-->

2 de outubro de 2015

Tentativa de Homicídio na Varzea Alegre


Uma tentativa de Homicídio na Travessa Ocion Lopes da Silveira, bairro Varzea Alegre, foi registrada pelo plantão policial, por volta das 14 horas da tarde desta sexta, 02; a vítima trata-se de José Márcio de Oliveira, conhecido popularmente por Márcio Cabeleireiro. Ele que foi alvejado por tiros de pistola calibre 380. O mesmo foi socorrido para o hospital local, logo em seguida foi levado para o IJF em Fortaleza. No local da ocorrência a polícia encontrou 5 cartuchos, 3 deflagrados e 2 intactos, e no momento segue em diligencia no intuito de encontrar os responsáveis.

Sem mais detalhes.

Produção industrial cai 9% em um ano, a maior queda desde 2003


A queda de 9,0% na produção industrial em agosto ante agosto de 2014 é a maior para o mês desde o início da série da Pesquisa Industrial Mensal Produção Física (PIM-PF), iniciada em 2003 neste tipo de confronto. Além disso, considerando todos os meses, trata-se da 18ª taxa negativa consecutiva, informou nesta sexta-feira, 2, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Já o recuo de 1,2% na produção em agosto ante julho foi o mais intenso para o mês desde 2011, quando houve retração de 2,1% na atividade na margem, segundo o IBGE.

Policial é baleado em tentativa de assalto na BR-116


Um soldado da Polícia Militar (PM) foi baleado na coxa esquerda, em uma tentativa de assalto na BR-116, no bairro Tancredo Neves. O caso ocorreu por volta das 2h30min madrugada desta sexta-feira, 2.

De acordo com o tenente-coronel Andrade Mendonça, relações pública da PM, o PM Erickson de Moura Nascimento, de 30 anos de idade, estava com a esposa, em seu carro, quando foi abordado por três homens.

O soldado tentou fugir, acelerando o carro, e acabou levando o tiro. O policial ainda conseguiu dirigir o carro até o Instituto Dr. José Frota (IJF), no Centro, onde foi medicado — conta Andrade Mendonça. Ele foi liberado ainda na manhã desta sexta. Erickson é lotado na 2ª Companhia do 1º Batalhão de Policiamento Comunitário (2ª Cia/1ºBPCOM).

Suspeitos da ação ainda não foram localizados. Nesta manhã, policiais do Serviço Reservado da PM e do Batalhão de Choque (BPChoque) realizam buscas por suspeitos nos bairros Tancredo Neves e Aerolândia.

O POVO Online

Dilma extingui oito ministérios; André Figueiredo vai para as Comunicações


A presidente Dilma Rousseff (PT) anunciou nesta sexta-feira, 2, a reforma ministerial. Oito ministérios foram extintos e todos os titulares de pastas terão seus salários cortados em 10%. A presidente também anunciou a criação de uma Secretaria Permanente de Reforma do Estado - voltada à racionalização da máquina pública - além da extinção de 30 secretarias nacionais, 30 mil cargos em comissões e a redução de até 20% das verbas de custeio.

Entre os ministros, está o cearense André Figueiredo (PDT), líder da bancada na Câmara dos Deputados. O partido vinha apresentando críticas à política econômica do ministro Joaquim Levy e havia deixado a base aliada do governo. Outras mudanças foi a ida do ministro da Defesa, Jacques Wagner (PT), para a Casa Civil, sendo substituído pelo atual ministro da Ciência e Tecnologia, Aldo Rebelo (PCdoB). Aloízio Mercandante (PT) deixa a Casa Civil e vai para a Educação, substituindo Renato Janine.

