-->

2 de setembro de 2015

Dupla é suspeita de realizar quatro assaltos em apenas quatro dias em Fortaleza


Pelo menos quatro estabelecimentos comerciais na rua Torres Câmara, na Aldeota, foram assaltados desde a última sexta-feira,29. O vídeo de um dos assaltos foi divulgado em redes sociais e, de acordo com comerciantes, os homens que aparecem nas imagens são os mesmos de todos os roubos. A Polícia ainda não pode afirmar que os autores são os mesmos, mas afirma que está investigando os casos.


Na sexta-feira, entre as 14h30min e as 15h30min, duas lojas, localizadas a um quarteirão de distância uma da outra, foram assaltadas. A dinâmica do crime, de acordo com os comerciantes, é a mesma: dois homens, um entra fingindo ser cliente, tira uma arma (que segundo testemunhas parece ser um revólver calibre 38) e anuncia o assalto. Clientes e vendedores são feitos reféns e, em seguida, o outro suspeito entra no estabelecimento. 

"O gordinho que aparece no vídeo colocou a arma na minha cabeça e rendeu mais três clientes. Ele levou R$ 60 mil do caixa, telefones celulares, relógio, alianças... depois mandou a gente ficar de joelho, sempre dizendo que o revólver estava engatilhado", contou o sócio-proprietário de uma loja de alimentos e bebidas, que preferiu não se identificar, assim como os outros comerciantes. 

Na segunda loja assaltada, minutos depois, a proprietária lembrou que, em 15 anos de comércio, nunca havia sido alvo de bandidos. "Colocaram todo mundo no banheiro. Os dois eram muito frios e calmos. Como eu cheguei no meio do assalto, me assutei e acabei desmaiando", contou.

Na segunda-feira, 31, um estabelecimento de venda de suplementos alimentares também foi alvo da dupla. O vídeo foi feito neste local e divulgado entre os comerciantes da rua. O dono do comércio afirma que o prejuízo chega a R$ 18 mil, entre aparelhos eletrônicos, produtos e alianças. "É um absurdo a gente ficar sujeito a isso. As mesmas pessoas assaltam lojas quase vizinhas em menos de uma semana", considerou. Outro comércio, um pet shop, também foi assaltado. A proprietária preferiu não falar sobre o ocorrido.

De acordo com o titular do 2º Distrito Policial, na Aldeota, Ricardo Romagnoli, ainda não há como confirmar que os suspeitos são os mesmos em todos os assaltos. "Temos BO (Boletim de Ocorrência) de todos os estabelecimentos e estamos investigando", destacou.



O povo Online