-->

11 de outubro de 2019

Tragédia familiar: mãe e filho morrem em acidente de moto na estrada no Vale do Jaguaribe

Uma tragédia familiar foi registrada na região do Vale do Jaguaribe nesta quinta-feira (10). Mãe e filho morreram vítimas de um acidente de trânsito na zona rural do Município de Jaguaretama (a 241Km de Fortaleza). Os dois trafegavam em uma motocicleta, quando sofreram uma violenta queda.

O desastre aconteceu por volta de 6h30 na rodovia estadual CE-368, que liga o Centro de Jaguaretama ao Distrito de Torrões, na zona rural. De acordo com informações colhidas pelo Destacamento da PM local, a dona de casa identificada penas por Gardênia viajava na garupa da motocicleta preta, modelo Titan KS de placa HXD-7936 (CE), que era pilotada pelo filho, identificado por Jessimar.

Em uma curva da estrada, o rapaz perdeu o controle da motocicleta e os dois (mçae e filho) caíram, sofrendo pancadas na cabeça. Morreram no local. Os corpos foram encaminhados para o Núcleo da Perícia Forense do Ceará (Pefoce), da cidade de Russas.

Outro acidente

Na noite desta quinta-feira (10), duas pessoas ficaram feridas, uma delas em estado grave, em um desastre ocorrido na BR-222, na altura do quilômetro 39, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Um micro-ônibus da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Itapipoca colidiu na traseira de uma carreta.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente teria sido ocasionado no momento em que o motorista do micro-ônibus, que transportava pacientes de Fortaleza para Itapipoca, tentou desviar de um animal. O guiador e um dos passageiros ficaram feridos. O coletivo teve a parte frontal completamente destruída no impacto da batida na traseira da carreta. Os feridos foram socorridos pelo Samu-Caucaia para Fortaleza.

(Fernando Ribeiro)


Gerentes do BB viram réus por forjar sequestro e desviar R$ 59 milhões

Dois gerentes do Banco do Brasil, presos desde o dia 29 de agosto e acusados de integrarem um esquema criminoso interestadual, tornaram-se réus no processo, junto de um terceiro homem, após a Justiça Estadual aceitar a denúncia oferecida pelo Ministério Público do Ceará (MPCE). Pedro Eugênio Leite Araújo e Celso Luiz Grillo de Lucca, gerentes das agências de General Sampaio e Tejuçuoca, no interior do Estado, são acusados de desviar quase R$ 60 milhões do Banco do Brasil.

A denúncia pelos crimes de associação criminosa e fraude, elaborada pelo promotor de Justiça Jairo Pequeno Neto, foi recebida pelo juiz José Cleber Moura do Nascimento, da Comarca de Pentecoste, no último dia 1º de outubro. O Sistema Verdes Mares teve acesso aos documentos.

Conforme a acusação, no dia 22 de agosto deste ano, os criminosos criaram um débito na agência de General Sampaio, com a assinatura dos dois gerentes, e creditaram o valor em uma conta-poupança em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.

A superintendência do Banco estranhou a atitude dos gerentes porque não houve comunicação a respeito de uma operação que envolvia um alto valor. Após obterem o crédito, "os criminosos continuaram sua empreitada para pulverização dos numerários", afirma o MPCE. Diversas contas bancárias teriam sido utilizadas na divisão do dinheiro, inclusive a de Pedro Eugênio e as contas de parentes de Celso Luiz. Também como forma de lavagem de dinheiro, eles teriam tentado comprar um veículo e uma fazenda.

Para o Ministério Público, Pedro e Celso estavam "totalmente envolvidos" com a situação e, quando perceberam que a trama criminosa não teria êxito, buscaram meios de se isentar, incluindo a procura pelo departamento de segurança do BB e até forjar uma narrativa de sequestro que durou três dias, contada às autoridades.

O mineiro Jeferson Alves Ferreira é o terceiro réu do processo. Segundo o MPCE, em seu interrogatório, ele confessou a trama criminosa e afirmou que os dois servidores públicos estavam envolvidos. Para movimentar a alta quantia, o grupo precisava da assinatura digital de dois gerentes do Banco do Brasil.

