-->

11 de abril de 2016

Ceará vai receber 2 milhões de vacinas contra H1N1 nos postos de saúde


O Ceará começa a receber esta semana as primeiras unidades das vacinas contra o vírus H1N1 que serão enviadas a todos os postos de saúde, segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). No total, o Ministério da Saúde deve enviar ao estado 2.017.553 de doses da vacina.

Diferentemente de São Paulo, que adiantou a campanha, o Ceará vai acompanhar o calendário nacional, que começa no dia 30 de abril e segue até 20 de maio. No estado, a campanha será unificada em todos os municípios.

A coordenadora de imunizações da Sesa, Ana Vilma Braga, afirma que a distribuição aos municípios deve começar quando o estado tiver recebido em torno de 30% do total aguardado do Ministério da Saúde.

"Em São Paulo, já tem mais de 70 mortes, e nós não. Tivemos dois óbitos, mas foram isolados, no começo do ano, e não tivemos surto. A gente vai cumprir com a data oficial, seguindo todas as normas do programa de imunização nacional", afirmou a coordenadora.

A planilha de distribuição ao municípios está sendo trabalhada, disse Ana Vilma, mas mais de 2 milhões de seringas já foram adquiridas pelo estado. "Estamos trabalhando há quase um mês nessa campanha. O ministério compra a vacina e o estado compra as seringas, que já foram adquiridas. Cada regional vai receber. Quem tem muita pressa vem buscar. Se não, fica dentro do cronograma", acrescentou.

Lindomar Rodrigues

Temer divulga discurso como se Câmara já tivesse aprovado impeachment; ouça áudio na íntegra


O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB) enviou discurso em que fala como se a Câmara dos Deputados já tivesse votado pela abertura do impeachment de Dilma Rousseff (PT) a parlamentares do seu partido. 

A votação só deve acontecer no próximo domingo, 17, e a aprovação do parecer favorável à abertura do processo não foi votada ainda sequer na comissão especial da Casa. O áudio de mais de 15 minutos foi publicado esta tarde no portal da Folha de São Paulo.

Ouça abaixo o áudio na íntegra:


Na gravação,Temer diz estar fazendo o primeiro "pronunciamento à nação (...) agora, quando a Câmara dos Deputados decide por uma votação significativa declarar a autorização para a instauração de processo de impedimento contra a senhora presidente". 

A veracidade da gravação foi confirmada pela assessoria de imprensa do vice-presidente. Por meio de nota, ela afirma que o áudio é um "exercício que o vice estava fazendo em seu celular e que foi enviado acidentalmente para a bancada".
Conteúdo da gravação
Na sua fala, Temer reconhece que ainda há um "longo processo pela frente", mas referindo-se à votação no Senado, e diz que todas as suas palavras levam em conta "apenas a decisão da Câmara".

O vice já alerta que será ncessário fazer "sacrifícios" para retomar crescimento da economia do País. "Sem sacrifícios não conseguiremos avançar para retomar o crescimento e o desenvolvimento que pautaram a atividade do nosso País nos últimos tempos antes dessa última gestão".

Ele diz também ser necessário construir um governo de "salvação nacional e, portanto, de união nacional" para salvar o País. "É preciso que se reúna todos os partidos políticos e todos os partidos políticos estejam dispostos à colaboração para tirar o País da crise". 

No início do áudio, Temer nega que já praticou "algum gesto com vistas a ocupar o lugar da senhora presidente da República".

Programas sociais

Temer nega que, se assumir o governo, acabará com programas sociais. "Sei que dizem de vez em quando que se outrem assumirem, nós vamos acabar com o Bolsa Família, com o Pronatec... Isso é falso, é mentiroso e é fruto dessa política mais rasteira que tomou conta do País. Portanto, neste particular, quero dizer que nós deveremos manter estes programas e até, se possível, revalorizá-los e ampliá-los", falou.

O Bolsa Família, porém, seria um programa de transição em seu eventual governo. "Há de ser um estágio do Estado brasileiro. Daqui a alguns anos, a empregabilidade tenha atingido um tal nível que não haja necessidade de Bolsa Família. Mas, enquanto persistir a necessidade, manteremos", afirmou.

