-->

30 de junho de 2016

Três PMs mortos, um ferido e dois feitos reféns em Quixadá


Um confronto armado na tarde de ontem em Quixadá, a aproximadamente 167Km de Fortaleza, resultou na morte de três policiais militares e ainda deixou um outro ferido, com tiro na perna. Outros dois PMs ainda foram feitos reféns pelos bandidos, que fugiram do local utilizando a viatura da Polícia. Com isto, chegou a 14 o número de policiais mortos no Ceará neste ano de 2016.

De acordo com informações da Polícia Militar, a patrulha da PM foi acionada para averiguar um veículo que estaria em atitude suspeita. No carro oficial iam dois policiais militares. Foi realizada a abordagem e houve um princípio de confronto. Os bandidos fugiram e os PMs solicitaram apoio. Mais uma equipe, com outros quatro PMs, então se encaminhou ao local indicado para fazer o cerco.

Contudo,no Distrito de Juatama, em uma rodovia estadual, os policiais se depararam com uma Toyota Hilux de cor prata, com queixa de roubo, ocupada por aproximadamente seis homens. Todos estariam portando armas de grosso calibre e usando balaclavas. Houve um novo confronto, deixando dois policiais mortos e outros dois feridos. Os demais, entre eles uma policial mulher, foram feitos reféns. Os bandidos utilizaram uma das viaturas da Polícia para fugir. Os PMs, feitos reféns pelos criminosos, foram colocados na caçamba do veículo.

Até o fechamento desta edição, os policiais militares mortos haviam sido identificados como sendo o sargento Francisco Guanabara Filho, de 50 anos, cabo Antônio Joel de Oliveira Pinto, de 34 anos e o soldado Antônio Filho. O cabo Antônio Joel o sargento Campos foram encaminhados a um hospital local, mas o primeiro não sobreviveu aos ferimentos. O sargento Campos, atingido por um tiro na perna, foi encaminhado ainda ontem ao Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza. Os outros dois PMs feitos reféns pelos bandidos, segundo relatos da Polícia Militar, não sofreram lesões corporais. Eles foram liberados pelos criminosos na rodovia entre Ibaretama e Quixadá.

De acordo com informações de populares, após a fuga do local do confronto com a Polícia, os suspeitos seguiram pela rodovia em comboio.

À frente ia a viatura da PM, seguida pela Hilux, com placas de Russas, e por um caminhão de carroceria vermelha. Os três carros foram posteriormente abandonados e uma nova Hilux, com placas de Quixeramobim, foi tomada de assalto na rodovia. Os bandidos então embarcaram no veículo roubado e escaparam, no sentido da BR-116, em direção a Fortaleza. Também até o fechamento desta edição, ninguém havia sido identificado ou capturado por suspeita de participação na ação criminosa. Nos veículos abandonados pelos bandidos, a Polícia encontrou chapas de blindagens e outros materiais comumente usados em assaltos a carros-forte.



Lamentos

O governador Camilo Santana manifestou pesar em sua página oficial no Facebook. Ele lembrou que participou horas antes da solenidade de formatura de oficiais para lamentar a morte dos três agentes militares. “Comecei hoje o dia com uma enorme alegria pela emocionante solenidade de formatura de 216 novos oficiais da PM e dos Bombeiros. E encerro este mesmo dia com a profunda tristeza de receber a informação de que três guerreiros da nossa gloriosa Polícia Militar tombaram sem vida durante um confronto com bandidos. Ao mesmo tempo em que manifesto todo o meu pesar e solidariedade aos familiares e amigos dos nossos policiais, reforço que não descansarei enquanto essas quadrilhas não forem presas ou expulsas do nosso Estado. Não recuaremos um milímetro no combate a esses bandidos e estarei sempre apoiando nossas forças de segurança em cada uma de suas ações. Sobre o lamentável episódio em Quixadá, já determinei uma força-tarefa para atuar imediatamente no cerco em toda a região no sentido de prender cada um dos criminosos para que recebam a punição devida da Justiça”, escreveu.

A Associação dos Cabos e Soldados Militares do Estado do Ceará (ACSMCE), Associação dos Profissionais da Segurança (APS) e Associação dos Oficiais da Policia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (ASSOF) emitiram nota conjunta, lamentando as mortes dos PMs e informando o luto da Corporação. As associações ressaltaram no texto que “encontram-se consternadas com o ocorrido e irão prestar todo apoio aos profissionais que passaram por essa grande tragédia”.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o secretário adjunto da Pasta, coronel Lauro Carlos de Araújo Prado, e o comandante geral da PM, coronel Giovani Pinheiro, foram a Quixadá acompanhar os trabalhos de busca aos suspeitos dos crimes.

