-->

3 de agosto de 2016

Homem mata tio e deixa o corpo por 6h dentro de carro em Acaraú


A cidade de Acaraú, distante aproximadamente 253Km de Fortaleza, foi palco de uma tragédia familiar na última segunda-feira (1º). Um comerciante de 35 anos assassinou com um tiro de revólver o próprio tio, de 51, após uma discussão por causa de uma dívida. Após o crime, o homem colocou o corpo da vítima no banco do passageiro do carro e retornou às atividades do cotidiano. Foi trabalhar, frequentou a academia e ainda tirou um cochilo. Seis horas depois, decidiu esconder o corpo em um matagal. 

Antônio Ribeiro Fonteneles Filho, o "Júnior", foi preso em operação da Polícia Civil envolvendo a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e a Delegacia Regional de Acaraú. Segundo os investigadores, ele confessou ter assassinado e escondido o corpo do também comerciante José Valderi Fontineles. 

De acordo com a diretora da DHPP, delegada Socorro Portela, José Valderi e 'Júnior' negociavam uma dívida de aproximadamente R$ 230 mil. Por volta das 9h30 de segunda-feira, os dois saíram no veículo de 'Júnior', um Fiat Siena de cor prata. No trajeto, discutiram, e o sobrinho efetuou um tiro na cabeça do tio. 

Em seguida, o homem utilizou uma sacola plástica para enrolar a cabeça da vítima "para não sujar os bancos do carro", conforme relatou a delegada, e pôs o corpo no banco do passageiro. Então, retornou para a loja de peças que possui e trabalhou normalmente, até por volta das 11h. Imagens do circuito interno de câmeras do estabelecimento mostram o homem saindo da loja, com um papelão. 

Na sequência, 'Júnior' foi para casa, almoçou, e ainda foi praticar exercícios físicos em uma academia. Retornou para casa e dormiu, à tarde. Durante todo este tempo, o corpo do tio permaneceu no banco do Siena, coberto com o papelão que o empresário havia levado da loja.

Por volta das 16h30, conforme a Polícia, o suspeito seguiu até Itarema, onde abandonou o corpo de José Valderi, em um matagal. 

Como a vítima estava desaparecida desde a manhã daquele dia, os familiares montaram uma força-tarefa para procurar o comerciante. O próprio 'Júnior' participou das buscas, conforme a Polícia. 

Na terça-feira (2), a Polícia Civil iniciou os trabalhos de busca pelo comerciante e chegou até Júnior, que após criar uma versão spbre a última vez em que esteve com o tio, decidiu confessar o crime e informar onde estava o corpo do tio. "A arma do crime, ele disse que jogou na estrada. Ainda estamos procurando por ela", afirmou a delegada.

Antônio Ribeiro Fonteneles Filho acabou preso em flagrante por homicídio qualificado (por motivo torpe) e ocultação de cadáver. Diante da repercussão local do crime, o homem permanecerá preso no xadrez da DHPP, conforme Socorro Portela.

Diário do Nordeste

Suspeito de ataques a banco preso com armas de guerra é transferido para presídio federal


Foi transferido para a Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná, o preso Daniel Félix da Costa, conhecido como "Daniel Bombado". De acordo com a Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), o traslado ocorreu na manhã desta quarta-feira (3). Daniel estava recolhido na Unidade Prisional Agente Luciano Andrade Lima, em Itaitinga

Segundo a Sejus, ele é acusado de homicidio, roubo, associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e "tinha forte poder de articulação dentro das unidades prisionais". 

Daniel havia sido preso pela última vez em agosto do ano passado, em uma operação da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). Naquela ocasião, ele foi flagrado com armamentos de guerra, como fuzis de alto poder destrutivo. Ele é suspeito de participação em diversos ataques a agências bancárias e em sequestros. Em 2011, foi preso suspeito de planejar um ataque a carro-forte.

Diário do Nordeste

Colégio Estadual e Matoso Filho retomam as aulas nesta segunda-feira(08)


As direções das escolas estaduais, Governador Flávio Marcílio e Manuel Matoso Filho, em Russas estão informando aos pais e alunos que as aulas serão retomadas na próxima segunda-feira(08). e que o transporte escolar estará circulando normalmente.