Versão de sequestro
No depoimento à Polícia, Pedro Eugênio negou que tenha participado dos crimes e alegou que foi sequestrado e obrigado a realizar, no banco, "todos os procedimentos que demais membros da associação criminosa ordenaram, sob pena de matarem ele e a sua esposa". Além disso, não teria avisado ao banco sobre a extorsão porque estava "com medo de sofrer represálias". Porém, para o MPCE, a versão é "inverídica" e as provas colhidas apontam que Pedro estava na lista de beneficiários para receber, pelo menos, R$ 600 mil. Além disso, afirma que o gerente "ficou o tempo todo na posse de seu celular, dormia em casa e também foi pegar Jeferson no hotel", como revelaram as imagens de câmeras de monitoramento de um hotel em Fortaleza.

Celso Luiz também negou a participação no crime e contou que foi visitado por Pedro e mais dois homens, que se apresentaram como funcionários do banco. Somente depois de entrar em um veículo, ele teria sido informado de que estava sendo monitorado 24 horas por dia e que, se "agisse de forma diversa", matariam a ele, sua mãe e Pedro.

O advogado Waldir Xavier, representante de Pedro, afirma que o cliente foi vítima de extorsão e sequestro. "De repente, ele está no polo ativo como se tivesse cometido o crime. Ele nega veementemente isso. Vamos aguardar sermos citados oficialmente para poder rebater, nos autos, as acusações que lhe são formuladas", pontua.

O advogado Hélio Leitão, responsável pela defesa de Celso Luiz, informa que ainda não tomou ciência do teor da denúncia. "O que podemos assegurar é que ele é inocente, vítima de extorsão. Vítima e não autor de delitos. Impetramos habeas corpus junto ao Tribunal de Justiça e esperamos que sua liberdade seja logo restaurada", declara. A defesa de Jeferson Alves não foi localizada pela reportagem.

O Banco do Brasil informou, em nota, que "apura o caso, seguindo os trâmites previstos em seu processo de gestão disciplinar".

Doleiro

O Ministério Público considera, na denúncia, que é preciso aprofundar as investigações contra um doleiro mencionado nas conversas como 'Kleber', responsável pela indicação de contas para receber o dinheiro do banco; outros familiares dos gerentes; e uma pessoa de nome 'Nangi', que teria um relacionamento amoroso com Jeferson. A pedido do MPCE, a Justiça bloqueou todas as contas que receberam os valores desviados.

(Diário do Nordeste)

Guaraciaba do Norte: MPCE requer impugnação de quatro candidatos a conselheiros tutelares


10.10.19 Impugnação PentecosteO Ministério Público do Ceará (MPCE), por meio da Promotoria de Justiça da Comarca de Guaraciaba do Norte, ingressou com quatro pedidos de impugnação de candidatos eleitos para compor o Conselho tutelar do Município. Segundo a promotora de Justiça Ana Beatriz Pereira, estes candidatos violaram as regras do Edital 001/2019 e da Resolução 003/2019 do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) que trata da propaganda durante o período eleitoral, além de outras condutas incompatíveis com o cargo, como a falta de idoneidade moral.


O colegiado é composto por cinco candidatos eleitos pela maioria de votos e por cinco suplentes, obedecendo-se a ordem de classificação pelo número de votos. O suplente assume em caso de vacância do cargo – como morte, renúncia, licenças, dentre outros casos – durante o tempo do mandato. Foram eleitos por maioria de votos os seguintes candidatos: Luzia Gomes, Renato Petisco, Gorete Lopes, Marcos Antonio, vulgo “Marcos do Povão” e Suellen Ferreira. O MPCE requereu a impugnação dos 1º, 3º, 5º e 6º colocados, sendo esta última, a primeira suplente: Geovana Soares.