O PMDB, principal partido da base aliada, mas que vinha rebelando-se contra as orientações do Planalto nas votações dentro do Congresso, ganhou novos ministérios. Marcelo Castro (PMDB) substituirá Arthur Chioro (PT) na Saúde e Celso Pansera (PMDB) irá para Ciência e Tecnologia. Hélder Barbalho (PMDB), filho do ex-governador paraense Jáder Barbalho (PMDB), troca o Ministério da Pesca pela Secretaria dos Portos. De acordo com a presidente, mudanças como estas darão maior consistência às alianças de seu governo. "Estamos tornando nossa coalizão mais equilibrada", declarou. Segundo a dirigente, "trata-se de uma ação legítima".

FUSÕES

Dilma, como era previsto, anunciou a fusão de pastas. As secretarias de Direitos Humanos, Igualdade Racial e Políticas para Mulheres foram fundidas e terão a atual titular da pasta de Igualdade, Nilma Lino Gomes, como titular. Ela é ex-reitora da Universidade da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), sendo a única negra a ter alcançado tal posto em uma universidade federal.

Os Ministérios da Previdência e do Trabalho serão fundidos em um só, tendo o atual chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto (PT), como titular. A Secretaria-Nacional da Previdência, subordinada ao novo ministério, será ocupada pelo ministro da Pasta, Carlos Gabas (PT).

A antiga pasta de Rossetto será fundida com o Gabinete de Segurança Institucional e passará a chamar-se "Secretaria de Governo, sendo ocupada pelo atual ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini (PT).

O POVO Online

No primeiro Clássico-Rei sem torcida da história, Ceará goleia Fortaleza


A rotina no bairro Benfica, em Fortaleza, onde se localiza o Estádio Presidente Vargas, não teve nenhuma mudança nesta quinta-feira (1º). Nada de torcedores em frente ao estádio, nem camelôs vendendo camisas ou comidas. Ninguém nas calçadas observando o ambiente. Nas ruas, uns poucos transeuntes e os carros indo e vindo. Do lado de dentro, nada de canções de torcida ou o ruído tradicional das pessoas que conversam nas arquibancadas. De som mesmo, só a orquestração da banda militar do 23º Batalhão de Caçadores, com sede próxima à praça esportiva. Neste cenário, desenhou-se o primeiro Clássico-Rei da história sem torcida. O jogo, válido pela Taça Fares Lopes, terminou com um placar de 4 a 1 para o Vovô. Mas poucas pessoas presenciaram os cinco marcados.

Ceará e Fortaleza foram punidos pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol no Ceará (TJDF-CE) pela confusão provocada pelas suas torcidas na Arena Castelão, após o segundo jogo da final do Campeonato Cearense deste ano. No julgamento, o Vovô foi apenado com 14 jogos e Leão com 19. Por isso, os jogos pela Fares Lopes em que uma das equipes tem o mando de campo é de portões fechados.

E o 7º Clássico-Rei de 2016 foi exatamente assim. Nas arquibancadas, pouco mais de 20 pessoas se espalhavam entre as cadeiras. Nada de torcedor propriamente dito. Mas sim, jogadores da base, dirigentes, funcionários do PV e integrantes das comissões técnicas alvinegras e tricolores.

- A gente sempre sonha com a casa cheia, né? Mas o importante é que eu marquei um gol e foi em um Clássico-Rei. Mas é uma pena mesmo não ter torcida - disse o atacante Romarinho, que fez o gol de honra do Leão do Pici. Foi o primeiro dele em jogo contra o Vovô.

Com a bola rolando, os dois times brigaram muito pelo resultado. O Ceará veio a campo com os reservas do elenco principal. Alguns atletas do base ficaram no banco de reservas. Já o Fortaleza apostou em um time titular misto, com quatro jogadores do elenco principal e o restante da equipe sub-20. Enquanto isso, o restante dos elencos principais já treinavam visando os próximos compromissos pelas Séries B e C.

Com mais experiência, mas sem entrosamento, o Alvinegro teve mais posse de bola e dominou as ações. No entanto, terminou o 1º tempo ganhando só por 1 a 0, gol de Fabinho. Resultado do empenho dos atletas leoninos em segurar a pressão e tentar o contra-ataque. Na 2ª etapa, a história foi bem outra. O fato de ter jogadores mais acostumados ao futebol de alto rendimento fez com que o Vovô dominasse a partida de vez e abrisse vantagem.