O comunicado foi distribuído para divulgação, por meio de oficio circular 002/2016, datado de 03 de agosto, de responsabilidade dos diretores Francisco José Francelino de Oliveira(Colégio Estadual Gov. Flávio Marcílio) e Agostinho Fonseca Costa( Escola Manoel Matoso Filho).  As duas unidades de ensino fazem parte da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação(CREDE 10).

Falecomricardotorres.blogspot.com.br

Banco do Brasil deixa moradores sem dinheiro em Tauá


O correspondente do jornal Alerta Geral em Tauá, Alverne Lacerda, trouxe na edição dessa terça-feira (02/08), a reclamação de moradores do município de que o Banco do Brasil teria deixado correntistas da instituição sem dinheiro durante o final de semana, pois não tinha dinheiro nos caixas eletrônicos.

A produção do programa entrou em contato com o Banco do Brasil e eles enviaram uma resposta para a população de Tauá, que você pode conferir a baixo:

Resposta Banco do Brasil Tauá

Em referência à demanda, fazemos as seguintes considerações:

Agência de Tauá (CE) – Informamos que, durante o último final de semana foi disponibilizado o pagamento dos servidores da Prefeitura Municipal de Tauá, o que provocou uma demanda de saques acima do limite para os dias não úteis, limite este que se dá em função da segurança dos clientes.

Lembramos que, clientes e usuários do Banco do Brasil contam com o atendimento do Banco Postal, dos Correios, que atuam em parceria com o Banco do Brasil.

Por fim, colocamo-nos à inteira disposição desse veículo para quaisquer esclarecimentos ou informações adicionais sobre este ou outros assuntos de interesse.

Ceará Agora

Acusado de matar bailarina tem prisão decretada após 23 anos


O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) manteve, nesta terça-feira (2), a condenação de Wladimir Lopes de Magalhães Porto pelo assassinato da bailarina Renata Maria Braga de Carvalho, crime que ocorreu em dezembro de 1993. Ao julgar a apelação, a 1ª Câmara Criminal definiu a sentença em nove anos e dois meses de prisão, em regime inicialmente fechado. A decisão desta terça determinou também a expedição de mandado de prisão para cumprimento imediato da pena, pois o réu aguardava o julgamento do recurso em liberdade. 

O réu foi condenado, em 1º de junho de 2015, a 12 anos e seis anos pelo conselho de sentença da 5ª Vara do Júri de Fortaleza. Na ocasião, foi decretada que a ordem de prisão seria expedida após o trânsito em julgado. A defesa de Wladimir ajuizou uma apelação pedindo redução da pena e alegando que a sentença não estaria fundamentada e seria desproporcional. 

Segundo o TJCE, a relatora do caso, desembargadora Maria Edna Martins, explicou que a decisão desta terça considera a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e disse que a fixação da sentença alcançou patamar desproporcional às peculiaridades do caso, homicídio simples, que tem pena-base de 11 anos de reclusão.

Entenda o caso 

Em 28 de dezembro de 1993, a bailarina Renata Maria Braga de Carvalho, foi morta a bala pelo universitário Wladimir Lopes Porto Magalhães, na Avenida Beira-Mar. A bailarina viajava num Jeep junto com vários amigos. O grupo retornava de uma festa na Praia de Iracema, quando o jovem que guiava o carro, Gustavo Farias Facó, teria se desentendido com Wladimir, que dirigia uma caminhonete importada, por conta de uma ‘fechada’ que o Jeep teria sofrido.

Depois do primeiro encontro, houve uma suposta perseguição do motorista do Jeep ao motorista da caminhonete. Em plena Beira-Mar, Wladimir sacou de um revólver e atirou em direção ao Jeep. Uma bala atingiu Renata, que morreu, minutos depois, num hospital particular. O homicida foi preso, horas depois, em uma concessionária, na Aldeota.

Preso preventivamente por determinação do juiz Jucid Peixoto do Amaral, Wladimir esteve no Instituto Presídio Professor Olavo Oliveira (IPPOO) por 11 meses, sendo solto através de um ‘habeas-corpus’. 

Julgamentos 

O réu foi julgado pela primeira vez no ano de 1997. Wladimir foi condenado. Era 18 de fevereiro e o então estudante universitário teve a sentença fixada em sete anos de prisão por homicídio simples.  A família de Renata recorreu da decisão judicial. Não ficou satisfeita com a pena imposta, que considerou branda demais para o crime que o réu cometera três anos antes. A defesa de Wladimir também recorreu. Não concordou com a pena, por achar dura demais.

