado do Ceará o número de denúncias provenientes do golpe da webcam.

Em duas semanas, a Especializada recebeu cinco queixas de vítimas de estelionatários. A maior parte dos denunciantes é composta por homens, dentre eles um empresário, mas também há uma aposentada de 65 anos que denunciou o golpe. Sob a falsa promessa de viver um romance virtual, as vítimas se despiram em frente à uma câmera e, poucos dias depois, começaram a receber ameaças.

O titular da DDF, delegado Jaime de Paula Pessoa Linhares, explica que o crime cibernético tem início com uma solicitação de amizade, via Facebook. O sucesso da ação depende diretamente de uma relação de confiança. Para isso, o golpista propõe um namoro, em seguida revela sua nudez e só então pede a troca de imagens íntimas. "Não é comum esse número de denúncias em um espaço de 15 dias. Essas pessoas estão vindo aqui motivadas por uma extorsão seguida de humilhação. O golpista estabelece amizade, cria intimidade e ataca. Quando o criminoso capta uma foto da vítima nua, o passo seguinte é a chantagem. Diz que se a vítima não pagar o valor exigido, vai mandar as imagens para os amigos dele", explica o delegado.

Jaime Linhares conta que as cifras exigidas pelo criminoso são diversas. Segundo o titular da DDF, nos últimos casos, teve quem depositasse de R$ 6 a R$ 30 mil. O rastro do dinheiro mostrou um ponto em comum: uma conta sediada na Costa do Marfim. "As localizações no Facebook desses perfis dos golpistas são as mais diversas. Um dia mora na Síria, outro dia se diz italiana. Eles agem a quilômetros de distância e se aproveitam da fragilidade de quem é atacado. A nossa indicação é não pagar nada. Até porque, ninguém sabe se a extorsão tem fim depois do primeiro depósito", lembrou o delegado.

Apesar de não haver um perfil definido, o titular da Especializada garante que, devido ao apelo visual, a maior parte das vítimas é homem, com cerca de 40 anos, casados e com certa fragilidade psicológica.

Reputação

Jaime Linhares lembra que, na maioria dos casos, os criminosos conseguem atingir seu objetivo rapidamente. O golpe da webcam mostra a facilidade dos oportunistas em se apoderar da vida íntima do internauta.

Um homem de 42 anos, que não quis se identificar, foi vítima de um golpe com as mesmas características em 2017. Ele relatou à reportagem que nunca imaginou "cair em uma armadilha deste tipo". Conforme o homem, um advogado o orientou a bloquear o perfil com o qual vinha conversando e a não transferir o dinheiro exigido. "Essa mulher me pediu R$ 10 mil e começou a adicionar vários amigos meus. Fui a um cartório e pedi uma ata notarial certificando que eu não autorizo a publicação de nenhuma imagem minha. Não cheguei a ir à Polícia e não tive mais contato com a mulher. A imagem não chegou a nenhum dos meus amigos", contou.

A suspeita das cinco últimas vítimas se apresenta no Facebook como Olívia Ramalho. As autoridades investigam se os dados informados pela mulher são verdadeiros. Já o criminoso que vitimou a aposentada, prometeu um anel de brilhante à idosa.

Red; DN


Russas CE comunicado da CAGECE



ATENÇÃO, MORADORES DE RUSSAS

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) informa paralisação por
manutenção programada no abastecimento de água em Russas nesta quinta feira
(08) a partir das 06h00 por motivo de paralisação do sistema produtor para realizar
manutenção na captação de água bruta na localidade do Pedro Ribeiro. A previsão é
que o serviço seja concluído neste mesmo dia às 14h00, quando a distribuição de
água será retomada imediatamente.
Em áreas elevadas ou mais distantes da estação de tratamento de água, o equilíbrio
total do sistema poderá ocorrer em até 72 horas.
Durante a suspensão do abastecimento, a Cagece orienta a população que a água
reservada seja consumida com moderação, privilegiando o consumo humano e as
atividades essenciais.
Para qualquer esclarecimento, a Cagece orienta aos clientes que entrem em contato
com a companhia pelos canais de atendimento disponíveis, como a Central de
Atendimento (0800.275.0195), o aplicativo Cagece Mobile (disponível para Android e
iOS) ou por meio do chat online, no portal da Cagece (www.cagece.com.br)

Blog Erivando Lima


Russas CE

BOMBEIRO HIDRÁULICO
TÉCNICO EM MANUT. DE ELETRODOMÉSTICOS
TÉCNICO MECÂNICO EM AR CONDICIONADO
VENDEDOR PRACISTA


SINE/IDT de Russas  localizado à Av. Cel. Araújo Lima, 1458-A – Centro.   Atendimento - 07:30 às 16:30

Blog Erivando Lima