-->

6 de julho de 2016

BPRaio chega a Russas no próximo dia 16, anuncia Camilo Santana


Os municípios de Russas e Quixadá vão passar a contar com  Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) na segunda quinzena de julho. Os policiais vão atuar em ações e operações de patrulhamento tático urbano, escolta de pessoas e valores, além de apoio a grandes eventos artísticos, culturais e esportivos.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira (6) pelo governador do Ceará, Camilo Santana, uma semana após o confronto e tiroteio que resultou na morte de três policiais militares em Quixadá. O objetivo, segundo o governador é acelerar os investimento em segurança pública no interior do estado.  

“Dia 16 [de julho] vamos implementar o Raio em Russas e no dia 23, em Quixadá. Nós vamos também implementar uma ação importantíssima para a segurança pública que são as delegacias 24 horas. Vamos ter delegacias 24 em Quixadá já agora em agosto, também vamos ter delegacia 24 horas em Crateús e Iguatu. E o que isso ajuda na segurança? Ajuda que quando a polícia faz uma ocorrência e leva para a delegacia tem que percorrer 100, 200 quilômetros para [chegar a] uma delegacia que está aberta de madrugada”, explica o governador.

As ações do Governo do Estado fazem parte do projeto de interiorização do BPRaio. Para atuar nessas cidades, os policiais militares passaram por Curso de Especialização em Policiamento com Motocicletas, de 328 horas/ aulas, na Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará. 


Em Russas, o batalhão contará com 69 policiais, 02 viaturas, e 40 motocicletas. Os profissionais ficarão sediados no município, mas irão atuar em toda a região Jaguaribana, sob o comando do Major Santana.

Polícia apreende 46 mil comprimidos usados para aplicar golpe "Boa Noite Cinderela"


Uma operação da Polícia Civil prendeu cinco pessoas e apreendeu aproximadamente 46 mil comprimidos de artane, uma das substâncias utilizadas para aplicar o golpe "Boa Noite Cinderela". A droga vinha de Pernambuco e era vendida ilegalmente a R$ 5 em Fortaleza. 

Além da substância, foram apreendidos três carros, uma moto, 30 chips da Claro que estavam lacrados, 35 dólares e 10 libras esterlinas. Segundo a Polícia, os comprimidos eram guardados em casas localizadas nos bairros Pici e Curió, na capital cearense.

Antônio Marçal Guimarães Coelho, Carlos Luiz de Sá e Silva, Anderson Oliveira Teobalto, Ana Carolina de Sousa Feitosa e Érica de Sousa Feitosa foram presos em flagrante por tráfico e associação para o tráfico. Marçal ainda tentou subornar os policiais com R$ 80 mil e também responderá por corrupção ativa. 

De acordo com a Polícia, Anderson e Ana Carolina eram casados e foram presos no Jangurussu quando iam entregar 600 comprimidos. Na casa deles, no Pici, foram achados mais 3 mil comprimidos. Érica também mora no bairro Pici e, em sua residência, foram encontrados mais 10 mil artane. Já na casa de Carlos, no Curió, 32 mil comprimidos foram capturados. A Polícia informou que não encontrou nenhuma substância com Marçal, mas ele é apontado como o proprietário. 

A investigação é conduzida pelo delegado Márcio Gutierrez, do 30º Distrito Policial, que revelou ainda que foi encontrado um distintivo de investigadora particular com Ana Carolina. A Polícia vai investigar se a suspeita se passava por policial com esse material.

Diário do Nordeste

Acidente envolvendo carro e moto deixa uma pessoa gravemente ferida na CE 358 que liga Limoeiro a Flores


Nesta terça-feira, dia 05, por volta das 16h30min, na CE 358 que liga a cidade de Limoeiro do Norte ao distrito de Flores, aconteceu um acidente de trânsito envolvendo um Fiat Palio Attrative 1.0, vermelho, de Russas, ano 13/14, placa OSB-8924, e uma motocicleta Honda Honda CG 125 FAN, ano 2007, preta, de placa HYJ-3716 que estava sendo conduzida pela pessoa de RAIMUNDO AGUIAR VIANA, 38 anos, natural de Alto Santo-Ce, onde o mesmo teve fratura exposta nas duas pernas. 

