-->

8 de agosto de 2016

Acordo entre o PSD e o PMB com o PDT garante vaga para Domingos Filho disputar o Senado


A assessoria do PSD e PMB cearense, dois partidos presididos por familiares do conselheiro Domingos Filho, no caso o deputado federal Domingos Neto (PSD) e sua mãe, Patrícia Aguiar (PMB), prefeita de Tauá, distribuiu uma nota, no fim da noite da última sexta-feira, em cuja parte final diz ter havido um acordo que envolveu o ministro Gilberto Kassab, principalmente liderança do PSD, o governador Camilo Santana, o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, e o ex-governador Cid Gomes, garantindo uma das vagas de candidato ao Senado Federal, em 2018, para o conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios Domingos Filho.

O acordo para garantir a candidatura de Domingos Filho ao Senado, foi para possibilitar que os dois partidos formassem na coligação que apoia a candidatura do prefeito Roberto Cláudio à reeleição.

Leia a íntegra da nota distribuída com a imprensa:

Bloco PSD/PMB recebe grande apoio do PDT em reciprocidade política ao apoio em Fortaleza

O Bloco PSD/PMB, liderado no Ceará pelo deputado federal Domingos Neto, foi o último a garantir apoio a chapa Roberto Cláudio/Moroni em Fortaleza. Sendo o maior tempo de televisão da coligação governista e a segunda bancada na Câmara Municipal da Capital pleiteava a vaga de vice. O fato do maior opositor do prefeito Roberto Cláudio (PDT) ser Capitão Wagner (PR) conduziu a escolha do deputado federal Moroni Torgan, mais votado em Fortaleza e no Estado como defensor da bandeira da segurança pública, exatamente como contra ponto ao Capitão.

Como reciprocidade o bloco recebeu o apoio em municípios como Caucaia, Naumi Amorim – PMB, segundo colégio eleitoral do Ceará,; como Canindé, Daniela Monteiro (PSD); Tauá, Patrícia Aguiar (PMB); Icó, Laís Nunes (PMB); Russas, Raimundo Cordeiro (PSD); Aquiraz, Edson Sá, e vários outros municípios cearenses.

O bloco conseguiu ainda o afastamento da campanha do governador Camilo Santana e do ex-governador  Cid Gomes em Maranguape do prefeito Átila Câmara (PSD); em Tianguá, Luis Meneses (PSD), e em outros municípios em que disputam PSD/PMB com PDT e PT.

Caso ainda não resolvido é o do município de Iguatu do prefeito Aderilo Alcântara (PSD) pelo fato de seu tutor político, ex-prefeito e atual deputado estadual Agenor Neto (PMDB) ser ácido opositor do governo Camilo. Mas o deputado Domingos Neto não abre mão do parceiro e vai abertamente contra o governo. 

A composição de Fortaleza envolveu o Ministro Gilberto Kassab, presidente licenciado do PSD, a quem coube a homologação da decisão. O governador Camilo Santana (PT), o ex-governador Cid Gomes (PDT) e o Prefeito Roberto Cláudio (PDT) ofereceram e fecharam acordo com um candidato a Senador do PSD, que, segundo se especula, deve ser o ex-vice governador e atual Conselheiro do TCM Domingos Filho, que sairia do órgão em 2018 para a disputa.

falecomricardotorres.blogspot.com.br