-->

16 de setembro de 2015

Polícia identifica suspeito de roubar armas e munições


A Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) afirma ter identificado um suspeito de participar do assalto a 77 pistolas e mais de 10 mil munições a uma transportadora na manhã desta segunda-feira, 14, no bairro Pedras, próximo à BR-116. 

Conforme o titular da DRF, Raphael Villarinho, o suspeito seria um dos quatro homens que invadiram a empresa, localizada na rua Marlene Farias Filgueiras, após terem roubarado um veículo preto modelo Siena, usado na ação. 

"O suspeito é foragido da Justiça. Caso seja revelado o nome dele, é capaz de fugir ainda mais", argumentou Villarinho, sem repassar outros detalhes da investigação. 

A carga estava no galpão da transportadoradesde sexta-feira, 11, e seria distribuída na segunda-feira. “Os destinatários eramempresas e clubes de tiro, de Fortaleza e Região Metropolitana (RMF)”, explicou o titular da DRF, Raphael Vilarinho.

A Polícia investiga se os assaltantes receberaminformações privilegiadas sobre a carga. Durante a ação, proprietário e funcionários foram rendidos. 

O local era monitorado por câmeras de segurança, mas as gravações foram levadaspelos criminosos. Eles fugiram e abandonaram o carro em Itaitinga (RMF). “Nesse local, encontramos os equipamentos da filmagem, que vão ser encaminhados pra perícia, para tentar recuperar as imagens”, disse Villarinho.

Empresa autuada
O Exército (responsável por fiscalizar as atividades exercidas por pessoas físicas e jurídicas que envolvam produtos controlados - neste caso, o transporte e o armazenamento de armas e munições) foi acionado e recolheu o restante da carga que não foi roubada.

Foi verificado que a empresa possuía a Guia de Tráfego, documento que autoriza o transporte das armas e munições, mas não tinha autorização para o armazenamento do material e, por isso, foi autuada.

O material remanescente foi apreendido e conduzido para uma Organização Militar do Exército Brasileiro, e será aguardada a decisão do processo administrativo ao qual a transportadora responsável será submetida. 

O POVO Online