-->

5 de dezembro de 2019

Jovem se finge de gato e mia embaixo da cama para não ser encontrado por policiais civis

O suspeito estava escondido embaixo da cama e ao ouvir a mãe dizer que quem dormia ali era um gato, ele miou para não ser apreendido.

Após um crime de latrocínio (roubo seguido de morte) no bairro Conjunto Esperança, em Fortaleza, nesta quarta-feira, 4, um homem foi ao 19º DP identificando-se como uma das vítimas. No entanto, as imagens do circuito de segurança mostraram que ele havia participado do crime e acabou preso. O suspeito então acusou outra pessoa, um adolescente, por também ter participado da ação. Quando a Polícia chegou à residência dele, o rapaz fingiu ser um gato para não ser preso. Escondido embaixo da cama, ele chegou a miar.
Câmeras de segurança flagraram o latrocínio e ajudaram os policiais civis a identificar os suspeitos (Foto: Reprodução/câmeras de segurança)

De acordo com o inspetor Rodrigo Miaggy, na residência, a mãe e a tia do adolescente afirmaram que ele não morava mais ali, e ao serem indagadas sobre quem dormia em uma das camas, as duas responderam que era um gato.

Neste momento, o policial civil afirma que um miado foi ouvido embaixo da cama. Ao levantar o móvel, o adolescente suspeito estava lá. Ele havia fingido ser o gato e miou para não ser apreendido.

O caso foi encaminhado ao 19º DP e a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). 

Latrocínio foi flagrado por câmeras de segurança 

Um vídeo mostra o momento em que uma dupla armada aborda um automóvel. O motorista do carro acelera em direção à motocicleta e os criminosos atiram e retiram os pertences da vítima.

Fonte: O Povo