Em boa triangulação no campo de ataque, Alan Fabrício aumentou para 2 a 0. O terceiro gol não demorou a sair. Em cruzamento, Siloé marcou quase no chão, depois de escorregar. E foi dele ainda o quarto gol, fechando a contagem pelo lado alvinegro. Romarinho ainda descontaria para o Tricolor.

- Não importa se o jogo é com elenco A, B, C ou D. O importante é que é Clássico-Rei e que a gente conseguiu marcar - ponderou Siloé, artilheiro do jogo e do Ceará na Fares Lopes. Até então, o time alvinegro não havia marcado nenhum gol na competição e vinha de duas derrotas (ambas por 1 a 0 para Ferroviário e Tiradentes).

Globo Esporte/CE

Peixe faz lição de casa e se garante nas semifinais da Copa do Brasil


O Santos confirmou o favoritismo e não deu chances ao Figueirense na noite desta quinta-feira. No reencontro com o Pacaembu, o Peixei venceu pelo placar de 3 a 2 e carimbou sua classificação na semifinal da Copa do Brasil, que terá pela primeira vez na história três paulistas em tal fase do torneio. Os gols foram marcador por Gabriel, Marquinhos Gabriel e Neto Berola. Bruno Alves e Carlos Alberto diminuíram.

O Santos entrou na partida praticamente classificado. Jogava contra um time misto e diante da sua torcida. Isso sem contar a vantagem que tinha por ter vencido o jogo de ida, em Florianópolis, por 1 a 0. Com o regulamento debaixo do braço, fez uma boa partida, mas deu mole em alguns momentos na defesa.
Na próxima fase, o Santos fará o clássico diante do São Paulo, que eliminou o Vasco da Gama na quarta-feira. O outro lado da chave é formado por Palmeiras e Fluminense, que bateram, respectivamente, Internacional e Grêmio. Os jogos serão no dia 21 e 28 de outubro.


Nos pênaltis, Chape conquista classificação histórica para enfrentar o River

Chapecó, SC, 01 (AFI) – A Chapecoense viveu uma noite histórica nesta quinta-feira. Com um empate por 1 a 1 contra o Libertad do Paraguai e a vitória nos pênaltis, o time catarinense conquisto a classificação para as quartas de final da Copa Sul-Americana e vai enfrentar os atuais campeões do River Plate.

O time brasileiro disputava sua primeira decisão internacional e não se apequenou. Mesmo com todas as dificuldades de sofrer um gol logo nos primeiros minutos e de atuar com um homem a menos durante todo o segundo tempo, assim como ocorreu na partida de ida em Assunção, o Verdão foi frio nas cobranças de pênaltis e conquistou a sonhada vaga para a próxima fase do torneio continental.

Tasso diz que Ceará está parado e que precisa dar "guinada" como em 86


O senador Tasso Jereissati criticou a atual situação do setor hídrico do Ceará durante o terceiro encontro regional do PSDB com lideranças do Sertão Central, em Quixadá, nesta quinta-feira, 1°. Segundo o parlamentar, o Estado está "parado" e precisa dar uma "guinada" como em 1986, quando ele foi eleito governador.

"O Ceará está parado em todos os sentidos. Estamos muito preocupados. Todas as obras do setor hídrico ficaram praticamente paralisadas. Temos uma seca que se agrava e pode se agravar ainda mais ano que vem. A população já começando a ter sede e ainda não foi feito nada. O Ceará empobrecendo, a produção industrial caindo. Enfim, todos os dados são muitos ruins e nós temos que dar uma guinada nisso como fizemos em 86", comentou o senador em sua chegada ao Quixadá.