Segundo populares, o condutor da motocicleta trafegava sentido Limoeiro a Flores quando veio a colidir de frente com o Fiat Palio, que vinha sentido oposto. Não se soube informar qual o motivo, pois na hora do sinistro, o condutor do veículo já não se encontrava no local quando a composição chegou e populares não quiseram informar. Ao tomar conhecimento do fato, os PM's se deslocaram para o local onde tomaram todas as providências cabíveis. 

A vítima da motocicleta foi socorrida pelo SAMU ao hospital regional de Limoeiro do Norte-Ce e transferida para Fortaleza pela mesma composição do SAMU, devido a gravidade das lesões. A PRE se deslocou até o local onde conduziu os veículos com o reboque e tomaram as providência cabíveis.

Com Informações do 1ºBPM

Messi é condenado a 21 meses de prisão por fraude


O atacante argentino Lionel Messi e seu pai, Jorge Horacio Messi, foram condenados a 21 meses de prisão por fraude fiscal. Eles foram acusados de fraude de 4,16 milhões de euros (aproximadamente R$ 16,7 milhões) ao fisco espanhol por meio de uma rede de empresas offshore.

No início de junho, Messi e seu pai prestaram depoimento. Na oportunidade, o jogador disse que não 'tinha ideia de nada' e que seu pai e os advogados que gerenciavam sua carreira.

O discurso foi similar ao utilizado pela defesa desde o início da investigação em 2013.

Diário do Nordeste

Golpe imobiliário: homem nega ser corretor e explica esquema em vendas


O homem apontado por vítimas e pela Polícia Civil como responsável por um esquema fraudulento em vendas de apartamentos, que teria resultado em um prejuízo de R$ 12 milhões, negou ser o responsável pelo golpe. Em depoimento à Polícia, ele alega que foi usado pela proprietária da construtora, que após ter sido alvo de operações da Polícia Federal, estaria precisando de capital.

Túlio Venturoti Cardoso esteve na Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) na última segunda-feira (4). Ele disse aos investigadores que não é corretor de imóveis, mas que agia com as procurações fornecidas pela então patroa.

O advogado que representa o investigado, Aldemir Pessoa, afirmou que o valor do prejuízo não chega ao montante estimado pela Polícia Civil. "Esse problema foi ocasionado não por ele, Túlio, que não é corretor de imóveis. Ele era braço direito da dona de uma construtora, ainda não indiciada no inquérito. Essa construtora fez determinadas coisas com o auxílio do Túlio. Ela fraudou procurações de algumas pessoas e passou as procurações para o Túlio poder assinar determinadas escrituras de comercialização de imóveis. Os pagamentos foram feitos uma parte em dinheiro, outra em carro, outra em imóvel. As partes em carro e imóvel já restaram bloqueadas pelas pessoas, que não finalizaram a transferência. Portanto, as cifras não chegam ao número estratosférico que foi divulgado diante da informação preliminar da Polícia", disse.

Conforme o advogado, Túlio Venturoti não sabia que estava portando documentos falsos para efetivar as negociações. "Ele negociava através das procurações entregues pela patroa. Mas ele não sabia que essas procurações eram falsas", ressaltou.

Aldemir Pessoa disse, ainda, que o suspeito irá expor tudo o que sabe à Polícia, em breve. "Túlio vai efetivar uma 'delação premiada', sem precisar do recurso. Vai mostrar quem são os verdadeiros responsáveis pelo crime, para onde foi o dinheiro, quem foi o favorecido. Se ele for participante é como coautor, mas não como autor efetivo. Ele foi usado tanto quanto as pessoas que adquiriram os imóveis", apontou.

O advogado explicou que o golpe teria nascido da necessidade da empresária de obter capital. Ela fora alvo de recentes operações da Polícia Federal que apuram fraudes realizadas na Caixa Econômica Federal (CEF) através de empréstimos.

