-->

23 de maio de 2017

PF prende ex-governadores do DF envolvidos em superfaturamento de obras de estádio



A operação usou como base delações premiadas da Andrade Gutierrez, responsável pelas obras.
A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (23) a Operação Panatenaico, que investiga organização acusada de fraudar e desviar recursos das obras de reforma do Estádio Nacional Mané Garrincha para a Copa do Mundo de 2014.

Dois ex-governadores do Distrito Federal foram presos: José Roberto Arruda (PR) e Agnelo Queiroz (PT), que teriam ligação com um esquema que superfaturou o valor das obras do estádio em mais de R$ 900 milhões.

O assessor especial da Presidência da República, Tadeu Fillippelli, também foi preso. Ele foi vice-governador na gestão de Agnelo e é presidente do diretório do PMDB no DF. Os três são alvos de mandados de prisão temporária (com prazo de cinco dias).

A operação usou como base delações premiadas da Andrade Gutierrez, responsável pelas obras.

Blog Erivando Lima