Tasso também ressaltou os dados de segurança pública no Ceará e disse que o Estado "está andando para trás". "Fortaleza se tornou a cidade mais violenta do Brasil. Todos os quadros são negativos. O processo de reestruturação da polícia foi terminado e nós só temos números ruins para dizer. A segurança é prioridade acima de tudo. Acho que o Ceará pede a volta do PSDB.", comentou. O senador tomou como base os dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado na terça-feira, 29. 

Para Tasso, o Governo estadual está sem projeto e ignorando o "drama cearense". O senador afirmou que o Governo passado, na gestão de Cid Gomes, fez obras sem se preocupar como elas seriam mantidas e como funcionariam. "Houve muito desperdício, jogou muito dinheiro fora. Nós estamos pagando a conta e vivendo esse drama. É preciso uma administração muito eficiente", finalizou.

O Governo do Ceará informou a imprensa que não vai se pronunciar sobre as declarações do Tasso.

O Povo Online

MP da Suíça encontra US$ 5 milhões em contas de Cunha


BRASÍLIA- O Ministério Público na Suíça encontrou cerca de US$ 5 milhões em contas controladas por Eduardo Cunha. No registro das contas, o nome de Cunha, da mulher Cláudia Cruz e de uma de suas filhas aparecem como reais responsáveis pela movimentação financeira. As informações foram repassadas às autoridades brasileiras, que passarão a investigar crime de lavagem de dinheiro.

Após a Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmar que o presidente da Câmara e familiares dele têm contas bancárias na Suíça que são investigadas por autoridades do país europeu, o peemedebista desistiu da viagem que faria a partir desta quinta-feira para a Itália. Fragilizado pelo aumento de denúncias contra ele por suspeita de participação no esquema da Petrobras, o parlamentar reagiu com ironia ao ser perguntado se estaria perdendo apoio à sua permanência na presidência da Casa.

— Eu não estou atrás de apoio, por que é que eu vou perder? — respondeu Cunha, em entrevista coletiva nesta tarde.

O presidente da Câmara negou-se novamente a comentar sobre o envio, pela Promotoria da Suíça, dos autos de investigação contra ele sob suspeita de lavagem de dinheiro e corrupção passiva, explicando que quem fala por ele é seu advogado. Indagado sobre as contas no exterior, Cunha não respondeu.

— Perguntem a ele (o advogado). Não vou responder nada que não seja pelo meu advogado — afirmou.

Cunha iria à Itália para do participar Fórum Parlamentar Itália-América Latina e Caribe. Ao informar sobre o cancelamento da viagem, Cunha justificou que pretende comparecer ao casamento do senador Romero Jucá (PMDB-RR), no sábado.

— Eu decidi ontem à noite. Primeiro, tenho convite para o casamento do Jucá, de quem eu sou muito amigo — disse Cunha, acrescentando:

— Era uma viagem muito comprida, tinha que voltar na segunda e faria apenas um discurso no evento. Achei que seria muita corrida para um evento que não tem tamanho que justificasse — afirmou.

Ele negou que a desistência esteja relacionada com a denúncia.

— Não tem nada a ver com nada — afirmou.

ENTENDA A INVESTIGAÇÃO NA SUÍÇA

A investigação na Suíça foi aberta em abril, quando as contas bancárias de Cunha e familiares foram bloqueadas. O presidente da Câmara é suspeito de receber propina por vazamento de informação privilegiada na venda, para a Petrobras, de um campo de petróleo no Benin, na África.

“Por ser brasileiro nato, Eduardo Cunha não pode ser extraditado para a Suíça. O instituto da transferência de processo é um procedimento de cooperação internacional, em que se assegura a continuidade da investigação ou processo ao se verificar a jurisdição mais adequada para a persecução penal”, informa a PGR, em nota.

