-->

18 de abril de 2014

Milagres-CE: Mulher é morta com nove facadas e um tiro por seu companheiro




Um crime com características passionais foi registrado por volta das 15h30min desta quinta-feira no Conjunto Habitat II na periferia de Milagres. A jovem Ana Iris de Menezes Dias, que completaria 20 anos no próximo dia 5 de maio, foi morta com nove facadas e um tiro. O autor do homicídio foi o seu companheiro Samuel Almeida Sales, de 23 anos, o Samuel Petronildo, que é eletricista. Ele vivia maritalmente com outra mulher, tinha ciúmes de Ana Íris e desconfiava que a mesma namorasse outra pessoa.

A polícia foi avisada e o Delegado de Milagres, Denis Leonardo, esteve no local com o Inspetor Diego, o Cabo Eduardo e os Soldados Freitas e Bernardo. Na fuga após o crime, Samuel tomou a moto Honda Bros de cor branca de um homem que passava em frente à casa. A mãe da vítima disse que o casal estava discutindo quando Samuel passou a esfaquear Ana Íris que tentou correr, mas tombou morta na calçada de sua residência após tropeçar nos batentes.

As discussões e agressões eram comuns e o acusado já tinhas passagens pela polícia por crimes de violência doméstica. Inclusive, em relação à sua outra mulher menor de idade que já tinha tentado matar a mesma e a mãe desta. Essa dupla tentativa de homicídio ocorreu no dia 26 de novembro do ano passado na Rua Antônio Leite de Medeiros do Conjunto Viver Bem. Mãe e filha foram lesionadas á faca e socorridas ao Hospital Mãe Bela


A estudante de 15 anos e iniciais F. D. S. O saiu lesionada no tórax e chegou a ser transferida em estado grave para o Hospital Geral de Brejo Santo. Sua genitora, Maria Geane da Conceição, de 35 anos, sofreu uma perfuração no braço. Na época, ele morava na Rua Júlio Sampaio e fugiu. Samuel não teria gostado do fato de uma irmã da menor ter feito uma representação criminal contra ele na Delegacia de Milagres acusando-o de ameaças. Depois, disse que se fosse preso mataria todos da família.

No caso do assassinato de Ana Íris, trata-se da primeira mulher morta este ano em Milagres e a oitava no Cariri. A última naquele município foi Maria Lucia Lourenço dos Santos, de 37 anos, no dia 27 de julho de 2013. Seu companheiro José Marcelo Pereira Mariano, de 27 anos, deu cinco facadas nela e, depois, praticou o suicídio com um tiro na cabeça. Tudo isso ocorreu na casa e na presença da mãe dele no Sítio Serra Brava. Na época, Vicência de Paula Pereira Mariano disse que o filho era viciado em drogas e havia retornado de São Paulo com depressão por falta de dinheiro para comprar substâncias entorpecentes e vivia insinuando que Maria Lúcia o traía.


Site Miséria.