Ele também garante que haverá retomada dos empregos. "Você só tem emprego se a indústria, o comércio, as atividades de serviço todas estiverem caminhando bem. A partir daí que você tem emprego e pode retomar o emprego", afirmou.

"Vamos incentivar enormemente as parcerias público-privadas à medida que isso pode trazer emprego ao País. Temos absoluta convicção de que hoje, mais do que nunca, o Estado não pode tudo fazer. O Estado depende da atuação dos setores produtivos do País".

"Empregadores de um lado, trabalhadores de outro lado. Estes setores produtivos é que, aliançados, vão fazer a prosperidade do Estado brasileiro. Estado brasileiro tem que cuidar de segurança, saúde, educação, enfim, de alguns temas fundamentais que não podem sair da órbita pública. Mas, no mais, tem que ser entregue à iniciativa privada", afirmou.

Agências

Moto BIZ 125 roubada é encontra em uma casa abandonada em Russas


Neste domingo, dia 10, por volta das 16h00min, na Rua Vasco da Gama, Russas-CE, em uma casa abandonada, foi encontrada abandonada a motoneta Honda BIZ 125, cor vermelha, ano 2011/2012, placa OSG-4426, que foi roubada por volta das 21h20min, do dia 08.04.2016, no cruzamento da Av. Ramalho com CE 356, bairro Várzea Alegre em Russas-CE. Os PM encontraram a citada motoneta e conduziram para o pátio interno do 1º BPM, para que sejam tomadas as medidas cabíveis, já que a vítima não prestou BO.

Com Informações do 1ºBPM

Capotamento de veículo tem uma vítima fatal e outra lesionada gravemente em Palhano


Neste domingo, dia 10, por volta das 09h00min, na estrada Carroçável que liga Lagoa do Curral a Cajueiro, zona rural de Palhano-CE, houve um capotamento do automóvel FOX 1.6, Plus, da cor preta, ano 2007, de placas HXV 7232, que era conduzido por FRANCISCO AMARO NETO, de 63 anos, que perdeu o controle do veículo sendo jogado para fora do veículo tendo morte imediata, e GILSON AMARO DOS SANTOS, de 52 anos, que teve os braços fraturados e várias escoriações pelo corpo. Os PM atenderam a ocorrência e guardaram o local até a chegada da Perícia, enquanto GILSON, foi socorrido para o IJF em uma Ambulância de Palhano. Foi informado que foi encontrada bebidas no interior do veículo.

Com Informações do 1ºBPM

Dois homens são presos por tráfico de drogas em Russas


Neste domingo, dia 10, por volta das 09h00min, na Rua Miguel Pascoal Neto, Russas-CE, foram presos PAULO ROBERTO DE OLIVEIRA GOMES, 29 anos, e LEANDRO DOS SANTOS FERREIRA, vulgo ‘XEXÉU’, 18 anos, quando foram abordados pelos PM e foi encontrado com os mesmos onze pedras de Crack, pesando 7g, um canivete, sacos de dindin e R$ 236,00 (duzentos e trinta e seis reais), os PM conduziram ambos para a DPC de Limoeiro do Norte-CE, onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas (art. 33).

Com Informações do 1ºBPM

Posto de combustíveis é assaltado em Russas


Neste domingo, dia 10, por volta das 08h50min, na Rua Raimundo Alves, centro de Flores, Russas-CE, o Posto de Combustíveis Santa Luzia, foi roubado por dois indivíduos que trafegavam em uma motocicleta Today de cor preta, ambos de capacete, chegaram ao citado Posto, e pediu ao frentista para colocar R$ 10,00 (dez reais) de combustível, e em seguida sacou de um revolver e subtraiu a quantia de R$ 207,00 (duzentos e sete reais), e em seguida fugiram tomando rumo ignorado. Os PM atenderam a ocorrência e se encontram em diligencias.

