-->

30 de novembro de 2014

Assembleia decide por afastamento da presidência da CBFS

Um dos esportes mais populares do País com a Seleção Brasileira cinco vezes campeã do mundo, o Futsal vive uma de suas piores crises desde a criação da Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBF), em 1979.
Neste domingo, a presidência da CBFS foi destituída do cargo, após assembleia realizada em um hotel de Fortaleza.
Das 24 federações aptas a votar, 18 compareceram. Mas apenas 16 apresentaram documentação para participarem da votação. E o resultado foi de 15 votos a 1 para a saída do atual presidente Renan Tavares e da vice Louise Bedê.
Uma junta governamental das federações terá de assumir o comando da CBFS, interinamente. O objetivo é convocar novas eleições para, enfim, acabar com o imbróglio em que vive a cúpula da entidade.
Desde maio, quando a assembleia das federações decidiu reprovar as contas do até então presidente Aécio de Borba, que depois renunciou, a CBFS padece com brigas jurídicas e acusações de traições e favorecimentos por todos os lados.
“A decisão é das próprias federações. A votação é expressiva e representa o desejo da grande maioria”, declarou o advogado Eugênio Vasques, que representa as federações na batalha jurídica para o futsal nacional viver dias melhores.
O Blog entrou em contato com a CBFS, mas a assessoria de comunicação da entidade confirmou a decisão da assembleia, mas informou que não havia nenhuma declaração a dar neste momento.
Fonte: Diário do Nordeste