Por telefone, Lauro Carlos de Araújo Prado também demonstrou consternação com todo o ocorrido. “Um dia de grande tristeza para todos nos que fazemos parte da Corporação. Lamentamos muito esse episódio triste. Estamos empenhados em identificar e buscar esta quadrilha. O governador ordenou a criação de uma força-tarefa para apurar o caso. Esperamos ter respostas em breve”, afirmou Prado.

Jovem morre ao colidir moto em poste após tentar desviar de cachorro


Morada Nova. Um jovem que trabalhava como motorista morreu na madrugada desta quinta-feira (30) em um acidente de trânsito neste Município. Conforme informações da Polícia, o sinistro aconteceu na Rua Raimundo Belmino, no bairro Várzea.

De acordo com familiares, Marcos Ícaro de Oliveira Saraiva, de 21 anos, trafegava de moto. Ele tentou desviar de um cachorro mas acabou perdendo o controle do veículo e bateu em um poste. O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi acionado mas a vítima morreu na hora.

O corpo foi levado pelo Rabecão até o Instituto Médico Legal (IML).

Diário do Nordeste

MP apreende R$ 300 mil em fazenda de prefeito do Interior do Ceará


Uma operação do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), deflagrada na manhã desta quinta-feira (30), apreendeu cerca de R$ 300 mil em uma fazenda pertencente ao prefeito do município de Tururu, a aproximadamente 107Km de Fortaleza. Na deflagração da "Operação Caracol", foram cumpridos mandados de busca e apreensão para investigar supostas fraudes em licitações na Prefeitura daquela cidade.

Suspeita-se que as fraudes nas licitações ocorreram por meio da falsificação de assinaturas e de associações, destacando-se a Secretaria de Ação Social de Tururu.

Os trabalhos foram conduzidos pela Procuradoria dos Crimes Contra a Administração Pública (PROCAP) do MPCE, com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), Polícia Civil e Perícia Forense (PEFOCE). 

As buscas aconteceram na residência do prefeito Raimundo Nonato Barroso Bonfim, em Fortaleza, em sua fazenda na cidade de Tururu e na sede da Prefeitura Municipal. 

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Tururu, mas foi informada que o prefeito estava viajando e que não havia ninguém que pudesse responder sobre o caso. 

Diário do Nordeste

Junior Gonçalves e Comitiva da Rede Russas participaram do Encontro Programático do partido acontecido no Rio Grande do Norte

Junior Gonçalves ao lado de Marina Silva

No dia 22 de junho de 2016, ocorreu na sede do Sindicato dos Policiais Civis do Rio Grande do Norte (Sinpol-RN), em Natal, o Encontro Programático da Rede-RN que teve a presença dos portas-vozes nacionais da Rede Sustentabilidade, Marina Silva e Zé Gustavo, e de comitiva da Rede Russas, liderada pelo pré-candidato a prefeitura, Júnior Gonçalves.


O encontro marcou o lançamento da pré-candidatura do porta-voz estadual da Rede-RN, o educador e ambientalista Freitas Júnior, à Prefeitura de Natal, onde mais de 200 pessoas estiveram no local para prestigiar o futuro concorrente ao Executivo.

Durante sua visita ao Estado do Rio Grande do Norte, Marina destacou que o lançamento das pré-candidaturas a prefeito faz parte de um trabalho desenvolvido em todo o país para organizar o partido. Ainda, de acordo com ela, essa atividade também será uma forma da REDE dar uma contribuição para atualizar a política, diante da atual crise no segmento existente no país.

“Traremos candidatos que forem compatíveis com uma nova proposta política e estejam comprometidos com o conteúdo programático e não pragmático. Queremos crescer de forma qualitativa e o nosso cálculo não é puramente eleitoral e de quantos palanques vamos conseguir”, destacou Marina.

Durante o evento, o porta-voz da Rede Russas, Júnior Gonçalves, discursou para a plateia presente e após sua conclusão, foi bastante aplaudido por todos, recebendo elogios de sua preparação para estar liderando o partido Rede no município de Russas, o que fez Marina Silva reafirmar o seu compromisso de estar em Russas para apoiar a sua futura campanha a prefeitura, bem como dos pré-candidatos a vereadores.

