-->

15 de maio de 2018

Em novo regulamento, Clássico-Rei poderá acontecer na 1ª fase do Nordestão 2019


classico

Taça Copa do Nordeste
A Copa do Nordeste de 2019 terá mudanças no regulamento, caso tenha aval da CBF

   Nesta terça-feira (15), foi feita uma reunião em Recife/PE com os representantes dos clubes para definir mudanças no regulamento da Copa do Nordeste 2019. Uma das principais alterações será a realização de clássicos estaduais já na primeira fase. Os organizadores acreditam que isso irá impulsionar ainda mais a competição. 

Na primeira fase do certame, os 16 times já definidos serão divididos em dois grupos, cada um com oito equipes, e haverá confrontos entre as chaves. Os 4 melhores de cada grupo passam para as quartas de finais.

Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Sergipe e Pernambuco terão mais de um representante, o que garante clássico ainda na primeira fase. Pernambuco é o único estado com 3 clubes na competição. Náutico, que é o atual campeão estadual. Salgueiro, que venceu o Juazeirense/BA na fase de classificação do pré-Nordestão. O Sport, que tinha vaga garantida pelo ranking da CBF e optou pelo segundo ano seguido não participar da Copa, abriu o lugar ao Santa Cruz, que é o segundo melhor classificado do estado no ranking da CBF.

A Liga do Nordeste levará o regulamento definido pelos clubes para aprovação da CBF e também tentará conseguir mais uma data para a competição, que detém apenas 13 já confirmadas. Caso seja aceito, os mata-matas terão dois jogos, ida e volta. Se não houver aval, os jogos das quartas de finais serão definidos em apenas um jogo com o mando de campo sendo dos melhores colocados da primeira fase. Já as semifinais e a finais, serão decididas em jogos de ida e volta.

Prêmios

Os valores das premiações, que eram tidas como baixos pelos clubes, sairão de R$22,4 milhões para R$26,4 milhões líquidos no total. Esse aumento significativo nas receitas dos clubes será um estímulo a mais, já que terão uma premiação maior na primeira fase sendo quase o dobro dos valores deste ano de 2018 (R$1 milhão). As premiações serão divididas para todos os times da competição, que também serão repartidos em sub-grupo.

Nas decisões, as premiações também terão mudanças. O prêmio do campeão de 2019 será menos que o de 2018, saindo de R$1,5 milhão para R$1 milhão, mas somando com os valores das fases anteriores, a premiação total passará de R$3,5 milhões para R$ 3,575 milhões. Caso o campeão faça parte do sub-grupo 4, o valor total do prêmio diminui. O que era R$ 3,250 milhões vai passar a ser R$ 2,185 milhões.

Red; DN