-->

30 de maio de 2016

Frase misteriosa na pedra da Galinha Choca intriga moradores em Quixadá

Faixa foi colocada misteriosamente no lugar por grupo de praticantes de esportes radicais; Faixa descia do “olho” do monólito como uma lágrima (Fotos: Cleumio Pinto)

Quixadá. Uma faixa com uma frase misteriosa foi colocada no início da tarde deste domingo (29) na pedra da galinha choca por praticantes de esportes radicais. Os moradores do entorno do lugar chegaram a pensar que se tratava de algum praticante de paraquedas preso ao monólito.

A grande faixa, de cor branca, podia ser vista de longe e chamava atenção. A frase que estava escrito nela era o grande mistério: “30 filhos do Patriarcado”. Nas redes sociais e em grupos de conversa instantânea pelo celular, muitos chegaram a cogitar alguma relação entre o número da frase com o a notícia do estupro coletivo contra uma adolescente do Rio de Janeiro, que alegou ter sido abusada sexualmente por 30 rapazes.


O equívoco foi acentuado devido um campeonato de vôo livre, que acontece na cidade desde a última sexta-feira. O radialista Cleumio Pinto, da Rádio Meio Norte de Quixadá, foi o primeiro que recebeu a notícia. “A informação repassada a nós que um grupo de pessoas havia passa ainda cedo, por volta das 7 da manhã para escalarem a pedra”, disse. O radialista ainda disse que buscou informações com moradores e trabalhadores do entorno do Açude Cedro, mas ninguém forneceu nenhuma informação.

Por conta do equívoco, uma equipe da Polícia Militar chegou a ser acionada. A informação também chegou ao Corpo de Bombeiros de Quixeramobim, que ainda foi ao local com uma viatura de resgate. No final da tarde, o vento do local teria derrubado a faixa.


O Diário Sertão Central tentou localizar o grupo que teria colocado a faixa no monólito mas, até a publicação desta matéria, ninguém havia sido localizado.

Diário do Nordeste