Herberth Freitas Lima Dantas
Coordenador Executivo


Empreiteira responsável pelo Perímetro de Irrigação Tabuleiro de Russas entra na mira da Lava Jato


BRASÍLIA - Uma empresa ligada ao secretário de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração Nacional, Glauco Rogério de Araújo Mendes, é suspeita de pagar propinas e lavar dinheiro para a Andrade Gutierrez no esquema de corrupção investigado na Operação Lava Jato. Entre 2006 e 2012, a empreiteira repassou ao menos R$ 19,8 milhões para a Arquieng Arquitetura e Engenharia, que está em nome da mãe e da irmã de Mendes. A pasta à qual a secretaria está vinculada é chefiada por Helder Barbalho (PMDB-PA).

Os dados sobre as transações constam de laudo da Polícia Federal juntado ao inquérito que apura o pagamento de propinas pela Andrade Gutierrez em troca de contratos no governo federal. Mendes é secretário da Integração desde abril deste ano, nomeado pela presidente afastada Dilma Rousseff. Com a saída da petista para responder ao processo de impeachment, ele ficou no cargo. Antes disso, ocupou a Coordenação de Obras e a Diretoria de Infraestrutura Hídrica do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), órgão vinculado à pasta ao qual chegou em outubro de 2012, pela caneta do então ministro Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE).

Conforme documento da PF, os recursos transferidos à Arquieng eram lançados na contabilidade da empreiteira como custo de obras do governo federal, entre elas a implantação do Perímetro de Irrigação Tabuleiro de Russas, no Ceará, tocado pelo Dnocs. O contrato para os serviços foi assinado em 2002 com o consórcio formado pela Andrade e a OAS. Inicialmente, as intervenções custariam R$ 84 milhões, mas aditivos inflaram o orçamento em R$ 19 milhões.

Nos registros do Dnocs, a Arquieng consta como subcontratada da Andrade para a obra de irrigação. A Lava Jato apura se a empresa efetivamente prestou serviços à empreiteira ou foi usada apenas como “veículo” para a distribuição de propinas. No laudo, a PF lista a empresa entre um grupo de 13 pessoas jurídicas suspeitas de “operacionalizarem pagamentos indevidos e lavagem de capitais”.

As quebras de sigilo bancário da Arquieng mostraram que, dos R$ 19,8 milhões recebidos da Andrade entre 2006 e 2012, R$ 775 mil foram repassados em seguida à conta pessoal de Mendes. No entanto, a maior parte dos recursos da empresa (R$ 12,5 mi) foi paga por meio de saques em espécie ou cheques descontados na boca do caixa, o que reforça as suspeitas de corrupção. Mais R$ 1,2 milhão consta como dinheiro que saiu, mas sem a identificação do recebedor.

Como dirigente do Dnocs, a partir de 2012, Mendes tinha ingerência direta sobre o projeto de Russas. Durante sua gestão, a Andrade Gutierrez recebeu pelas obras R$ 44,5 milhões, entre 2012 e 2014.


Defesas. O Estado enviou questionamentos a Mendes por meio da assessoria do Ministério da Integração. Em nota, respondeu que o secretário assumiu o cargo na gestão passada e não faz parte da “atual gestão”, embora ainda conste oficialmente como secretário. Informou que o pedido de exoneração do “servidor” foi enviado ao Planalto em 1.º de junho e ainda “aguarda deferimento”. A pasta alegou que Helder Barbalho “não tinha conhecimento das acusações” contra o Mendes e a Arquieng. “O ministro não recebeu doações da Arquieng em nenhuma de suas campanhas”, acrescentou. Procurada, a Andrade afirmou que não iria se pronunciar.

Estadão Conteúdo

Grupo que iria resgatar presos em Pacatuba possuía arsenal e coletes balísticos


A quadrilha capturada nesta terça-feira (28) quando se preparava para resgatar presos da Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, em Pacatuba, possuía um arsenal com armas de grosso calibre e coletes balísticos da polícia. Seis adultos foram presos e dois adolescentes apreendidos durante operação da Polícia Militar. Um outro suspeito morreu durante tiroteio.

A ação ocorreu durante a madrugada. A quadrilha estava em uma caminhonete modelo Hillux, quando foi perseguida e interceptada pela polícia na Avenida Costa e Silva (Perimetral), no Bairro José Walter. Um outro veículo, um Hyundai HB-20, que também pertencia ao grupo foi apreendido no Bairro Mondumbi.

Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os policiais receberam informações de que os dois carros estariam se dirigindo ao presídio para tentar executar um resgate de detentos. Com isso, os policiais perseguiram os suspeitos, que fugiram por diversos bairros de Fortaleza e cidades da Região Metropolitana.

