-->

9 de outubro de 2015

Morre em Fortaleza a cantora Cláudia Barroso

Morreu, nesta manhã de sexta-feira, a cantora Cláudia Barroso (83). Ela estava internada há semanas no Hospital Regional da Unimed, em Fortaleza. Foi vítima de complicações respiratórias. 

O velório, segundo sua filha, Kátia Barroso, ocorrerá a partir das 13 horas, no Cemitério Jardim Metropolitano (Eusébio).

O enterro, também no Jardim Metropolitano, ocorrerá neste domingo. Cláudia morava há anos em Messejana e sempre fazia a ponte aérea Fortaleza-Rio para shows.

Trajetória de sucesso

Ela foi namorada de Waldick Soriano.

Cláudia Barros começou a carreira na década de 1960, apresentando-se em clubes noturnos de São Paulo. Foi descoberta pelo maestro Portinho e por Mauro Duarte, que na época era diretor da Rádio Nacional e da gravadora RGE[1] . Seu primeiro disco, de 1962, um compacto de 78 rpm gravado pela Odeon, trazia as músicas Fica comigo essa noite, sucesso de Adelino Moreira e Nelson Gonçalves e Não, eu não vou ter saudade, de Vaucaire e C. Dumont, com letra em português de Romeu Nunes. Estreou em LP com Cláudia Barroso, em 1967.

A consagração, porém, só veio em 1971, quando lançou pela gravadora Continental o LP Cláudia Barroso. O disco trazia três composições próprias que fizeram sucesso[1] : Quem mandou você errar, A vida é mesmo assim e Quando você errar.

Ainda nos anos 70 teve um romance com o cantor Waldick Soriano[2] . Também nessa época foi jurada do programa Silvio Santos, ainda na TV Globo, e mais tarde do programa comandado por Chacrinha[2] .

Blog do Eliomar