"A construtora erguia imóveis do 'Minha Casa Minha Vida'. E no meio da construção houve um rombo. A empresária foi alvo de duas operações, a Fidúcia e a Caixa Preta, por rombos na Caixa Econômica. A dona da construtora então não tinha mais a facilidade de obter dinheiro por conta disso. Então passou a revender os imóveis. Em algumas vezes, não fez o destrato, para fazer dinheiro. Coisas de R$ 4 milhões ela revendeu por R$ 400 mil", exemplificou.

Em relação ao sumiço de Túlio, o suspeito teve de se esconder no Estado da Bahia, junto a parentes, de acordo com o advogado. As vítimas do golpe teriam descoberto o local onde Túlio vivia em Fortaleza e a residência foi depredada.

Publicação

O jornal publicou, com exclusividade, na edição do último dia 27, toda a trama descoberta pela Polícia Civil. Segundo o delegado titular da DDF, Jaime Paula Pessoa, são mais de 20 vítimas. "Túlio vendeu o mesmo imóvel para mais de uma pessoa. Oferecia a preços bem abaixo do mercado", relatou, à época.

Diário do Nordeste

Polícia Civil apura manipulação em resultados de jogos de futebol e cumpre mandados no Estado


Deflagrada na manhã desta quarta-feira (6), uma operação da Polícia Civil está investigando fraudes em partidas de futebol no Brasil. Desde às 5h, as autoridades já começaram as articulações para cumprir 10 mandados de prisão em três estados, incluindo o Ceará. Ainda não foram divulgados nomes de atletas, ex-atletas ou clubes envolvidos no esquema.

Batizada de "Game Over" (fim de jogo, em inglês), a operação, que também cumpre mandados em São Paulo e no Rio de Janeiro, visa desarticular um grupo criminoso que manipulava resultados de diversas partidas de futebol profissional, incluindo as séries "B", "C" e "D" do Campeonato Brasileiro, além das diviões A2 e A3 do Campeonato Paulista.

Conforme a Polícia Civil, o placar dos jogos era manipulado para beneficiar apostadores asiáticos, que faziam apostas pela internet. A propina era paga a técnicos e jogadores, vinda de bolsas de apostas da Indonésia, Malásia e China. As investigações duraram cerca de cinco anos e indicaram que o esquema era chefiado por um agenciador carioca e um ex-jogador de futebol que jogou na Indonésia.

Diário do Nordeste

Droga que induz ao canibalismo é apreendida pela 1ª vez no Ceará


A operação Ponto de Impacto, da Polícia Civil do Ceará, apreendeu pela primeira vez no Estado um novo tipo de droga sintética. Chamado de “metilona”, o alucinógeno possui o mesmo princípio ativo do ecstasy e tem como um de seus efeitos a indução ao canibalismo. As informações foram divulgadas na noite da segunda-feira (4), na sede da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas.

De acordo com a delegada Patrícia Bezerra, o ponto de partida da operação foi a divulgação de uma festa rave no município de Caucaia, na Região Metropolitana, prevista para o próximo dia 10. A operação foi deflagrada no sábado e prendeu sete pessoas, dentre elas Omar Martins Azzam, conhecido como Marroquino, e responsável pelo tráfico da metilona.

As investigações apontam que a droga chegou ao Estado pelos Correios, oriunda da China. “A metilona, a exemplo das outras drogas sintéticas, tem uma densidade volumétrica muito baixa, podendo ser transportada facilmente, a exemplo do ecstasy e do LCD. Os traficantes têm facilidade em mandar essas drogas pelos Correios, passando muitas vezes pelo raio-x sem que seja percebida”, pontua a delegada.


