-->

2 de janeiro de 2017

01/01/2017 20h14 - Atualizado em 01/01/2017 21h30 Ex-gari, prefeito eleito vai de bicicleta para solenidade de posse em MT

Joabe de Almeida foi eleito prefeito de Santo Afonso (MT), com 1.088 votos.
Ele já foi garimpeiro, coveiro, vereador e agora vai chefiar o Executivo.

Ex-gari, prefeito eleito vai de bicicleta para solenidade de posse em MT
Joabe de Almeida foi eleito prefeito de Santo Afonso (MT), com 1.088 votos.
Ele já foi garimpeiro, coveiro, vereador e agora vai chefiar o Executivo.
André Souza
Do G1 MT

Ex-gari, o prefeito eleito em Santo Afonso, a 266 km de Cuiabá, Joabe Almeida, usou a própria bicicleta para ir à solenidade de posse neste domingo (1º). O trabalhador foi eleito para chefiar o município de pouco mais de 2 mil habitantes, com 1.088 votos. Ele deixou a profissão há um ano.

Joabe fez o trajeto de quase 1 km - da casa dele até o local do evento – com o filho na garupa. Ele diz que resolveu usar o meio de transporte, que foi usado na campanha, no momento em que realiza um sonho.01/01/2017 20h14 - Atualizado em 01/01/2017 21h30
Ex-gari, prefeito eleito vai de bicicleta para solenidade de posse em MT
Joabe de Almeida foi eleito prefeito de Santo Afonso (MT), com 1.088 votos.
Ele já foi garimpeiro, coveiro, vereador e agora vai chefiar o Executivo.
André Souza
Do G1 MT
FACEBOOK
Ex-gari, o prefeito eleito em Santo Afonso, a 266 km de Cuiabá, Joabe Almeida, usou a própria bicicleta para ir à solenidade de posse neste domingo (1º). O trabalhador foi eleito para chefiar o município de pouco mais de 2 mil habitantes, com 1.088 votos. Ele deixou a profissão há um ano.

Joabe fez o trajeto de quase 1 km - da casa dele até o local do evento – com o filho na garupa. Ele diz que resolveu usar o meio de transporte, que foi usado na campanha, no momento em que realiza um sonho.

Ele não se envergonha nem um pouco das funções que exerceu e disse se orgulhar das conquistas depois das dificuldades enfrentadas no trabalho como gari. “Ia atrás pegando tambor, sacola de lixo e jogando tudo no caminhão”, lembra.
Como vereador, de 2004 a 2008, ele afirmou que começou a ganhar a confiança da população e resolveu se candidatar ao cargo de prefeito nas últimas eleições. Joabe disse que, ao todo, gastou R$ 5 mil na campanha eleitoral. “[A campanha] foi tudo muito humilde. No 'boca a boca', na confiança”, explicou.
À Justiça Eleitoral, Joabe declarou como ocupação motorista de veículos de transporte de cargo e um patrimônio de R$ 293.217,04. O maior bem móvel é uma casa de alvenaria, localizada no Centro da cidade, avaliada em R$ 200 mil.

Antes de ser empossado no cargo, Joabe contou que já começou a cuidar da cidade e convocou um mutirão de limpeza nos bairros. Com a ajuda de amigos, retirou entulhos, limpou terrenos e calçadas.