Com Informações do 1º BPM

Governador Camilo Santana assina ato de nomeação para 314 professores


Novos 341 professores vão compor a rede estadual de ensino. O reforço foi anunciado nesta sexta-feira (8) pelo governador Camilo Santana, que assinou o ato de nomeação dos educadores reclassificados do último concurso da Seduc. A nomeação segue para publicação imediata no Diário Oficial do Estado. “São novos professores para reforçar nossas escolas estaduais. Investindo na educação, acredito que estamos trilhando o caminho certo para um Ceará cada vez mais justo e desenvolvido”, destacou Camilo Santana.Os docentes atuarão em 14 disciplinas, sendo;  Arte-Educação, Biologia, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Espanhola, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Química, Sociologia e Libras.

“A convocação desses professores é também resultado da mesa de negociação permanente que temos com o Sindicato Apeoc. Temos certeza que eles darão grande contribuições para a educação dos nossos jovens cearenses”, afirmou o secretário de Educação do Estado, Maurício Holanda.

Os convocados deverão apresentar a documentação exigida no período de 2 a 5 de maio, na Secretaria da Educação, conforme estipula o cronograma definido no Edital 010/2014, que trata do concurso público para provimento de vagas no cargo de professor classe pleno 1. A rede conta, atualmente, com 13.863 professores em efetivo execício.  São 705 escolas na rede estadual, com 445 mil alunos.

Ceará Agora

Contra impeachment, Dilma negocia cargos com verbas de R$ 38 bi


As mudanças no segundo escalão do governo, em busca de votos para brecar o impeachment da presidente Dilma Rousseff, envolveram a negociação de cargos que podem movimentar até R$ 38 bilhões em recursos do Orçamento deste ano, dos quais R$ 6,2 bilhões são investimentos. Chamado de “repactuação” da base pelo governo e de “balcão de negócios” pela oposição, o processo se acelerou após rompimento oficial do PMDB com Dilma e às vésperas da votação do afastamento da petista pelo plenário da Câmara.

A estratégia do governo é fidelizar apoios ou ao menos garantir abstenções na votação no plenário da Câmara de partidos médios e pequenos como PP, PROS, PDT e PTN, ou até mesmo dentro do próprio PMDB – sigla do vice-presidente Michel Temer, cujos aliados trabalham para levá-lo ao Palácio do Planalto também com a promessa de cargos. Mesmo com o contingenciamento no Orçamento que proíbe temporariamente o uso de parte dos recursos de investimento, os órgãos de segundo escalão têm sido cobiçados pelas siglas.

Até o momento, as legendas que mais perderam influência foram o PMDB e o PTB, do relator do impeachment na Câmara, o deputado Jovair Arantes (GO). As mudanças no segundo escalão devem ser intensificadas até o dia 15 de abril, data em que começará a ser votado no plenário da Câmara o pedido de abertura do impeachment contra Dilma.

Na minirreforma, o governo tem atuado para limar ou retirar dos cargos aliados de Temer e do ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves, único dos sete ministros da legenda que respeitou a decisão da direção partidária de entregar imediatamente os cargos que ocupavam no governo federal.

O governo retirou, por exemplo, uma diretoria da Conab e postos de escalões inferiores no Ministério da Agricultura, todos eles ligados a Temer, cadeiras que ainda estão vagas. Também preferiu privilegiar uma parte do PMDB da Câmara que ainda lhe pode render votos: retirou Vinicius Renê Lummertz Silva do cargo de presidente do Embratur e colocou Gilson Lira. Com esse movimento o governo tira a influência dos cinco deputados da bancada peemedebista de Santa Catarina (favoráveis ao impeachment) e fica com um indeciso, um parlamentar da Paraíba: o deputado Veneziano é padrinho do presidente interino da Embratur, enquanto Lummertz é ligado aos catarinenses.

A cúpula do PP, sigla que já ganhou a diretoria-geral do Dnocs e tenta, futuramente, assumir o Ministério da Saúde, promete dar entre 25 e 30 votos de uma bancada de 51 deputados para manter a presidente no cargo. Contudo, o placar do impeachment publicado diariamente pelo jornal O Estado de S. Paulo aponta que 24 são declaradamente favoráveis ao afastamento de Dilma e apenas nove são contrários. Ainda que os oito indecisos e seis que não quiseram responder se pronunciem futuramente a favor da petista, ela não terá o apoio prometido pelo PP.

