-->

6 de janeiro de 2018

ONZE CIDADES DA REGIÃO DO CARIRI REGISTRAM CHUVAS SEGUNDO FUNCEME


Resultado de imagem para fOTOS DE CHUVAS

Onze municípios da Região do Cariri registraram chuvas no intervalo de 7h desta sexta-feira (5) até as 7h deste sábado (6). O registro de maior chuva aconteceu na cidade de Barro distante 524 quilômetros de Fortaleza. Lá, o volume acumulado foi de 30.1 milímetros.

Em seguida choveu também em Abaiara, onde foi computado 30.0 milímetros. Houve boas chuvas nas cidades de Aurora (20,2 mm); Missão Velha (18,0 mm); Porteiras (10,5 mm), Mauriti (10,5 mm); Barbalha (10,0 mm); Crato (9,0 mm), Lavras da Mangabeira (8,0 mm), Cedro (6,0 mm) e Jati (2,0 mm).

Houve precipitações também nas cidades de Camocim, São Gonçalo do Amarante, Cedro e Quixeramobim. Já em Fortaleza a Funceme registrou precipitação de apenas 2,4 milímetros.

10 maiores chuvas por município do dia

Barro (Posto: Engenho Velho) : 30.1 mm
Abaiara (Posto: Abaiara) : 30.0 mm
Aurora (Posto: Sitio Tipi) : 20.2 mm
Aurora (Posto: Aurora) : 19.2 mm
Missão Velha (Posto: Jamacaru) : 18.0 mm
Barro (Posto: Cuncas) : 15.4 mm
Barro (Posto: Monte Alegre) : 11.4 mm
Mauriti (Posto: Mauriti) : 10.5 mm
Porteiras (Posto: Sítio Saco) : 10.5 mm
Barbalha (Posto: Barbalha) : 10.0 mm
Previsão para o sábado:

Nebulosidade variável com possibilidade de chuvas isoladas no litoral, no maciço do baturité e com chuva no centro-sul e na serra da Ibiapaba.

Previsão para o domingo:

Ao longo do dia, nebulosidade variável com possibilidade de chuva no litoral e com chuva no centro-sul do estado. Nas demais áreas, céu parcialmente nublado.

Previsão para segunda-feira:

Há possibilidade de chuva na faixa litorânea e região jaguaribana. Nas demais regiões, céu parcialmente nublado.

Precipitações

As precipitações, segundo a (Funceme), se deram pela influência de nuvens sobre o estado do Ceará. No oceano Atlântico, junto ao setor leste do Nordeste brasileiro, observa-se a presença de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN – sistema de baixa pressão atmosférica e circulação horária a aproximadamente 12km de altura).

No sul do Nordeste, verificam-se nuvens que estão associadas à proximidade da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS – banda de nebulosidade e precipitação com orientação noroeste-sudeste, que se estende desde o sul e leste da Amazônia até o sudoeste do oceano Atlântico Sul).

Fonte: G1