-->

23 de outubro de 2016

Homem é rendido e tem pertences tomados de assalto no Gracismões em Russas

Um homem de 34 anos foi vítima de assalto a mão armada na noite deste sábado, 22, na localidade de Gracismões, zona rural de Russas (CE).

Ele informou a Polícia que foi abordado e rendido por dois meliantes armados de revólver, que trafegavam em uma moto Honda NXR Bros, cor vermelha, que tomaram de assalto sua carteira porta cédulas, contendo documentos pessoais e uma quantia de R$ 52,00, e em seguida os dois fugiram tomando destino ignorado.

A Polícia realizou diligências em toda à área. Até o presente momento ninguém foi preso.

Com Informações do 1ºBPM

Acidente envolvendo duas motos deixa uma pessoa ferida no centro de Russas

Acidente envolvendo duas motos deixa uma pessoa ferida na tarde deste sábado, 22, em Russas (CE).

De acordo com o boletim policial, o acidente aconteceu na Avenida Dom Lino, centro de Russas.  Duas motocicletas, uma Honda CG 125 Fan, cor preta, que era conduzida por José Ricardo Adriano de Sousa Silva, 29 anos, e uma motocicleta Honda CG 125, também de cor preta, que era conduzida por Raimundo Cezar de Lima, 46 anos, colidiram na via, deixando Raimundo ferido com escoriações pelo corpo. O mesmo foi socorrido para o Hospital local onde foi medicado e já liberado.

A Polícia e o Demutran estiveram no local para realizar os procedimentos cabíveis.

Com Informações do 1ºBPM

Assaltantes deixam cair dinheiro durante fuga em São Benedito

Um assalto no município de São Benedito terminou de uma forma um pouco inusitada. Após efetuar a ação, neste sábado (22), por volta de 12h30, em uma loja de eletrodomésticos no centro da cidade, os assaltantes, durante a fuga, deixaram cair o dinheiro e populares correram para apanhar as cédulas.

Ainda segundo informações, os assaltantes efetuaram tiros no local.

Diário do Nordeste

PF solta três dos quatro policiais legislativos presos

A Polícia Federal (PF) já soltou três dos quatro policiais legislativos presos ontem durante a Operação Métis. O único que permanece na Superintendência da PF em Brasília é Pedro Ricardo Carvalho. Como ele ocupa o cargo de diretor da Polícia do Senado, recai sobre ele as suspeitas de liderança nas ações de varredura da Polícia Legislativa nas residências de parlamentares – que, segundo a PF e a Justiça, teriam sido feitas com intuito de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.

A Operação Métis investiga as varreduras de policiais legislativos nas casas de parlamentares com intuito de atrapalhar investigações da PF. De acordo com o órgão, Everton Taborda, Geraldo Cesar de Deus e Antonio Tavares foram liberados após prestarem depoimento.

O caso pôs em evidência a Polícia Legislativa, responsável por fazer a segurança de parlamentares, prevenir e apurar infrações nas instalações pertencentes ao Congresso Nacional. O presidente do Senado, Renan Calheiros, disse que as varreduras “restringem-se a detecção de grampos ilegais, conforme previsto no regulamento interno”.


O diretor-geral da PF, Leonardo Daiello, frisou que a investigação não é sobre a varredura de grampos em parlamentares e sim sobre a obstrução de uma investigação federal. “O que foi investigado é o desvio de finalidade de quatro integrantes da polícia do Senado Federal que teriam utilizado as atribuições do senado com finalidade ilícita, a obstrução da Operação Lava Jato”.

Diário do Nordeste