A candidata que ficou em quinto lugar na votação, Suelen dos Santos Ferreira, é ré em uma ação criminal do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), que trata de crime cometido por associação criminosa para fins de prática de crimes de fraude em licitações, peculato, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosas e que, atualmente, tramita na Vara Especial de Crimes Organizados, em Fortaleza. Ela também é citada em uma Ação Civil Pública por improbidade administrativa na Promotoria de Guaraciaba.

“Como se vê, a candidata ora eleita não preenche um os requisitos básicos para membro do Conselho Tutelar, a reconhecida idoneidade moral, princípio fundamental para quem pretende assumir o cargo de Conselheiro Tutelar, preceito previsto no artigo 133, I da lei nº 8.069/90”, explica a promotora de Justiça. Dois dos pedidos de impugnação foram protocolados na terça-feira (08) e outros dois nesta quinta (10).

Os candidatos “Marcos do Povão” e Luzia Gomes realizaram publicações na rede social Facebook, com pedido de votos, na manhã do dia 6 de outubro, data de realização do pleito e período em que é vedado a publicidade eleitoral de acordo com a legislação. Já a impugnação da candidata Geovana Soares foi requerida em virtude da realização de um evento público em prol de sua eleição, com a presença da candidata no mesmo palanque que o prefeito de Guaraciaba, Antonio Adail Machado, sendo que este possuía um bóton em apoio à candidata. O momento foi flagrado em um vídeo entregue à Promotoria de Justiça pela Comissão Especial que fiscalizou o pleito.

Segundo a promotora de Justiça, a vinculação político-partidária das candidaturas é uma conduta vedada para o processo de escolha dos membros do Conselho Tutelar, na forma do artigo 11.2 do Edital nº 001/2019 do CMDCA local. “No vídeo, vê-se, com toda evidência, a prática de abuso de poder político, praticado tanto pelo prefeito municipal, que ostenta em um evento público o bóton da candidata, como também pelo Presidente do Sindicato de Trabalhadores Rurais de Guaraciaba, pessoa de expressivo poder político, porquanto, detém o comando de um sindicato ruralista com milhares de associados e influencia o eleitorado com sua carga política”, considera Ana Beatriz Pereira.

Fonte; MP CE


Sabado 12 de Outubro 2019 na Inga em Russas CE


A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo

Blog; Erivando Lima

Russas CE plantão policial


JAGUARUANA ROUBO DE MOTO

Por volta das 10h10min, no Assentamento Serra Dantas, zona rural de Jaguaruana, 02 indivíduos armados, em uma moto preta, roubaram uma quantia em dinheiro de R$ 50,00 em espécie, e ainda uma moto ano 2002, cor azul, em seguida fugiram. A vítima registrou o fato na DPC local.


ICAPUÍ RECUPERAÇÃO DE VEÍCULO ROUBADO

Na Localidade de Ilha do Meio em Icapuí, foi encontrado abandonado o veículo tipo ônix, cor vermelha, placas QGM-8431, sendo conduzido a DPC para as devidas providências. 

ARACATI PRISÃO POR FURTO

Por volta das 11h20min, no Bairro Várzea da Matriz em Aracati, ALISSON SILVA DE ARRUDA, 21 anos, foi preso por haver furtado um Toca CD e um ventilador portátil que estava no interior de um veículo. O acusado assumiu ter furtado os objetos e guardados em sua residência e entregou aos policiais. O policiamento conduziu o mesmo a DPC/Aracati, onde foi autuado por furto.

Blog; Erivando Lima

“Estamos sufocando o crime organizado”, afirma Bolsonaro


Através do twitter, o Presidente Bolsonaro comemorou a queima de mais três toneladas de cocaína pela Polícia Federal, Segundo ele, a apreensão recorde em 2019 já superou 60 toneladas. “Índices de criminalidade continuam caindo”, acrescentou Bolsonaro em referência aos números apresentados recentemente pelo Ministério da Justiça sob o comando de Sergio Moro.


“Estamos sufocando o crime organizado, bem como, retirando o sustento dos partidos e grupos terroristas que compõem o Foro de SP”

“Estes pretendem, mediante o terror, empobrecimento dos povos e falta de educação, manterem seus líderes ativos e sempre buscando o poder!”

(República de Curitiba)