Os efeitos da droga ainda são pouco conhecidos e ela não é produzida no Brasil. O impacto, segundo a Polícia, é semelhante ao do MDMA (abreviação de metilenodioxi-metanfetamina), também com princípio ativo do ecstasy.  “A metilona tem efeitos ainda mais perigosos, pois causa no usuário o efeito do canibalismo, segundo relatos que levantamos fora no Brasil, mais precisamente nos EUA, em Miami”, ressalta Patrícia.

Chamada de “cloud nine” nos Estados Unidos, a droga foi alvo de debate em 2012, após um rapaz, sob efeito do alucinógeno, ter atacado um morador de rua e comido seu nariz, olhos e boca.

A Polícia Civil desconfia que as pessoas estejam consumindo a metilona achando que é MDMA, devido à semelhança. “Só a perícia ou mesmo um usuário, quando perceber a diferença, poderá dizer”, afirma a delegada. Novas prisões não foram descartadas.

Apreensões


Deflagrada na terça-feira (28), a operação apreendeu também mais de 75 quilos de maconha e skank, 75 pontos de LCD e mais de 400 comprimidos de ecstasy. Sete pessoas foram presas, integrantes de três grupos de tráfico diferentes, um deles com braços no Sul do Brasil e no estado do Rio Grande do Norte.

Tribuna do Ceará

Ex-prefeita de Jati é condenada a devolver dinheiro ao município


O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) manteve sentença que condenou a ex-prefeita de Jati  Semíramis Salviano Lucena Macedo por improbidade administrativa, ao contratar bens e serviços sem licitação. A ex-prefeita do município, no Sul do Ceará, deverá ressarcir  R$ 41,4 mil ao município. O valor será atualizado na fase de liquidação da sentença.

De acordo com a sentença da 8ª Câmara Cível do TJCE, Semíramis Macedo teve ainda os direitos políticos suspensos por cinco anos e foi proibida de contratar com o Poder Público por igual período. Além disso, pagará multa civil no valor de R$ 10 mil. A decisão foi proferida na manhã desta terça-feira (5).

Segundo o desembargador José Tarcílio Souza da Silva, relator do caso,  “frustrar a licitude de processo licitatório ou de processo seletivo para celebração de parcerias com entidades sem fins lucrativos, ou dispensá-los indevidamente, constitui ato de improbidade que causa prejuízo ao erário”.

Segundo denúncia do Ministério Público do Ceará (MPCE), o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) encontrou ilegalidades na gestão da ex-prefeita, no ano de 1999. As irregularidades foram referentes à ausência de licitações, indispensáveis para a aquisição dos seguintes bens e serviços: assessoria contábil, no valor de R$ 9,4 mil; locação de veículo, no montante de R$ 12 mil; e por último, aquisição de veículo, no total de R$ 20 mil.

Para o MPCE, a ex-prefeita deixou de observar os princípios da moralidade administrativa e legalidade que devem nortear a administração pública, violando a Lei de Improbidade Administrativa. A defesa de Semíramis Macedo sustentou a incompetência do TCM para apreciar contas de prefeitos e argumentou não existir a necessidade de realização de licitação nas aquisições de bens e serviços, com as descritas no processo.

Em 10 de dezembro de 2013, o juiz da Vara Única da Comarca de Jati condenou a ex-prefeita a devolver aos cofres públicos os valores usados nas aquisições dos veículos e assessoria contábil, calculados em R$ 41,4 mil. Também foi condenada a pagar multa civil no valor de R$ 10 mil, suspensão dos direitos políticos por cinco anos, além de ficar proibida de contratar com o Poder Público por igual período.

Inconformada, a defesa de Semíramis Macedo apelou no TJCE, para que a sentença fosse reformulada,  repetindo as mesmas alegações da contestação.  Ao analisar o recurso, a 8ª Câmara Cível, por unanimidade, manteve integralmente a sentença de 1º Grau, acompanhando o voto do relator.


“De acordo com o artigo 1º da Lei de Improbidade Administrativa, constitui ato improbe que causa lesão ao erário, qualquer ação dolosa ou culposa, que enseje perda patrimonial, desvio, apropriação, malbaratamento ou dilapidação dos bens ou haveres das entidades”, ressaltou o desembargador José Tarcílio.