Parte das suspeitas das autoridades suíças foram confirmadas pelo lobista João Augusto Rezende Henriques. Em depoimento à Polícia Federal em Curitiba, na sexta-feira passada, João Henriques disse que fez depósito numa conta que, mais tarde, ele descobriu pertencer a Cunha. A conta destinatária do pagamento foi indicada a ele pelo lobista Felipe Diniz, filho do ex-deputado Fernando Diniz (PMDB-MG), já falecido, um ex-aliado do presidente da Câmara.

Em nota divulgada na quarta-feira, o advogado de Cunha, Antonio Fernando de Souza, disse que desconhece a investigação na Suíça. “A defesa do deputado Eduardo Cunha desconhece qualquer procedimento investigatório realizado naquele país. Por tal razão, está impedida de tecer comentários acerca dos supostos fatos noticiados. A defesa do deputado Eduardo Cunha está pronta para prestar os devidos esclarecimentos que se façam necessários, mas mantendo a sua postura de se manifestar exclusivamente nos autos de processos e caso formalmente questionada pelas autoridades competentes"

MSN/Brasil

Projeto de lei quer proibir alunos de cantar 'Atirei o pau no gato'

Um projeto protocolado na Câmara Municipal de Sertãozinho, no interior de São Paulo, quer proibir que a canção popular "Atirei o pau no gato" seja cantada nas escolas da cidade. A proposta é de autoria do vereador Rogério Magrini (PTB), que também é humorista e conhecido como "Zezinho Atrapalhado".

Ele garante, porém, que o projeto é coisa séria e visa impedir a cantiga popular que, em sua visão, estimula a maltratar os animais. Diz ainda ter um abaixo-assinado com 300 assinaturas favoráveis à proibição, que até agora não ganhou a simpatia dos demais vereadores.

O projeto está tramitando há seis meses e ainda não tem data para ir à votação. O autor defende que a tradicional cantiga seja substituída por uma nova versão desenvolvida por entidades de defesa dos animais. Essa canção é parecida com a original, mas tem um texto diferente e cuja letra diz, entre outras coisas "Não atire o pau no gato-to".

O projeto tem entre os defensores uma ONG de Sertãozinho que cuida de cães e gatos. Diz o vereador Zezinho Atrapalhado que a ideia de proibir a música surgiu após crianças de uma creche serem vistas jogando pedras em um gato. Uma pessoa ligada à entidade teria então sugerido a lei visando combater a cultura de maltrato ao animal.

Trâmite

"Temos de proteger os animais e não maltratá-los", falou o vereador. Ele já é o autor de outros projetos polêmicos na cidade, como um que criou o Dia Consciência Branca. Mas esta proposta de proibir a cantiga tem a resistência do presidente da Câmara, Silvio Blancacco (PSDB).

Para ele, a iniciativa vai contra a liberdade de expressão. O político alega que, além disso, o projeto precisa primeiro obter os pareceres favoráveis das comissões internas do Legislativo, coisa que ainda não ocorreu, antes de ser liberado para ir a plenário.

R7

Câmara aprova fim da prisão disciplinar para PM e bombeiro militar


O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira, 1, em votação simbólica, proposta que extingue a pena de prisão como forma de punir faltas disciplinares cometidas por policiais e bombeiros militares. A medida está prevista no Projeto de Lei 7645/14, dos deputados Subtenente Gonzaga (PDT) e Jorginho Mello (PR).

O texto aprovado, que segue para o Senado, traz modificações adotadas pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado. Uma delas também proíbe o uso de medidas restritivas de liberdade, como a prisão preventiva ou temporária, para punir militares envolvidos em faltas disciplinares. O texto original elimina apenas as medidas privativas de liberdade, como reclusão e detenção.

Para o Subtenente Gonzaga, a proposta é o maior tratado de cidadania para policiais e bombeiros do Brasil, garantindo a eles direitos já assegurados pela Constituição brasileira a todos os cidadãos, como acesso ao devido processo legal, à presunção da inocência e à ampla defesa.

