-->

9 de abril de 2015

Ceará reduz em 13,5% número de homicídios no trimestre


Percentual, segundo secretaria, é mais do que o dobro projetado pelo programa Em Defesa da Vida, que esperava diminuir 6%

O Ceará reduziu, no primeiro trimestre de 2015, 13,5% dos casos de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) que se referem a homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. O percentual, segundo os dados divulgados nesta quinta-feira (9) pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), é mais do que o dobro projetado pelo programa Em Defesa da Vida, que esperava diminuir 6%.

De acordo com a SSPDS, na comparação com igual período de 2014, 169 vidas foram salvas no Estado. Nos três primeiros meses de 2015, 1.085 casos entre homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte ocorreram no Ceará, quando no ano passado foram registrados 1.254 ocorrências
A maior redução desses crimes foi registrada em Fortaleza e na Região Metropolitana, com 19,9% e 24,5% respectivamente. Segundo os dados da SSPDS, das seis Areas Integradas de Segurança (AIS) da Capital, apenas a AIS 6 teve alta de 25%. A redução dos crimes, conforme a secretaria, representa 116 vidas salvas. 
Todas as áreas da Região Metropolitana diminuíram seus índices, assim como no Interior Norte. O Interior Sul foi a única região do Ceará que registrou alta no trimestre de 9,6%.

Homicídios caem em março
A quantidade de vítimas de CVLIs reduziu aproximadamente 30% no mês de março deste ano, em relação ao ano passado. Os dados contabilizam os crimes em que houve morte até o dia 29 de março. Até a data citada, foram 297 vítimas registradas. Em igual período do ano passado, o número foi de 433 mortes. Desta forma, a redução foi de 31,4% no número de CVLIs.

Em fevereiro deste ano, foram registradas 334 vítimas de crimes violentos. No mês de janeiro, foram 433 pessoas mortas. 
 
 Segundo SSPDS -DN