-->

12 de setembro de 2016

Câmara deve decidir hoje futuro político de Eduardo Cunha

Eduardo Cunha confirmou que estará pessoalmente na sessão e poderá se manifestar, reforçando sua defesa (Foto: José Cruz/Agência Brasil)
Relator do processo contra o deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), quando o caso começou a tramitar no Conselho de Ética, o deputado Marcos Rogério (DEM-RO) será o primeiro a falar na sessão que definirá o futuro político do peemedebista, marcada para as 19h de hoje (12). De acordo com a Secretaria-Geral da Câmara, Rogério terá 25 minutos para apresentar os argumentos favoráveis à cassação do mandato de Cunha.

Depois de quase oito meses em que a representação esteve nas mãos do colegiado, Marcos Rogério formulou o parecer que resultou na continuidade do processo por um placar de 11 votos a nove, em junho. No texto, o parlamentar afirma que Cunha é o dono de pelo menos quatro contas na Suíça - Köpek; Triumph SP, Orion SP e Netherton - e classificou as contas como “verdadeiros laranjas de luxo”.

Os advogados de Cunha terão o mesmo tempo - 25 minutos – para rebater os argumentos de Rogério. O próprio Eduardo Cunha já confirmou que estará pessoalmente na sessão e também poderá se manifestar, reforçando, em 25 minutos, sua defesa.

Com a conclusão desta fase inicial, os deputados que forem se inscrevendo poderão falar por cinco minutos cada. Mas esta etapa da sessão pode ser interrompida a partir da fala do quarto parlamentar, se houver um acordo e a maioria em plenário decidir pelo fim da discussão.

A votação é nominal e o posicionamento de cada deputado será anunciado abertamente pelo painel eletrônico. São necessários 257 votos – equivalentes à maioria simples dos 513 deputados – para que Cunha perca o mandato como parlamentar.

Eduardo Cunha, que foi notificado sobre a sessão na última quinta-feira (8) pelo Diário Oficial da União, deve contar com o apoio de aliados que podem apresentar questões de ordem. O peemedebista quer que, a exemplo do que ocorreu no impeachment de Dilma Rousseff no Senado, a votação seja fatiada, ou seja, que os parlamentares decidam separadamente sobre a perda do cargo e sobre a perda dos direitos políticos.

Agência Brasil

Ladrão atrapalhado é preso após esquecer identidade em residencia que arrombou em Várzea Alegre (CE)

Fábio responde por furtos e roubos em Várzea Alegre (Foto: Reprodução)
A polícia do município de Várzea Alegre não encontrou dificuldades para descobrir o autor de uma série de arrombamentos a residências naquele município e terminou prendendo o acusado. É que o ex-presidiário Fábio Hengler de Souza, de 20 anos, apelidado por “Fábio Fumaça”, esqueceu sua carteira de identidade numa dessas “paradas” e voltou para a cadeia pública local após ser preso por policiais militares.

Por volta das 19 horas deste sábado uma patrulha esteve na Rua Antonio Alves Costa, 486 (Bairro Zezinho Costa), cuja residência estava sendo arrombada. Ao notarem a chegada dos PMs dois jovens fugiram abandonado uma sacola com uma máquina de cortar cabelo e uma tesoura. Duas horas após, a polícia voltou àquela rua após tomar conhecimento que outra residência tinha sido arrombada.

Um jovem de 23 anos chegou em casa e notou parte do telhado descoberto e a porta da cozinha aberta sentindo a falta de um perfume e mais R$ 80,00. Quando verificou o telhado encontrou uma carteira de identidade tendo Fábio Hengler como titular e a entregou à polícia. Os PMs foram até a residência do acusado e este assumiu a autoria do furto, sendo recuperado o dinheiro e tudo que tinha levado dos imóveis. Quando ao seu comparsa, apontou o menor de iniciais L. C. S. de 17 anos.

Segundo a polícia, Fábio diz ser crediarista e já responde por quatro furtos. O mesmo tinha sido preso pela última vez no dia 23 de fevereiro e, na época, morava na Rua Padre Otávio, 131 no centro de Várzea Alegre. Ele gozava do regime semi aberto e tinha descumprido determinações dentre as quais de se recolher em sua residência a partir das 19 horas, mas foi encontrado pela patrulha às 03h30min da madrugada daquele dia.

Site Miséria

Presos fazem buraco e fogem de Cadeia Pública de Morada Nova

Três presos fugiram por volta das 18h do último sábado (10) da Cadeia Pública de Morada Nova. Os presos são José Eudenir de Oliveira Bezerra, Francisco Denison Lima da Silva e Francisco Fábio Nobre Balbino, segundo informações da cadeia. Dois deles já têm histórico de fuga registrado em Limoeiro do Norte.  

Na fuga, as grades da cela e de acesso ao pátio do local foram serradas, e no muro do pátio que dá acesso ao lado de fora da cadeia foi feito um buraco. Foi apreendido um cossoco (arma artesanal fabricada dentro do presídio), que teria sido utilizado na ação.  