G1/CE

Aprovado para cães primeiro remédio para medo de trovão

Quase 75% dos donos classificaram a resposta do cachorro como boa ou excelente, isto é, os animais não ficaram perturbados.

É fato. Cães sofrem com ansiedade provocada por ruído de fogos de artifício e trovões com casos de animais apavorados empreendendo fuga a ponto de correr quilômetros em linha reta.

“É muito sério. É um verdadeiro distúrbio de pânico com uma resposta de fuga completa”, afirma a Dra. Melissa Bain, professora adjunta de comportamento animal da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade da Califórnia ao NY Times.

Este mês foi aprovada a primeira medicação pela Agência Norte-Americana Reguladora de Alimentos e Medicamentos para aversão canina ao barulho – de desconforto a casos de fobia. Trata-se da Sileo, da empresa finlandesa Orion, que inibe a norepinefrina, composto químico do cérebro associado a ansiedade e reação ao medo.

O Sileo tem também uma quantidade mínima de sedativo para pequenos procedimentos veterinários, que é colocado entre a bochecha e a gengiva do cachorro, sendo absorvido em meia hora.

Em testes com remédio, 75% dos cachorros reagiram bem 

A medicação foi testada em centenas de cães com aversão a ruído durante a sessão de fogos de artifício do réveillon durante dois anos seguidos. Quase 75% dos donos classificaram a resposta do cachorro como boa ou excelente, isto é, os animais não ficaram perturbados. A medicação dura várias horas, quando outra dose pode ser administrada.

A seringa com Sileo custa hoje US$ 30 e contém várias doses baseadas no peso. O principal efeito colateral do Sileo, em 4,5% dos cães, é o vômito.

Diário do Nordeste

"Me fingi de morto", diz PM sobrevivente da ação que matou 3 policiais


Quixadá. O sargento João Alves Campos, da Polícia Militar (PM) de Quixadá e que sobreviveu ao confronto com os bandidos na última quinta-feira (30), recebeu alta na tarde da última segunda-feira (4) e já está em sua casa, neste Município da região central cearense. O PM estava internado no Instituto Doutor José Frota (IJF), na Capital.

“Quando caí no chão baleado fechei os olhos e me fingi de morto, fiquei assim até não escutar mais nenhum barulho, pois meu medo era que eles voltassem para me matar”, disse em entrevista ao G1-CE.

Emoção e homenagens no retorno para casa

O retorno de Campos à residência foi marcada por muita emoção. Colegas da Associação dos Profissionais de Segurança (APS) gravaram um vídeo mostrando a chegada do policial. O PM foi bastante aplaudido por familiares e recebido por colegas de farda. De acordo com informações de amigos que pediram para não ser identificados, o policial faz uso de medicamentos para aliviar as fortes dores que ainda sente.

“Os médicos disseram que foi um milagre, pois o tiro de fuzil não atingiu o osso, nem a veia femoral, apenas a carne”, disse.

Sobrevivente: “a pistola parou de funcionar”

Campos foi baleado na perna e no braço durante o confronto. “Dei uns cinco tiros e a pistola parou de funcionar, foi aí que tentei sair de dentro da viatura para poder me proteger, mas caí no chão”, afirmou.

É dele a voz que aparece em um áudio que circulou nas redes sociais onde pede socorro após ser baleado e ver o colega morto. “A gente tá na Juatama, cara! Eu tô baleado e o Antonio Filho está morto. O Joel tá morrendo cara! Vem socorrer a gente, na estrada da Juatama!”.

Visita do governador

Na última sexta, ele recebeu a visita do Governador do Estado, Camilo Santana, além do secretário adjunto da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Lauro Prado, e do delegado da Polícia Civil, Andrade Júnior, no leito do IJF onde ele estava internado.

