-->

8 de julho de 2019

Morre aos 70 anos um dos maiores pistoleiros do Nordeste


O pistoleiro cearense José Enilson Couras, o “Courinhas”, 70 anos, considerado um dos maiores do nordeste e apontado pela polícia como autor de vários assassinatos no Piauí, dentre eles o praticado contra o engenheiro e professor do Instituto Federal de Educação – IFPI, José Ferreiura Castelo Branco, o “Castelinho”, morreu no final da tarde de ontem na Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital de Barbalha (CE), após sofrer um acidente doméstico em Iguatú, também no Ceará.


Segundo seus familiares, no domingo, dia 30, “Courinhas” estava em sua casa em Iguatú e decidiu comemorar o seu aniversário de 70 e em um determinando momento foi ao banheiro, onde caiu e levou uma forte pancada na região das costelas. Sentindo dores, foi levado para o hospital de Iguatú, onde recebeu os primeiros cuidados médicos, mas como havia suspeitas de que o mesmo estava com hemorragia interna, pois havia quebrado três costelas, foi transferido para o Hospital Regional de Barbalha, onde foi colocado na Unidade de Tratamento Intensivo – UTI e lá ficou até o final da tarde de ontem quando veio a óbito.

O corpo foi removido para Iguatú, onde está sendo velado e será sepultado no final da tarde.“Courinhas” durante muito tempo esteve recolhido no sistema prisional do Piauí como acusado de prática de crimes de pistolagens no Estado, dentre eles o de maior repercussão foi a morte do engenheiro e professor do IFPI, José Ferreira Castelo Branco, o “Castelinho”, fato ocorrido próximo a sua residência no bairro Horto Florestal, na zona Leste, quando o mesmo fazia caminhada pela manhã.

Fonte: Teresina Diário / Portal Noticiei