Entre idas e vindas na Justiça, o processo chegou ao Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília. E em 2004, o julgamento foi anulado pela Corte e o réu foi mandado a novo Júri. Em 20 de junho de 2008 ocorreu o segundo julgamento. Naquela ocasião, o conselho de sentença do 5º Tribunal Popular do Júri de Fortaleza decidiu, por quatro votos a três, pela absolvição de Wladimir.

A tese posta pela defesa dizia que o réu teria praticado o crime em legítima defesa. Os jurados não acataram a legítima defesa própria, mas votaram pela legítima defesa putativa, isto é, quando o réu sentiu-se ameaçado por ter sido perseguido pelo outro motorista e ter dito que acreditava que seria morto. Por este motivo, segundo os advogados, Wladimir atirou primeiro. À época, a promotoria se disse 'indignada' com a decisão. E novamente recorreu da sentença para que um novo julgamento, o terceiro, fosse realizado.

Em junho de 2015, o TJCE decidiu pela condenação de Wladimir Lopes de Magalhães Porto. A pena de 12 anos e seis meses de prisão foi proferida pela juíza Valência de Sousa Aquino da 5ªVara do Júri. Os jurados, após cerca de dez horas de julgamento, aceitaram a tese do Ministério Público do Ceará (MPCE) de homicídio simples. A juíza imputou a pena inicial de 15 anos de reclusão defesa, que foi reduzida em um sexto, totalizando 12 anos e seis meses. A defesa do réu recorreu da decisão e Wladimir Porto aguardou o resultado do recurso em liberdade.

Diário do Nordeste

Ceará tem 126 municípios em estado de emergência por conta da seca


Os efeitos causados pela seca no Ceará continuam avançando no segundo semestre de 2016. Na mais recente atualização dos municípios em situação de emergência pelo Governo do Estado, mais sete passaram a integrar a lista, totalizando 126 localidades com necessidade imediata de recursos e ações de mitigação da estiagem. O total representa 68,4% de todas as cidades cearenses. A medida foi publicada no Diário Oficial do Estado dessa terça-feira (2).

Com a atualização, Itapiúna, Milagres, Nova Olinda, Nova Russas, Pindoretama, Quixelô e Russas foram declarados como locais em situação anormal provocada pela falta de chuva. O estado de emergência, no entanto, ainda precisa ser reconhecido pelo Governo Federal para a liberação de recursos, o que também garantirá maior celeridade nas ações emergenciais destinadas a essas localidades.

A emergência é decretada na ocorrência de prejuízo público que, diante de uma situação anormal, compromete parte da receita líquida anual da cidade. Para esta decisão, o Estado considerou a irregularidade das chuvas e o registro de elevadas temperaturas, o que vem comprometendo o armazenamento de água e causando problemas ao abastecimento para o consumo humano e animal desde o ano de 2012, diminuindo, assim, o padrão de qualidade de vida da população.

De acordo com o decreto estadual, diante do cenário crítico, "confirma-se a mobilização do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil no âmbito do Estado, para prestar apoio complementar aos Municípios atingidos, mediante articulação com todas as setoriais do Governo Estadual, Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC) e Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (SEDEC)".

Região Metropolitana

Além do Interior do Estado, mais afetado pela seca, a situação crítica também atinge localidades da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), como os municípios de Cascavel, Caucaia, Pacatuba e São Luís do Curu. Como estratégia de combate à escassez de água, o governo estadual apresentou, no fim de julho, um plano de convivência com a seca no Estado do Ceará. O documento prevê a economia de 20% na oferta de água do sistema integrado de abastecimento da RMF, por meio da redução em 20% no abastecimento de água para as indústrias e o aumento da tarifa de contingência, dentre outras ações.

O investimento total para garantir a segurança hídrica será de aproximadamente R$ 64,1 milhões. O Governo do Estado ainda prevê medidas como o combate à redução de perdas de água, construção de poços, análise de vazão e qualidade dos equipamentos e instalação de adutoras de água tratada.

Medidas

O documento apresenta uma série de medidas para tentar reduzir os gastos de água, dentre eles o aproveitamento do Volume Morto do Pacajus; aquisição de dois conjuntos de motobomba reservas para Estação de bombeamento do Pacoti Auxiliar; aproveitamento do Maranguapinho para Maranguape (em negociação com Companhia Siderúrgica do Pecém - CSP); aproveitamento do Sistema Cauhipe para o Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP) - (em negociação com CSP); aproveitamento do Aquífero Dunas para o CIPP (em negociação com CSP); instalação de Bombeamento Orós - Lima Campos.