Confronto: 3 PMs mortos no último 30 de junho

O confronto no final da tarde da última quinta (30), na zona rural do Município, culminou na morte do cabo Antônio Joel de Oliveira Filho, o soldado Antônio Lopes Miranda Filho e o sargento Francisco Guanabara Filho. A cidade ficou comovida com o crime. O velório e o sepultamento das vítimas, ocorridos no dia 1º deste mês, foi marcado por um clima de intensa emoção.

Já são 14 o número de policiais mortos este ano


Com a morte dos três policiais, subiu para 14 o total de profissionais mortos este ano. Em apenas seis meses, o número é o mesmo do total que foram mortos durante o ano de 2015.

Diário do Nordeste

Pai herói: ardendo em meio às chamas, ele morreu salvando a filha de 17 dias


Era o final de uma tarde comum de domingo. Papai, mamãe e a bebezinha de apenas 17 dias voltavam para casa depois de passar o dia na pitoresca Morretes, encravada entre o mar e a serra, no litoral paranaense.

Entre os veículos que trafegavam pela mesma rodovia, avançava, como uma sombra sinistra, um dos (muitos) potenciais carros-bomba que ameaçam quase silenciosamente o trânsito brasileiro todos os dias. Literalmente um carro-bomba. O caminhão-tanque, transportando 44 mil litros de álcool, não cumpria naquela tarde de domingo os requisitos fundamentais de segurança: a mensagem no seu painel acusava com clareza uma falha no sistema de freios. Mesmo ciente da falha, mesmo ciente de que a falha afetava um dos sistemas mais delicados do veículo, mesmo ciente de estar carregando consigo uma bomba potencial, o motorista decidiu, como decidem tantos outros em situações semelhantes, continuar a viagem – como uma sombra sinistra, silenciosamente ameaçadora.

Quando o motorista perdeu o controle do caminhão e bateu contra a mureta de proteção, aquela explosão – que jamais poderia ter acontecido se as responsabilidades básicas tivessem tido importância – engolfou, num inferno de fogo e horror, nada menos que doze veículos. E era em um daqueles doze veículos que a viagem de volta para casa de um pai, de uma mãe e da filhinha de 17 dias foi abortada criminosamente.

Mas alguns heróis ainda tiveram tempo e espírito para, do meio do inferno, lutar milagrosamente pela vida naquela tarde que não podia, jamais, terminar daquele jeito.

Imagens de câmeras de segurança de um restaurante à beira da rodovia federal BR-277 mostram o instante em que um homem arranca e atira seus sapatos em chamas ao meio da pista e, segundos depois, é tragado pelas labaredas assassinas.

“O que a gente tem de informação, de duas testemunhas, é que ele saiu do carro pegando fogo, com a criança no colo, levou para um ponto mais alto, onde tinha grama, mais seguro, e a deixou no chão. Ela [a criança] já não estava com fogo, nem com nada, mas ele sim. Aí ele correu, para tentar eliminar essas chamas, para o córrego. Só que o córrego estava tomado de combustível líquido. Aí, aparentemente, por outros informes, ele caiu nesse córrego”, explicou Tadeu Nunes Filho, tenente do Corpo de Bombeiros.

À medida que novas informações vinham à tona em meio ao caos da tragédia, o dentista Sérgio Schacht contou que foi ele quem recebeu dos braços do pai a bebezinha: “Quando eu caí no buraco, tinha um senhor ali, com uma ‘coisa’ no colo. Quando eu vi, era uma criança. Ele só falava assim: ‘Filho, pega a criança’. Eu peguei. Quando eu fui pegar, ele esmoreceu e desceu”.

O corpo do pai, Luis Carlos da Silva, foi encontrado em uma galeria pluvial à margem da rodovia, na manhã de segunda-feira.

No fim da tarde da mesma segunda-feira, também foi localizado o corpo da mãe, outra vítima da crueldade de um homicídio em forma de “acidente”.

O motorista do caminhão-bomba, de acordo com a polícia, está preso e deverá responder por homicídio doloso, com dolo eventual, por ter assumido o risco de matar.

