-->

9 de setembro de 2017

Prefeito de Bela Cruz é afastado por improbidade administrativa e tem bens bloqueado



Eliésio Rocha Adriano, conhecido como Cachimbão, é acusado de fraudes em contratações diretas para os serviços de limpeza urbana, locação de veículos, transporte escolar e assessorias a diversas pastas da Prefeitura

O prefeito de Bela Cruz, Eliésio Rocha Adriano, conhecido como Cachimbão (PTB)

O prefeito de Bela Cruz, Eliésio Rocha Adriano, conhecido como Cachimbão (PTB), foi afastado do cargo, além de ter os bens bloqueados. A decisão é do juiz Fábio Medeiros.

A investigação em Bela Cruz envolveu o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através do grupo especial de promotores de Justiça que auxiliou a Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (PROCAP) e a Polícia Civil, que apuraram fraudes em contratações diretas para os serviços de limpeza urbana, locação de veículos, transporte escolar e assessorias a diversas pastas da Prefeitura Municipal.

Dentre as irregularidades, apurou-se que as empresas que participaram do procedimento de dispensa de licitação, são constituídas por “sócios laranjas”, os quais possuem um plantel de pessoas jurídicas destinadas a fraudar licitações, em atuação conjunta com particulares e agentes públicos de diversos municípios.

Entenda

Além de Cachimbão, foram afastados dos cargos membros da Comissão Permanente de Licitação. A decisão também determinou a indisponibilidade dos bens dos demandados até o valor de R$ 1.275.426,51.

Com informações do MP CE