-->

10 de fevereiro de 2017

Sério Cabral, Eike Batista e outras seis pessoas são denunciadas pelo Ministério Público Federal do Rio

A denuncia é resultado da Operação Eficiência. Na quarta-feira, Eike e Cabral foram denunciados pela PF


Foto: Rodrigo Felix Leal / Gazeta do Povo e Felipe Dana/AP

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sério Cabral, o empresário Eike Batista e mais seis pessoas foram denunciadas nesta quinta-feira (10), pelo Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro, por corrupção e lavagem de dinheiro. A denuncia é resultado da Operação Eficiência, um desdobramento da Lava Jato no estado.

Antes disso, na quarta-feira (8), Cabral, Eike e outras 10 pessoas foram indiciadas pela Polícia Federal. O relatório do inquérito será encaminhado à Justiça, juntamente com todo o material produzido no decorrer das investigações, e então a Justiça irá decidir se os indiciados viram réus ou não.

Lista dos indiciados

Por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa:

- Sérgio Cabral, ex-governador

- Wilson Carlos Cordeiro da Silva Carvalho, ex-secretário de Governo

- Carlos Emanuel de Carvalho Miranda, suspeito de ser operador do esquema

- Luiz Carlos Bezerra, suspeito de ser operador do esquema

Por lavagem de dinheiro e organização criminosa:

- Sérgio de Castro Oliveira, suspeito de ser operador do esquema

- Álvaro José Galliez Novis, doleiro

- Thiago de Aragão Gonçalves Pereira e Silva, ex-sócio de Adriana Ancelmo, mulher de Cabral

- Francisco de Assis Neto, suspeito de ser operador do esquema

- Mauricio de Oliveira Cabral Santos, irmão de Cabral, suspeito de receber dinheiro advindo do esquema de propina

Por organização criminosa:

- Eike Batista, empresário suspeito de pagar propina

- Flávio Godinho, ex-sócio de Eike

Por lavagem de dinheiro:

- Susana Neves Cabral, ex-mulher de Cabral, suspeita de receber dinheiro de advindo do esquema de propina

Por Layanna Vasconcelos

Com informações do site: globo.com