-->

17 de abril de 2014

Vereador vai pedir intervenção do Estado no sistema de saúde do município



Os relatos feitos por pacientes, populares, representantes de instituições, vereadores e imprensa, são absurdos e estarrecedores.
A situação da saúde pública do município de Quixadá, no Sertão Central cearense, é grave e despertou no vereador petista Higor Carlos uma pedida extrema, pedi que o Estado do ceará faça uma intervenção imediatamente no sistema público com objetivo de resguardar vidas.
Segundo nota do parlamentar, há sérios problemas em vários setores daadministração municipal, porém, no momento especificamente a saúde é a pasta que mais tem feito a população sofrer.
É público e notório o descontrole nesse setor. O “troca-troca” de secretários e a falta de projetos que garantam qualidade de vida para população impossibilita a atual gestão de assegurar direitos básicos aos usuários do sistema único de saúde”, cita o boletim de republico de Carlos.
A falta de medicamentos, materiais hospitalares, combustível para transporte de profissionais da saúde as zonas rurais, as péssimas condições de trabalho, onde faltam insumos básicos para o desenvolvimento do trabalho como receituários para prescrição, entre outros pontos alarmantes que levam as famílias a pagarem um preço altíssimo, inclusive com a vida, descumprido completamente com a lei 8080/90, que regulamenta o SUS, dispondo que a saúde é direito do povo e dever do Estado. Sendo assim, fica claro que tem uma lei sendo descumprida e que as consequências disso incluem vidas humanas que estão sendo negligenciadas e perdidas.
Créditos Revista Central