-->

25 de junho de 2015

Luizianne vota contra o Governo em projeto que estende valorização do salário

A deputada federal Luizianne Lins votou contra o governo na proposta que estende a todos os aposentados e pensionistas do INSS, a política de valorização do salário mínimo. Essa não foi a primeira fez que a cearense apresentou pensamento contrário ao governo petista. 

Em maio deste ano, Luizianne foi a única cearense a não votar a Medida Provisória que restringe o acesso a direitos trabalhistas. Segundo ela, foi uma decisão política. Por meio da assessoria de imprensa, Lins justificou a ausência na apreciação do texto governista alegando que não votaria “com os inimigos do PT e do Governo” mesmo sendo contra o teor do projeto. 

Além de Luizianne, o deputado Wellington Prado (PT-MG) também apresentou voto contrário. Todos os líderes de partidos da base aliada, com exceção do PDT, que encaminhou a favor e o PROS que liberou a bancada, encaminharam votos contra a aprovação da medida.

O líder do governo, José Guimarães (PT-CE) foi surpreendido com o placar a favor da emenda, pois segundo ele, não sentia mobilização dos colegas parlamentares para aprovação. Pela emenda, entre 2016 e 2019 todos os benefícios do Regime Geral de Previdência Social terão o mesmo reajuste concedido ao salário- mínimo.

Segundo o ministro da Previdência, Carlos Gabas, a aplicação da regra para todos os benefícios representará para o governo um gasto extra de R$ 9,2 bilhões ao ano.


Ceará News 7