-->

3 de julho de 2018

Refazer o ponto forte


Richardson

Nos momentos em que o time do Ceará esteve mais forte em campo, desde o ano de 2017, invariavelmente, o volante Richardson estava presente. Nesse momento em que o Alvinegro tem uma lacuna nos seus jogos oficiais, o departamento médico do clube vem recuperando vários jogadores, para que o técnico Lisca possa contar a cada dia com um time mais competitivo na Série A.

Um dos atletas que a torcida mais festeja o seu retorno às atividades é justamente Richardson, que hoje completa 27 dias que não atua pelo Vovô. Seu último jogo ocorreu pela décima rodada da Série A do Brasileiro, quando o Mais Querido empatou com o Botafogo, no Estádio Engenhão. Foi um dos jogos do Brasileirão, em que o Ceará atuou de forma convincente e Richardson esteve presente.

Após a eliminação da equipe da Copa do Nordeste para o Bahia, o dia de ontem marcou o retorno dos jogadores às atividades normais, já com vistas ao próximo jogo pelo Brasileiro, dia 18, às 19h30 contra o Sport/PE, na Arena Castelão, pela 13ª rodada da competição.

Voltando

Uma felicidade para o departamento médico foi ver atletas já liberados para os treinos, como Richardson, Valdo, Fabinho, Juninho, Jackson Caucaia e Pedro Ken. Enquanto essa turma toda comemora a saída da rotina de fisioterapias e tratamentos, o atacante Felipe Azevedo ingressa no DM, sentindo um desconforto no músculo adutor da coxa.

Um dos objetivos do técnico Lisca é justamente refazer um ponto forte do time, a sua meia-cancha. No jogo contra o Bahia, só para se ter um exemplo, quatro volantes ficaram ausente, complicando a sustentação das jogadas na meia cancha.

Richardson teve problema de lesões nos primeiros jogos do Brasïleirão e em alguns jogos, entrou sem estar no melhor de suas condições. Agora, ele festeja o regresso às atividades: "Fico feliz em estar retornando, tendo a possibilidade de voltar a treinar. É difícil quando você não está 100%, e fica limitado, sem poder ajudar da melhor maneira possível. Mas, estamos numa nova etapa. O Lisca chegou e está implantando a sua forma de trabalhar com muita intensidade e estamos focados na recuperação", disse Richardson.

O volante disse que o grupo tem consciência da realidade dos números do Alvinegro na Série A, mas que o início de uma reabilitação poderá ocorrer, já diante do Sport. O Ceará oficializou ontem, a contratação do meia colombiano, Jown Cardona, de 23 anos, que atuava no Desportivo Cali, e que jogou profissionalmente pelos clubes da Colômbia. No dia 17 de julho, quando se abrir a janela internacional, ele deve ser regularizado, coisa que já aconteceu com o zagueiro Eduardo Brock.

Red; DN