Os suspeitos atiraram contra as equipes policiais durante a perseguição. A polícia revidou e matou um dos criminosos. Na Avenida Costa e Silva, a Hilux derrapou e os suspeitos foram rendidos. Ao saírem do carro, eles continuaram efetuando tiros contra os policiais, mas foram capturados.

No total foram apreendidos três pistolas, dois revólveres, duas espingardas, uma carabina ponto 45 e munição de diversos calibres. Ainda foram apreendidos cinco coletes à prova de balas, sendo dois deles pertencentes à Polícia Civil. Também foram encontradas cordas, uma escada e uma tirolesa, que seriam utilizadas para tentar resgatar os presidiários.


Os seis presos foram levados para o 30º Distrito Policial, onde foram autuados em flagrante e depois conduzidos para a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). Os adolescentes foram encaminhados à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).

G1/CE

MP move ação para evitar venda de sangue pelo Hemoce a hospitais

Segundo MPF-CE, bolsas de sangue eram comercializadas irregularmente pelo Hemoce a hospitais e planos de saúde da rede privada  (Foto: Arquivo Pessoal)

O Ministério Público Federal no Ceará e o Ministério Público do Ceará ajuizaram uma ação civil contra a União Federal e o Estado do Ceará para evitar a venda de sangue e de hemocomponentes pelo Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce). A ação foi movida com base em um inquérito civil instaurado em 2015, que investiga irregularidades relacionadas à comercialização de sangue a hospitais e planos de saúde da rede privada.

De acordo com a ação, foi comprovado que diversas solicitações de sangue e hemocomponentes realizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) não haviam sido efetivadas. O MPF apontou que hospitais da rede privada estavam sendo abastecidos pelo Hemoce com um suposto excedente. No entanto, as bolsas de sangue não eram suficientes nem para abastecer a rede pública, impossibilitando, desta forma, a transferência para os planos de saúde.

Em nota, o Hemoce nega que realiza venda ou comercialização de sangue. "O Hemoce reafirma que não comercializa sangue. Há um convênio baseado na Constituição Brasileira e na lei federal 10.205/2001 de natureza de prestação de serviços em que os custos dos insumos, reagentes, materiais descartáveis e da mão de obra especializada utilizados em sua produção devem ser ressarcidos sem que haja lucro decorrente desta atividade", diz a nota.

A Política Nacional de Sangue e Hemoderivados considera que a destinação de material para a rede privada deve acontecer apenas em caso de excedente de matéria-prima, e o material não pode ser comercializado. “Em verdade, o Hemoce está a fazer da exceção legal uma regra, decorrendo daí uma prática de sangue dissimulada a partir do momento em que formaliza inúmeros contratos com a iniciativa privada”, afirmou o procurador da República Oscar Costa Filho.

Na ação, o MPF requer, em caráter de urgência, condicionar que a prestação de serviços de hemoterapia pelo Hemoce para instituições privadas apenas quando a rede assistencial do SUS não possuir demanda para hemocomponentes; em situação de emergência, calamidade ou necessidade imprescindível.


Além disso, o procurador da República Oscar Costa Filho pede que a União, por meio do Ministério da Saúde, implemente procedimento para assegurar que o excedente de sangue e hemocomponentes do Hemoce sejam encaminhados para outros centros da rede pública, resguardando o caráter de não-comercialização dos materiais.

G1/CE

Bando rouba casa de praia e faz estrangeiro refém

Seis armas foram aprendidas pela Polícia. Entre o armamento, os militares encontraram um fuzil e uma escopeta. Quatro homens foram autuados

Quatro homens suspeitos de invadir uma casa de praia de um português, na Praia do Cumbuco, em Caucaia, e sequestrar um homem de origem norte-americana foram presos, na manhã de ontem. A Polícia apreendeu com o bando um fuzil, uma escopetas, duas pistolas, dois revólveres e dois coletes balísticos. Segundo o capitão Fábio Bezerra, do Batalhão de Policiamento Comunitário (BPCom - Ronda do Quarteirão) de Caucaia, um dos revólveres apreendidos havia sido roubado de um vigilante.

Conforme policiais que participaram da operação, os suspeitos invadiram a casa do português para roubar. Um espanhol que estava trabalhando no local teve o dinheiro e os documentos levados pelo grupo. "Quando eles perceberam que a viatura estava se aproximando e que não teriam para onde correr, pularam o muro para outra casa", explicou o subtenente PM Washington, do Ronda de Caucaia.