A oposição protesta contra essas nomeações do segundo escalão, que considera ser um balcão de negócios. No fim de março, dois senadores pediram que a Procuradoria-Geral da República investigue Dilma e o ministro do Gabinete Pessoal da Presidência Jaques Wagner, por oferecerem cargos em troca de votos. Para o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), os deputados não vão se vender por cargos em um governo que está para cair por conta da pressão das ruas. “É um suicídio”, sentenciou.

Negociação

Para os governistas, a negociação tem dado certo. O senador Lindbergh Farias (PT-RJ), disse que após a convenção do PMDB ocorreu um movimento inverso ao da esperada debandada. “As negociações estão se intensificando com vários partidos da base, acho que hoje o impeachment está mais longe”, avaliou. “O governo está com todas as condições de construir uma maioria em torno de 200 votos na Câmara.”

Além da negociação de cargos que controlam somas expressivas de dinheiro, estão em jogo postos sem atrativos financeiros e que envolvem outros interesses, a exemplo da influência de diretorias em agências reguladoras.

A presidente Dilma indicou, por exemplo, o ex-senador Luiz Otávio para a direção-geral da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) para agradar o senador Jader Barbalho (PMDB-PA) e pai do ministro dos Portos, Hélder Barbalho. Na bancada peemedebista do Pará, dos três deputados, dois se mostram indecisos e um não declarou posição, conforme levantamento do Estado.

Estadão Conteúdo

Durante uma briga, Pai mata o próprio filho com golpe de faca no pescoço em Milhã (CE)


Um homem identificado como Chico Araújo matou o próprio filho, um agricultor de nome Eudes, de 40 anos, durante uma briga na casa da família na localidade de Serra Verde, na Zona Rural de Milhã (CE).

Segundo informações preliminares, o pai atingiu o filho com um profundo golpe de faca no pescoço, matando-o de imediato.

Após o crime, o genitor assassino, já idoso, fugiu do local. A Polícia reliza buscas, mas até o momento não conseguiu capturar o acusado. O crime deverá ser investigado pela Polícia Civil de Senador Pompeu (CE).

Monólitos Post

Ônibus da Guanabara é assaltado e idosa morre de infarto durante ação


Pelo menos 06 homens com porte de adolescentes, assaltaram na noite da última sexta-feira (08/04), o ônibus da empresa Guanabara que vinha de Presidente Dutra com parada em Grajaú e destino à imperatriz (MA).

Após sair da cidade de Barra do Corda (MA), o ônibus foi abordado na reserva indígena cortada pela BR 226. Segundo os passageiros pelo menos seis adolescentes encapuzados, entraram no carro todos armados de espingardas garruchas e, anunciaram o assalto. Todas as bolsas e objetos como celulares cordões e dinheiro dos passageiros foram levados.

A Srª Maria de Jesus Moreira Américo (71) anos, estava na poltrona da frente do ônibus, quando foi pressionada pelos assaltantes, segundo os passageiros dois deles sacudiram tanto a idosa perguntando por dinheiro, ela ainda chegou a dizer que não tinha e que estava passando mal. No momento em que soltaram a mulher ela gritou aos passageiros que estava passando mal e morrendo, apavorados os passageiros presenciaram a morte da idosa que deu um infarto.

Os assaltantes desceram do ônibus levando tudo que tinham pegado dos passageiros, o motorista conduziu o mesmo até a rodoviária aonde a PM conduziu todos à delegacia para registro de ocorrência. Da delegacia a policia civil informou por telefone os familiares da idosa, que ia para a cidade de Imperatriz para casa de sua mãe. O corpo da idosa deve ficar em Grajaú até que os familiares venham pegar.

Após o BO (Boletim de Ocorrência) o ônibus seguiu viagem com os demais passageiros.

180 Graus

À véspera da votação do impeachment, governo "libera" R$ 7,5 bi para idosos


Para seguir a recomendação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de pôr "dinheiro na mão do povo", o governo tira uma nova carta da manga. Às vésperas da votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados, Caixa e Banco do Brasil começam a avisar a cerca de 4,6 milhões de brasileiros com idade acima de 70 anos que cada um tem direito a receber, em média, R$ 1.607.