Além disso, os reservatórios do Estado são o principal indicativo da situação hídrica atual. De acordo com balanço da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), dos 153 açudes monitorados 125 estão com volume inferior a 30%. O menor volume encontra-se na bacia da região do Baixo Jaguaribe, com apenas 0,25%. O açude Castanhão, principal responsável pelo abastecimento da cidade de Fortaleza, encontra-se com apenas 7,69% de seu volume acumulado.

Apesar de preocupante, o cenário atual é menos grave do que o enfrentado no primeiro semestre do ano passado. Segundo informações da Defesa Civil do Estado, de janeiro até 24 de junho de 2015, 139 municípios haviam sido reconhecidos pelo Governo Federal como em situação de emergência. Já no mesmo período de 2014, 176 cidades se encontravam nesta condição.

FIQUE POR DENTRO

Governo autoriza transferência entre açudes

No último dia 27 de julho, o Açude Castanhão passou a contar com o auxílio das águas do Açude Orós, localizado em Limoeiro do Norte, no Centro Sul do Ceará. A ação deve durar pelos próximos seis meses e visa dar suporte ao Castanhão para que a água chegue à Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).


O cenário a vigorar no segundo semestre de 2016, na distribuição de água nas Bacias do Jaguaribe, mostra o Orós liberando uma vazão média de 11,5m³/s para o Rio Jaguaribe até o Açude Castanhão. Desse total, 4m³/s será encaminhado até o mês de setembro. Depois, até janeiro de 2017, a liberação sobe para 16m³/s. Com esse cenário, o Orós atingirá 9,9% de sua capacidade até o fim do período. O reservatório mantém pouco mais 26% da capacidade. Contando com a água do Orós, o Castanhão irá operar com vazão de 15 m³/s.

Diário do Nordeste

Promotora de vendas morre ao ser atropelada por caminhão em seu primeiro dia de trabalho em Juazeiro


Um acidente vitimou fatalmente uma mulher de 36 anos na tarde desta terça-feira (02), no município de Juazeiro do Norte. A promotora de vendas Maria Ivoneide Sales, que residia na cidade do Crato, pilotava sua moto, uma Honda CG 125 Fan de cor preta, quando se envolveu em um acidente na Avenida Castelo Branco ao lado dos três edifícios Unique Condomínio ora em construção na cidade de Juazeiro do Norte.

Segundo testemunhas, ela teria tentado ultrapassar pela lateral direita um caminhão Mercedes Benz de cor vermelha, com inscrição de Brejo Santo, quando, supostamente, derrapou na via e caiu. Os pneus traseiros do veículo ficaram parcialmente por cima da vítima que veio a óbito de imediato.

O motorista Cícero dos Santos, de 43 anos descia pela Avenida Castelo Branco. Ele fechou o caminhão e, por alguns instantes, esteve ausente do local do acidente. Militares do Corpo de Bombeiros tiveram que suspender o veículo para retirar o corpo de Ivoneide. A mesma tinha cumprido o seu primeiro dia de trabalho na empresa Velas Brasil que funciona no bairro Antonio Vieira em Juazeiro. Era casada e tinha dois filhos de 3 e 15 anos, sendo que, antes, havia trabalhado no Mercadinho São Luiz de Crato.

Informações do Plantão de Juazeiro

Homem é morto a tiros na porta de sua residencia em Aracati


Um homem de 22 anos foi assassinado no bairro Várzea da Matriz, em Aracati, na noite desta terça-feira (02). Adeilson de Maria da Silva se encontrava em residência na Travessa Cultura, quando por volta das 19h40 foi alvejado por nove disparos de arma de fogo, sendo atingido por quatro no braço direito, quatro na região frontal do tórax e um nas costas, vindo a óbito de imediato no local.

A Polícia compareceu no local para isolamento do local e coleta de informações, mas, testemunhas relataram terem ouvido aproximadamente dez disparos, porém ninguém soube informar os responsáveis por efetuar os tiros.

A Ambulância do Resgate da Guarda Municipal, compareceu no local e constatou o óbito. Por volta das 22h45min, uma viatura do Rabecão e uma da Perícia chegaram e realizaram os procedimentos cabíveis.

Com Informações do 1ºBPM