A bebezinha, levada ao Hospital Evangélico em Curitiba ainda na noite da tragédia, foi reconhecida pela avó graças a manchas de nascimento que só quem a conhecesse poderia mencionar.

Com menos de 3 semanas, a bebê sobreviveu a um inferno absurdo e está em boas condições – graças ao heroísmo de um pai que, torturado pelas chamas, se consumiu, literalmente, para livrá-la da morte; graças à coragem solidária de outro herói que, no meio do inferno, diante da visão estarrecedora de um pai que ardia em labaredas, a resgatou do horror e ajudou a transformar um fim de tarde trágico em esperança de vida; graças, certamente, aos brados de incentivo daquela mãe também vitimada, que, podemos imaginar, gritava do meio das chamas para que o marido a deixasse ali e corresse com a filha nos braços; corresse com todas as forças que tivesse.

Eles conseguiram. Eles deram à luz, pela segunda vez em 17 dias, uma filha de mártires.

pt.aleteia.org

Cearense apontado como executor de crime é detido em SP

Um fuzil foi apreendido no apartamento onde o acusado estava. Contra Edilano Nogueira existia um mandado de prisão por roubo e associação criminosa

O cearense apontado como o executor e mandante da morte de dois policiais militares, em Jaguaretama, nos meses de janeiro e fevereiro deste ano, foi preso em São Paulo, na última segunda-feira (4). Edilano da Silva Nogueira, que também é acusado de roubo a banco e tráfico de drogas, estava com um fuzil.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a prisão de Edilano foi realizada após o repasse de informações repassadas pela Polícia Civil do Ceará aos policiais de São Paulo. O homem estava em um apartamento situado na cidade de Franco da Rocha. Contra ele havia um mandado de prisão por roubo e associação criminosa.

Edilano Nogueira é suspeito de ser o autor da morte do soldado da Polícia Militar Hudson Danilo Lima Oliveira, de 26 anos. O militar foi morto a tiros no dia 7 de janeiro. A composição da Polícia Militar de serviço naquela área foi acionada para atender a uma ocorrência de roubo em um sítio. Chegando nas proximidades do local, a equipe da PM foi alvo de disparos efetuados pelos bandidos. O soldado foi ferido na cabeça e não sobreviveu depois de alguns dias internado no Instituto Doutor José Frota.

Os criminosos Willame Huaina Diógenes Cintra e Luís Fabiano Ribeiro Brito foram presos acusados do crime e recambiados para a Penitenciária Federal de Catanduvas, no Estado do Paraná, em março deste ano.

Execução

Um mês depois da morte do soldado Hudson, o subtenente da PM Carlos Herbênio Almeida Bezerra foi executado a tiros, também em Jaguaretama. O militar fazia caminhada quando acabou assassinado a tiros por dois homens em uma moto.

De acordo com as investigações, Edilano Nogueira teria sido o mandante da morte do comandante do Destacamento de Jaguaretama. Após a morte de Herbênio uma sequência de homicídios ocorreram no município, inclusive do pai de Willame Huaina Diógenes.

Diário do Nordeste

Suspeito de matar PMs é morto; dois são presos

Na casa de Adaílson e em outros dois imóveis, foram achados dois revólveres, espingardas, munições, roupas camufladas e balaclava ( FOTO: DIVULGAÇÃO/COTAR )

Um suspeito morreu e outro ficou ferido em tiroteio com uma equipe do Comando Tático Rural (Cotar) na localidade de Entre Rios, zona rural de Choró, a aproximadamente 180Km de Fortaleza. Um terceiro homem também foi detido. O trio, conforme apurações preliminares, teria participação na morte dos três policiais militares em Quixadá, na última quinta-feira (30).

De acordo com o comandante da Área Integrada de Segurança 15 (AIS 15), tenente-coronel Ednardo Calixto, a Polícia foi à casa de José Adaílson da Silva, o "U", de 27 anos, e lá ainda encontraram Antônio José de Freitas Guedes, de 46 anos, e Jose Dimas Pinheiro Candeia, 34. Durante a abordagem policial, José Adaílson teria reagido, efetuando disparos, dando início a um tiroteio. Ele foi atingido e não sobreviveu aos ferimentos.