No total, serão injetados R$ 7,5 bilhões na economia quando esses beneficiários sacarem as contribuições que foram realizadas ao PIS/Pasep até a data da promulgação da Constituição de 1988, juntamente com os rendimentos de todos esses anos. Segundo o Tesouro Nacional, gestor do fundo, 3,79 milhões dos cotistas com mais de 70 anos eram empregados da iniciativa privada - por isso devem sacar o benefício na Caixa - e 830 mil eram do quadro de servidores públicos - portanto, devem buscar o dinheiro no Banco do Brasil.

O Fundo PIS/Pasep foi abastecido até outubro de 1988 pelas contribuições que empresas e órgãos públicos faziam para cada um dos contratados. Quando o dinheiro foi reunido em um único fundo, a maior parte dos cotistas não se enquadrava nas exigências para sacar os benefícios. Depois, o fundo foi caindo no esquecimento.

Uma campanha intensiva para que as pessoas busquem o dinheiro que têm direito está sendo avaliada por alguns integrantes do governo como uma das poucas boas notícias que a presidente pode dar às vésperas da decisão do afastamento dela pelos deputados. Cogita-se até mesmo a possibilidade de Dilma aproveitar uma cerimônia no Palácio do Planalto para, em meio a um grande anúncio de medidas de estímulo à economia, incorporar a benesse.


Esse direito é diferente do abono salarial, um adicional pago todo ano para quem recebe, em média, até dois salários mínimos por mês. Além de ter mais de 70 anos, outros casos dão direito ao benefício, como aposentadoria e doença grave. Quando o cotista já tiver morrido, os herdeiros dele podem sacar o dinheiro. Para saber se tem algo a receber, quem trabalhou antes de 1988 deve procurar a Caixa ou o BB com documento com foto e o número do PIS ou Pasep.

Segundo os números mais atuais, de junho de 2015, o fundo tem 30,5 milhões de cotistas, sendo 25,5 milhões de empregados da iniciativa privada e 5 milhões de servidores públicos. Nem todos, porém, atendem aos critérios que dão direito a sacar todo o saldo da conta. O saldo médio geral é de R$ 1.135.

Divulgação

A CGU (Controladoria-Geral da União) recomendou, em dezembro de 2014, que o fundo deveria "envidar esforços" para localizar os beneficiários. "É necessário aprimorar as formas de divulgação sobre o Fundo PIS/Pasep para que os benefícios cheguem até seus cotistas", diz o texto do órgão de controle. As pessoas que não se enquadram nas exigências para sacar todo o saldo da sua conta podem anualmente pegar o rendimento do dinheiro investido. No entanto, segundo a CGU, apenas a metade dos beneficiários fizeram isso.

O governo nunca se empenhou em colocar a recomendação em prática até mesmo porque os recursos do Fundo PIS/Pasep servem como fonte para a linha de crédito do BNDES para aquisição de máquinas e equipamentos. Do total de R$ 37,9 bilhões de ativos do fundo, a carteira do Finame está em torno de R$ 19 bilhões.

Representante dos trabalhadores da iniciativa privada no conselho diretor do fundo, o economista Marcos Perioto, ligado à Força Sindical, diz que o governo quer cruzar os dados dos beneficiários com as informações da Receita Federal e do Ministério do Trabalho e Previdência para uma maior efetividade da campanha.


— Qualquer iniciativa nesse sentido é positiva para as pessoas sacarem os recursos em vez de fazer essa poupança forçada para o governo".

Procurados, Caixa e BB confirmaram que estão enviando malas diretas para os beneficiários com idade igual ou superior a 70 anos. Os bancos também vão divulgar nas redes sociais, por meio de telefone e internet, além de afixar cartazes nas unidades. Segundo a Caixa, mais de 4.000 agências no Brasil estão habilitadas a prestar informações e efetuar os pagamentos para os beneficiários que atenderem aos requisitos do PIS. No BB, são mais de 5.000 para atender os antigos servidores públicos, cotistas do Pasep. 

R7