“É uma prisão humilhante, uma realidade humilhante. Pode ser causada por um sapato mal engraxado, por uma barba mal feita e até por uma farda mal passada. Esse projeto traz dignidade e cidadania a policiais e bombeiros”, disse o deputado.

O parlamentar acrescentou que o texto foi discutido com os ministérios da Justiça; da Defesa; com representantes dos comandos da polícia; e com a secretaria nacional de direitos humanos.

O deputado Alberto Fraga (DEM) comentou o constrangimento sofrido por militares presos por questões disciplinares ao explicar a punição para familiares, como filhos, por exemplo. “Você chega a casa e seu filho pergunta: papai você estava preso? Você é bandido?” disse.

A proposta cria ainda, por lei específica, o Conselho de Ética e Disciplina Militar para bombeiros e PMs e prevê que os citados em processos disciplinares tenham direito ao contraditório e à ampla defesa. De acordo com o texto, a medida não restringe a aplicação do Código Penal Militar, no caso específico de crimes militares.

Também autor do projeto, o deputado Jorginho Melo disse que não há mais espaço nos dias atuais para tirar a liberdade de militares por conta de faltas disciplinares simples, como, por exemplo, a chegada tardia ao trabalho.

O deputado Cabo Sabino (PR), que viveu a experiência de ser preso, disse que o projeto corrige injustiças cometidas a mais de 700 mil profissionais da segurança pública.

O texto aprovado altera o Decreto-Lei 667/69, que trata da reorganização das Polícias Militares e dos Corpos de Bombeiros Militares. A regra atual prevê que as PMs serão regidas por documento semelhante ao regulamento disciplinar do Exército.

Agência Câmara

Por unanimidade, bancários decidem entrar em greve no Ceará


Bancários do Ceará deflagraram greve em Assembleia geral realizada na noite desta quinta-feira, 1º. A paralisação, por tempo indeterminado, começa na próxima terça-feira, 6. Segundo o sindicato da categoria, cerca de 300 bancários participaram da deliberação, definida por unanimidade.

A alegação da entidade é que bancos e Governo não estão dispostos a negociar. De acordo com o Sindicato dos Bancários do Ceará , foram realizadas várias rodadas de negociação e os patrões não se mostraram dispostos a avançar.

Segundo os bancários, a proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de reajuste de 5,5% não repõe a inflação, representando perda salarial real de 4%.

“Os bancários valorizaram o canal de diálogo e defenderam em mesa de negociação todas as reivindicações da categoria. Essa contraproposta dos bancos é um retrocesso absurdo. Queremos manter a política de aumento real e vamos à greve para mudar essa postura intransigente dos banqueiros”, afirmou o presidente do Sindicato, Carlos Eduardo Bezerra.

Os bancários reivindicam reajuste salarial de 16% (reposição da inflação mais 5,7% de aumento real), melhores condições de trabalho, fim do que consideram metas abusivas, fim do assédio moral, mais contratações, fim das demissões, mais segurança, entre outros pleitos.

A categoria realiza assembleia organizativa na próxima segunda-feira, 5, às 19h, na sede do Sindicato.

Além do Ceará, os sindicatos de São Paulo, Brasília e Porto Alegre também deflagraram greves. Todas começam no dia 6. Ainda há assembleias a acontecer pelo País.

O POVO tentou entrar em contato com a Fenaban e com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), mas as ligações não foram atendidas.

O POVO Online

SINE/IDT de Russas dispõe de 16 vagas de emprego


O SINE/IDT de Russas está ofertando 16 vagas de trabalho. Os interessados devem procurar a agência do município, localizado na Avenida Coronel Araújo Lima, nº 1458, centro, portando todos os documentos: Carteira de Trabalho, Cartão do PIS, CPF, RG, CNH (caso tenha), comprovante de endereço, comprovante de escolaridade, certificados de cursos e currículo.


Informações mais detalhadas sobre o trabalho e o valor da remuneração podem ser obtidas no SINE/IDT de 08h às 17h, ou através do telefone: (88) 3411-8563.