Na outra residência, dois dos suspeitos encontraram o americano. Colocaram o homem no veículo dele, um Ford, modelo EcoSport, de cor prata, e fugiram. "Percebendo que estavam cercados eles pegaram o refém como 'escudo humano'", afirmou o subtenente. Durante a fuga, os criminosos deixaram para trás, na casa em que a vítima foi arrebatada, um fuzil e uma escopeta. As armas foram encontradas por uma patrulha do Comando Tático Motorizado (Cotam). "Eles se dispersaram durante a fuga. Dois foram presos no terreno de um colégio no Cumbuco. Os outros fugiram e foram perseguidos. Houve troca de tiros e, na Tabuba, acabaram detidos", disse o militar.

A vítima e o carro foram abandonados na ponte da Tabuba. Com os suspeitos foram encontrados os revólveres e pistolas. A operação continuou e mais dois veículos foram apreendidos, um deles tinha queixa de roubo.

Flagrante

João Paulo da Silva Oliveira, José Cleilton da Silva Araújo, Daniel da Silva Santana e Francisco Diogo Gomes foram encaminhados ao 31ºDP (Cumbuco) onde foram autuados. Diogo Gomes já tinha um mandado de prisão em aberto. Um dos presos confessou à Polícia que tinha adquirido o carro roubado para fugir, depois que matassem um rival. As informações prestadas pelos suspeitos ainda serão analisadas.

Além das patrulhas do Ronda do Quarteirão de Caucaia e do Cotam, o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) também foi acionado para dar apoio à ação.

Diário do Nordeste

Foragido da cadeia pública de Icapuí é recapturado pela PM em Aracati


Nesta quarta-feira, dia 29, por volta das 10h00min, na Rua São José, próximo aos CRAS Nossa Senhora de Fátima, foi recapturado LEANDRO DE FREITAS, vulgo “Spaike”, 27 anos. Ele fugiu da Cadeia Pública de Icapuí no dia 22/03/2012. Os PM's conduziram o preso a DPC de Aracati para procedimentos cabíveis. 

Com Informações do 1ºBPM

Suspeito de praticar homicídio em Jaguaruana é conduzido até a delegacia para prestar depoimento em Russas

Nesta quarta-feira, dia 29, por volta das 11h00min, na localidade de Bom Sucesso, zona rural de Russas-CE, foi conduzido até a Delegacia de Policia Civil, um jovem de nome Diego, 18 anos, natural de Russas, suspeito de praticar um homicídio na cidade de Jaguaruana-CE, ocorrido no dia 24/06/2016, para prestar esclarecimentos acerca dos fatos. A Polícia Militar realizou devidos procedimentos.

Com Informações do 1ºBPM

Lealdade Tocante: Cãozinho permanece há quase um mês em hospital esperando o dono que já faleceu

Cãozinho aguarda o dono há quase um mês nas
escadarias do Hospital Eudásio Barroso,
em Quixadá. Mas o dono já faleceu.

A lealdade entre humanos é uma qualidade cada vez mais rara. Pessoas traem umas as outras com uma facilidade assustadora. Pais idosos ou filhos pequenos são, às vezes, simplesmente abandonados. Amigos verdadeiros, então, são figuras de luxo hoje em dia. Quem tiver o seu que o valorize.

Vez por outra, lições de lealdade, amor, apego e amizade verdadeira são dadas aos humanos por seres que nem possuem a capacidade da razão. É este, por exemplo, o caso de uma cadelinha em Quixadá.

Quando seu dono foi levado para o hospital Eudásio Barroso, neste município, ela o acompanhou e ficou aguardando na escadaria, imediatamente antes da sala da recepção. O dono do bichinho acabou falecendo, mas a amizade do animal continua viva. Ela persiste em esperar no mesmo local, há quase um mês, que seu dono retorne para junto dela.

Não há informação de que algum familiar do homem falecido tenha ido resgatar o bichinho. Algumas pessoas, na intenção de fazê-la se afastar do hospital, já até mesmo a agrediram com pontapés, segundo relatos que chegaram até este site. Mas o animal se recusa a abandonar seu dono, que ela não entende que morreu.

O Monólitos Post manteve contato com integrantes do Grupo 4Patas, que atua em Quixadá na defesa de animais abandonados. Dois integrantes do grupo, Talita e Dário, asseguraram que a cadelinha será resgatada e ajudada a encontrar uma nova família. A Apaq – Associação dos Protetores de Animais de Quixadá, também já manifestou interesse em oferecer cuidados ao animal.

Monólitos Post