A Polícia ainda está em busca dos foragidos, mas até o momento ninguém foi capturado. 

Diário do Nordeste

Castanhão chega a 6,7% da capacidade e gera alerta

O Estado do Ceará está em alerta mediante a queda dos níveis de volume dos reservatórios, depois de cinco anos seguidos de seca. Para evitar medidas de racionamento na distribuição de água, a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), segundo o Plano de Segurança Hídrica da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), ampliou a meta de economia de água de 10% para 20%. A nova Tarifa de Contingência passa a vigorar a partir do próximo dia 18 para Fortaleza e do dia 19 para as demais cidades da RMF.

"O esforço do governo é para evitar o racionamento", disse o gerente de Concessão e Regulação da Cagece, João Rodrigues Neto. "O atual cenário de escassas reservas hídricas exige cuidado, uso consciente do que nos resta nos reservatórios". A situação tende a se agravar. O Açude Castanhão, responsável pelo abastecimento da RMF, está com 6,75% de sua capacidade e a cada dia, por consumo e evaporação, registra perda de seu volume, tanto que, na semana passada, usuários de Fortaleza receberam carta da Cagece destacando a necessidade de economia diante de um volume de 7,79%.

Nova tentativa

Mais uma vez os moradores da RMF são chamados ao uso consciente de água. Em dezembro de 2015, o governo lançou a Tarifa de Contingenciamento, com meta de economia de 10% para quem consumia acima de 10 m³ ao mês. Segundo dados da Cagece, a economia entre dezembro de 2015 e agosto passado, em média, foi de apenas 5%. Apesar dessa realidade, João Rodrigues Neto, está na expectativa de que agora a meta ampliada para 20% será alcançada: "Só com o anúncio da ampliação dos índices já houve um aumento para 8% em média da economia".

Quem não cumprir a nova meta terá de pagar uma multa de 120% incidente sobre o valor não reduzido. A cobrança extra é restrita à conta de água e, portanto, não se aplica à tarifa de esgoto. Dentro do Plano de Segurança Hídrica há medidas de responsabilidade da Cagece, segundo a carta enviada aos usuários.

Medidas

A Cagece intensificou a fiscalização para combater os casos de fraudes na rede de distribuição e de perda por vazamentos. Com apoio da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) e da Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra), a Cagece começou a operacionalizar, também, o reúso de água de filtragem no Sistema Gavião.

Depois de tratada, a água usada na limpeza dos filtros da Estação de Tratamento de Água (ETA) do Sistema Gavião será reutilizada com potabilidade. "A economia será de 300 litros por segundo, o consumo de uma cidade de porte médio", disse João Neto. Na obra, foram investidos cerca de R$ 3 milhões.

Para reduzir a transferência de água para o Pecém, será intensificada a perfuração de poços naquela região. Outra ação do Plano de Segurança Hídrica da RMF é o tratamento para uso da água do reservatório Maranguapinho, que será destinada aos moradores de Maranguape. "Dessa forma, vamos reduzir o consumo de água oriunda do Castanhão", frisou.

'Todos pela Água'

A Cagece lançou a campanha 'Todos pela água' como forma de engajar a população em uma ampla mobilização por uso consciente do recurso hídrico. O esforço é para evitar a adoção de racionamento, mas há quem critique a demora na aplicação das medidas. O agrônomo e ambientalista, Paulo Ferreira, disse que muitas dessas ações já deveriam ter sido colocadas em prática: "O racionamento para a RMF já deveria começar, pois não sabemos se haverá chuvas em fevereiro e março de 2017 suficientes para recarga dos reservatórios, com risco grave de colapso".

A chegada das águas do Rio São Francisco foi adiada para maio de 2017 por atraso nas obras de transposição. Neste mês, o governo começou a operação de esvaziamento do Açude Orós, liberando inicialmente, 9 m³/s para a calha do Rio Jaguaribe. A ideia é que o recurso hídrico chegue ao Açude Castanhão. A partir da próxima semana a descarga será elevada para 16m3/s. Os moradores da Bacia do Orós reclamam medidas compensatórias.

Diário do Nordeste

Aposentado leva tiro no pé e tem R$ 800,00 tomados de assalto em Russas

Na manhã desse domingo (11), na localidade de Passagem de Russas, zona rural do Município, um homem de 85 anos foi vítima de assalto a mão armada.

Um aposentado de 85 anos, natural de Russas, trafegava em seu ciclomotor Shineray, quando por volta das 08h00 foi abordado por dois indivíduos de moto, características não anotadas, estando o garupeiro armado de revólver, que efetuou um disparo atingindo o calcanhar do pé esquerdo do idoso, e em seguida roubaram uma quantia de R$ 800,00 em dinheiro da vítima que foi socorrido por populares a UPA, vindo em seguida ser transferido para o hospital de Russas. 

Os suspeitos fugiram e ainda não foram identificados. A vítima passou por cirurgia e se encontra bem.

Com Informações do 1ºBPM