Hospital

Já Antônio José foi socorrido com vida ao Hospital Doutor Eudásio Barroso, em Quixadá, onde foi atendido. A movimentação chamou a atenção da população que formou uma grande aglomeração do lado de fora da unidade de saúde.

Após o atendimento, o homem de 46 anos foi encaminhado junto com Dimas para a Delegacia Regional de Quixadá. Os dois foram autuados em flagrante. Eles confessaram que guardavam armas para "U".

Na residência de José Adaílson e em outros dois imóveis vizinhos, foram encontrados dois revólveres calibre 38, duas espingardas, munições de calibres 38, 36, 32 e 12, uma calça e uma gandola camufladas, uma balaclava, luvas e pólvora. Equipes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) também participaram da ação.

Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Adaílson tomou um ônibus escolar em um Distrito localizado em Itapiúna, levando junto o motorista do veículo, que foi liberado posteriormente. O transporte foi utilizado para auxiliar na fuga dos criminosos após o confronto com os PMs, na quinta-feira.

O sargento Francisco Guanabara Filho, o cabo Antônio Joel de Oliveira Pinto e o soldado Antônio Lopes Miranda Filho foram assassinados com tiros de fuzil. Os bandidos iriam fazer um ataque a um carro-forte.

Além deles, um outro militar, o sargento João Alves Campos, ficou ferido na ação. Outros dois soldados foram feitos reféns pelos bandidos mas não sofreram ferimentos físicos.

Após a morte dos PMs, cerca de 100 policiais civis e militares realizam buscas na área. A Polícia já teria indicativo dos autores dos crimes, mas os nomes não foram divulgados.

Ex-PM

Ainda ontem, três pessoas, incluindo um ex-policial militar procuraram a Delegacia Regional de Quixadá para prestar esclarecimentos. Por iniciativa própria, o homem apresentou-se aos investigadores. O nome dele foi ventilado por populares em redes sociais como também sendo integrante do grupo.

À Polícia, ele relatou estar sendo alvo de "calúnias" e , inclusive, registrou Boletim de Ocorrência (B.O). Após os relatos e o registro do documento, o homem foi liberado.

Conforme o secretário adjunto da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), coronel Lauro Carlos de Araújo Prado, a participação dele no grupo não foi confirmada. "Estão juntando elementos. Pessoas indicam a participação dele, mas não temos nada concreto. Ele se antecipou e prestou queixa por calúnia. Estamos trabalhando com muita responsabilidade, para não atribuir culpa a quem não tem", disse.

A reportagem apurou, no entanto, junto a uma fonte ligada à SSPDS, que o ex-policial serviu nas fileiras da Corporação em São Paulo. Era do batalhão de Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), mas foi expulso.

No Ceará, o ex-PM leva a vida como caminhoneiro. Entretanto, atua também junto a uma quadrilha daquela região do Sertão Central, fornecendo armas. De acordo com a fonte, o homem é investigado como responsável por fazer o transporte de armas para assaltantes de bancos.

Diário do Nordeste

Dupla de mulheres rouba idoso no centro de Russas e sacam seu dinheiro na Caixa Econômica Federal


Nesta terça-feira, dia 05, por volta das 11h30min, na Rua Padre Raul Vieira, Centro de Russas-CE, foi vítima de roubo um senhor de 81 anos, o mesmo foi roubado por duas mulheres que trafegavam em um ciclomotor shineray, demais dados não informados, as quais subtraíram a carteira porta cédulas com documentos, cartão de conta corrente, e em seguida efetuaram um saque de R$ 160,00 (cento e sessenta reais) em um dos caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal em Russas, e em seguida fugiram. A vítima registrou um Boletim de Ocorrência na DRPC. Os PM do Ronda do Quarteirão atenderam a ocorrência e estão em diligencias no intuito de identificar e prender as autoras do roubo.

Com Informações do 1ºBPM